Neon Genesis Evangelion | Duanne Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
34566 visitas/dia
921 mil/mês
Mais Recentes
>>> Festival Ópera na Tela traz Raphaël Sikorski para masterclass de canto lírico
>>> Empresa de tecnologia oferece prêmio de R$10.000 para a melhor resolução de case com problema real
>>> Especialistas apresentam a relação entre tradução e edição
>>> Com direção de Vivien Buckup, Ney Piacentini estreia solo com contos de Machado de Assis e Guimarães
>>> Teatro do Incêndio comemora 20 anos com nova temporada de O Santo Dialético
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aqui sempre alguém morou
>>> Breve resenha sobre um livro hediondo
>>> Alice in Chains, por David De Sola
>>> Simpatia pelo Demônio, de Bernardo Carvalho
>>> Afinidade, maestria e demanda
>>> O Quixote de Will Eisner
>>> Era uma vez um inverno
>>> Caindo as fichas do machismo
>>> Uma livrada na cara
>>> YouTube, lá vou eu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
Últimos Posts
>>> Último debate dos candidatos à prefeitura na Globo
>>> Olhar perdido
>>> O que está acontecendo com elas ?
>>> Armaduras
>>> Etapas de uma pintura III (movie)
>>> Origâmis
>>> Eleições Municipais e o Efeito DunDum!
>>> Dente-de-leão
>>> MARINHA
>>> O que dizer depois da reunião de orientação
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eu, hein, Rosa!
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Por que não estudo Literatura
>>> A simplicidade do humano em Pantanal
>>> Iron Maiden no Brasil. De novo
>>> Auster no scriptorium
>>> É tudo (in)verdade
>>> Revista Ato
>>> O Prêmio Nobel para Mario Vargas Llosa
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
Mais Recentes
>>> Aspectos das Artes Plásticas no Brasil - Mário de Andrade
>>> Baudolino - Umberto Eco
>>> Gargântua e Pantagruel - Françoise Rabelais
>>> Revista JOAQUIM (Exemplares de 1 a 21)
>>> 80 Anos de Poesia
>>> Melhores Poemas de Paulo Leminski
>>> Oscar Wilde (Vidas Literárias)
>>> Goethe (Gigantes da Literatura Universal)
>>> Goethe 1749-1832 (Biografia)
>>> Oswald de Andrade (Biografia)
>>> Oswald de Andrade (Literatura Comentada)
>>> Greta Garbo(Biografia)
>>> Gonçalves Dias (Biografia)
>>> Nijinsky - Romola Nijinsky
>>> As Valkírias
>>> Mário Schenberg: Entre-Vidas (Biografia)
>>> Schiller (Gigantes da Literatura Universal)
>>> Villa-Lobos - Alma sonora do Brasil
>>> A Princesa que Enganou a Morte e Outros Contos
>>> Vá , Vá Ver Como Esses Negros Cultivam A Mandioca
>>> Sumri
>>> O Caneco De Prata
>>> Peste A Bordo
>>> Direito Processual Civil Brasileiro Vol 2
>>> Direito Processual Civil Brasileiro Vol. 3
>>> Fuvest Literatura
>>> Sistemas De Informações Para Tomada De Decisões
>>> Teoria Geral Da Administração
>>> A Ciociara
>>> O Cortiço
>>> De Repente , Nas Profundezas
>>> Revolução Em Mim
>>> Alice No País Das Maravilhas
>>> Office-boy Em Apuros
>>> As Sandálias Do Pescador
>>> A História Da Multiplicação Dos Pães E Dos Peixes
>>> Bobagens. Com
>>> Administração Industrial E Geral
>>> Meninos Sem Pátria
>>> Comércio Internacional E Câmbio
>>> Orientação De Leitura E Abordagem Literária Prosa
>>> O Cortiço
>>> Do Texto Ao Texto Curso Pratico De Leitura E Redação
>>> Literatura Brasileira Das Origens Aos Nossos Dias
>>> Literatura Portuguesa Da Idade Média E Fernando Pessoa
>>> Fugindo De Casa
>>> Direito Das Obrigações
>>> Roteiro Das Falências E Concordatas
>>> Triste Fim De Policarpo Quaresma
>>> O Pequeno Polegar
COLUNAS

Terça-feira, 29/11/2011
Neon Genesis Evangelion
Duanne Ribeiro

+ de 3300 Acessos

Desde outubro, o mangá Neon Genesis Evangelion está sendo republicado pela editora JBC - é a chance de conhecer ou redescobrir uma das franquias mais relevantes dos quadrinhos e da animação japonesa. No Japão, a HQ foi lançada em fevereiro de 1995, como um modo de divulgar sua versão em animação, e ainda não foi concluída. O anime, exibido a partir de outubro daquele ano e encerrado em 1996, alcançou sucesso e repercussão; em 2007, foi considerado por uma agência do Ministério de Educação japonês como o melhor de todos os tempos. A série pode ser comparada a Sandman, de Neil Gaiman; Watchmen, de Alan Moore; ou Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller - na medida em que também representa um salto de maturidade dentro de seu gênero.

Como Miller e Moore quanto aos quadrinhos americanos, Evangelion lida com uma forma japonesa típica - enquanto os primeiros releem o conceito de super-herói, a série faz uso do gênero dos mecha, isto é, robôs gigantes, controlados por humanos. Como Gaiman, seu mundo é criado em diálogo com referências culturais diversas - se ele cria sua fantasia a partir de múltiplas mitologias, ela recorre principalmente à tradição judaico-cristã. O núcleo da produção, no entanto, não está ai; além da ficção científica e do fantástico, seu foco está no relacionamento humano, nos abismos da relação do indivíduo consigo e com os outros.

Os principais artistas na produção de Evangelion são Hideaki Anno e Yoshiyuki Sadamoto. Sadamoto fez o design de personagens para o anime e produz a adaptação em mangá. Além disso, é um dos fundadores do estúdio Gainax, responsável pelo desenho animado. Já Anno foi o diretor da animação. Seu talento foi revelado pelo trabalho com Hayao Miyasaki - um diretor conhecido no Brasil para além de nichos, por obras como A Viagem de Chihiro - para o qual foi animador em Nausicaä do Vale do Vento.

A história se dá em um cenário distópico. No ano 2000, a Terra é atingida por um meteoro; a catástrofe, que fica conhecida como "Segundo Impacto", reduz a população mundial pela metade. Quinze anos depois, ainda em processo de recuperação, a raça humana é ameaçada novamente, por imensas criaturas, resistentes a todo tipo de ataque convencional e evidente objetivo de destruição: os "anjos". Para confrontá-los, haviam sido criados os EVAs, andróides que precisam ser pilotados por adolescentes específicos, com características necessárias para a "sincronização" com os robôs. A relação entre o cataclismo, a chegada dos monstros e a prontidão visionária dessas novas "armas" serão depois esclarecidos, assim como a razão do uso de um nome cristão para nomeá-los.

São produzidos três EVAs, cada qual pilotado por uma "criança": o garoto Shinji Ikari e as meninas Rei Ayanami e Asuka Langley Soryu, todos com idade entre 13 e 14. A postura de cada um deles frente à sua "missão" é um dos pontos importantes na série: por que pilotar o EVA? A identificação com os personagens acontece assim que se sente que essa pergunta é, na verdade, mais geral: de onde vem a sua motivação? Por que faz o que faz?

Shinji é o nosso protagonista. Filho de Gendou Ikari, chefe da organização que construiu os EVAs, sempre esteve distante do pai, que o ignorava. Inesperadamente, Gendou o chama à sua cidade. Não se tratava de um reencontro entre familiares, mas de um alistamento. O pai exige que o filho seja um dos pilotos. A tensão entre a necessidade de afirmação de Shinji e a frieza e o calculismo de Gendou é uma das linhas dramáticas principais - e, assim como poderia afastar o garoto da luta a que é chamado, o atrai. Esse conflito exemplifica os temas de Evangelion: o duelo entre afetos distintos, os que se sobrepõem, os que ficam para trás.

Ainda uma última camada se torna evidente logo nos primeiros momentos. Todo o sistema contra o "anjos" parece escamotear outros propósitos da NERV, grupo contratado pela ONU e responsável pela construção dos robôs. Não só a origem e sentido dos ataques é escondida, mas também o Projeto de Instrumentalização Humana, que parece fundamental e do qual, inicialmente, não sabemos nada. Pouco a pouco, os mistérios e farsas vão sendo elucidados, de maneira semelhante a séries como Arquivo X, Lost e Fringe.

Outras Versões, Outros Fins
O mangá é em certa medida independente da animação e possui algumas diferenças. Ainda está sendo produzido no Japão: de 13 volumes previstos, 12 estão concluídos. No Brasil, 10 destes volumes foram publicados pela Conrad, em 20 edições. A partir daí, a publicação foi assumida pela JBC, que publicou outras quatro (referentes aos números japoneses 11 e 12). O que a editora faz agora é republicar a HQ do início, no formato japonês original.

O atraso dos quadrinhos em relação ao anime se deve ao ritmo de produção de Sadamoto, que esteve mais envolvido com o projeto Rebuild of Evangelion, série de quatro filmes que recontam a animação original, também com algumas variações. Já foram lançadas duas das releituras: Evangelion: 1.0 You Are (Not) Alone e Evangelion 2.0 You Can (Not) Advance. O final da história, tanto no mangá quanto nas novas animações, pode ser substancialmente diferente. O anime já possui um duplo fim: pouco após o término dos 26 episódios, o longa The End of Evangelion foi lançado, com uma reinterpretação dos dois últimos capítulos.

Há muitas características de Evangelion que poderiam ser destacadas: o caráter animalesco dos EVAs; a ligação física e mental dos pilotos com seus robôs; os recursos da animação se pensada como cinema: o uso do silêncio e da sugestão; o traço cheio de rachuras, sombras e velocidade da HQ; entre outros elementos. Por sua qualidade, seus detalhes, sua densidade interpretativa, mereceria um texto maior, que desse conta pelo menos dos aspectos críticos da série, sua abordagem da psicologia e da metafísica. Mas esta é uma apresentação - um convite. Assista ou leia, leitor, e volte cá que a gente discute nos comentários.


Duanne Ribeiro
São Paulo, 29/11/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. São Paulo e o medo no cinema de Elisa Andrade Buzzo
02. Notas sobre a Escola de Dança de São Paulo - I de Elisa Andrade Buzzo
03. Um safra de documentários de poesia e poetas de Elisa Andrade Buzzo
04. Cinema de Conflito e Entretenimento de Guilherme Carvalhal
05. It's evolution, baby de Luís Fernando Amâncio


Mais Duanne Ribeiro
Mais Acessadas de Duanne Ribeiro em 2011
01. Bailarina salta à morte, ou: Cisne Negro - 15/2/2011
02. Manual para o leitor de transporte público - 29/3/2011
03. Frases que soubessem tudo sobre mim - 5/7/2011
04. Dexter Versus House - 4/10/2011
05. Ação Afirmativa, Injustiça Insuspeita - 18/1/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SKETCHES FROM CHURCH HISTORY - FIRST EDITION
S. M. HOUGHTON
BANNER OF TRUTH
(1980)
+ frete grátis



JESUS, O MEU MESTRE SUPERIOR- CAPÍTULOS COMPLEMENTARES
LYDIO MACHADO BANDEIRA DE MELLO ( AUTOR NO WHO'S WHO)
DO AUTOR
(1984)
+ frete grátis



GIBI OS HEROIS RENASCEM O RETORNO SÉRIE COMPLETA COM 04 GIBIS
FRANKLIN RICHARDS
IMAGE COMICS
(1998)
+ frete grátis



O FILHO NATURAL - JOÃO MARQUES (TEATRO BRASILEIRO)
JOÃO MARQUES
TEIXEIRA
(1951)
+ frete grátis



THE PASSION FOR SOULS
OSWALD SMITH
MARSHALL MORGAN & SCOTT
(1965)
+ frete grátis



PLAYBACK
RAYMOND CHANDLER
BRASILIENSE
(1990)
+ frete grátis



REVISTA PLANETA NÚMERO 8
VÁRIOS
TRÊS
(1975)
+ frete grátis



O COMITÊ DA MORTE
NOAH GORDON
ROCCO
(1995)
+ frete grátis



TEATRO BRASILEIRO E TEATRO INFANTIL - JORACY CAMARGO
JORACY CAMARGO
MES/CNT
(1937)
+ frete grátis



A PAIXÃO SEGUNDO G.H.
CLARICE LISPECTOR
ROCCO
(1998)
+ frete grátis





busca | avançada
34566 visitas/dia
921 mil/mês