Eu blogo, tu blogas? | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
29583 visitas/dia
870 mil/mês
Mais Recentes
>>> Crianças travessas também podem gostar de ler
>>> Banda Silibrina, de Gabriel Nóbrega, lança o álbum O Raio com temporada de shows no Jazz nos Fundos
>>> Dom Quixote chega a USP Leste
>>> Documentário
>>> Windsor Marapendi apresenta Conexão Rio com convidado especial Celso Fonseca
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Dilapidare
>>> A imaginação do escritor
>>> Inquietações de Ana Lira
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> Minha finada TV analógica
>>> Aquarius, quebrando as expectativas
>>> Amy Winehouse: uma pintura
>>> Casa Arrumada
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
Colunistas
Últimos Posts
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
Últimos Posts
>>> Hoje Ella Fitzgerald faz 100 anos
>>> Vermelho (série: Sonetos)
>>> Os vãos nunca em vão
>>> O VERBO ALQUÍMICO
>>> Procissão
>>> Questionamento
>>> As 13 Razões Pra se Escolher a Vida!
>>> Black Mirror, nós e os outros
>>> Quadro negro
>>> Ilusão de ótica
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rumos, rumores e rumeiros
>>> Os três gêneros de artistas
>>> Longa vida à fotografia
>>> A importância do nome das coisas
>>> O lado louco de Proust
>>> Comunicado importante: TV mata!
>>> Cachorros e Lágrimas
>>> O Orkut é coisa nossa
>>> E-book Novos Jornalistas
>>> Breve análise sobre Umberto Eco
Mais Recentes
>>> Ensaios sobre a Psicologia de C. G. Jung
>>> Judas Iscariotes
>>> Carisma Espírito Renovação- Fé Cristã Renovada
>>> O Testemunho do Senhor e a Necessidade do Mundo
>>> Física parte 3
>>> Física parte 2
>>> Física - Caderno de revisão e exercícios
>>> Ética. Direito, Moral e Religião no Mundo Moderno
>>> Tempo de Reportagem. Histórias que marcaram época no jornalismo brasileiro
>>> Dirceu. A biografia
>>> As Veias Abertas da América Latina
>>> A Revolução dos Bichos
>>> The Secret O Segredo
>>> A Insustentável Leveza do Ser
>>> As Veias Abertas da América Latina
>>> A Revolução dos Bichos
>>> The Secret O Segredo
>>> A Insustentável Leveza do Ser
>>> Oeste. A guerra do jogo do bicho
>>> Descobrindo A Historia da Arte
>>> Filosofia- por uma inteligência da complexidade
>>> As Cariocas
>>> Infância e Juventude: Narrativas Contemporâneas
>>> Zero
>>> Como usar outras linguagens na sala de aula
>>> Contos Brasileiros
>>> Temas de literatura Brasileira-Um passo por sua história e crítica
>>> Édipo Rei
>>> Os 7 Hábitos dos Adolescentes Altamente Eficazes: O guia definitivo de sucesso para o adolescente
>>> Como ler livros: O Guia Clássico para a Leitura Inteligente
>>> Biologia molecular básica
>>> Fundamentos de Física-Gravitação, ondas e termodinâmica. Vol. 2
>>> Arquitetura - A Arte de Criar Espaços
>>> Princípios de Física - Eletromagnetismo
>>> Experiências e Dinâmicas de Inclusão-Um olhar comprometido e afetivo
>>> Cérebro e Aprendizagem-um Jeito Diferente de Viver
>>> Como e por que ler os clássicos universais desde cedo
>>> Psicologia Aplicada à Administração
>>> Finanças Corporativas
>>> Introdução à Música
>>> Comportamento organizacional-Integrado conceitos da administração e da psicologia
>>> Gestão de Produtos e Marcas
>>> Marketing
>>> O Trabalho - II Colóquio Brasileiro de Direito do Trabalho
>>> Introdução ao Cálculo - Vol. 1 - Cálculo Diferencial
>>> Os mais belos pensamentos de todos os tempos
>>> Direito Constitucional - Questões da ESAF com gabarito comentado
>>> As Responsabilidades no Direiro Internacional do Meio Ambiente
>>> Pode-se Provar a Existência de Deus?( Ordinatio)
>>> A Viagem Infinita: estudos sobre Terra Sonâmbula, de Mia Couto
COLUNAS

Segunda-feira, 4/7/2016
Eu blogo, tu blogas?
Fabio Gomes

+ de 1800 Acessos

Em 23 de junho, coloquei no ar aquele que é (se não erro nas contas) meu décimo blog - Fabio Gomes Foto & Cinema. Como o nome já indica, naquele espaço estarei destacando meu trabalho com as imagens, ao contrário de quase todos os anteriores, voltados para o meu trabalho como jornalista cultural. Eu já divulgava meus filmes e fotos em uma fan page no Facebook, mas conforme vinha intensificando meu trabalho nesta área (audio)visual, fui sentindo a necessidade de ter um local específico na internet. Num blog (assim como num site), você pode gerenciar melhor o aspecto das publicações, assim como o público dispõe de ferramentas para localizar facilmente o que procura, dois aspectos em que o Facebook historicamente deixa a desejar.

Enquanto eu configurava as diferentes áreas do novo blog, foi inevitável ficar me sentindo como em 2009, quando criei meu primeiro blog que teve destaque, o Som do Norte. Não apenas por questões emocionais (ao estio 'passa um filme na minha cabeça - risos), mas porque ao longo desses sete anos pouca coisa de fato mudou no bom e velho Blogger. A facilidade de uso é a mesma, assim como o caminho para localizar e implantar algumas funcionalidades continua tortuoso. De toda forma, ao menos para mim, o Blogger é bem mais fácil de operar que seu congênere Wordpress - ao menos mais intuitivo.

Minha primeira experiência com blogs foi em 2003, ano em que o formato se impôs como uma novidade na websfera brasileira. Criei um blog do qual confesso que já nem lembro o nome, até porque ele só esteve no ar uns poucos dias, e para o qual não produzi conteúdo original, limitando-me a republicar nele textos sobre cinema. Mais especificamente, resenhas de filmes, escritas para meu site Brasileirinho. Minha intenção era entender a ferramenta; cumprida essa meta, excluí o blog. A experiência talvez tenha ocorrido em maio, pois em 9 de junho daquele ano lancei dentro do Brasileirinho o informativo Mistura e Manda, que incorporava algumas características de blog - atualização periódica (semanal, aos domingos), textos curtos e o convite para que a pessoa comentasse e enviasse sua opinião (ou, no caso, "misturasse e mandasse"); este último cumpria a função da caixa de comentários de um blog. Além de ser postado no site, o M&M era enviado por e-mail a assinantes. O M&M seguiu sendo atualizado até o começo de 2009.

Minha experiência seguinte com blog foi como colaborador do Protocolo do Incenso - Ritual & Atração, criado pela jornalista e atriz paulista Vanessa Morelli, ali por 2008. Meus textos não tinham um tema e periodicidade definidos, apenas o compromisso de falarem sobre cultura; quase sempre eu produzia textos inéditos, que eventualmente republicava em outros espaços - o que fez com que eles sobrevivessem, já que tempos depois Vanessa retirou o blog do ar. Foi também como colaborador que participei de outro blog sediado em São Paulo, o Falando das Telas. A iniciativa do crítico Ruy Jobim Neto visava comentar a produção de cinema e TV; minha presença no blog se resumiu a um comentário sobre a minissérie Maysa, que a TV Globo apresentou no começo de 2009. Posteriormente fui colaborador também do blog do Coletivo Megafônica, de Belém (2011).

Minha opção por trabalhar com blog, e não site, ao me propor a abordar a musicalidade da Amazônia, em meados de 2009, foi em parte pela facilidade de uso, já comentada ao início desse texto, e também porque os blogs viviam talvez seu momento de maior prestígio e influência no Brasil, ao contrário do que ocorria seis anos antes. Na época o Google (dono do Blogger) não disponibilizava as estatísticas de acesso, mas para ilustrar a popularidade que o Som do Norte obteve logo de saída basta dizer que em dezembro de 2009, com apenas quatro meses no ar, enquete realizada pelo blog para escolher a Música do Ano recebeu mais de 21 mil votos!

Isto me levou a no ano seguinte dedicar novo blog à sonoridade amazônica: o Música do Norte, onde só posto álbuns inteiros, sejam clássicos ou lançamentos.

Já em 2011, transformei em blog meu antigo site Jornalismo Cultural, lançado em 2005, e criei meu único fan-blog, o Noel Rosa Sempre, onde publicava notícias sobre o artista e disponibilizava material de sua autoria que está em domínio público. No ano seguinte, pus no ar meu blog mais ao estilo "internet roots", o Rapidola. O Rapidola começou em 2010 como um informativo do Som do Norte enviado a assinantes, ao estilo do Mistura & Manda, porém com um diferencial: não continha textos completos, apenas links, com uma breve frase de abertura, pinçada de uma das notícias linkadas. A seleção incluía posts de outros blogs que também falassem da música nortista. O Rapidola-blog nasceu para deixar acessíveis esses informativos, e a referência a 'roots' é porque eram exatamente assim os primeiros blogs da internet: uma coleção de links.... A primeira publicação do Rapidola na internet aconteceu numa página do Multiply, rede social que já foi desativada (e que a bem da verdade nunca emplacou no Brasil). O Rapidola como blog que merece ser lembrado nasceu durante uma breve passagem minha por Manaus, em setembro de 2012. Na mesma viagem, mas em Porto Velho, comecei a editar o blog da Poeta Amadio, artista cujo trabalho venho produzindo desde aquela época.

Em 2013, lancei meus únicos blogs sem ligação direta com meu trabalho de jornalista cultural. O primeiro, totalmente despretencioso, era o Apontam Estudos, com o propósito de perpetuar as "pérolas" que escrevo em meu Facebook pessoal. Sua função se esvaziou desde que o Facebook passou a permitir acesso às "lembranças" (ou seja, postagens de ano anteriores, feitas no mesmo dia do ano em que estamos). O segundo se chamou Comendo Bem e Barato e foi uma tentativa de criar um guia online de restaurantes baratos, do tipo onde você poderia almoçar por até 20 reais, e que normalmente não aparecem nos guias turísticos nem são recomendados pelas agências de viagem. A ideia era que obter anúncios dos próprios estabelecimentos citados no blog, o que não se confirmou, e me levou a excluí-lo após 40 dias. A lista se encerra com o blog do projeto As Tias do Marabaixo, no ar desde 2014, quando comecei o trabalho de resgate e divulgação do Marabaixo, cultura tradicional de matriz africana típica do Amapá.

Como já mencionei, vai longe o auge dos blogs no Brasil. A audiência foi caindo lentamente a partir de 2012; no começo de 2013, pareceu embalar novamente (lembro de ter falado sobre isso numa conversa que tive com alunos da PUC-SP em abril daquel ano), mas depois seguiu em queda, mantendo-se agora estável. Digamos que é um público pequeno, porém fiel. Claro que estou falando de meus espaços no Blogger.

Completamente diferente é o blog que desde o ano passado mantenho dentro do site Digestivo Cultural, o Cinema Independente na Estrada. Em média, meus posts lá têm 339 acessos, com a fantástica marca de 1.652 para o post inaugural do blog, que conta a história do projeto As Tias do Marabaixo (os números foram colhidos em 24.6.16).

Já no Som do Norte, os posts que atualmente chegam a 300 acessos são os de entrevistas ou lançamentos exclusivos. Aliás, exclusividade me parece ser a palavra-chave que justifica a manutenção de blogs, era assim no passado e hoje segue sendo. Desde o ano passado, parei de postar no SdN agenda de shows - as informações sobre os shows em sua cidade você obtém hoje muito mais fácil através de redes sociais ou Whatsapp, não há porque ocupar espaço no blog com isso.

Pra concluir: considero sim que os blogs seguem sendo boas ferramentas, principalmente se quem o edita tem noções de HTML, que ajudam a compensar a limitação de recursos. Para quem gosta de publicar regularmente, um blog ainda é preferível às redes sociais (estas, sim, são grandes ferramentas para a difusão do conteúdo blogado), mais ainda se você pretende usar o blog como forma de oferecer serviços e produtos (o mural do Facebook, talvez propositalmente, não se presta muito bem a este fim). Por fim, só posso comemorar o final de cobranças tipo - Ah, seu blog é tão legal, por que você não o transforma num site? São coisas diferentes: cada vez mais, um site é recomendado se você quer publicar um conteúdo de forma institucional, com atualizações ocasionais. Para publicar regularmente e se manter pesquisável & localizável neste mar sem fim que é a internet, a melhor opção em 2016 segue sendo o bom e velho blog.


Fabio Gomes
Maceió, 4/7/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Imprimam - e repensem - suas fotografias de Ana Elisa Ribeiro
02. Oswald de Andrade e o homem cordial de Celso A. Uequed Pitol
03. Neste Natal etc. e tal de Elisa Andrade Buzzo
04. Que tal fingir-se de céu? de Ana Elisa Ribeiro
05. Notas confessionais de um angustiado (V) de Cassionei Niches Petry


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes em 2016
01. Etapas em combustão - 18/4/2016
02. Eu blogo, tu blogas? - 4/7/2016
03. Em 2016, pare de dizer que você tem problemas - 11/1/2016
04. Você sabe quem escreveu seu show preferido? - 21/3/2016
05. Caiu na rede, virou social - 8/8/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GENTE QUE SE PREOCUPA DEMAIS
SUE BRETON
ANGRA
(2002)
R$ 12,90



OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES
STIEG LARSSON
COMPANHIA DAS LETRAS
(2008)
R$ 15,00



PÂNICO NA ESCOLA
PEDRO BANDEIRA
MODERNA
(2013)
R$ 9,00



AS DUAS MÁSCARAS
PAUL DE SAINT-VICTOR
GERMAPE
(2003)
R$ 35,00



HAMONIA
ARNOLD SCHOENBERG
EMPÓRIO DO LIVRO
(2011)
R$ 120,00



ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA
JOSÉ SARAMAGO
COMPANHIA DAS LETRAS
(1998)
R$ 35,00



WISKY, NARANJA O CRIMEN - GRANDES NOVELISTAS 38600
ROBERT J. SERLING
EMECE
(1974)
R$ 10,00



TERRA DOS SONHOS
ALYSON NOEL
INTRÍNSECA
(2012)
R$ 12,00



CAMILO DESCONHECIDO (1918)
ANTONIO CABRAL
LIVRARIA FERREIRA (LISBOA)
(1918)
R$ 100,00



A LÓGICA MODERNA
JEAN CHAUVINEAU
EUROPA-AMÉRICA
(1974)
R$ 18,00





busca | avançada
29583 visitas/dia
870 mil/mês