A idolatria do século XXI | Marcelo Barbão | Digestivo Cultural

busca | avançada
56932 visitas/dia
1,5 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Papo de Mãe discute o fenômeno da "geração ganguru" na TV Brasil
>>> Michel Melamed fala sobre filme rodado em Nova York neste sábado (29) na TV Brasil
>>> Ética no cotidiano pauta debate no programa Café Filosófico deste sábado (29)
>>> DJ belga Marco Bailey é a atração da festa Non Stop
>>> Pssica, romance noir do Pará
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Pantanal
>>> Por que a discussão política tem de evoluir
>>> Não olhe para trás (ou melhor, olhe sim)
>>> Fake-Fuck-Fotos do Face
>>> Silêncio
>>> Dando conta de Minas
>>> Em noite de lua azul
>>> O poeta, a pedra e o caminho
>>> O testemunho de Bernanos
>>> George Orwell e o alerta contra o totalitarismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> 16 de Agosto
>>> Elvis 2015
>>> Eugênio Christi
>>> Nosso Primeiro Periscope
>>> Monica Cotrim
>>> Solange Rebuzzi
>>> Aden Leonardo Camargos
>>> Helena Seger
>>> Camila Oliveira Santos
>>> Cassionei Niches Petry
Últimos Posts
>>> É para ter medo de Virginia Woolf
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> Monumento a Noël Rosa
>>> SUPERLUA
>>> A grandiosa máquina em busca do êxito
>>> Trilogia de um texto só
>>> PONTO DE FUGA
>>> O caminhar de cada dia - prosa poética
>>> Papel vencido é lixo
>>> A impaciência dos pacientes
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O melhor nacional do ano
>>> Um Bonde Chamado Desejo
>>> Na Cabeça, de Marcos Sacramento, ao vivo
>>> Entrevista com Cardoso
>>> Por que os livros paradidáticos hoje são assim?
>>> Claro Enigma, de Carlos Drummond de Andrade
>>> De vinhos e oficinas literárias
>>> Apresentação
>>> Apresentação
>>> A violência do silêncio
Mais Recentes
>>> O ADVOGADO
>>> O CORRETOR
>>> O RELATÓRIO DA CIA - COMO SERÁ O MUNDO EM 2020
>>> À ESPERA DE UM MILAGRE
>>> O FIM DA INFÂNCIA
>>> MERLIM, O MAGO
>>> AS PROFECIAS MAIAS
>>> A VERDADE SOBRE OS INCAS
>>> HISTÓRIA DA AMÉRICA LATINA - VOL. 1 - AMÉRICA LATINA COLONIAL
>>> APRENDER ANTROPOLOGIA
>>> CURSO DE FILOSOFIA - VOL 2
>>> CURSO DE FILOSOFIA - VOL. 1
>>> OLIVRO DAS RELIGIÕES
>>> O IMPÉRIO AMERICANO -HEGEMONIA OU SOBREVIVÊNCIA
>>> HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA
>>> HISTÓRIA MEDIEVAL DA PENINSULA IBÉRICA
>>> HISTÓRIA E VERDADE
>>> O ENIGMA DOS MAIAS
>>> INTRODUÇÃO À HISTÓRIA COMTEPORÂNEA
>>> O NOVO SÉCULO
>>> CAMELOT - OS ANOS KENNEDY
>>> HISTÓRIA RURAL MEDIAEVAL
>>> A CIVILIZAÇÃO MAIA
>>> PREPARE SEUS FILHOS PARA O FUTURO
>>> CARTAS DA ZONA DE GUERRA
>>> A RELIGIÃO DO TERCEIRO MILÊNIO
>>> OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA 4
>>> OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA 3
>>> OPERAÇÃO CAVALO DE TRÓIA 2
>>> STONEHENGE - O TEMPLO MISTERIOSODA PRÉ-HISTÓRIA
>>> O ENIGMA DE TEOTIHUACAN
>>> OS HITITAS
>>> A CIVLIZAÇÃO INCA
>>> HOLOCAUSTO ASTECA
>>> A DESCOBERTA DO HOMEM E DO MUNDO
>>> ALEXANDRE, O GRANDE - A ARTE DA ESTRATÉGIA
>>> A HISTÓRIA DO HOMEM - UMA INTRODUÇÃO A 150.000 ANOS DE HISTÓRIA DA HUMANIDADE
>>> ASCENÇÃO E QUEDA DAS GRANDES POTÊNCIAS
>>> DICIONÁRIO DO PENSAMENTO SOCIAL DO SÉCULO XX
>>> UMA BREVE HISTÓRIA DO FUTURO
>>> MEMÓRIAS DO MEDITERRÂNEO
>>> O PROBLEMA DA ESCRAVIDÃO NA CULTURA OCIDENTAL
>>> HISTÓRIA ILUSTRADA DA CIÊNCIA
>>> UMA HISTÓRIA DOS POVOS ÁRABES
>>> HIROSHIMA
>>> Cartas Xamânicas a Descoberta do Poder Através da Energia dos Animais
>>> Democracia?
>>> Lições de história do direito
>>> Capítulos de sentença
>>> O positivismo jurídico - lições de filosofia do direito
COLUNAS

Segunda-feira, 19/8/2002
A idolatria do século XXI
Marcelo Barbão

+ de 3700 Acessos

Recentemente, na busca por alguma coisa boa na televisão, passei por um desses programas de auditório tipo B, com um cenário pobre, algumas dançarinas que já foram gostosas antes da celulite atacar e uma platéia que participa mais pelo sanduíche de mortadela do que pelas atrações.

Mas, antes de continuar meu passeio pelos botões do controle remoto, fui pego pelo choro de um homem nos seus 50 anos. Eu conheço esse homem, foi meu pensamento na hora. E fiquei assistindo. Queria saber porque ele chorava. E descobri rapidamente. Sentados em banquinhos de plástico, uma série de artistas que fizeram sucesso no passado, reclamavam do esquecimento da mídia e pediam (era por isso que o homem chorava) uma nova chance.

Era a grande dicotomia moderna: a luta entre os famosos e os anônimos. Pois, esse é o tema do recém-lançado livro de Ignácio de Loyola Brandão, O Anônimo Célebre. Quando o anonimato passa a ser considerado uma doença, a doença-símbolo do século XXI, e vale qualquer coisa para "curar-se" dela, quando vale até transar na frente das câmeras, simular casamentos, brigas, reconciliações, quando começamos a pensar que até vale a pena morrer se nos transformarmos num mito, então podemos pensar que algum limite, em algum lugar, foi extrapolado.

O texto está construído como uma coleção de pequenas notas que Loyola foi coletando por vários anos (10, segundo o próprio autor) sobre a história do anônimo que queria ficar célebre. Tanto queria, que organizava, a seu redor, um pequeno exército de assessores (mais adiante, de acordo com a última tendência da moda, os assessores começaram a ser chamados de gurus - o conhecimento deles não mudou em nada, mas os cachês...) com a única incumbência de colocá-lo em evidência. Assim, para se manter up-to-date (será que ainda usam isto?) é necessário um assessor cultural, de tribos (criam-se novas todos os dias), de imagens, de patrocínios (afinal, depois de famoso, ninguém compra mais nada na vida - troca pelo uso de sua imagem, de serem vistos comendo naquele restaurante ou passeando nesse shopping) e um dos mais importantes de todos: o criador de falsos eventos. Loyola até dá uma excelente idéia para escritores talentosos mas sem oportunidades no terrível mercado editorial brasileiro: criador de causos para alimentar a biografia de famosos.

Entre os diversos momentos maravilhosos do livro, alguns mostram uma boa dose de inspiração, como o capítulo (não sei se o melhor seria chamar de capítulos ou notas, já que o livro lembra uma colagem de momentos como o autor já havia feito na época do O Verde Violentou o Muro e Zero) que mostra qual é o mais belo som da vida para alguém alucinado pela celebridade: o som do aplauso. Direcionado a ele, é claro. Talvez possamos complementar que o pior som do mundo seria o silêncio. O silêncio do desconhecimento e do anonimato. De não ser convidado para as festas da moda, de não ser entrevistado, de não ser chamado para dar sua opinião em programas de auditórios ou não mostrar aquela famosa receita de sua tia-avó naquele programa matinal.

O texto de Loyola é sempre interessante e fácil de ler. Neste novo livro ele, ajudado ainda pelo tema ultra-modernoso, brinca com formatos novos de linguagem como o quase-dialeto dos e-mails. Outro aspecto interessante é o uso de recursos gráficos, o que mais uma vez nos relembra os experimentalismos inovadores dos seus romances mais famosos. O resultado é um excelente livro que supera em muito suas últimas e medianas obras como O Homem que Odiava Segunda-Feira e o Anjo do Adeus.

Mas, apesar de ser um Manual para tornar-se um Famoso, algo me diz que o livro de Loyola não servirá para uma grande parte dos anônimos que vemos diariamente na TV, nas festas, em desfiles de escola de samba e em qualquer lugar onde houver uma câmera fotográfica ou de filmagem. As muitas citações, entre filmes, livros, filósofos, atores e escritores, colocam este livro acima da capacidade de qualquer um dos atuais candidatos ao estrelato global. Seria necessário acompanhar só por alguns momentos qualquer um dos (finalmente) finados programas BBB ou Casa dos Artistas para descobrir que seus participantes não seriam capazes de reconhecer nenhum dos "modelos" citados pelo escritor, como talvez não conhecessem o próprio Loyola. Estranha ironia.

O final da saga do nosso célebre anônimo ainda surpreende com um quê cortazariano que explica sem explicar. Loyola, dessa forma, consegue criar uma excelente novela dos tempos atuais onde desvenda a verdadeira arte que é manter-se em evidência. Os 12 anos à frente da Vogue, uma das publicações que tradicionalmente dita a moda e o comportamento deste mundo de famosos, certamente ajudaram na coleta do material para o manual dos Vir-a-Ser.

Para ir além



O anônimo célebre
Ignácio de Loyola Brandão
Ed. Global
379 páginas


Marcelo Barbão
São Paulo, 19/8/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Fake-Fuck-Fotos do Face de Jardel Dias Cavalcanti
02. Em noite de lua azul de Elisa Andrade Buzzo
03. O romance do 'e se...' de Cassionei Niches Petry
04. América Latina, ainda em construção de Heloisa Pait
05. Dando nome aos progres de Celso A. Uequed Pitol


Mais Marcelo Barbão
Mais Acessadas de Marcelo Barbão em 2002
01. Viver para contar - parte 1 - 18/11/2002
02. Cuentos da Espanha - 23/9/2002
03. Tiques nervosos na ponta da língua - 25/7/2002
04. A idolatria do século XXI - 19/8/2002
05. Viver para contar - parte 2 - 2/12/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS


O LUGAR DO OLHAR
PAULO CESAR DA COSTA GOMES

De R$ 49,00
Por R$ 24,50
50% off
+ frete grátis



BEL CANTO
ANN PATCHETT

De R$ 29,90
Por R$ 14,95
50% off
+ frete grátis



FOI ELE QUE COMEÇOU, MÃE!
SACHA BAVEYSTOCK

De R$ 29,90
Por R$ 14,95
50% off
+ frete grátis



KATHERINE
ANYA SETON

De R$ 72,00
Por R$ 36,00
50% off
+ frete grátis



ENTRETANTO, FOI ASSIM QUE ACONTECEU
CHRISTIAN CARVALHO CRUZ

De R$ 38,00
Por R$ 19,00
50% off
+ frete grátis



DIÁRIO DE UMA TREINADORA DE PAIS
JENNY SMITH

De R$ 35,00
Por R$ 17,50
50% off
+ frete grátis



A PROMESSA DE FELICIDADE
JUSTIN CARTWRIGHT

De R$ 45,00
Por R$ 22,50
50% off
+ frete grátis



ENTRE SOMBRAS
SAUL MELO

De R$ 25,00
Por R$ 12,50
50% off
+ frete grátis



CONFEITARIA DUKAN
PIERRE DUKAN

De R$ 42,00
Por R$ 21,00
50% off
+ frete grátis



O SEGREDO DA FLOR DO MAR
EDUARDO PIRES COELHO

De R$ 48,00
Por R$ 24,00
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
56932 visitas/dia
1,5 milhão/mês