A idolatria do século XXI | Marcelo Barbão | Digestivo Cultural

busca | avançada
50654 visitas/dia
1,5 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Cia de Danças de Diadema apresenta Anseio nas comemorações de seus 20 anos
>>> A Austrália sob as lentes de Lucas Muro
>>> Encontro de teatro reúne artistas da América Latina para debater cultura e pedagogia em Cidade Tirad
>>> Drama iraniano 'O Silêncio' é o destaque da TV Brasil nesta quarta (29)
>>> Consulado do Japão e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal apresentam Concerto de Amizade
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Influências da década de 1980
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte final)
>>> O romance do 'e se...'
>>> Xadrez, poesia de Ana Elisa Ribeiro
>>> Espírito e Cura
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> Minha Terra Tem Palmeiras
>>> Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV)
>>> Depois do chover
>>> A coisa tá preta
Colunistas
Últimos Posts
>>> O Chileno
>>> Fabio Gomes
>>> Irmãos Amâncio
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> Gil e Pepeu em Montreux 1978
>>> Wagner Moura em Narcos
>>> Marcio Acselrad
>>> Mais uma de Leonardo da Vinci
>>> Mr. Sandman
>>> Thereza Simões
Últimos Posts
>>> O outono
>>> A freira
>>> Mostra As Tias do Marabaixo estreia em Paraíso-TO
>>> Aprendi com a Dilma
>>> Tempo para ler
>>> Não Existe Chance Para Você
>>> Terceirizar é fácil, matar dinossauro nem tanto
>>> O drama do homem moderno: a gripe
>>> Entre mandiocas e mulheres sapiens.
>>> Um motor na civilização em chamas - 1
Mais Recentes
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
>>> Quem Não Lê Não É Humano
>>> Os 35 anos do Jornal Nacional
>>> O Romance Morreu, de Rubem Fonseca
>>> Os 35 anos do Jornal Nacional
>>> Os 35 anos do Jornal Nacional
>>> Os 35 anos do Jornal Nacional
>>> Os 35 anos do Jornal Nacional
>>> Espírito Olímpico ou de porco?
>>> Don Juan de mIRC
Mais Recentes
>>> A Poética do Silêncio - João Cabral de Melo Neto e Paul Celan
>>> "Literatura e Sociedade", CANDIDO, Antonio.
>>> "Exercícios de Leitura", de Gilda de Mello.
>>> A arte da sabedoria mundana
>>> magali 50 anos
>>> MSP 50
>>> a morte e a morte de quincas berro d água
>>> ¡Hola, Míster! ou Olá Mister, de Alejandro Scopelli
>>> Madame Bovary capa dura
>>> Tone Finnanger
COLUNAS

Segunda-feira, 19/8/2002
A idolatria do século XXI
Marcelo Barbão

+ de 3600 Acessos

Recentemente, na busca por alguma coisa boa na televisão, passei por um desses programas de auditório tipo B, com um cenário pobre, algumas dançarinas que já foram gostosas antes da celulite atacar e uma platéia que participa mais pelo sanduíche de mortadela do que pelas atrações.

Mas, antes de continuar meu passeio pelos botões do controle remoto, fui pego pelo choro de um homem nos seus 50 anos. Eu conheço esse homem, foi meu pensamento na hora. E fiquei assistindo. Queria saber porque ele chorava. E descobri rapidamente. Sentados em banquinhos de plástico, uma série de artistas que fizeram sucesso no passado, reclamavam do esquecimento da mídia e pediam (era por isso que o homem chorava) uma nova chance.

Era a grande dicotomia moderna: a luta entre os famosos e os anônimos. Pois, esse é o tema do recém-lançado livro de Ignácio de Loyola Brandão, O Anônimo Célebre. Quando o anonimato passa a ser considerado uma doença, a doença-símbolo do século XXI, e vale qualquer coisa para "curar-se" dela, quando vale até transar na frente das câmeras, simular casamentos, brigas, reconciliações, quando começamos a pensar que até vale a pena morrer se nos transformarmos num mito, então podemos pensar que algum limite, em algum lugar, foi extrapolado.

O texto está construído como uma coleção de pequenas notas que Loyola foi coletando por vários anos (10, segundo o próprio autor) sobre a história do anônimo que queria ficar célebre. Tanto queria, que organizava, a seu redor, um pequeno exército de assessores (mais adiante, de acordo com a última tendência da moda, os assessores começaram a ser chamados de gurus - o conhecimento deles não mudou em nada, mas os cachês...) com a única incumbência de colocá-lo em evidência. Assim, para se manter up-to-date (será que ainda usam isto?) é necessário um assessor cultural, de tribos (criam-se novas todos os dias), de imagens, de patrocínios (afinal, depois de famoso, ninguém compra mais nada na vida - troca pelo uso de sua imagem, de serem vistos comendo naquele restaurante ou passeando nesse shopping) e um dos mais importantes de todos: o criador de falsos eventos. Loyola até dá uma excelente idéia para escritores talentosos mas sem oportunidades no terrível mercado editorial brasileiro: criador de causos para alimentar a biografia de famosos.

Entre os diversos momentos maravilhosos do livro, alguns mostram uma boa dose de inspiração, como o capítulo (não sei se o melhor seria chamar de capítulos ou notas, já que o livro lembra uma colagem de momentos como o autor já havia feito na época do O Verde Violentou o Muro e Zero) que mostra qual é o mais belo som da vida para alguém alucinado pela celebridade: o som do aplauso. Direcionado a ele, é claro. Talvez possamos complementar que o pior som do mundo seria o silêncio. O silêncio do desconhecimento e do anonimato. De não ser convidado para as festas da moda, de não ser entrevistado, de não ser chamado para dar sua opinião em programas de auditórios ou não mostrar aquela famosa receita de sua tia-avó naquele programa matinal.

O texto de Loyola é sempre interessante e fácil de ler. Neste novo livro ele, ajudado ainda pelo tema ultra-modernoso, brinca com formatos novos de linguagem como o quase-dialeto dos e-mails. Outro aspecto interessante é o uso de recursos gráficos, o que mais uma vez nos relembra os experimentalismos inovadores dos seus romances mais famosos. O resultado é um excelente livro que supera em muito suas últimas e medianas obras como O Homem que Odiava Segunda-Feira e o Anjo do Adeus.

Mas, apesar de ser um Manual para tornar-se um Famoso, algo me diz que o livro de Loyola não servirá para uma grande parte dos anônimos que vemos diariamente na TV, nas festas, em desfiles de escola de samba e em qualquer lugar onde houver uma câmera fotográfica ou de filmagem. As muitas citações, entre filmes, livros, filósofos, atores e escritores, colocam este livro acima da capacidade de qualquer um dos atuais candidatos ao estrelato global. Seria necessário acompanhar só por alguns momentos qualquer um dos (finalmente) finados programas BBB ou Casa dos Artistas para descobrir que seus participantes não seriam capazes de reconhecer nenhum dos "modelos" citados pelo escritor, como talvez não conhecessem o próprio Loyola. Estranha ironia.

O final da saga do nosso célebre anônimo ainda surpreende com um quê cortazariano que explica sem explicar. Loyola, dessa forma, consegue criar uma excelente novela dos tempos atuais onde desvenda a verdadeira arte que é manter-se em evidência. Os 12 anos à frente da Vogue, uma das publicações que tradicionalmente dita a moda e o comportamento deste mundo de famosos, certamente ajudaram na coleta do material para o manual dos Vir-a-Ser.

Para ir além



O anônimo célebre
Ignácio de Loyola Brandão
Ed. Global
379 páginas


Marcelo Barbão
São Paulo, 19/8/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eleanor Catton e seus luminares de Eugenia Zerbini
02. Mulher-Flamingo de Marilia Mota Silva
03. O melhor de Dalton Trevisan de Marcelo Spalding


Mais Marcelo Barbão
Mais Acessadas de Marcelo Barbão em 2002
01. Viver para contar - parte 1 - 18/11/2002
02. Cuentos da Espanha - 23/9/2002
03. Tiques nervosos na ponta da língua - 25/7/2002
04. A idolatria do século XXI - 19/8/2002
05. Viver para contar - parte 2 - 2/12/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS


PALMEIRAS SELVAGENS - (2 EDICAO)
FAULKNER, WILLIAM

De R$ 69,00
Por R$ 34,50
50% off
+ frete grátis



A CRÔNICA DOS WAPSHOT
JOHN CHEEVER

De R$ 25,50
Por R$ 12,75
50% off
+ frete grátis



CHÁ DE SUMIÇO
MARIAN KEYES

De R$ 60,00
Por R$ 30,00
50% off
+ frete grátis



A ASCENSÃO DE TALULLA
GLEN DUCAN

De R$ 42,00
Por R$ 21,00
50% off
+ frete grátis



ESPOSA 22
MELANIE GIDEON

De R$ 29,90
Por R$ 14,95
50% off
+ frete grátis



JOGO DE PAPÉIS
ZILMA DE MORAES RAMOS DE OLIVEIRA

De R$ 33,00
Por R$ 16,50
50% off
+ frete grátis



EVOLUÇÃO E CONVERSÃO
RENÉ GIRARD E ANTONELLO E CASTRO ROCHA

De R$ 59,00
Por R$ 29,50
50% off
+ frete grátis



ALÉM DO ARCO-ÍRIS
ROBERTO PROCÓPIO DE LIMA NETTO

De R$ 39,90
Por R$ 19,95
50% off
+ frete grátis



PLAYBOOK - O MANUAL DA CONQUISTA
BARNEY STINSON E MATT KUHN

De R$ 24,90
Por R$ 12,45
50% off
+ frete grátis



AMANDINE
MARLENA DE BLASI

De R$ 45,00
Por R$ 22,50
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
50654 visitas/dia
1,5 milhão/mês