Joey e Johnny Ramone | André Barcinski

busca | avançada
26614 visitas/dia
846 mil/mês
Mais Recentes
>>> Cover oficial do Renato Russo se apresenta no Trik Trik Pub, em Rio das Ostras
>>> Nova temporada de Ventaneira - A Cidade das Flautas
>>> Estúdio Móvel conversa com a youtuber Jout Jout nesta quarta (31) na TV Brasil
>>> PAR CIA DE TEATRO APRESENTA I MOSTRA DE CENAS CURTAS
>>> 'Seja Benvinda' estreia em curta temporada no Teatro Irene Ravache
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> A noite em que Usain Bolt ignorou nosso Vinicius
>>> Sobre os três primeiros romances de Lúcio Cardoso
>>> Meu querido mendigo
>>> Na hora do batismo
>>> Simone Weil no palco: pergunta em forma de vida
>>> Existe na cidade alguém, assim como você...
>>> Eleições nos Estados Unidos
>>> Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto
>>> A que ponto chegamos, EUA!
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> Elon Musk Code Conference 2016
Últimos Posts
>>> Caçador de imagens
>>> Ecos do silêncio
>>> O assim-chamado efeito Facebook
>>> Ainda tenho dúvidas
>>> Bel Pesce, empreendedorismo e crowdfunding
>>> Todos à USP!
>>> O acumulador
>>> A ABSTRATA MARGEM
>>> Rua da infância
>>> Nada disso estaria acontecendo...
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Primeiro Jogo
>>> O Orkut, o Twitter e o Existir
>>> A cultura visual e a emancipação do receptor
>>> A via férrea da poesia de Mario Alex Rosa
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> Tungcast em vídeo
>>> Dez obras da literatura latino-americana
>>> Dez obras da literatura latino-americana
>>> Penso, logo existo
>>> Psicologia Nova, de Charles F. Haanel
Mais Recentes
>>> A História como ciência social
>>> Euclides da Cunha
>>> Machado de Assis: a pirâmide e o trapézio
>>> Joaquim Nabuco e o Brasil na América
>>> Mundos Distantes 1
>>> O pequeno inventor de soluções
>>> O pequeno inventor de soluções
>>> Ajude seu filho a conversar com você - teoria e clínica fonoaudiológica e Psicomotora
>>> A verdade sobre a mentira - aprenda a identificar mentiras e a não ser enganado
>>> Gigolô de Bibelôs
>>> Teatro e Comicidades 2: modos de produção do teatro ligeiro carioca
>>> Go Girl! O melhor natal do mundo !
>>> Go Girl! Fazendo a diferença - Estrelas da Moda
>>> Eles viram o Inferno-Experiências Extracorpóreas de Pacientes que Voltaram da Morte
>>> Novo Glossário de Informática
>>> Autoridad Espiritual
>>> A Paixão de Jesus nos Escritos Secretos- Evangelho de Nicodemos ( Atos de Pilatos) Descida de Cristo aos Infernos,Declaração de José de Arimatéia
>>> A Glória de Cristo-Uma Versão resumida e simplificada do clássico Meditações Sobre a Glória de Cristo
>>> The Principles of Spiritual Growth
>>> Gems From the Original
>>> The Disciplines of Life - Autografado
>>> Convent Life Unveiled - the Escaped and Converted Nun
>>> Green Leaf in Drought
>>> The Attraction of the Cross
>>> The Sensitivity of the Spirit
>>> A religião dos tupinambás
>>> O rio São Francisco, fator precípuo da existência do Brasil
>>> Fragmentos de cerâmica brasileira
>>> Introdução à arqueologia brasileira
>>> Economia e sociedade do Rio Grande do Sul Século XVIII
>>> Quebra-Quilos. Lutas sociais no outono do Império
>>> Vida e obra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho
>>> Eça e o Brasil
>>> Cartas baianas 1821-1824
>>> Rio Branco
>>> À margem da História do Brasil
>>> O caminho do guerreiro
>>> Cem pequenas poesias do dia a dia
>>> O pau-brasil na história nacional
>>> Contos do Sol Renascente
>>> Lutas de famílias no Brasil
>>> Lutas de famílias no Brasil
>>> Mrs Dalloway
>>> Pais e Filhos
>>> Junta-Cadáveres
>>> Planeta 43/44
>>> A Contracultura
>>> Operação Cavalo de Tróia
>>> A Graça- O Infinito Amor de Deus
>>> Iniciação ao Tao pelo I Ching
ENSAIOS

Segunda-feira, 24/10/2011
Joey e Johnny Ramone
André Barcinski

+ de 18800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Dez anos sem Joey Ramone. Dez anos. Como passa rápido.

Em janeiro de 2001, eu editava um site e estava trocando e-mails diariamente com Joey Ramone. Queria que ele escrevesse uma coluna semanal para o site.

A idéia era fazer uma coluna de tema livre. Joey poderia falar sobre o que quisesse.

Claro que a coluna acabaria sempre em música. O cara só pensava nisso.

Joey morava na rua 9, a poucos passos de St. Mark's Place e do Bowery, no meio do burburinho alternativo de Nova York.

Era a região dos clubes ― Continental, Coney Island High e, claro, o CBGB's. No bairro havia também incontáveis lojas de disco e DVDs. Joey estava em casa.

Não era difícil encontrá-lo andando pela rua ou checando a Kim's Video atrás de algum filme de terror bizarro. Ele fazia parte da paisagem local.

Na época, Joey já lutava contra um linfoma. Sua saúde frágil foi uma das razões para o fim dos Ramones, cinco anos antes. O cara não agüentava mais excursionar.

Depois do fim dos Ramones, ele continuou ligado à música, mas tirou o pé do acelerador. Estava cansado. Mesmo assim, fazia shows, produziu um disco de Ronnie Spector e ajudava uma banda chamada The Independents, que adorava.

Fui visitá-lo algumas vezes em seu apartamento. Era um apê muito bem arrumado. Nem parecia que um punk morava ali. Nas paredes, uma coleção de pôsteres originais de shows do Fillmore: The Doors, Jimi Hendrix, Grateful Dead. Discos estavam sempre espalhados pela casa. Ele ouvia música o dia todo.

Joey não gostava muito de falar do passado. Preferia conversar sobre seus projetos atuais.

Mas confessou que o fim dos Ramones não tinha sido o que ele esperava.

Para quem não lembra, o último show da banda rolou em Los Angeles, em 1996.

E por que em Los Angeles, e não em Nova York? De fato, não fazia sentido a banda mais nova-iorquina do mundo encerrar a carreira do outro lado do país.

Acontece que Johnny Ramone havia se mudado para a Califórnia, e se recusava a sair de lá. Ou era lá, ou não haveria show de despedida. Joey, que sonhava com um concerto no Madison Square Garden, teve de engolir.

Não é segredo pra ninguém que Joey e Johnny não se bicavam. Eram os verdadeiros donos da banda, os dois integrantes originais que resistiram até o fim. E mal se falaram por 20 anos.

Não podia existir dois caras tão diferentes: Joey era de esquerda, Johnny, de direita. Joey odiava esportes, Johnny era louco pelos Yankees. Joey era mais aberto, falava com todo mundo, enquanto Johnny era caladão e na dele.

Pra piorar, a namorada de Joey o havia largado por Johnny e casado com ele.

A bem da verdade, Johnny sempre foi ― pelo menos comigo ― um cara 100%. Era fechadão, mas quando o papo chegava em rock dos anos 60 ou filmes de terror, se abria. Era muito fã de Zé do Caixão e tinha uma coleção gigante de filmes antigos.

O que ninguém sabia, na época, é que Johnny também batalhava um câncer de próstata, que o mataria em 2004.

Quando os Ramones acabaram, Johnny abandonou a música: vendeu suas guitarras Mosrite (dizem que para Eddie Vedder) e passou seus últimos anos no sol californiano, ao lado de amigos como John Frusciante, Lux Interior e Poison Ivy e, acredite, Lisa-Marie Presley.

Já Joey, numa manhã de janeiro, depois de uma nevasca que deixou as ruas de Nova York cobertas de gelo, correu para pegar um táxi, escorregou e tomou um tombo feio. Quebrou a bacia e foi levado para um hospital, de onde só saiu morto.

Foi homenageado com um trecho de rua batizado em seu nome. A placa ― Joey Ramone Place ― tem o privilégio de ser o sinal público mais roubado da história da cidade de Nova York. Tanto que a prefeitura, cansada de substituí-la, mandou colocá-la a quatro metros do chão.

"Agora, só jogadores da NBA conseguem ler a placa", brincou Marky Ramone. Nem Joey, que media quase dois metros, conseguiria ler o próprio nome...

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog de André Barcinski.


André Barcinski
São, 24/10/2011

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Harold Ramis (1944-2014) de Marcel Plasse
02. Psicodelia para Principiantes de José Augusto Lemos
03. Crítica literária ainda existe? de José Castello
04. O fim do editor de livros de Raphael Vidal
05. A Empulhação Esportiva de André Forastieri


Mais André Barcinski
Mais Acessados de André Barcinski
01. Joey e Johnny Ramone - 24/10/2011
02. Manifesto da culinária ogra - 28/2/2011
03. Amy e a hipocrisia coletiva - 8/8/2011
04. Manual do Publicitário - 6/6/2011
05. Meu vizinho conversa com Deus - 8/11/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/1/2012
18h40min
Cara!... Quer coisa mais rock'n'roll do que a morte de rockers?... Putz... Ironia também não falta... Já pensou os dois cabeças do Ramones sequer se falarem por tanto tempo?... Superstars Rock'n'Roll x Superegos... Fazer o quê?... Já quanto ao legado ramônico, incontestável...
[Leia outros Comentários de Pedro Ribeiro]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PORCOS NA SALA- UM MANUAL PRÁTICO À LIBERTAÇAO
FRANK E IDA MAE HAMMOND
UNILIT
(1973)



HISTÓRIAS DE SUCESSO DO PAI RICO
LECHTER, MICHAEL / KIYOSAKI, ROBER
CAMPUS ELSEVIER
(2004)
+ frete grátis



A PRIMEIRA INVESTIGAÇÃO DE MONTALBANO
ANDREA CAMILLERI
RECORD
(2008)
+ frete grátis



AS CHAVES DA PERSEVERANÇA
PADRE JUAREZ DE CASTRO
LUA DE PAPEL
(2016)
+ frete grátis



MANUAL PRÁTICO DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA
FLÁVIO WAITEMAN
NOBEL
(2006)
+ frete grátis



A FORÇA DA PALAVRA
BETTY MILAN
RECORD
(1996)
+ frete grátis



A ILHA DO DIA ANTERIOR
UMBERTO ECO
RECORD
(1995)
+ frete grátis



O CORREIO DO CORPO - NOVAS VIAS DA ANTIGINÁSTICA
THÉRÈRE BERTHERAT E CAROL BERNSTEIN
MARTINS FONTES
(1987)
+ frete grátis



MADRE TERESA- VENHA, SEJA MINHA LUZ- A HISTÓRIA E OS ESCRITOS MAIS IMPRESSIONANTES DA ''SANTA DE CALCUTÁ''
BRIAN KOLODIEJCHUK
THOMAS NELSON
(2008)
+ frete grátis



MORRENDO DE VERGONHA
BARBARA G.MARKWAY; CHERYL N. CARMIN; C.ALEC POLLAR- TERESA FLYINN
SUMMUS
(1999)
+ frete grátis





busca | avançada
26614 visitas/dia
846 mil/mês