Joey e Johnny Ramone | André Barcinski

busca | avançada
26301 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Esquina: Conversas sobre o Centro
>>> Leilão de arte pelo contragolpe acontece amanhã na Funarte SP
>>> Caminhos da Reportagem discute o empreendedorismo em tempos de crise
>>> Leda Nagle entrevista Ney Latorraca e Ignácio de Loyola Brandão no Sem Censura
>>> Santa Cruz Shopping promove Campanha de Adoção de Cães e Gatos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Notas confessionais de um angustiado (IV)
>>> A Imagem do Som
>>> A noite do meu bem, de Ruy Castro
>>> Quando (não) li Ana Cristina César
>>> Elon Musk
>>> Tempos de Olivia, romance de Patricia Maês
>>> Eu blogo, tu blogas?
>>> A melhor Flip
>>> Brasil em Cannes
>>> Radiohead e sua piscina em forma de lua
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> Deepak Chopra Speaker Series
>>> Nick Denton sobre Peter Thiel
>>> Bill & Melinda Gates #Code2016
>>> Elon Musk Code Conference 2016
Últimos Posts
>>> Preservativo para a inconveniência
>>> Se eterno fosse o amor
>>> A história da canção: entrevista Paulinho Moska
>>> O chato
>>> *Black flag*, etapas da criação em GIF
>>> Amor de A, a Z - Poema
>>> Filme: Um dia Perfeito - Fernando Léon Aranoa
>>> Escrever sobre o quê?
>>> O quadro
>>> Meta linguagem nisso
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Kevin Kelly por Tim Ferriss
>>> 1964-2004: Da televisão à internet - um balanço
>>> Deus está nos detalhes?
>>> No Tungcast reloaded
>>> Matisse e Picasso, lado a lado
>>> CardosOnline 10 anos
>>> 10 grandes
>>> Américas Antigas, de Nicholas Saunders
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> A Arte da Entrevista
Mais Recentes
>>> Rainbow 6
>>> O urso e o dragão
>>> Op-center: equilíbrio de forças
>>> Viva o Rebolado! - Vida e Morte do Teatro de Revista Brasileiro
>>> O eterno marido
>>> Crime e castigo
>>> O réu
>>> A Modernidade no Teatro, Ali e Aqui, Reflexos Estilhaçados
>>> Pos-Globalizacao, Administração e Racionalidade Econômica
>>> Matemática Financeira para Concurso Público
>>> Internacionalização Competitiva
>>> A Filosofia do I Ching
>>> A Estrutura Das Revoluções Científicas
>>> Rescisão do Contrato de Trabalho - Manual Prático)
>>> Pesquisa de Marketing - Edição Compacta
>>> Leopoldo Fróes e o Teatro Brasileiro
>>> O ator Vasques - Procópio Ferreira
>>> Heiner Müller - Guerra sem Batalha (Uma vida entre duas ditaduras)
>>> Vianinha (Teatro, Televisão, Política)
>>> Vianinha - Cúmplice da Paixão (Teatro)
>>> História dos nossos Gestos - Luís da Câmara Cascudo
>>> Cobra Norato e outros poemas - Raul Bopp
>>> Contos Judaicos com Fantasmas e Demônios
>>> Poesias Completas de Joaquim Cardozo
>>> Rasga Coração (Teatro)
>>> Apresentação da Poesia Brasileira - Manuel Bandeira
>>> Prostituição - Uma visão global
>>> O mestre das Marionetes (Literatura Infanto-Juvenil)
>>> O Renascimento
>>> As melhores histórias reais de Crime, Mistério e Suspense
>>> Isadora Duncan - Minha Vida (Dança)
>>> As Mil uma Vidas de Leopoldo Fróes (Teatro)
>>> Diário de Hemingway
>>> Groucho Marx - Memórias de um amante desastrado
>>> Vida Teatro (Os grandes atores pernambucanos)
>>> Livro de Horas de Soror Dolorosa
>>> Cultura Popular na Idade Moderna
>>> Manual de Terapia Corporal como base da estética da Voz
>>> Ungáua! (101 Crônicas)
>>> Integração do Corpo
>>> Nelson Rodrigues - Teatro Completo
>>> As Estações do Corpo (Aprenda a olhar o seu corpo para manter a forma)
>>> O Correio do Corpo - Novas vias da antiginástica
>>> Relaxamento Básico - O método fisiológico para aliviar a Tensão
>>> O mito da Atividade Física e Saúde
>>> Em busca da Espiritualidade
>>> O Anjo, Como Mestre Interior
>>> O Testemunho da Fé-Verdades vitais da confissão, que facilitarão você a receber e reter a cura.
>>> Porcos Na Sala- Um Manual Prático À Libertaçao
>>> O Seu Último Livro de Auto-ajuda-Reprima sua raiva, Pense negativamente, Culpe os outros,Sufoque sua criança interior!
ENSAIOS

Segunda-feira, 24/10/2011
Joey e Johnny Ramone
André Barcinski

+ de 18700 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Dez anos sem Joey Ramone. Dez anos. Como passa rápido.

Em janeiro de 2001, eu editava um site e estava trocando e-mails diariamente com Joey Ramone. Queria que ele escrevesse uma coluna semanal para o site.

A idéia era fazer uma coluna de tema livre. Joey poderia falar sobre o que quisesse.

Claro que a coluna acabaria sempre em música. O cara só pensava nisso.

Joey morava na rua 9, a poucos passos de St. Mark's Place e do Bowery, no meio do burburinho alternativo de Nova York.

Era a região dos clubes ― Continental, Coney Island High e, claro, o CBGB's. No bairro havia também incontáveis lojas de disco e DVDs. Joey estava em casa.

Não era difícil encontrá-lo andando pela rua ou checando a Kim's Video atrás de algum filme de terror bizarro. Ele fazia parte da paisagem local.

Na época, Joey já lutava contra um linfoma. Sua saúde frágil foi uma das razões para o fim dos Ramones, cinco anos antes. O cara não agüentava mais excursionar.

Depois do fim dos Ramones, ele continuou ligado à música, mas tirou o pé do acelerador. Estava cansado. Mesmo assim, fazia shows, produziu um disco de Ronnie Spector e ajudava uma banda chamada The Independents, que adorava.

Fui visitá-lo algumas vezes em seu apartamento. Era um apê muito bem arrumado. Nem parecia que um punk morava ali. Nas paredes, uma coleção de pôsteres originais de shows do Fillmore: The Doors, Jimi Hendrix, Grateful Dead. Discos estavam sempre espalhados pela casa. Ele ouvia música o dia todo.

Joey não gostava muito de falar do passado. Preferia conversar sobre seus projetos atuais.

Mas confessou que o fim dos Ramones não tinha sido o que ele esperava.

Para quem não lembra, o último show da banda rolou em Los Angeles, em 1996.

E por que em Los Angeles, e não em Nova York? De fato, não fazia sentido a banda mais nova-iorquina do mundo encerrar a carreira do outro lado do país.

Acontece que Johnny Ramone havia se mudado para a Califórnia, e se recusava a sair de lá. Ou era lá, ou não haveria show de despedida. Joey, que sonhava com um concerto no Madison Square Garden, teve de engolir.

Não é segredo pra ninguém que Joey e Johnny não se bicavam. Eram os verdadeiros donos da banda, os dois integrantes originais que resistiram até o fim. E mal se falaram por 20 anos.

Não podia existir dois caras tão diferentes: Joey era de esquerda, Johnny, de direita. Joey odiava esportes, Johnny era louco pelos Yankees. Joey era mais aberto, falava com todo mundo, enquanto Johnny era caladão e na dele.

Pra piorar, a namorada de Joey o havia largado por Johnny e casado com ele.

A bem da verdade, Johnny sempre foi ― pelo menos comigo ― um cara 100%. Era fechadão, mas quando o papo chegava em rock dos anos 60 ou filmes de terror, se abria. Era muito fã de Zé do Caixão e tinha uma coleção gigante de filmes antigos.

O que ninguém sabia, na época, é que Johnny também batalhava um câncer de próstata, que o mataria em 2004.

Quando os Ramones acabaram, Johnny abandonou a música: vendeu suas guitarras Mosrite (dizem que para Eddie Vedder) e passou seus últimos anos no sol californiano, ao lado de amigos como John Frusciante, Lux Interior e Poison Ivy e, acredite, Lisa-Marie Presley.

Já Joey, numa manhã de janeiro, depois de uma nevasca que deixou as ruas de Nova York cobertas de gelo, correu para pegar um táxi, escorregou e tomou um tombo feio. Quebrou a bacia e foi levado para um hospital, de onde só saiu morto.

Foi homenageado com um trecho de rua batizado em seu nome. A placa ― Joey Ramone Place ― tem o privilégio de ser o sinal público mais roubado da história da cidade de Nova York. Tanto que a prefeitura, cansada de substituí-la, mandou colocá-la a quatro metros do chão.

"Agora, só jogadores da NBA conseguem ler a placa", brincou Marky Ramone. Nem Joey, que media quase dois metros, conseguiria ler o próprio nome...

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog de André Barcinski.


André Barcinski
São, 24/10/2011

Mais André Barcinski
Mais Acessados de André Barcinski
01. Joey e Johnny Ramone - 24/10/2011
02. Manifesto da culinária ogra - 28/2/2011
03. Amy e a hipocrisia coletiva - 8/8/2011
04. Manual do Publicitário - 6/6/2011
05. Meu vizinho conversa com Deus - 8/11/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/1/2012
18h40min
Cara!... Quer coisa mais rock'n'roll do que a morte de rockers?... Putz... Ironia também não falta... Já pensou os dois cabeças do Ramones sequer se falarem por tanto tempo?... Superstars Rock'n'Roll x Superegos... Fazer o quê?... Já quanto ao legado ramônico, incontestável...
[Leia outros Comentários de Pedro Ribeiro]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BENTO DE NÚRSIA-PAI DO MONAQUISMO OCIDENTAL
TEXTO: WALTER NIGG 50 ESTAMPAS COLORIDAS DE HELMUT NILS LOOSE
EDITORIAL A.O.BRAGA E EDIÇÕES LOYOLA
(1979)



OS 100 SEGREDOS DOS BONS RELACIONAMENTOS
DAVID NIVEN, PH.D
SEXTANTE
(2003)



AMAR, VERBO INTRANSITIVO- IDÍLIO
MARIO DE ANDRADE
LIVRARIA MARTINS
(1972)



MONSTROS, S. A.
DISNEY - PIXAR
ABRIL
(2015)



PERSONALIDADE INTRUSA
ELIEZER C. MENDES
INSTITUTO BRASILEIRO DE PARAPSICOLOGIA CLÍNICA
(1976)



CONEXAO SAUDE.
DEEPAK CHOPRA.
BEST SELLER
(1991)
+ frete grátis



A 5ª ONDA
RICK YANCEY
FUNDAMENTO
(2013)
+ frete grátis



AUTO-ESTIMA- COMO APRENDER A GOSTAR DE SI MESMO
NATHANIEL BRANDEN
SARAIVA
(1992)
+ frete grátis



COMO EU ERA ANTES DE VOCE
JOJO MOYES
INTRÍNSECA
(2016)
+ frete grátis



GUERRILHA DO ARAGUAIA - RELATO DE UM COMBATENTE
LICIO MACIEL
SCHOBA
(2016)
+ frete grátis





busca | avançada
26301 visitas/dia
1,0 milhão/mês