Manifesto da culinária ogra | André Barcinski

busca | avançada
61604 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Precioso Livro da Miriam
>>> Perfil (& Entrevista)
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo I
>>> Violões do Brasil
>>> Heróis improváveis telefonam...
>>> A esquerda nunca foi popular no Brasil
>>> Na minha opinião...
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
>>> VOCÊS
Mais Recentes
>>> Palavras de Sempre de Helen Exley pela Eko
>>> Emprego de a a Z de Max Gehringer pela Globo (2008)
>>> A Agressão Humana de Anthony Storr pela Zahar (1976)
>>> Um Homem Chamado Luís de Roberto Brunelli pela Loyola
>>> Gerenciamento de Pessoas Em Projetos de Varios Autores pela Fgv (2010)
>>> Walking Dead, the - Rise of the Governor de Robert Kirkman pela St Martins Press (2011)
>>> Turma da Mônica Jovem - Número 22 de Mauricio de Sousa pela Panini / Planet Manga (2010)
>>> Blender 2. 6 Conception, Rendu et Animation de Décors et Scènes... de Matthieu Dupont de Dinechin pela Eyrolles (2012)
>>> Biologia para um Planeta Sustentável - Caderno de Revisão de Armênio Uzunian pela Harbra (2016)
>>> Periodontia - 3ª Edição Revista e Ampliada de Herbert F. Wolf; Edith M.; Klaus H. Rateitschak pela Artmed (2006)
>>> Cruzando Continentes de Richard Amante pela Pasavento (2017)
>>> Olhos de Espanto de Nina Schilkowsky pela Jaguatirica (2015)
>>> Marketing de Varejo de Eliane de Castro; Mauro Pacanowski e Outros pela Fgv Ed. (2008)
>>> Aforismos para a Sabedoria de Vida de Arthur Schopenhauer pela L&pm Pocket (2021)
>>> Madame Bovary de Gustave Flaubert pela Publifoha
>>> Musashi: o Livro dos Cinco Anéis (em Portuguese do Brasil) de Miyamoto Musashi pela Novo Seculo (2017)
>>> Lern-und Arbeitsbuch Entwicklungs-politik de Franz Nuscheler pela J. h. w dietz (1991)
>>> Blender 2. 5 Lighting and Rendering de Aaron W. Powell pela Packt (2010)
>>> A Vida Não Tem Preço de Eduardo Marafanti pela Libratrês (2006)
>>> Mediunidade Seus Aspectos Desenvolvimento e Utilização de Edgard Armond pela Aliança (1999)
>>> A Caçada de Steve Barlow; Steve Skidmore pela Rocco (2007)
>>> O Pequeno Príncipe (edição de Bolso) de Antoine de Saint-exupéry pela Caminho Suave / Edipro (2018)
>>> Bandeira do Divino de Edson Ubaldo pela Ed. do Escritor (1977)
>>> Previdência Complementar de Adacir Reis e Outros pela Rt (2017)
>>> Marcuse Em Quadrinhos de Nick Thorkelson; Angela Davis - Prefácio pela Veneta (2020)
ENSAIOS

Segunda-feira, 28/2/2011
Manifesto da culinária ogra
André Barcinski

+ de 12100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Poucas coisas são tão boas na vida quanto ir a um bom restaurante.

Sou daqueles que acompanha a cobertura gastronômica com interesse. Estou sempre atrás de lugares novos para comer e não penso duas vezes antes de conferir alguma dica.

Gosto de comer de tudo. E gosto de todo tipo de restaurantes, dos mais recomendados pelos guias aos pés-sujos mais infectos.

Pra mim, bom restaurante é aquele que dá vontade de voltar. Independentemente de preço ou estilo.

Mas tenho de confessar que adoro um muquifo. Poucas coisas me dão mais prazer do que descobrir alguma birosca que serve um bife sensacional, ou uma cantina poeirenta com um talharine dos sonhos.

Entre os muitos projetos que nunca conseguirei realizar, um tem lugar especial no meu coração (e estômago): um guia da gastronomia ogra.

Seria um livro com dicas de restaurantes de onde se sai carregado.

Cheguei até a elaborar uma lista de "dez mandamentos básicos" que o local teria de atender para ser incluído. São eles:

1) Não pode ter nome começando por "Chez" ou terminando por "Bistrô";

2) A comida precisa ocupar ao menos 85% da área total do prato (com preferência a iguarias com uma taxa de ocupação de mais de 100% dos pratos, como bifes que caem pelas bordas dos pratos);

3) Não pode ter "chef", e sim "cozinheiro";

4) Não pode ter "menu", e sim "cardápio";

5) Algumas palavras estão terminantemente proibidas nos cardápios. A presença de qualquer uma delas significa exclusão imediata da lista. São elas: "nouvelle", "brûlé(e)", "pupunha", "espuma", "lâmina", "lascas" e "contemporânea";

6) Não pode ter filiais

7) Os garçons não podem ser modelos, manequins ou atores, com preferência para garçons velhos e feios;

8) Os garçons precisam passar no teste da colherzinha, que consiste em servir arroz com uma só mão, juntando duas colheres, sem derramar um grão sequer;

9) Não pode estar localizado nos seguintes bairros: Vila Olímpia, Itaim-Bibi, Moema e Vila Nova Conceição (era um guia de Sâo Paulo!);

10) O teste final: se o garçom, ao ser perguntando "o que é El Bulli?", responder qualquer coisa que não seja "é onde eu sirvo o café", o restaurante está sumariamente eliminado.

Aqui posto meus cinco restaurantes ogros prediletos em Sâo Paulo. (Mande suas dicas, por favor!)

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog de André Barcinski. (Leia também "Baixíssima gastronomia", "Combates culinários" e o Especial Gastronomia.)


André Barcinski
São, 28/2/2011

Mais André Barcinski
Mais Acessados de André Barcinski
01. Joey e Johnny Ramone - 24/10/2011
02. Manifesto da culinária ogra - 28/2/2011
03. Amy e a hipocrisia coletiva - 8/8/2011
04. Manual do Publicitário - 6/6/2011
05. Meu vizinho conversa com Deus - 8/11/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/3/2011
09h09min
Muito bom! Principalmente sobre a parte que diz das "colherinhas" do garçom pegando o arroz... isso sim é clássico e old school!
[Leia outros Comentários de Suely]
5/3/2011
11h07min
Prezado André, cada cidade com certeza contém um roteiro culinário ogro, e é justamente nesse escambau que mora a verdadeira identidade local. Sempre que viajo reservo um dia para bater pernas easy rider. Temos, em várias cidades brasileiras - aqui no Rio de Janeiro já há mais de 10 anos -, esse tal de Rango di Buteco, que formata um roteiro mais ou menos dentro desse seu estilo OGRO. Seria as particularidades da sublime comida da avó da gente, mas preparada ao estilo da nonna dos outros. Abraços.
[Leia outros Comentários de Cao Zone]
11/6/2011
00h35min
Ogros também sabem usar a tecnologia. Em Curitiba temos um Guia da Baixa Gastronomia pelo Google Maps
[Leia outros Comentários de Noah Mera]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tres Noites de Paixão
Luna Caliente
Geração
(2012)



Meu Livro de Histórias Bíblicas
Não Encontrado
Não Encontrado



Os Maiores Clássicos do Homem de Ferro - Volume 1
Marvel
Panini Comics
(1979)



Sempre Viva
Antonio Callado
Circulo do Livro
(1988)



Manual de Administração de Pessoal Relações Industriais
Flávio de Toledo
Atlas
(1960)



Poemas de Amor
Walmir Ayala
Ediouro
(1991)



Plantas de Interior - para Todas as Estações
Patrick Mioulane
Europa América
(1989)



Estado e Capital Ferroviário Em São Paulo
Guilherme Grandi
Alameda
(2013)



Técnico e Analista. Teoria Unificada - Coleção Concursos
Marcelo Tadeu Cometti
Saraiva
(2014)



O Apanhador no Campo de Centeio
J. D. Salinger
Do Autor





busca | avançada
61604 visitas/dia
1,8 milhão/mês