Digestivo nº 18 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
52947 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Eleições 2022: Bolsonaro ganha no Nordeste e Lula no Sul e Sudeste, mas abstenções ganhará em todo o
>>> Paisagens Sonoras (1830-1880)
>>> III Seminário Sesc Etnicidades acontece no Sesc 24 de Maio nos dias 10, 11 e 12 de agosto.
>>> Longa nacional 'Dog Never Raised' estreia no 50º Festival de Gramado
>>> Boca Migotto lança livro sobre cinema gaúcho durante o 50º Festival de Gramado
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
>>> Leite, Coalhada e Queijo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> O novo sempre vem
>>> Música para olhar
>>> Uma outra visão do jornalismo
>>> Perry Rhodan - 50 anos de aventuras espaciais
>>> Manual de redação Rabisco
>>> A Promessa de Nicholson e o bem-acabado Desmundo
>>> Sobre o Digestivo, minhas colunas e nossa história
>>> Projeto Piano Forte, com Brad Mehldau
Mais Recentes
>>> Fast - Como Usar a Agilidade Estratégica Para Vencer de Yves Doz, Mikko Kosonen pela Bookman (2010)
>>> José Maria: A Vida Privada de um Grande Escritor de José Calvet de Magalhães pela Bertrand (1994)
>>> Corpo e Consumo nas Cidades de Ricardo Ferreira Freitas, Francisco Romão Ferreira pela Crv (2020)
>>> Gestão do Conhecimento, Capital Intelectual e Ativos Intangíveis de José Rezende pela Campus (2014)
>>> Relaxamento Para Todos - Controle o Seu Stress de Marilda Novaes Lipp pela Papirus (2008)
>>> Capital Espiritual de Danah Zohar; Ian Marshall pela Best Seller (2006)
>>> Como passar sua vida a limpo de Marisa Thame; Kani Comstock pela Pensamento (1997)
>>> Atlas Geográfico. Espaço Mundial de Graça Marina Lemos Ferreira (Autor) pela Moderna (2019)
>>> O Executivo Transformador de David Lieberman pela Campus (2009)
>>> Cobiçado de David Freemantle pela Campus (2010)
>>> Correspondência Consular de Eça De Queirós; Alan Freeland pela Edições Cosmos (1994)
>>> Introdução à Engenharia - Conceitos, Ferramentas e Comportamentos de Walter Bazzo pela Ufsc (2013)
>>> Infiel/ A história de uma mulher que desafiou o Islã de Ayaan Hirsi Ali pela Companhia das Letras (2012)
>>> Geoatlas: Mapas políticos, de Maria Elena Simielli (Autor) pela Atica (2019)
>>> A Arte Gastronômica de Miguel, o Magnífico de Miguel de Carvalho pela Civilização Brasileira (1972)
>>> P x by P - Mangá volume unico de Wataru Yoshizumi pela Panini Comics (2018)
>>> O Caso dos Nove Chineses de Ciça Guedes, Murilo Fiuza de Melo pela Objetiva (2014)
>>> Livro - Se Abrindo pra Vida de Zibia Gasparetto (ditado por Lucius) pela Vida & Consciência (2009)
>>> Livro - Se Abrindo pra Vida de Zibia Gasparetto (ditado por Lucius) pela Vida & Consciência (2009)
>>> Livro - Se Abrindo pra Vida de Zibia Gasparetto (ditado por Lucius) pela Vida & Consciência (2009)
>>> Livro - Se Abrindo pra Vida de Zibia Gasparetto (ditado por Lucius) pela Vida & Consciência (2009)
>>> A deusa de Jade de Lin Yutang pela Irmãos Pongetti (1959)
>>> Perfect Weight de Jordan Rubin pela Siloam (2008)
>>> Da Psicologia da Escrita à Descoberta da Grafologia de Luís Philippe Jorge pela Mahatma (2011)
>>> O portão Vermelho de Lin Yutang pela Irmãos Pongetti (1960)
DIGESTIVOS

Quarta-feira, 31/1/2001
Digestivo nº 18
Julio Daio Borges

+ de 1300 Acessos




Cinema >>> I choose us
Nicholas Cage, um dos rostos mais expressivos da Hollywood atual, está em Um Homem de Família. Apesar da carga de conservadorismo que emana do título, o filme discute com habilidade a opção, cada vez mais extremista, entre carreira e família. Ainda que pule de um estereótipo a outro (do executivo infalível, refinado, milionário de Wall Street, ao pai de classe média, endividado, conformado e piegas), o roteiro leva o espectador a ponderar entre os dois estilos de vida. Vale à pena, nem que seja para explorar as contradições da fita, afinal, ninguém constrói um império, ou galga os mais altos degraus de uma organização, na solidão, sem nenhuma estabilidade emocional; afinal, nem toda a família é feliz, nem todo o casamento é bem-sucedido, nem todos os filhos são uma benção; afinal, nem todo mundo que investe apenas no lado profissional chega ao topo do mundo; afinal, nem todas as esposas permanecem eternamente belas, nem todos os maridos se mantém para sempre românticos, nem toda a sociedade é estável, planificada e pródiga como a americana. [Comente esta Nota]
>>> http://www.family-man.com/
 



Televisão >>> Se quiser tirar algo de mim, tire o trabalho, a mulher não
João Rubinato, o sambista paulista que consagrou a arte de falar errado, cantou na TV Cultura, por ocasião dos 447 anos de São Paulo. Adoniran Barbosa nasceu em Valinhos e nunca morou no Jaçanã, no Bexiga ou na Vila Esperança, embora tenha homenageado esses bairros em suas músicas. Começou no rádio como ator cômico, pois não passava no teste de cantor. Ainda que ovacionado nas décadas de 1960 e de 1970, notadamente por Elis Regina e os finos da bossa, não conseguia entender o sucesso, nem tampouco embriagar-se com ele. Permaneceu o homem simples do Brás, vivendo uma tal pobreza de espírito, que ficava difícil atribuir-lhe achados lingüísticos tão singulares como os de Tiro ao Álvaro, As Mariposas, Saudosa Maloca e Samba do Arnesto. Mesmo hoje, assistindo a trechos dos especiais de 1972, 1976 e 1980, não há como casar a cadência de suas composições, o ritmo de suas melodias, com o intérprete que atropelava a orquestra e não respeitava, definitivamente, o andamento dos compassos. [Comente esta Nota]
>>> Clique Music
 



Literatura >>> Ora (direis) ouvir estrelas
Ruy Castro escreveu sobre o príncipe dos poetas em Bilac Vê Estrelas, na série Literatura ou Morte, da Companhia das Letras. Em princípio, pode-se estranhar que um dos nossos maiores eruditos em cultura popular do século XX tenha decidido perfilar uma figura que é puro século XIX. A dúvida se esvai, porém, dada a habilidade de Ruy Castro como biógrafo, e dada a leveza da novela, que não pretende aprofundar-se no caráter bilaquiano da personagem. Ao mesmo tempo, o autor não consegue fugir a uma espécie de síndrome de Jô Soares; ou seja: no afã de querer fazer rir a qualquer preço, acaba simplificando e caricaturando personalidades como Santos-Dumont, José do Patrocínio e o próprio Olavo Bilac. Em verdade, o tom de galhofa e de escárnio que cerca a reputação do poeta deve-se à imagem que os modernistas de 1922 fizeram dele, e de seus ideais parnasianos, tomados como a mais decantada manifestação de artificialismo e de esterilidade poética. Ruy Castro não mexe nesse vespeiro, apenas urde uma trama no Rio do começo do século. [Comente esta Nota]
>>> "Bilac Vê Estrelas" - Ruy Castro - 152 págs. - Cia. das Letras
 



Artes >>> Um novo olhar sobre o cotidiano
A World Press trouxe os seus premiados, em fotojornalismo, para o Centro Cultural Fiesp. A exposição reúne os melhores do mundo, de acordo com o júri internacional da fundação. No primeiro corredor, em destaque o realismo, com tons políticos, pinçando cenas da Guerra de Kosovo, da perseguição ao Albaneses, dos conflitos no Timor Leste, das rebeliões na Indonésia. No segundo corredor, um pouco mais de colorido, com as Danças Chinesas, os esportistas da Austrália, a Robótica que quer se humanizar, a Medicina que navega dentro de uma artéria através de um micro-submarino. Se por um lado, tira as esperanças, dados os retratos da brutalidade e da violência flagrantes; por outro, devolve a crença na raça, por meio da arte, por meio da ciência, pelo exemplo daqueles que, superando os limites do Homem, levam o planeta inteiro mais à frente. [Comente esta Nota]
>>> Centro Cultural Fiesp - Av. Paulista, 1313 - Tel.: 284-3639
 



Além do Mais >>> Estou para publicar, podem morrer
Mário Covas está morrendo há três anos na imprensa. Ainda causa rebuliço, contudo, a maneira com que se expõe, e o pouco caso com que trata a própria doença. Leva-nos a refletir sobre a morte, e os seus significados, numa sociedade tão pouco espiritualizada quanto essa em que vivemos. Chamam Covas de herói, porque ele resiste à morte, porque ele a combate, porque ela é o inimigo maior contra o qual lutamos desde que nascemos. Esquecem-se, porém, de que morrer é tão natural quanto nascer, de que a morte está dentro da vida, de que o ato de morrer é só mais um ato dentre os tantos outros que, inescapavelmente, teremos de viver. Não existe, portanto, vergonha ou covardia em aceitar a morte resignadamente. Quem sabe haja até muito mais heroísmo do que no desejo vão de querer colocar-se acima das leis que regem a vida dos homens desde o início dos tempos. [Comente esta Nota]
>>> Observatório da Imprensa
 
>>> MINHA PÁTRIA É MINHA LÍNGUA
"I was trying to reach him, but he is not right now."
 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O fim dos livros
Octave Uzanne
Octavo
(2010)



Uma Questão de Honra
Paul Burrell
Ediouro
(2003)



Luzia Homem
Domingos Olímpio
Três
(1973)



Você e a Constituição - 33 temas para conhecer os seus direitos de cidadão
Liliana Lacocca
Casa Amarela
(2003)



O Rabo do Macaco - Conto Popular Europeu
Equipe pedagógica
Construir
(2006)



Textos y contextos - tomo II - Una ojeada en la teoria literaria mundial
Desiderio Navarro (seleccion y traduccion)
Editorial Arte y Literatura
(1988)



Alfred Hitchcock e os Bastidores de Psicose
Stephen Rebello
Intrínseca
(2013)



6 Perguntas Sobre Volpi um Debate Sobre Arte Brasileira
Vanda Klabin
Ims
(2009)



Guia Ilustrado do Mundo - Sul da Europa
Daniel Bernard e Outros
Readers Digest
(2001)



Semana Sim, Outra Também
José Sarney
Arx
(2006)





busca | avançada
52947 visitas/dia
2,0 milhão/mês