Digestivo nº 247 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Museu de Arte Sacra de São Paulo | Salão Paulista de Arte Naïf
>>> UM JOÃO DO RIO INÉDITO
>>> Alma Despejada com Irene Ravache tem temporada no Teatro WeDo! com 24h de acesso
>>> OSGEMEOS participam de bate-papo do MAB FAAP
>>> Minicômios e Do observatório eu vi
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
Últimos Posts
>>> Mostra Curtíssimas estreia sábado (26) no YouTube
>>> Fiel escudeiro
>>> Virtual: Conselheiro do Sertão estreia quinta, 24
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Apenas manter a loja
>>> Livros, brinquedos, bichos de estimação e imagens
>>> Confissões do homem invisível, de Alexandre Plosk
>>> Panorama Literário de 2006
>>> Outra América é Possível
>>> Lira da resistência ao futebol gourmet
>>> Meu destino é pecar
>>> Nem memórias nem autobiografia, mas Saramago
>>> O papel do escritor
>>> Aniversário
Mais Recentes
>>> O Imperador Vol. 3 - Campo de Espadas de Conn Iggulden pela Record (2005)
>>> Sun Tzu - Estratégias de Vendas de Gerald A. Michaelson pela M.Books (2005)
>>> O Discurso Secreto de Tom Rob Smith pela Record (2010)
>>> A Loira de Concreto de Michael Connelly pela Best Seller (1994)
>>> Mémorias de um revolucionário de Piotr Kropotkin pela Ccs (2021)
>>> Punhalada no Escuro de Lawrence Block pela Companhia das Letras (2001)
>>> O Pecado dos Pais de Lawrence Block pela Companhia das Letras (2002)
>>> O Ladrão Que Estudava Espinosa de Lawrence Block pela Companhia das Letras (2002)
>>> O Ladrão no Armário de Lawrence Block pela Companhia das Letras (2007)
>>> Três Obras Didáticas (Teatro brasileiro/Educação/Pedagogia) de Luiz de Assis Monteiro pela Confraria da Paixão (2021)
>>> O Vendido de Paul Beatty pela Todavia (2017)
>>> Lolita - Coleção o Globo de Vladimir Nabokov pela Globo (2003)
>>> As Brumas de Avalon a Senhora da Magia Livro 1 de Marion Zimmer Bradley pela Imago (1985)
>>> O Ideiador - Poema da Independência de Luiz Paiva de Castro pela Bonde (1972)
>>> O Fim de Tudo de Luiz Vilela pela Record (2016)
>>> Homens São de Marte Mulheres São de Vênus de John Gray pela Rocco (1996)
>>> A Última Delegacia de Patricia Cornwell pela Companhia das Letras (2005)
>>> Blocos uma História Informal do Carnaval de Rua de João Pimentel pela Relume Dumará (2002)
>>> O Poder do Pentagrama de Zaiplad Hcer pela Imprensa Livre (2001)
>>> A Moreninha de Joaquim M. de Macedo pela Cultrix (1968)
>>> A Terra dos Meninos Pelados de Graciliano Ramos pela Record (2006)
>>> A Morte de Artemio Cruz de Carlos Fuentes pela Abril Cultural (1975)
>>> Apelo às Trevas de Dennis Lehane pela Companhia das Letras (2003)
>>> Teresa Filósofa - Clássicos Libertinos de Anônimo do Século XVIII pela L&pm (1991)
>>> Gastão de Orleans de Alberto Rangel pela Cia Ed. Nacional (1935)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 7/10/2005
Digestivo nº 247
Julio Daio Borges

+ de 4100 Acessos
+ 3 Comentário(s)




Além do Mais >>> This is a journey into sound
A insistência no midiático revival dos anos 80 parece unânime ultimamente, mas não é. Não faltam críticas aos ressuscitados pelo sistema, e não é apenas má vontade de quem nunca simpatizou com a causa, é a opinião, muitas vezes, de insiders, de gente que participou originalmente do movimento. Quem enxerga, por exemplo, com muito ceticismo a atual celebração é Patricia Marx. Patricia, para quem não se lembra, agitou a petizada e os incipientes teens, ao lado de gente como Luciano e Juninho Bill, lá atrás, no Trem da Alegria e no programa da Xuxa na extinta TV Manchete. Hoje, casada, mãe e parceira do DJ Bruno E., confessa, sem graça, os convites que recebe para “reviver” os anos 80 e se mostra desconfortável com a associação ainda freqüente da Patricia do Trem da Alegria com a Patricia Marx. Pois Patricia esteve, ao lado de Bruno, animando, desta vez, uma noite do La Suite do Chakras. Era interessante observar aquele ex-ícone inatingível dos anos 80, Patricia, circulando livremente pela pista de dança, enquanto entoava seus hits pelos CDs da Trama. Patricia pegou a cena eletrônica desde o início, quando o ritmo era ainda rotulado de dance music e atravessou todas as suas encarnações, desde o drum’n’bass até o que hoje se chama de nu jazz e nu soul, aliás, algumas das especializações de seu marido, ex-diretor da divisão eletrônica da Trama, Bruno E. A pista do La Suite esteve charmosamente congestionada no instante exato da performance de Patricia & Bruno, enquanto outros convivas se espalhavam e contemplavam o espetáculo, entre deitados e sentados, ao sabor de petiscos, como as brusquetas de mozzarella de búfala e alcachofra, no único dorming restaurant desta capital. Os anos 80 já acabaram, mas os 2000 ainda vão longe. [1 Comentário(s)]
>>> La Suite | Patricia Marx
 



Gastronomia >>> O Conselheiro também come (e bebe)
O ex-Palace já mudou de nome duas vezes, mas continua sendo “Palace” para muitas pessoas. E para quem ia ao Palace desde o início, a rua dos Jamaris, em Moema, já mudou tantas vezes quanto (ou mais) – desde que a casa de espetáculos lá se instalou, nos anos 80. Houve uma época, antes do Tom Brasil (do primeiro Tom Brasil), em que o antigo Palace era soberano e a rua dos Jamaris praticamente servia de estacionamento para os eventos que lá aconteciam. Quem entrava a partir da avenida Ibirapuera, numa noite de show, praticamente só enxergava estacionamentos por todos os lados e um mar de guardadores de carro (custava muito não atropelá-los). Esse movimento, em muitos anos, apesar de soar caótico nesta descrição, e embora o Palace estritamente tenha acabado, transformou para bem a região. E um dos saudosos estacionamentos da rua dos Jamaris é hoje o imponente Parthenon, que lembra um pouco, pela concepção, o borbulhante complexo onde se instala o concorrido Kinoplex, da Joaquim Floriano. Pois, além de abrigar um dos principais estacionamentos (até esses evoluíram muito), para quem hoje freqüenta o ex-Palace, que atualmente se chama Cie Music Hall, o Parthenon ostenta o restaurante Dell’Arte, mais um em flat que teve inicialmente a mão de Sergio Arno, como os celebrados La Vecchia Cuccina e Alimentare. O Dell’Arte ainda guarda a mesma concepção, inclusive com o mesmo chef e a mesma administração. Nos dias de semana, é possível desfrutar de seu bufê, um italiano leve, dentro de um gazebo agradável e ouvir de grandes negócios no bar. E, durante o fim de semana, optar pelo menu à la carte, que é impecável. O ex-Palace continua animando as noites do bairro, e, para os nostálgicos de um tempo mais sossegado, aí está o Dell’Arte. [Comente esta Nota]
>>> Dell’Arte Ristorante
 



Música >>> Viva o Rei
O Velho Lua, que popularizou um dos ritmos mais simples e minimalistas de que se tem notícia, não poderia imaginar que um dia mereceria arranjos sinfônicos, com direito a representação cênica e a narrativa biográfica. Pois aconteceu em setembro, no evento justamente chamado de Luiz Gonzaga Sinfônico, com participações especialíssimas da Banda Sinfônica do Estado, sob regência de Abel Rocha, do “cordelista e repentista” (na encenação) Sérvulo Augusto, do pianista Miguel Briamonte, do acordeonista Oswaldinho e do ator José Rubens Chachá (o inesquecível Oswald de Um só Coração – “Pô, Mariô!”), entre outros. O espetáculo varreu todas as fases do Velho Lua, passando por suas mais conhecidas composições e interpretações: “Xote das Meninas”, “Baião da Penha”, “A Volta da Asa Branca”, “Respeita Januário” e “Qui nem Jiló”, entre outras. O destaque ficou por conta das divertidas, e certeiras, intervenções de Sérvulo; da apresentação eloqüente, e vibrante, de Chachá; do piano visceral, e às vezes moderníssimo, de Briamonte; e do desfile impecável, e moderadíssimo, de notas de Oswaldinho – sem falar na Banda Sinfônica, que, contrariando a postura sisuda de músicos sinfônicos, fazia também lá suas intervenções. Completaram a festa, a cantora Maria da Paz, com direito a muitos aplausos e a bis, e inserções multimídia de sons e de imagens, quando não de filmes, em que o próprio Lua aparecia ressuscitado e embelezava, ainda mais, essa iniciativa em sua homenagem. Depois de tanta inteligência, de tanto carisma, e até de tanta genialidade (a mesma que comoveu Ari Barroso, que o lançou em seu programa de calouros), é o caso de se perguntar: Será que a bossa nova e seus heróis ainda implicam com o autor da internacional “Asa Branca”? O grande evento Luiz Gonzaga Sinfônico merecia DVD e merecia ser itinerante, até para dirimir essas dúvidas, se é que ainda as há. [Comente esta Nota]
>>> Luiz Gonzaga Sinfônico
 
>>> E O CONSELHEIRO CONTINUA ACERTANDO NA MOSCA

"Alex Atala é um gênio da alta gastronomia. Ponto. Todas as demais considerações a seu respeito são meramente acessórias."
Julio Daio Borges, em 2002, no "Digestivo nº 71"

"Pode escrever: Alex Atala será um líder da alta gastronomia e fará uma revolução."
Ferran Adrià, o chef mais famoso do mundo, em 2005, no Estadão

>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO RECOMENDA



>>> Debate
* Contra o Consenso: A postura do jornalismo brasileiro diante da crise do governo Lula - Reinaldo Azevedo, Paulo Henrique Amorim, Luiz Felipe D’Avila
(Qui., 13/10, 20hs., VL)

>>> Noites de Autógrafos
* Guia Buenos Aires para brasileiros - Claudia Trevisan e Márcia Carmo
(Seg., 10/10, 18h30, CN)
* Música e Filosofia - Lia Tomás
(Seg., 10/10, 19hs, VL)
* Música e Meio Ambiente - Marisa Trench de Oliveira Fonterrada
(Seg., 10/10, 19hs, VL)
* Pra Mamãe Rir/ Papo de Sapato - Ziraldo e Pedro Bandeira
(Qua., 12/10, 16hs., VL)
* Cinema Brasileiro: Das Origens à Retomada
Sidney Ferreira Leite
(Qui., 13/10, 18h30, CN)

>>> Shows
* O jazz branco - Traditional Jazz Band
(Sex., 14/10, 20hs., VL)
* Espaço Aberto - Renatinho Santos
(Dom., 16/10, 18hs., VL)

* Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos (VL): Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional (CN): Av. Paulista, nº 2073
*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/10/2005
15h42min
O sucesso do Digestivo se deve ao compromisso das pessoas que o formam possuem. Um compromisso com aquilo que elas acreditam. Parabéns!
[Leia outros Comentários de Ayron de Melo]
14/10/2005
11h45min
Comecei a ler o digestivo e fiquei fascinado por ter encontrado, na net, um site preocupado em passar a seus leitores pontos de vistas sinceros e maciços. O digestivo sobre o mestre lua: pena que a nova geraçao brasileira esteja esquecendo seus verdadeiros artistas...
[Leia outros Comentários de jobson]
16/10/2005
15h52min
Há dúvidas sobre a música de Luiz Gonzaga? Jamais poderia imaginar uma coisa dessas.
[Leia outros Comentários de juliana]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ensaios Históricos
Américo Jacobina Lacombe
Academia Brasileira de Letras
(1993)



Mais de 1700 Exercícios e Remis Constituição e Direito Constitucional
Gabriel Dezen Junior
Vestcon
(2000)



Las Bibliotecas Cuentan
Juan David Correa Ulloa (investigacion, Texto
Fundalectura (bogotá Colombia
(2004)



O Deus da Cólera
Max Olivier Lacamp (capa Dura)
Civilização Brasileira (rj)
(1970)



Histoire de La Colonisation Française
Xavier Yacono
Puf
(1969)



Cenas Admiráveis 2 - Manifestações de Jesus Crucificado e Ressusc
Max Seltmann
Nova Revelação
(1998)



Percepçoes - Meditação Volume 2
Hilde Nium
Age
(2011)



Educação Em Astronomia
Rodolfo Langhi - Roberto Nardi
Escrituras
(2013)



Guia visual: folha de sao paulo: nova york
dorling kindersley;michael leapman
Publifolha
(2003)



Letícia e a Arca dos Sete Poderes
Alexandre Estereiro Nascimento
Mondeglieri
(2012)





busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês