Ivan Junqueira desvendando Otto Maria Carpeaux | Digestivo Cultural

busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mistério em Moscou
>>> Sideways Rain: Pausa, Choque, Fluxo e Corpo
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> Bowie, David
>>> A guerra das legendas e o risco da intolerância
>>> À beira do caminho
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> Vale Emprego
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> internet jornalismo revolução
Mais Recentes
>>> Novo Código de Processo Civil: Modificações Substanciais de Misael Montenegro Filho pela Atlas (2015)
>>> Como Combater o Fracasso e Cultivar o Sucesso de Francisco Fernandes de Araújo pela Komedi
>>> Caderno de Sábado: Páginas Escolhidas de Maria do Carmo Alves de Campos pela Educs (2008)
>>> Aragog de Jody Revenson pela Incredibuilds (2016)
>>> O Brasil no mundo: abertura e responsabilidade - escritos de diplomacia presidencial (2016-2018) de Michel Temer pela Fundação Alexandre de Gusmão (2018)
>>> Estradas de Marcos Maia pela Do Autor (2014)
>>> Decor Years Book Vol 1 de G&a pela G&a
>>> O Sequestro do Metrô de John Godey pela Circulo do Livro (1975)
>>> O Menino da Mala de Lene Kaaberbøl; Agnete Friis pela Arqueiro (2013)
>>> 40 Anos de Educação Sanitária e Ambiental no Saneamento de Wanderley da Silva / Outros pela Sabesp
>>> Aqui Quem Fala é Albert Einstein de R. J. Gadney pela Intrínseca (2021)
>>> Migrações internacionais no plano multilateral de Maria Rita Fontes Faria pela Fundação Alexandre de Gusmão (2015)
>>> Novo Testamento - Nova Tradução na Linguagem de Hoje de Centro Assistencial Cruz de Malta pela Cruz de Malta
>>> O Fator Humano de Graham Greene pela Record
>>> Ruling the Waves de Debora Spar pela Harcourt (2001)
>>> Política externa e participação social: trajetória e perspectivas de Vanessa Dolce de Faria pela Fundação Alexandre de Gusmão (2017)
>>> Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela Ciranda Cultural
>>> Paixões Perigosas de Barbara Delinsky pela Bertrand Brasil
>>> Ao Encontro de Deus de Richard Carlson e Outros pela Sextante (2002)
>>> 79 Park Avenue de Harold Robbins pela Abril Cultural (1984)
>>> A Menina Que Não Sabia Ler de John Harding pela Leya Casa da Palavra (2010)
>>> Moll Flanders - os Imortais da Literatura Universal 30 de Daniel Defoe pela Abril
>>> Primórdios da Literatura Brasileira de Pero Vaz de Caminha pela Escala Educacional (2012)
>>> Estranho Irresistível de Christina Lauren; Felipe C. F. Vieira pela Universo dos Livros (2013)
>>> A Dieta das Chocólatras de Carole Matthews pela Bertrand Brasil (2010)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Quarta-feira, 29/4/2009
Ivan Junqueira desvendando Otto Maria Carpeaux
Julio Daio Borges

+ de 15400 Acessos
+ 4 Comentário(s)




Digestivo nº 413 >>> O poeta, tradutor e ensaísta Ivan Junqueira conheceu Otto Maria Carpeaux em outubro de 1962, quando este era consultor nas áreas de literatura e filosofia na versão brasileira da Enciclopédia Barsa, nomeado pelo editor-chefe Antonio Callado. Aos 28 anos, Junqueira era redator de verbetes e monografias. O projeto, depois de ingerências diversas, e da saída do mesmo Callado, seria abortado em 1963. Carpeaux e Junqueira voltariam a se encontrar apenas em 1966, no projeto da Delta Mirador, desta vez comandado pelo filólogo Antonio Houaiss. Embora verdadeiros enciclopedistas andassem pelo Rio nos anos 60, Carpeaux detestava ter sua cultura, justamente, classificada como "enciclopédica". Junqueira, no entanto, confessa-se eterno discípulo do mestre, detentor de um conhecimento que — admite hoje — jamais alcançará. E é sobre a formação de Carpeaux, ao mesmo tempo misteriosa e milagrosa, que Ivan Junqueira escreve um de seus melhores ensaios no recente Cinzas do espólio. Embora fosse opositor exaltado da ditadura militar, passando inclusive por esquerdista militante, Carpeaux adquirira sólida formação católica na Europa — a mesma que permearia, para sempre, sua visão de mundo. Otto Karpfen (originalmente judeu), ou "Otto Maria Fidelis" (depois da conversão ao catolicismo), era herdeiro da Casa da Áustria, do conservadorismo dos Habsburgos e, portanto, do Império Austro-Húngaro. Definindo o barroco como "o último estilo que abrangeu ecumenicamente toda a Europa", Carpeaux revelava sua formação barroco-católica. Junqueira detecta, em sua tendência para o "mistério" e para as "vertigens abismais da alma", uma provável dívida para com os místicos espanhóis, Santa Teresa de Ávila e São João da Cruz. Ainda identifica algo de Sêneca, "o modelo do teatro barroco", segundo o próprio Carpeaux. Mas Junqueira não deixa de lado as influências de Hegel e, sobretudo, de Benedetto Croce. Com a ajuda de Mauro Ventura, conclui que, também para Carpeaux, arte era "símbolo" e não, apenas, "documento do real". Logo, sua crítica estética, mesmo objetivando valores morais, era tributária da tradição do romantismo alemão (que, igualmente, pregava a oposição entre "símbolo" e "alegoria"). Fora o barroco-católico e o romantismo alemão, haveria, ainda, um terceiro pilar na formação de Otto Maria Carpeaux: o "sentimento trágico do mundo" — que Schopenhauer e Nietzsche emprestariam das tragédias gregas e que obrigaria Carpeaux a reler, anualmente, as obras de Shakespeare e os mesmos dramaturgos gregos da tragédia. Analisando Sófocles e concluindo que o pessimismo levava à purificação da alma, Carpeaux reforçava, mais uma vez, sua visão de mundo barroca: onde o homem era naturalmente decaído, onde prevalecia a doutrina pessimista da natureza humana e onde se negava, consequentemente, a ordem cósmica estabelecida pelo renascimento... Ivan Junqueira perderia contato com seu mestre a partir de 1973, depois de participar, como colaborador, em mais um projeto de enciclopédia, o da Mirador Internacional, onde Carpeaux comandava as seções de literatura, filosofia e música. Otto Maria Carpeaux faleceria numa sexta-feira de Carnaval de 1978, depois de anos de silêncio, depressão e agonia. Mas suas lições permaneceriam — principalmente aquela segundo a qual "a literatura é a mais alta e complexa manifestação do pensamento humano".
>>> Cinzas do espólio
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Gabriel García Márquez (1927-2014) (Literatura)
02. Clássicos da Penguin pela Companhia das Letras (Literatura)
03. A arte do romance, por Milan Kundera (Literatura)
04. Diálogo entre Maquiavel e Montesquieu, por Maurice Joly (Literatura)
05. Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/4/2009
17h07min
Não entendi: "Embora fosse opositor exaltado da ditadura militar, passando inclusive por esquerdista militante, Carpeaux adquirira sólida formação católica na Europa - a mesma que permearia, para sempre, sua visão de mundo." Por que a formacao católica seria favorável à ditadura militar? Ou oposta ao pensamento de esquerda?
[Leia outros Comentários de Nei Duclós]
30/4/2009
17h15min
Você por acaso conhece o Roqueiro Improvável?
[Leia outros Comentários de Julio Daio Borges]
30/4/2009
21h48min
Entendi menos ainda. Queria saber porque você usou "embora" no texto sobre Carpeaux. Não sei o que tem a ver com Olavo de Carvalho no show de Los Hermanos.
[Leia outros Comentários de nei duclós]
1/5/2009
09h17min
Nei, tente aqui.
[Leia outros Comentários de Julio Daio Borges]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Literatura Português Ensino Médio 1ª Série
Antonio Medina Rodrigues Dácio Antônio de Castro
Anglo
(2002)



Cidade Solitária
Fernando Namora
Cdl
(1971)



Dossie 50: os Onze Jogadores Revelam os Segredos da Maior...
Geneton Moraes Neto
Objetiva
(2000)



Soberania e Integração Latino - Americana
Flavio Augusto Saraiva Straus
Forense
(2002)



Santa Teresa de Lisieux: Uma jovem doutora
Pedro Penna
Cassará
(2018)



A Jaçanã-col. o Contador de Historias e Outras Historias da Matematica
Egidio Trambaiolli Neto
Ftd
(1998)



Lagrimás do Sol
Gilvanize Balbino Pereira
Lachãtre
(2004)



Golem - um Jogo Incontrolável Vol 1
Lorris; Elvire; Marie
Arx
(2005)



Microeconomics
Michael Parkin
Addison W Longman
(1999)



Ser Protagonista Geografia Caderno de Revisão
Sm
Sm Didáticos
(2014)





busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês