As editoras contra o Kindle | Digestivo Cultural

busca | avançada
49127 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto que une cultura e conscientização ambiental traz teatro gratuito a Minas Gerais
>>> Show da Percha com Circo do Asfalto
>>> Evento Super Hacka Kids reúne filmes, games, jogos de mesa e muita diversão para a família
>>> SESC BELENZINHO RECEBE RÁDIO DIÁSPORA
>>> Música de Feitiçaria
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Microcontos ou micropoemas?
>>> Microcontos ou micropoemas?
>>> Microcontos ou micropoemas?
>>> A deliciosa estética gay de Pierre et Gilles
>>> Live sobre mulheres na edição
>>> Shikasta, frontão em alto relevo *VÍDEO*
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Aina: dos álbuns conceituais até a ópera-rock
>>> Aina: dos álbuns conceituais até a ópera-rock
Mais Recentes
>>> Henderson o rei da chuva de Saul Bellow pela Nova Fronteira (1978)
>>> A luz sa noite de Edna O' Brien pela Record (2009)
>>> Guia do Candidato Inteligente de Igor Teixeira de Oliveira pela Fross (2022)
>>> Sombras Vol. 1 de Jessica Verday pela Rocco (2011)
>>> Livro A Coroação do Exilado - Um conto sobre a virtude de Arthur Carneiro pela Fross (2022)
>>> Ícone de Frederick Forsyrh pela Record (1997)
>>> Ícone de Frederick Forsyrh pela Record (1997)
>>> Livro de contos africanos A canoa dos sonhos de Alerto Bia pela Pragma Livros (2022)
>>> O enigma do parque de Jody Shields pela Best Seller (2001)
>>> Contra qualquer tipo de desamor, tome amor-próprio de Edvan Santos pela Fross (2022)
>>> Loções de uma rainha do batom/como encotrar e desenvolver a ideia que pode mudar sua vida de Poppy King pela Fontanar (2009)
>>> Livro Nem Tudo São Flores de Celia Silveira pela Fross (2022)
>>> Livro de poesia Páginas ao vento de Alcir Tonoli pela Fross (2022)
>>> Viva mais /equilibre sua bioenergia de Geraldo Medeiros Jr. e Else Benevides Medeiros pela Elevação (2008)
>>> Viva mais /equilibre sua bioenergia de Geraldo Medeiros Jr. e Else Benevides Medeiros pela Elevação (2008)
>>> Você é feliz no seu trabalho? de John P. Strelecky pela Sextante (2010)
>>> Livro Descobertas sobre o amado Espírito Santo de Magno Viana pela Fross (2022)
>>> Fique de bem com seu cérebro/guia prático para o bem-estar em 15 passos de Suzana Herculano-Houzel pela Sextante (2007)
>>> Livro de ficção juvenil A Guardiã - A Caverna de Cristal de Gabriel Gouvêa pela Pragma Livros (2022)
>>> A Teoria do Desenvolvimento Econômico de Joseph Schumpeter pela Abril Cultural (1982)
>>> Não deixo a vida me levar a vida levo eu! de Fabiano Caxito pela Saraiva (2009)
>>> Livro motivacional Dagna de Fábio Dal Béllo pela Fross (2022)
>>> Eu odeio meu chefe de Beto Ribeiro pela Universo dos livros (2011)
>>> Livro de contos O dia e o dia que o mundo acabou de Guigo Ribeiro pela Pragma Livros (2022)
>>> Inteligência do sucesso de Dr. Jô Furlan pela Best Seller (2010)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Sexta-feira, 1/1/2010
As editoras contra o Kindle
Julio Daio Borges

+ de 5600 Acessos
+ 8 Comentário(s)




Digestivo nº 447 >>> O Kindle, o leitor de livros eletrônicos da Amazon, tem gerado respostas ambíguas. Se em uma semana ficamos sabendo que editoras brasileiras, por exemplo, correm para digitalizar seus títulos, em outra descobrimos que editoras americanas, grandes, seguram títulos novos, no Kindle, para que não "canibalizem" suas respectivas versões em papel (nas livrarias). Como na indústria do cinema, onde um DVD (ou, será?, Blu-ray) só está "liberado" para o comércio depois de meses da estreia nas salas de exibição, a Simon & Schuster quer "segurar" seus lançamentos (em capa dura, nos Estados Unidos) durante quatro meses, antes de disponibilizar suas respectivas versões eletrônicas (a uma fração do preço, evidentemente). A Amazon, embora venda, também, as versões em papel, responde que — meses depois — o leitor do Kindle perderá o interesse, ou adquirirá outro título, talvez de outra editora, que esteja disponível eletronicamente... Blogueiros igualmente acusam editoras como a Simon & Schuster — e outras, como o grupo francês Hachette — de criar uma "falsa escassez", pois "segurar" um livro em versão eletrônica pode, futuramente, equivaler a tentar segurar versões "pirata" de Harry Potter, U2 ou Paulo Coelho, que sempre escapam... E por falar no mago brasileiro, a Veja anuncia que ele foi o "primeiro" autor nacional a suplantar as editoras — e negociar, diretamente, com a Amazon. Não é, obviamente, uma ideia original dele (nem da Veja), é algo que já estava previsto no script: afinal, como escreveu Paul Graham, em setembro, vamos caminhando para um mundo "post-medium" ou, em bom português, "pós-mídia" (física). A Amazon, embora se faça de amiga dos jornais (com o Kindle DX), pode, num futuro, tornar-se, sim, a única editora. Como a mesma Apple pode. E como o Google, também, pode... Para complicar, ainda mais, o raciocínio, surgiu a notícia de que o Kindle ameaça ser "hackeado"... Se os editores, e os autores, brasileiros, em outras épocas, nem sonhavam com a "digitalização", agora terão de pensar em um melhor argumento que o do "cheiro", da "textura", do "gosto"...
>>> Two Major Publishers To Hold Back E-Books
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Beatles por André Mehmari, na série MPBaby (Música)
02. Sobrescritos, de Sérgio Rodrigues (Internet)
03. Como os jornais vão sobreviver na era da internet?, por Hal Varian (Imprensa)
04. What Would Google Do? ou O que o Google faria?, por Jeff Jarvis (Internet)
05. Hagakure, o Livro do Samurai (Além do Mais)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
1/1/2010
09h32min
O livro em papel não ficando mais caro, por mim, tudo bem. Essa é minha única preocupação. O Kindle ainda não é confortável como o papel e, sinceramente, é um gadget pra quem não estuda, não lê mais que vinte páginas e acredita que a internet é não mais uma mas "a" fonte de informação, entretenimento e cultura.
[Leia outros Comentários de Tarcila Lucena]
1/1/2010
14h25min
As gerações mudam, muita coisa muda, alguns ficam mudos! Chegou o celular, a fotografia digital, a pintura por computador, o Kindle... Poucos conservadores fizeram uso no primeiro momento, mas a nova geração logo se adaptou e aos poucos foram tomando espaço. Empresas produtoras de "filmes" e antigas máquinas fotográficas tiveram que entrar na tecnologia ou entrar em falência. É o caso das Galeiras de Arte, será o caso das Editoras. Não se pode enfrentar o Mar, mas se aliar a ele, navegar por todas as ondas... O que seria do Digestivo Cultural sem a Web? Existem tecnologias que vieram para ficar, as que funcionam, as que trazem melhorias, e ao menos as que atigem boa parte do público, que se renova sempre. Quem for conservador, conservará sua dor, mas quem estiver atento, mostrará seu talento!
[Leia outros Comentários de Celito Medeiros]
1/1/2010
23h26min
Bom, não sei quem escreveu recentemente na Folha de SP, mas concordo: comprar um livro que não é seu... Você compra o livro eletrônico e não pode vendê-lo e ainda corre o risco da Amazon ou da Apple e Cia. simplesmente apagarem o seu livro. O argumento da textura, do cheiro podem não ser tão fortes, mas a propriedade para um bibliófilo é fundamental. E o que dizer dos sinestésicos ou daqueles que necessitam do tato para aprimorar ou ativar a memória? Bem, acho que esta discussão ainda vai longe e não acredito no fim dos livros tão cedo...
[Leia outros Comentários de Claudio de Oliveira]
2/1/2010
19h55min
Imagino os seres humanos, milênios atrás, discutindo o impacto da mudança da escrita, do barro cozido para o papel... A literatura é óbvio que não morre, o que vai morrer é o livro. Vai virar outra coisa: melhor, na minha opinião.
[Leia outros Comentários de Nayara]
3/1/2010
14h37min
Esta situação é, em parte, semelhante ao caso do disco de vinil/CD versus MP3, ou seja, o conteúdo é o mesmo, porém a forma é diferente, e quem valoriza o conjunto da obra defenderá sua opinião. Os comentários aqui presentes são excelentes, pois cada um com uma ótica e pontos pertinentes a serem observados. Mas é fato que a mudança ocorrerá, como provado pela gigante Amazon e seu lucro obtido em 2009 e justamente a partir do referido produto, mas não necessariamente a extinção do livro "físico", ao menos a médio prazo.
[Leia outros Comentários de Roberto Oliveira]
7/1/2010
16h14min
Faça o seguinte experimento: pegue um Kindle com a edição do "Dom Quixote" e um exemplar de papel do mesmo livro. Mergulhe ambos rapidamente numa piscina e os recolha, pondo para secar; depois deixe-os cair de cima de uma mesa no chão de pedra. Esqueça a textura final de ambos, mas depois conversamos sobre a inevitável extinção do livro de papel e sua substituição pelo aparelhinho aí.
[Leia outros Comentários de SLeo]
9/1/2010
23h07min
Isto ia acontecer um dia. Sempre que uma nova tecnologia libertadora ameaça o mercado vigente, os que lucram com a retenção do conhecimento se insurgem. Me lembro que quando cursei a faculdade e, sem dinheiro para pagar os preços absurdos dos livros, recorria a cópias (que já eram proibidas). Nos dias de hoje só compro livros de bolso e edições recicláveis, e consumo livros em TXT que leio numa microtela de um MP4. Fora isso, não dá mais. Posso comprar um livro a cada 6 meses e olhe lá... os livros grandes de preços absurdamente abusivos nem pensar...
[Leia outros Comentários de eurandi corvello ant]
10/1/2010
11h30min
Não adianta choradeira, a transformação tecnológica é diária, quem não lembra das fitas de filmes? Demorou mas chegou o CD, cadê os videocassetes? Agora é para valer, as editoras estão com seus dias contados, acabou o que era doce (para elas) e vai ficar mais fácil para os novos autores brasileiros. Ler na tela é muito bom e tem proteção contra os olhos, não faz mal, já penaram numa biblioteca, de qualquer lugar, enfileirada: as telas e as pessoas lendo, pesquisando; é uma novidade que inexoravelmente temos que aceitar; e o nosso Paulo Coelho... saiu na frente. E não pensem que vai ficar nas mãos de uma empresa só, será disputado... porém mais acessível a todos, sem dizer que muito mais barato...
[Leia outros Comentários de Candido Rubim Rios]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Abominável Homem das Neves
R a Montgomery
Verus
(2013)



Bruna e a Galinha Dangola
Gercilga D Almeida
Pallas



Fuga das Nações
A. Ienco
L. Oren
(1980)



Eu Sei Tudo
Eu Sei Tudo
Sem
(1943)



National Geographic Brasil - O Mundo em Movimento
Vários autores
Ng Brasil
(2019)



Renascença - Biblioteca de Hist. Universal Life
John R. Hale
Jose Olympio
(1970)



Shangri-lá - Romance
Julio Murillo
Record
(2012)



Os miosótis voltam a florir
Irene P. Machado
Recanto
(1995)



Pedra no Céu
Isaac Asimov
Aleph
(2016)



1001 E-mails Sherazade Conta Histórias Eróticas a um Marujo Solitário
Cynthia Dornelles
Record
(2003)





busca | avançada
49127 visitas/dia
2,0 milhão/mês