O sucateamento da Rádio Eldorado pelo Grupo Estado | Digestivo Cultural

busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> Conrado Hubner fala a Pedro Doria
Últimos Posts
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
>>> Cinema: Curtíssimas terá estreia neste sábado (28)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> A todos que passem por aqui
>>> João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
>>> Neruda, oportunista fantasiado de santo
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Apresentação
>>> Fetiches de segunda mão
>>> Em busca do vampiro de Curitiba
>>> Millennials
Mais Recentes
>>> PS, Eu te amo de Cecelia Ahern pela Novo Conceito
>>> A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafon pela Objetiva
>>> Os Milionarios de Brad Meltzer pela Record
>>> O Jogo de Brad Meltzer pela Record
>>> Leviatã de Boris Akinin pela Objetiva
>>> Moquecas de Marido de Betty Mindlin pela Paz & Terra
>>> O Arqueiro de Bernard Cornwell pela Record
>>> O Condenado de Bernard Cornwell pela Record
>>> O Ultimo Reino de Bernard Cornwell pela Record
>>> O Tigre de Sharpe de Bernand Cornell pela Record
>>> O Triunfo de Sharpe de Bernand Cornell pela Record
>>> Sharpe em Trafalgar de Bernand Cornell pela Record
>>> Os Fuzileiros de Sharpe de Bernand Cornell pela Record
>>> A Pedra da Bencao de Barbara Wood pela Best Seller
>>> A vizinha de Barbara Delinssky pela Bertrans Brasil
>>> Desejos - Trilogia da Esperanca - Vol.3 de Barbara Delinssky pela Harlequin
>>> Encantos - Trilogia da Esperanca - Vol.2 de Barbara Delinssky pela Harlequin
>>> Sonhos - Trilogia da Esperanca - Vol.1 de Barbara Delinssky pela Harlequin
>>> O Homem de Montana de Barbara Delinsky pela Harlequin
>>> A felicidade mora ao lado de Barbara Delinsky pela Bertrans Brasil
>>> O Mundo dos Vampiros de Arieni Dissenha Daniel Portes pela Novo Seculo
>>> Os Incas - A Luz de Machu Picchu - Vol.3 de Antonie B.Daniel pela Objetiva
>>> Os Incas - O Ouro de Cuzco - Vol.2 de Antonie B.Daniel pela Objetiva
>>> Os Incas - A Princesa do Sol - Vol.1 de Antonie B.Daniel pela Objetiva
>>> Sangue e Ouro de Anne Rici pela Rocco
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Música

Quarta-feira, 4/5/2011
O sucateamento da Rádio Eldorado pelo Grupo Estado
Julio Daio Borges

+ de 7100 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 479 >>> Quando começou a CBN (90,5 MHz), no final dos anos 90, "a rádio que toca notícia" soava estranha, no dial das FMs. Mas, com o sucesso da Rádio SulAmérica (92,1 MHz), "a rádio do trânsito", e com o avanço da própria Bandeirantes (90,9 MHz), no ambiente noticioso, o Grupo Estado se viu obrigado a dar uma resposta. Primeiro tentou diversificar a programação da Eldorado (92,9 MHz) com mais boletins, mais colunistas e mais "prestação de serviço". A rádio chegou num bom equilíbrio, para o ouvinte, mas não foi suficiente para sensibilizar o mercado (anunciantes). A saída encontrada foi empurrar a Eldorado para o final do dial, fundindo-a com a antiga Brasil 2000 (107,3 MHz), criando — na frequência original (92,9 MHz) — uma nova rádio 100% noticiosa, com foco nos esportes, visando a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. Do lado dos ouvintes, porém, o tiro saiu pela culatra. Sem um trabalho mínimo de comunicação, a rádio "mudou" da noite para o dia, amanhecendo não mais "Eldorado", mas, sim, "Estadão ESPN". De repente, o jornal da manhã foi extirpado, junto com seu apresentador, para entrar um casal de apresentadores inexpressivos, que tentavam encaixar alguns dos velhos comentaristas, mas nem todos, mal equilibrando notícias de esportes, que nem todo mundo aprecia, com as de interesse geral. Na outra ponta do dial, a "nova" Eldorado, denominada "Eldorado Brasil 3000" (!), converteu-se numa simples playlist, com sinal ruim, prevalecendo a indeterminação sobre sua antiga programação (não-musical). Se os idealizadores da mudança queriam que os "melhores ouvintes" da Eldorado tirassem da sua memória a CBN ou alguma rádio do Grupo Bandeirantes, acrescentando a "Brasil 3000", caíram do cavalo: os velhos ouvintes não só desistiram de escutar a nova "Estadão ESPN" — que é muito chata para quem não é fã de esportes — como, igualmente, não adotaram a "nova Eldorado", que, além de chiar, na sua falta de personalidade atual soa mais adaptada a elevadores ou consultórios... Na realidade, não é de agora que a Eldorado tem sido um "problema" para o Grupo Estado. Afinal, no início dos anos 2000, o próprio "Caderno2", do Estadão, publicou um matéria afirmando que a média de idade do ouvinte da Eldorado era de 50 anos. Todo mundo sabe que uma audiência nessa faixa não dura para sempre, e, se não houver como renová-la, o veículo simplesmente morre, como estão morrendo, aliás, os jornais ;-) A programação da Eldorado, nos últimos anos, não pode, no entanto, ser acusada de acomodação. A grande maioria dos colunistas do jornal fizeram suas experiências na rádio, nesse mesmo período, mas, até com um programa que tem "blog" no nome, os ouvintes mais jovens não responderam a contento e nem, principalmente, os anunciantes (que costumam pagar a conta). É verdade que o Grupo Estado tem lidado mal com sua audiência potencialmente jovem, criticando os blogs e lançando iniciativas atabalhoadas como o "portal" Limão. Agora, contudo, a estratégia parece ser desistir dos ativos que não vem dando lucro, e o sucateamento da Eldorado soa como apenas o primeiro passo...
>>> A morte da rádio Eldorado
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Os Estados Unidos versus John Lennon, por Leaf e Scheinfeld (Música)
02. Hitler e os Alemães, de Eric Voegelin, pela É Realizações (Além do Mais)
03. Steve Jobs e Bill Gates juntos, no All Things Digital (Internet)
04. Edmund Wilson e os chatos da literatura (Literatura)
05. Calcanhotto, Lancellotti, Veloso e Antunes no Auditório Ibirapuera (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/12/2011
21h49min
Pois é, a rádio dos melhores ouvintes que se foram...adeus à Eldorado e aos ótimos shows realizados no Shopping Anália Franco...é uma pena, mas eu não consigo mais ouvir nem por cinco minutos a tal da rádio de elevador...sumiu do meu dial!
[Leia outros Comentários de Andreia de Barros ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ze Ninguem Tito na Rua
Alberto Serrano Tito
Janeiro
(2015)



Bar Doce Lar
J. R. Moehringer
Nova Fronteira
(2006)



Vencedor Não Usa Drogas
Edson Ferrarini
Do Autor



Oratória para Advogados e Estudantes de Direito - Lacrado
Reinaldo Polito
Benvira
(2012)



A Voz dos Meninos - Projeto Educação Com Arte: Oficinas Culturais
Ana Maria Cavalcanti Lefevre (org.)
Cenpec
(2014)



Numerologia Cármica: Conhecendo Sua Missao de Vida - 1ª Edição
Sueli Lucchi Di Leo
Nova Senda
(2016)



A culpa é das estrelas
John Green
Intriseca
(2012)



Leituras Complementares de Direito Constitucional
Marcelo Novelino
Podivm
(2008)



Psicologia da Reconciliação
Mario Pereyra
Cedisau
(1990)



Psicologia Escolar
M. Helena Novaes
Vozes
(1972)





busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês