Não sou neurótica, sou ligada | Digestivo Cultural

busca | avançada
100 mil/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Camila Venturelli e Dani Lima falam sobre os nossos gestos na pandemia
>>> 36Linhas lança Metropolis segunda graphic novel da Coleção Graphic Films
>>> Acervo digital documenta a história da Cantina da Lua - símbolo de resistência cultural
>>> Maíra Lour apresenta leitura dramática audiovisual “Insensatez'
>>> Exposição do MAB FAAP conta com novas obras
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Max, Iggor e Gastão
>>> Mandic, por Pedro e Cora
>>> A Separação de Bill e Melinda Gates
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A paisagem é o homem
>>> Kurt Cobain; ou: I Miss the Comfort in Being Sad
>>> Regras de civilidade (ou de civilização)
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> O segredo da Crise
>>> Os melhores do cinema brasileiro em 2003
>>> As deliciosas mulheres de Gustave Courbet
>>> Entrevista com Luis Eduardo Matta
>>> O fim da MTV
>>> 10º Búzios Jazz & Blues III
Mais Recentes
>>> A Casa da Paixão de Nélida Piñon pela Sabiá (1972)
>>> Os Meninos de Jo 4 de Louisa May Alcott pela Principis (2021)
>>> Gestão Contemporânea a Ciência e a Arte de Ser Dirigente de Paulo Roberto Motta pela Record (1996)
>>> Arsène Lupin e a Garota de Olhos Verdes de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> A Princesinha de Frances Hogson Burnett pela ciranda Cultural (2019)
>>> O Médico e o Monstro Em Quadrinhos de Robert Louis Stevenson pela Principis (2021)
>>> A Guerra dos Mundos de H. G. Wells pela Principis (2021)
>>> O Dorminhoco de H. G. Wells pela Principis (2021)
>>> O Sagrado de Nilton Bonder pela Rocco (2007)
>>> Uma Utopia Moderna de H. G. Wells pela Principis (2021)
>>> Sanditon de Jane Austin pela Principis (2021)
>>> Arsène Lupin e o Estilhaço de Obus de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Relato da Vida de Frederick Douglass um Escravo Americano de Frederick D. pela Principis (2021)
>>> Úrsula de Maria Firmina dos Reis pela Principis (2020)
>>> Rapazinhos 3 de Louisa May Alcott pela 9786555521764 (2021)
>>> A Melhor Amiga de Anne de Kallie George pela Ciranda Cultural (2021)
>>> O Chamado Selvagem de Jack London pela Principis (2021)
>>> Robin Hood Em Quadrinhos de Howard Pyle pela Principis (2021)
>>> Frankenstein Em Quadrinhos de Mary Shelley pela Principis (2021)
>>> Museu de História da Arte Viena de Enciclopédia dos Museus pela Mirador (1969)
>>> Galeria Nacional Londres de Enciclopédia dos Museus pela Mirador (1969)
>>> Pinacoteca de Munique de Enciclopédia dos Museus pela Mirador (1968)
>>> Medicina Da Alma (Capa Dura) de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2007)
>>> Dicionário Analógico da Língua Portuguêsa de Carlos Spitzer pela Globo (1956)
>>> Serenidade Uma Terapia Para A Alma de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2013)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Teatro

Segunda-feira, 25/11/2002
Não sou neurótica, sou ligada
Julio Daio Borges

+ de 2800 Acessos




Digestivo nº 109 >>> Heloísa Périssé e Ingrid Guimarães estão fazendo "Cócegas" em São Paulo, já há algumas semanas. Pelo visto, para elas, nem o céu é mais o limite. Tom Brasil abarrotado. Duas sessões aos sábados e aos domingos (contando a versão infantil, "Cosquinhas"). Capa da Veja em São Paulo (sonho de consumo de dez entre dez paulistanos). Elogio de crítica (não só Nelson Motta, mas também Barbara Heliodora). Enfim. O que mais "Cócegas" poderia almejar? Semanal na Globo? Aposto que vem já já. Mas, afinal de contas: o que há de novo no front? Talvez não haja nada. De muito novo. As referências estão em toda a parte. Heloísa e Ingrid descendem do humor escrachado, vulgo "besteirol", da televisão e do teatro. Asdrúbal Trouxe o Trombone, TV Pirata, Cinco Vezes Comédia, Os Normais. De algum desses, todo mundo já ouviu falar. Evandro Mesquita, Regina Casé, Luís Fernando Guimarães. Fernanda Torres, Debora Bloch, Pedro Cardoso. São os "pais espirituais" das duas atrizes, veteranas. Estão em cada careta, em cada gesto exagerado. Em cada tipo representativo, em cada fala empostada. O espetáculo, no entanto, é feminista. No bom e no mau sentido. No bom, pois tira sarro da pseudo-independência feminina (que nos custou e nos custa tão caro). E no mau, porque pinta um retrato triste da mulher brasileira moderna. Desde a adolescente com cérebro de minhoca até a solteirona encalhada. Desde a modelete da última estação até a evangélica dos programas de auditório. A conclusão é que o mar não está para peixe. (Pra peixa, então... nem se fale.) Rimos e ficamos preocupados. Há também os palavrões, claro. Fartos. E as ofensas aos homens, coitados. (Não vejo, não ouço, não falo - autômatos totais e irremediáveis). Um prato cheio para antropólogos, sociólogos, psicólogos. E para quem quer rir fácil. Extremamente fácil. Mas elas merecem os frutos que estão colhendo agora. São efetivamente talentosas. Escrevem num português razoável. São grandes observadoras. Com a consagração, espera-se, no entanto, voltem ao drama. Mais cedo ou mais tarde, a seriedade cobra, do humor, maturidade.
>>> Cócegas - Tom Brasil - Rua Olimpíadas, 66 - Tel.: 3845-2326
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Ponto Final, de Mikal Gilmore (Música)
02. Vianinha corpo-a-corpo (Teatro)
03. Fotografia (Cinema)
04. Lógica da desconstrução (Literatura)
05. A voz da espécie (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Instrumento - Números 7 e 8 de 2006 Revista
Universidade Federal de Juiz de Fora
Edufjf
(2006)



Objective Tests in English as a Foreign Language: Pupils Book 1
Meriel Bloor, Thomas Bloor e Outros (vol 1)
Macmillan
(1974)



As Origens da Globalização da Economia
Jacques Adda
Manole
(2004)



Vida na Terra - Conhecer para Proteger
Rosicler Martins Rodrigues
Moderna
(2003)



Papeis Em Destaque: Mestres do Século XX
Glaucia Cohn Coord.
Dan Galeria
(2009)



Making Metal Jewelry Projects, Techniques, Inspiration
Joanna Gollberg
Lark Books
(2002)



Password English Dictionary For Speakers of Portuguese
Martins Fontes
Martins Fontes
(2005)



Relatório da Cpi Que Apurou Irregularidades na Administração Públ
Senado Federal (cpi)
Senado Federal
(1989)



Grande Dicionário Enciclopédico Brasileiro Ilustrado Edição Espcial
Vários Autores
Novo Brasil
(1979)



Direito Administrativo
Fernando Ferreira Baltar Neto
Juspodivm
(2015)





busca | avançada
100 mil/dia
2,5 milhões/mês