Monólogo com a sombra | Digestivo Cultural

busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Compreender para entender
>>> Para meditar
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fantasmas do antigo Recife
>>> Luther King sobre os fracos
>>> O centenário do Castor
>>> O comercial do Obama
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> Mininas no Canto Madalena
>>> Quase cinquenta
>>> Bate-papo com Odir Cunha
>>> Entrevista com Sérgio Rodrigues
>>> Leblon
Mais Recentes
>>> Eu Fico Loko -As Desventuras de Um Adolescente Nada Convencional de Christian Figueiredo de Caldas pela Novas Páginas (2015)
>>> Teoria Geral do Direito e Marxismo de Evguiéni B. Pachukanis pela Boitempo (2017)
>>> O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie pela Abril Cultural (1981)
>>> A Revolução Russa de 1917 de Marc Ferro pela Perspectiva (1974)
>>> A Questão Urbana de Manuel Castells pela Paz e Terra (1983)
>>> Esquerdismo Doença Infantil do Comunismo de V. I. Lenin pela Expressão Popular (2014)
>>> Crônicas de Nuestra América de Augusto Boal pela Codecri (1977)
>>> A Desumanização da Arte de José Ortega y Gasset pela Cortez (1991)
>>> Homens Em Tempos Sombrios de Hannah Arendt pela Companhia De Bolso (2013)
>>> A Música do Tempo Infinito de Tales A. M .Ab'Sáber pela Cosac & Naify (2012)
>>> Poesia e Filosofia de Antonio Cicero pela Civilização Brasileira (2012)
>>> A Estrada da Noite de Joe Hill pela Sextante (2007)
>>> O ornamento da massa de Siegfried Kracauer pela Cosac & Naify (2009)
>>> O Horror Econômico de Viviane Forrester pela Unesp (1997)
>>> Merleau-ponty e a Educação de Marina Marcondes Machado pela Autentica (2010)
>>> Revoluções de Michael Lowy pela Boitempo (2009)
>>> O Anticristo de Friedrich Nietzsche pela Lpm pocket (2008)
>>> E no Final a Morte de Agatha Christie pela Lpm pocket (2010)
>>> Estetica da Emergencia de Reinaldo Laddaga; Magda Lopes pela Martins Fontes (2012)
>>> Pós-produção: Como a Arte Reprograma o Mundo Contemporâneo de Nicolas Bourriaud pela Martins Fontes (2009)
>>> A saga da família Klabin-Lafer de Ronaldo Costa Couto pela Klabin (2020)
>>> Tudo Pelo Amor Dele de Sandie Jones pela Única (2019)
>>> Um Encontro de Sombras de V E Schwab pela Record (2017)
>>> O Vilarejo de Raphael Montes pela Suma das Letras (2015)
>>> Dança da Escuridão de Marcus Barcelos pela Faro (2016)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Sexta-feira, 14/5/2004
Monólogo com a sombra
Julio Daio Borges
+ de 3000 Acessos




Digestivo nº 175 >>> Marcelino Freire não gosta quando o chamam de “marqueteiro”. Se pudesse, disse em entrevista, mandava exterminar toda a crítica. O fato é que ele leva jeito para se promover. A si e às suas iniciativas. E isso é “marketing”. J. M Coetzee, o ganhador do último Nobel de literatura, disse – também em entrevista – que não faz sentido, para um escritor, promover a própria obra. Quando termina de escrever, se esvazia daquilo, e não vê lógica em realizar longos colóquios a respeito. Seu último livro, “Elizabeth Costello” (Cia. das Letras), aliás, fala disso. (Para o bem do paradoxo.) Já Marcelino Freire organizou a coletânea “Os cem menores contos brasileiros do século XXI”, para a coleção “5 minutinhos”, que coordena junto à Ateliê Editorial. O pequeno volume, de 10 por 12, é o encontro perigoso da literatura com o livro dos recordes. Marcelino chamou 100 escritores brasileiros do século XXI e obrigou-os a se limitar a 50 letras. Saiu de tudo. Desde piadas, como a de Jorge Furtado (“– Eu não te amo mais./ – O quê? Fala mais alto, a ligação está horrível!”) até aforismos, como o de Newton Moreno (“O ódio fica mais jovem a cada dia”). Quando o critério é a métrica e não a rima, os resultados são desiguais. Mesmo grandes mestres da narrativa curta, como Millôr Fernandes e Dalton Trevisan, tropeçam na bainha da saia, e não conseguem soar mais que engraçadinhos. Antônio Torres foi na média (“Mas o Rio continua lindo/ Pensa o desempregado ao pular do Corcovado”) e Cíntia Moscovich recaiu no inevitável jogo de palavras (“Uma vida inteira pela frente. O tiro veio por trás”). Ela e Ivana Arruda Leite salvaram a honra da “nova geração” (“Feijoada/ Confesso. Fui eu que enfiei a faca na barriga desse porco”). A seleção é eclética, e ninguém pode acusar Marcelino de ter sido descuidado ao chamar os nomes. Há desde os controversos Marcelo Mirisola, Mário Bortolotto e Joca Reiners Terron até os queridinhos Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Miguel Sanches Neto. Philip Roth disse, uma vez, que se colocassem todos os escritores americanos num avião, e esse caísse, ninguém daria a mínima. Nós não chegamos ainda nesse estágio, e Marcelino Freire, marqueteiro ou não, está tentando tirar a literatura brasileira do limbo.
>>> Os cem menores contos brasileiros do século XXI - Marcelino Freire (org.) - 216 págs. - Ateliê Editorial
 
Julio Daio Borges
Editor
Quem leu esta, também leu essa(s):
01. O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty, o livro do ano (Além do Mais)
02. Bem-vindo à sua crise, de Laura Day (Além do Mais)
03. Várzea (Artes)
04. Relationships Matter (Internet)
05. A Tapas e Pontapés (Internet)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mens Sana: a Angústia do Homem Em Busca da Felicidade / Vol 3
Albino Aresi / Capa Dura
Mens Sana
(1984)



Livro - O Encouraçado Potemkin
Folha de São Paulo
Moderna
(2011)



Novelas - Concursos Literários do Piauí
Sergio Batista e Outros
Publique
(2005)



O Pirata eletrônico e o Samurai
Jeff Goodell
Campus
(1996)



A Lenda do Muri- Keko
Marcos Bagno
Sm
(2005)



Senhora Rezadeira
Denise Rochael
Cortez
(2004)



A Camada de Ozonio
M. Bright
Melhoramentos
(2000)



Descubra Seu Corpo
Nigel Nélson
Impala
(1996)



O Patinho Feio
Vários Autores
Ftd
(1996)



O Fio do Destino (1991)
Zibia Gasparetto
Vida e Consciencia
(1991)





busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês