A voz da espécie | Digestivo Cultural

busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> Conrado Hubner fala a Pedro Doria
Últimos Posts
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
>>> Cinema: Curtíssimas terá estreia neste sábado (28)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> A todos que passem por aqui
>>> João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
>>> Neruda, oportunista fantasiado de santo
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Apresentação
>>> Fetiches de segunda mão
>>> Em busca do vampiro de Curitiba
>>> Millennials
Mais Recentes
>>> Marcas de Nascença de Nancy Huston pela L&Pm (2007)
>>> A Reportagem de Danillo Nunes pela do Autor (1980)
>>> Eu Fico Loko de Christian Figueiredo de Caldas pela Novas Paginas (2015)
>>> A Cidade de Melanie Wallace pela Benvira (2012)
>>> As Belas Coisas, Que é do Céu Contê-las de Dinaw Mengestu pela Nova Fronteira (2008)
>>> O Beijo das Sombras de Richelle Mead pela Rocco (2021)
>>> O Beijo das Sombras de Richelle Mead pela Rocco (2021)
>>> Pesadelos e Paisagens Noturnas - Vol.I de Stephen King pela Objetiva (2011)
>>> Temas de Psicologia Juridica de Leila Maria Torraca de Brito pela Relume Dumará (2005)
>>> Evangelho por Emmanuel - Comentários ao Evangelho Segundo Mateus de Francisco Cândido Xavier pela Feb (2015)
>>> A Casa do Califa de Tahir Shah pela Roça Nova (2008)
>>> Personagens da Boa Nova de Federação Espírita do Paraná pela Fep (2010)
>>> Personagens da Boa Nova de Federação Espírita do Paraná pela Fep (2010)
>>> Francisco - o Sol de Assis de Divaldo Franco e Cezar Braga Said pela Leal (2014)
>>> Salomé - o Encanto das Mulheres Que Surgem do Céu de Sandra Carneiro pela Vivaluz (2014)
>>> Eight early tantras of the great perfection - elixir ambrosia de Christopher wilkinson pela Christopher wilkinson (2016)
>>> O Homem Que Amava os Cachorros de Leonardo Padura pela Boitempo (2014)
>>> O fogo invisível: O segredo mais importante da humanidade está prestes a ser revelado de Javier Sierra pela Planeta (2018)
>>> Moreira da Silva: O último dos malandros de Alexandre Augusto pela Sonora (2013)
>>> O Bairro: Viva a Nossa Turma - Geografia e História de Aracy do R. Antunes; Maria de L. de A. Trindade pela Access (2013)
>>> Antes de Nascer o Mundo de Mia Couto pela Companhia das Letras (2016)
>>> Teogonia: A Origem dos Deuses- edição revisada e acrescida do original grego de Hesíodo pela Iluminuras (1995)
>>> Bíblia de Jerusalém - Média Encadernada de Deus e Vários autores pela Paulus (2004)
>>> Madame Bovary de Gustave Flaubert pela Abril Cultural (1979)
>>> Gente pequena também tem direitos de Malô Carvalho pela Autêntica (2012)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Quarta-feira, 28/7/2004
A voz da espécie
Julio Daio Borges

+ de 4000 Acessos




Digestivo nº 185 >>> Outro dia Rosinha Matheus, a governadora do Rio de Janeiro, declarou que não acreditava na “teoria da evolução” de Charles Darwin. Depois de mais de um século, ainda existe gente que – como ela – é “criacionista”, ou seja: acredita em coisas como “Adão & Eva”, a “Maçã”, a “Serpente”, etc. Algo que, infelizmente, não é privilégio do Brasil, um país atrasado, de formação católica, onde – em muitas questões – prevalece o obscurantismo e não só nas camadas mais baixas. E, num mundo que desperta para o fundamentalismo, seja muçulmano, seja cristão, a ciência sofre diariamente reveses, mesmo depois de provar que o Sol não gira em torno da Terra, já há séculos. Nesse sentido, não pode haver leitura mais esclarecedora, e pertinente, do que os livros de divulgação científica – escritos por grandes pensadores como Steven Pinker, professor de psicologia em Harvard e ex-diretor do Centro de Neurociência Cognitiva do MIT. Sua mais recente obra publicada no Brasil, “Tábula rasa” (pela Companhia das Letras), é mais iluminadora e mais completa do que as incansáveis discussões que os humanistas (puros) travam por aí há milênios, sem chegar a nenhuma conclusão. Pois, como disse Millôr Fernandes, “a tecnologia vem antes da ideologia”, e os homens de letras estão se perdendo no terreno pantanoso da opinião – enquanto os homens de ciência estão trazendo “verdades reveladas”, não por oráculos ou escritos bíblicos, mas pela exatidão da matemática, da física e da química. É um novo paradigma. A partir de agora, os debates não seguirão mais o esquema do “eu acho/você não acha”, “eu tenho razão/você, não”, “eu lhe sou moralmente superior”... Como ficou provado que é a Terra que gira em torno do Sol, e que nós não somos o centro do universo, algumas questões deixarão de ser controversas porque – graças à genética, à neurologia e a outras ciências afins – chegarão ao consenso límpido e cristalino do “2+2=4”. Sem apelação. Pinker, particularmente em “Tábula rasa”, destrói a noção de que os seres humanos são “livros em branco em que se pode escrever qualquer coisa”. É uma libertação (da dominação das religiões, ideologias e até do senso comum); e é uma responsabilidade (como toda forma de autoconhecimento) – mas há, ainda, um longo caminho.
>>> Tábula rasa - Steven Pinker - 672 págs. - Cia. das Letras
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. O Dinheiro e as Palavras, de André Schiffrin, pela BEĨ (Imprensa)
02. Chá das Cinco com o Vampiro, de Miguel Sanches Neto (Literatura)
03. Diálogo entre Maquiavel e Montesquieu, por Maurice Joly (Literatura)
04. Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges (Literatura)
05. Revista Serrote, número 2 (Imprensa)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Leitor de Almas
Paul Harper
Paralela
(2012)
+ frete grátis



Psicologia do Desenvolvimento
Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula e Outro
Iesde
(2010)



Casamento , Término & Reconstrução - 8ª Ed - Revista e Atualizada
Maria Tereza Maldonado
Integrare
(2009)



Febem, Família e Identidade - o Lugar do Outro - 1ª Edição
Isabel da Silva Kahn Marin
Escuta
(1999)



O Morador de Ipanema e Outros Contos Cariocas
Elieser e Borba
Do Autor
(2014)



O Poço do Calabouço
Carlos Nejar
Record
(1983)



Ven Espiritu Santo Renueva Toda La Creacion
Emilio Castro
La Aurora
(1990)



Cidade Dos Ossos - Os Instrumentos Mortais - Vol. 1
Clare,Cassandra
Galera
(2013)



@ pra Ser Feliz
Lisete Frohlich
Sermais
(2016)



Diário de Zuma
Tiago de Melo Andrade
Ao Livro Técnico
(2004)





busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês