Matinas sobre a Serrote | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
Mais Recentes
>>> O Ponto de Mutação de Fritjof Capra pela Círculo do Livro (1990)
>>> Plexus de Henry Miller pela Record (1967)
>>> Uma Questão de Fé de Jodi Picoult pela Planeta (2008)
>>> Vivendo seu Amor de Carolyn Rathbun Sutton e Ardis Dick Stenbakken (compilação) pela Casa Publicadora Brasileira (2017)
>>> O Significado da Astrologia de Elizabeth Teissier pela Bertrand (1979)
>>> Um amor de gato de Glenn Dromgoole pela Publifolha (2002)
>>> Origami & Artesanato em Papel de Paul Jackson & Angela A'Court pela Edelbra (1995)
>>> Gestão de Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Campus (2010)
>>> Album de família de Danielle Stell pela Record
>>> Passageiros da ilusão de Danielle Stell pela Record (1988)
>>> Casa forte de Danielle Stell pela Record
>>> Segredo de uma promessa de Danielle Stell pela Record
>>> Enquanto o amor não vem de Iyanla Vanzant pela Sextante (1999)
>>> Relembrança de Danielle Stell pela Record
>>> O Egypto de Eça de Queiroz pela Porto (1926)
>>> Momentos de paixão de Danielle Stell pela Record
>>> Um desconhecido de Danielle Stell pela Record
>>> Uma vez só na vida de Danielle Stell pela Record
>>> O apelo do amor de Danielle Stell pela Record (1983)
>>> Agora e sempre de Danielle Stell pela Record (1985)
>>> O Princípio Constitucional da Igualdade e o Direito do Consumidor de Adriana Carvalho Pinto Vieira pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Histórias Anunciadas de Djalma França pela Decálogo/ belo Horizonte (2003)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Senado Federal pela Senado Federal (2006)
>>> Eterna Sabedoria de Ergos pela Fraternidade Branca Universal do Arcanjo Mickael (1974)
>>> Leasing Agrário e Arrendamento Rural como Opção de Compra de Lucas Abreu Barroso pela Del Rey/ Belo Horizonte (2001)
>>> Contratos Internacionais de Seguros de Antonio Marcio da Cunha Guimarães pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 1/5/2009
Matinas sobre a Serrote

+ de 7500 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Man carrying question marks
de Saul Steinberg

"Tivemos uma recepção que eu classificaria de calorosa, e só temos a agradecer ao público leitor e aos jornalistas por isso. Não tínhamos muita ideia do que iria ocorrer e não poderíamos prever que os pedidos das livrarias praticamente esgotassem o nosso estoque em duas semanas. A Serrote ficou durante uma semana em 3º lugar entre os 10 mais vendidos em não-ficção na Livraria Cultura. É uma posição altamente expressiva para uma revista de ensaios."

1. Como no caso da Piauí, a New Yorker serve de inspiração mais uma vez?

No caso da Serrote a inspiração maior foi a The Virginia Quarterly Review, editada pela Universidade da Virginia, nos EUA. Ela é publicada desde 1925, mas sofreu uma grande transformação na década de 1990 e se tornou mais "jornalística".

2. E, no Brasil, qual a inspiração de vocês?

Nós temos boas revistas do gênero no Brasil. Vou citar apenas duas, cometendo uma irreparável injustiça com as outras que estou omitindo: a revista Novos Estudos, do Cebrap, que recebeu um novo vigor editorial no tempo em que foi dirigida pelo Rodrigo Naves e que agora tem um ótimo editor, o Flávio Moura e a Sibila, que tem um enfoque mais literário.

3. Antes da Piauí ― e antes, agora, da Serrote ―, quando se falava em jornalismo literário, no Brasil, era preciso retroceder aos anos 70 (Realidade), aos anos 50 (Senhor)... Vocês querem retomar essa tradição?

Não posso responder pela Piauí, embora como leitor habitual creia que ela faz muita coisa na melhor tradição da chamada narrativa de não-ficção. No caso da Serrote, creio que sim, em um sentido amplo da ideia de jornalismo literário que inclui, além das reportagens e das narrativas mais longas, o ensaio pessoal de tradição anglo-saxã e, em certa medida, a crítica literária.

4. Organizar uma revista, como a Serrote, é muito diferente de organizar uma coleção, como a de Jornalismo Literário na Companhia das Letras? Ou o princípio é o mesmo?

Há uma diferença de pauta. A coleção é feita basicamente de grandes reportagens e a Serrote traz, além dos ensaios, cartas, fotos, ilustrações, críticas.

5. Foi difícil montar o time que hoje compõe a Serrote?

A equipe de texto foi montada pelo Flávio Pinheiro, o superintendente do IMS. A ideia de que haveria uma boa receptividade por parte do leitor brasileiro para uma revista de ensaios, aliás, é dele. O Flávio havia convidado o Samuel Titan Jr. e o Rodrigo Lacerda para coordenarem a área editorial do Instituto. Quando a ideia da revista amadureceu, ele me convidou para fazer a parte operacional. Nós quatro passamos a fazer conjuntamente a revista. O Cassiano Machado, da editora Cosac Naify, nos indicou o diretor de arte Daniel Trench, um jovem talentosíssimo que fez um brilhante trabalho no projeto gráfico da Serrote. É um ato de coragem e de crença no desenvolvimento da cultura brasileira o fato de o IMS ter topado lançar uma revista com essas características em um momento como este, de crise e de grandes incertezas no mundo editorial.

6. Os autores estrangeiros vão continuar tendo muito peso ― até para dar o tom ― ou vocês pretendem aumentar, cada vez mais, o espaço para os brasileiros?

Na verdade, o primeiro número da Serrote tem bem mais autores brasileiros (ou locais) do que estrangeiros. No geral, vamos tentar manter o equilíbrio, mas, pessoalmente, não considero este um grande problema. Nosso compromisso é o de publicar textos de qualidade, bem escritos, inéditos. Considero esses pontos mais relevantes do que a nacionalidade dos autores. Temos a impressão de que existe um público que gosta simplesmente de ler bom textos sem se preocupar com a cor do passaporte do escritor, do fotógrafo ou do ilustrador.

7. Você acha que o ensaísmo à brasileira pode igualmente frutificar ou somos mais dados ao descompromisso, à leveza e à brevidade da crônica?

Acho que o ensaio mais pessoal e menos acadêmico tem grandes chances de prosperar no Brasil.

8. Como tem sido a repercussão, na própria imprensa, até agora? E o que vocês esperavam?

Tivemos uma recepção que eu classificaria de calorosa, e só temos a agradecer ao público leitor e aos jornalistas por isso. Não tínhamos muita ideia do que iria ocorrer e não poderíamos prever que os pedidos das livrarias praticamente esgotassem o nosso estoque em duas semanas. A Serrote ficou durante uma semana em 3º lugar entre os 10 mais vendidos em não-ficção na Livraria Cultura. É uma posição altamente expressiva para uma revista de ensaios. Temos uma estratégia de longo prazo de venda de assinaturas, uma vez que infelizmente nem todas cidades brasileiras contam com uma boa livraria.

Nós pudemos notar também um fênomeno bastante interessante: a Serrote foi muito bem acolhida pelos sites e blogs de cultura e de literatura ― como é o caso do Digestivo ―, mostrando que há um diálogo aberto e amigável entre os veículos impressos e os novos formatos da internet.

9. Vocês apostam no impresso com força... Ele ainda sobrevive, por tempo indeterminado, ao menos em formato livro? O que pensam do assunto?

O impresso permite uma fruição prazerosa, o tato, o cheiro, o folhear de um lado para o outro, uma diagramação diferenciada das imagens. Há uma relação inconsciente com o produto impresso. Se uma pessoa está procurando apenas a leitura em estado bruto, ela poderá se contentar com as versões digitais e eletrônicas. Se ela procura um instante de prazer estético ― uma experiência insubstituível como ir ver uma boa exposição na Pinacoteca do Estado ― junto com a leitura, creio que o formato impresso conservará os seus encantos para esta pessoa por mais algum tempo. Digo isto sem nenhuma nostalgia, pois sou uma pessoa que também enxerga imensas vantagens no mundo virtual.

10. E a internet ― está mais para O Culto do Amador (Andrew Keen) ou pode, igualmente, abrigar ensaios de alto nível? A Serrote terá uma presença também forte na Web? Como será?

Nós achamos que a Serrote na internet deverá ter características diferentes. Estamos analisando as possibilidades, mas o objetivo é também ter uma participação expressiva na Web.

Para ir além
Revista Serrote


Postado por Julio Daio Borges
Em 1/5/2009 à 00h15


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Regina Dalcastagné em BH de Ana Elisa Ribeiro
02. Adagio ma non troppo de Luís Fernando Amâncio
03. 120 anos da Poli de Julio Daio Borges
04. Caminhos para Roma de Celso A. Uequed Pitol
05. A primeira formatura de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/5/2009
15h17min
Parabéns, Julio e Serrote, pela bela entrevista e pela revista brilhante. Edson Cruz
[Leia outros Comentários de edson cruz]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UM MEDO POR DEMAIS INTELIGENTE, AUTOBIOGRAFIAS PESSOAIS
AMÉRICO LINDEZA DIOGO E ROSA SIL MONTEIRO
ANGELUS NOVUS
(1994)
R$ 33,07



CARTAS AO ESTAGIÁRIO
LORENA RAQUEL DE ALENCAR SALES DE MORAIS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



MULHERES APAIXONADAS
D H LAWRENCE
ABRIL CULTURAL
(1979)
R$ 39,90
+ frete grátis



SÍLICA MODIFICADA COM N-BENZOILTIOUREA E N-BENZOILGUANIDINA
RAFAEL GOMES DA SILVEIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



A DROGA DA OBEDIÊNCIA
PEDRO BANDEIRA
MODERNA
(1991)
R$ 19,00



A VIDA NO UNIVERSO
JEAN HEIDMANN
TERRAMAR
(1991)
R$ 15,86



RENATO BERNHOEFT
FÁBIO BARROS
EVORA
(2015)
R$ 38,00



O PEQUENO PRÍNCIPE - LIVRO ILUSTRADO
ANROINE DE SAINT-EXUPÉRY
ONLINE
(2016)
R$ 24,00



MIGUEL STROGOFF 2
JULIO VERNE
SARAIVA
R$ 5,00



PLANEJAMENTO COM PERT CPM
HENRIQUE HIRSCHFELD
ATLAS
(1970)
R$ 19,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês