A Incômoda Normalidade Democrática | Blog de Fabiano Leal

busca | avançada
45848 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 20/8/2015
A Incômoda Normalidade Democrática
Fabiano Leal

+ de 1000 Acessos

A quem a democracia tanto incomoda?

A pergunta é legítima diante das declarações do ministro da Comunicação Social Edinho Silva, quando disse que os protestos ocorreram dentro da normalidade democrática. Na entrevista coletiva, conclamou os brasileiros a acreditarem no Brasil e disse que o momento é de diálogo. Mas, com a sutileza paquidérmica que caracteriza os petistas, frisou também que as manifestações tinham uma agenda que pedia o "fim da democracia". Em nota, o PT seguiu a mesma toada, apontando para os propósitos conservadores e antidemocráticos e, no final, incita à militância a defender o governo.

Ora, em que pese à participação de conservadores, as manifestações reuniram grupos dos mais diferentes matizes políticos. E, diante de um espectro tão amplo, e mutável a cada protesto, se mostra pouco útil aplicar um rótulo, tal como nossa cultura política oficial tanto gosta de fazer. Assim, não conviria chamar pautas que clamam pelo combate à corrupção, à observância as regras do orçamento, reforma política e a defesa dos valores da ética e da liberdade, como exemplos de um pendor antidemocrático. Mesmo o impeachment é uma reivindicação legítima. Pois, este não figura na Constituição? Se a população está ou não a par dos meandros do processo legal, aí já são outros quinhentos. O que não dá para dizer é que se trata de um genuíno furor golpista com tem sido freqüentemente alegado.

Já ao pedir diálogo, o ministro apontou para o momento de intolerância em que vivemos. Só que mirou um só lado, como deixou implícito na coletiva, como se aqueles que saíram à rua neste último domingo, encarnassem o emblema derradeiro da intolerância. Afinal, a intolerância é uma doença típica do universo petista; sempre refratário que é às críticas, mesmo se essas se fazem acompanhar de sólidas evidências. Uma intolerância que não vem de agora. Trata-se de algo que há muito faz parte do DNA de um partido que sofre da febre de "nostalgia soviética" em que o efeito mais visível consiste em dividi o mundo de forma maniqueísta. Como se só a eles fosse dado o privilégio de conhecer o lado certo da história. Desse modo, nada mais parecido com alguém que pede a volta da ditadura, do que um petista, pois ambos insistem, teimosamente, em acreditar em soluções que não se aplicam mais ao nosso tempo.

O governo, disse também o ministro, vai trabalhar para superar as dificuldades que levaram às manifestações. A questão é que, para os que protestaram, o governo é parte do problema e não a solução. E é a parte principal. As pessoas já sabem o óbvio: que as dificuldades não são de ordem puramente econômica. Ao contrário, que por trás da crise da economia, estão ilusões ideológicas de um projeto monopolista de poder, tanto político quanto econômico, conjugadas a uma grave crise de representação em que o sistema político já não responde aos desafios da sociedade. E, para o qual, o PT contribuiu fortemente para enfraquecer ao presumir que manteria a base aliada cativa aos seus anseios se lhes fornecessem uma ração mensal de propina, na vil esperança de cessar, definitivamente, a natureza competitiva intrínseca ao mundo político.

A crise, portanto, é política. E, dificilmente, será superada pelo otimismo irreal que o governo atribui a uma possível melhora nos indicadores econômicos. Isto, quando muito, facilitaria a reconquista de alguma popularidade, mas longe do que se viu no passado, tendo que conviver com um país, cujo conflito político se fará mais presente no cotidiano.

O fato é que a população associa, corretamente, corrupção ao governo e que esta se tornou indissociável da imagem da presidente e do Lula. Simplesmente, porque não é possível esconder que o "sistema PT", com bem designou a escritora Rosiska Darcy de Oliveira em sua última coluna no Globo (15/08/2015), foi de uma organicidade modelar, ao ponto que as digitais do planalto se tornarão indisfarçáveis.

Nesse ínterim, cabe afirmar que os brasileiros continuam acreditando no Brasil. Só não acreditam mais é no governo.

Em meio à convulsão governista, o mais grave é o planalto insistir em noções de democracia e legitimidade que satisfaz o gosto do partido e das tradicionais platéias circenses, mas que estão em profunda dissonância com o que diz a regra da lei. Isto é, a legitimidade do voto não é um cheque em branco para flertar livremente com a irresponsabilidade à revelia das instituições formais e as da sociedade civil. Nesse sentido, o significado da democracia nem é relativístico ou, como pensam muitos, propriedade de um único partido.

O que se esconde sob um pacato dia de céu azul?

Manifestações que passam ao largo da normalidade. E que deveras aborrece a retórica dos que estão assentes no poder. Manifestações que não podem ser subestimadas, já que são exemplos não de menos, mas da luta por mais democracia que ressurge, justamente, nas ruas e com o qual o PT, em especial, e os demais partidos têm muito a aprender.

Logo, os que propalam que isto ou aquilo é antidemocrático, conservador, intolerante ou pró-ditadura, estão na verdade dizendo, nesse caso, mais a respeito de si mesmos, como faz a presidente e o PT, dos que dos seus críticos.


Postado por Fabiano Leal
Em 20/8/2015 às 18h08


Mais Blog de Fabiano Leal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O HOMEM RENOVADO
NADIR NOGUEIRA
N NOGUEIRA
(1997)
R$ 10,00



CRUZ E LIBERTAÇÃO NO ESPÍRITO
HAROLDO J. RAHM SJ E MARIA J. R. LAMEGO
PAULINAS
(1976)
R$ 10,00



BÍBLIA SAGRADA - ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA - LETRA MAIOR - ROSA
JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL
(2009)
R$ 29,90



A PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO: OS 50 ANOS DO BNDES E DO BANCO DO
ROBERTO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
JOSÉ OLYMPIO
(2003)
R$ 26,82



LOCUÇÕES TRADICIONAIS NO BRASIL - COISAS QUE O POVO DIZ
LUÍS DA CÂMARA CASCUDO
ITATIAIA
(1986)
R$ 20,00



O CAMALEÃO NO ABISMO
RAMIRO BATISTA
ITATIAIA
(1986)
R$ 12,00



MAYA® HYPER–REALISTIC CREATURE CREATION (+ DVD)
AUTODESK MAYA PRESS
JOHN WILEY CONSUMER
(2008)
R$ 80,00



CYRANO DE BERGERAC
EDMOND ROSTAND
ABRIL CULTURAL
(1983)
R$ 26,82



AVALON HIGH
MEG CABOT
RECORD
(2007)
R$ 8,99



DICIONÁRIO LATIM-PORTUGUÊS - TERMOS E EXPRESSÕES
JAIR LOT VIEIRA
EDIPRO
(2018)
R$ 71,90





busca | avançada
45848 visitas/dia
1,4 milhão/mês