Friends | Nemo Nox | Digestivo Cultural

busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
>>> Laura Dalmás lança Show 'Minha Essência' no YouTube
>>> A Mãe Morta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Boates
>>> A alegria de não ensaiar
>>> Tempo vida poesia 4/5
>>> The flow state
>>> O batom
>>> Como num filme
>>> Only time will tell
>>> Política - da filosofia à neurociência.
>>> Ideologia: você quer uma pra viver? Eu, não
>>> The Flickrization of Yahoo!
Mais Recentes
>>> Opinion Publique 1984 de Sofres pela Gallimard (1984)
>>> Valores Humanos e Gestão: Novas Perspectivas de Maria Luisa Mendes Teixeira pela Senac Sp (2008)
>>> Armadilha para Mkamba de Ivan Sant Anna pela Rocco
>>> Tudo Tem um Porque de Marcelo Cezar pela Vida e Consciencia (2016)
>>> Pontos & Contrapontos do Pensar ao Agir Em Avaliação de Jussara Hoffmann pela Mediação (2002)
>>> A Senhora das Sombras de Ely Vieitez Lisboa pela Funpec (2014)
>>> Der Zaubergarten de Sharon Maas pela Taschenbuch (2000)
>>> Vidas do Carandiru de Humberto Rodrigues pela Geração Editorial (2002)
>>> Para Fugir dos Vivos de Eltânia André pela Patuá (2015)
>>> Chama Negra de Alyson Noël pela Intrinseca (2011)
>>> Cupido de Jilliane Hoffman pela Rowohlt Taschenbuch Verlag (2005)
>>> Casamento um Salto de Qualidade de Pe. Augusto C. Pereira pela Recado
>>> Botânica - Morfologia Interna das Plantas de Mario Guimarães Ferri pela Nobel
>>> Feitas para Durar de Jerry I. Porras; James Charles Collins pela Rocco (2000)
>>> Ensino Fundamental II Sistema Etapa 7 o. Ano livro 5, 6, 7, 8 e espanhol de Diversos pela Moderna (2020)
>>> As Mulheres Francesas Não Engordam de Mireille Guiliano pela Campus (2005)
>>> Lá na Praia de Roberto Alzas pela Quartica
>>> Xeque-mate da Rainha de Elizabeth Fremantle; Maria Alice Stock pela Paralela (2016)
>>> Pequenos Milagres Coincidencias Extraordinarias do Dia-a-dia de Yitta Halberstam; Judith Leventhal pela Sextante (1998)
>>> Mantendo Clientes de John J. Sviokla e Benson P. Shapiro pela Makron Books (1994)
>>> O Cálice de Sangue de M. K. Hume; Heloisa Mourao pela Record (2015)
>>> Os Lusíadas de Luis de Camões pela Cultrix
>>> Por um Fio de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2004)
>>> Sombras de Reis Barbudos de José Veiga pela Bertrand Brasil
>>> The Davinci Project de Seeking the Truth pela Italiano
COLUNAS

Terça-feira, 27/5/2003
Friends
Nemo Nox

+ de 5000 Acessos

O que transformou Friends numa das séries de maior sucesso da televisão? À primeira vista pode parecer somente mais um enlatado tratando de forma humorística de todos os mesmos temas que tantas outras séries já abordaram. Mas Friends abriga algumas características únicas, que podem ter sido os ingredientes mais importantes em seu grande êxito.

Talvez a maior vantagem competitiva de Friends tenha sido incorporar componentes de soap opera dentro da estrutura básica de sitcom.

Comparemos rapidamente com outra série de grande sucesso, Seinfeld. Os personagens desta última são basicamente os mesmos do primeiro ao último episódio. Suas situações profissionais e suas motivações pessoais não se alteraram significativamente durante os anos em que a série esteve no ar. Só o que muda é o tema de cada episódio, e grande parte da graça é ver como cada personagem reagirá frente à situação apresentada. Quem deixa de ver um capítulo não se perde na linha narrativa da série.

Em Friends, pelo contrário, há uma constante evolução. Como numa telenovela, e como na vida real, cada personagem vai se modificando, crescendo, ganhando novas motivações e novos objetivos. Assim, mais importante que o tema específico de cada episódio é o tema geral da série. Quem perde um capítulo pode não entender a reação de um personagem no capítulo seguinte.

Para uma estrutura dessas funcionar é preciso uma coleção de personagens interessante e variada. É por isso que Friends possui não um protagonista, ou um casal de protagonistas, mas seis personagens com peso semelhante, o que permite uma rotação contínua do foco de interesse e dá espaço para que algumas situações dramáticas amadureçam sem a necessidade constante de um determinado personagem em destaque.

O universo de tipos em Friends parece partir de estereótipos básicos. Rachel Green (interpretada por Jennifer Aniston, de Picture Perfect) é a riquinha mimada que resolve viver longe da família. Monica Geller (Courteney Cox, de Scream) é a controladora obsessiva. Phoebe Buffay (Lisa Kudrow, de The Opposite of Sex) é a descolada new age. Joey Tribbiani (Matt LeBlanc, de Lost in Space) é o ator de segunda categoria com cérebro em marcha lenta. Chandler Bing (Matthew Perry, de Three to Tango) é o inseguro que se refugia do mundo atrás de suas piadas. Ross Geller (David Schwimmer, de Six Days Seven Nights) é o geek que cresceu em tamanho mas continua sentimentalmente infantil.

O que poderia ser somente uma galeria de personagens aparentemente sem grandes atrativos se transforma numa coleção de criaturas interessantes e divertidas quando entram em cena os inúmeros relacionamentos de Friends.

Monica é irmã de Ross, que é apaixonado por Rachel, que é amiga dos tempos de colégio de Monica, que acaba namorando Chandler, que mora com Joey, que é vizinho de Monica, que já morou com Phoebe, que canta no bar Central Perk, cujo dono é apaixonado por Rachel, que largou o marido no altar e depois atrapalhou o casamento de Ross, que foi casado com uma lésbica com quem tem um filho, que já fez teste de ator com Joey, que já teve seu próprio apartamento mas voltou a morar com Chandler, que foi colega de escola de Ross, que tinha um macaquinho chamado Marcel...

E assim continua a infindável teia de associações que permite que cada personagem da série vá, pouquinho a pouquinho, evoluindo sob o olhar do espectador.

Ironicamente, um dos motivos que pode levar Friends ao fim (além, claro, do impasse econômico - cada um dos atores se transformou, graças à própria série, em astro ou estrela merecedor de cachês gigantescos) é precisamente uma das maiores razões de seu sucesso: a evolução dos personagens.

Quase todos acabaram chegando a relacionamentos estáveis, com algum dos seis ou com outros que se foram agregando ao núcleo central, e aos poucos o grupo de amigos original foi se transformando em grupo de casais, alterando a temática e o apelo do início.

Mas os fãs não têm do que se queixar. Fica uma invejável coleção de episódios contendo alguns dos melhores momentos da história das sitcoms.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Nemo Nox é editor do blog Por um Punhado de Pixels e do site Burburinho, onde este texto foi originalmente publicado.


Nemo Nox
Washington, 27/5/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Onde os 'barbeiros' passeiam de Carla Ceres


Mais Nemo Nox
Mais Acessadas de Nemo Nox em 2003
01. The Matrix Reloaded - 20/5/2003
02. René Magritte - 7/5/2003
03. Jonny Quest - 15/1/2003
04. Jogos de escritores - 3/3/2003
05. Trilogia Evil Dead - 13/5/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tragédias Vol 12 Col. Folha Grandes Nomes do Pensamento - Confira!
Sêneca
Folha de S Paulo
(2015)



Mundo Jovem - os Premiados do 1º Concurso Literário Infanto-juvenil
Vários Autores
Círculo do Livro



Revista Asas nº107 - Vive la France, os Warbirds da Aéronavale
Claudio Lucchesi Cavalca - editor
C&r
(2010)



Sistema de Ensino Poliedro; Redação Livro Único
Esther Pereira Silveira Rosado
Poliedro
(2011)



Gestos para Salvar El Planeta
Joaquín Araújo
Lunwerg
(2016)



Revista Marco 3
Instituto de Ciências São Marcos
Instituto de Ciências São Marc



Pesquisa e planejamento econômico vol3
Varios
Ipea
(1973)



Sociedade Civil e Democratização
Leonardo Avritzer Coordenador
Del Rey



Ferrugem
Marcelo Moutinho
Record1
(2017)



Assim se escreve gramática Assim escreveram literatura Brasil - Portugual
Leme Serra Pinho
Epu
(1981)





busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês