Canto Infantil Nº 1: É Proibido Miar | Daniel Aurelio | Digestivo Cultural

busca | avançada
70192 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Jingle Bells
>>> Mano Juan, de Marcos Rey
>>> Relationships Matter
>>> Apesar da democracia
>>> Onze pontos sobre literatura
>>> A maçã de Isaac Newton
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Lucas vs. Spielberg
>>> Morando sozinha II
Mais Recentes
>>> Sociedade secreta de Tom Dolby pela Id Ed. (2010)
>>> Amor de Perdição -5F de Castelo , Camilo Castelo , Lafonte pela Lafonte (2018)
>>> A Felicidade: E Outras histórias -5F de Katherine Mansfield pela Lafonte (2020)
>>> Empreendedorismo: dando asas ao espírito empreendedor - 5F de Idalberto Chiavenato pela Manole (2012)
>>> Direito do trabalho para administradores - 5F de Roberto Machado Moreira pela Minha (2012)
>>> Estratégia de inovação: oportunidades e competências - 5F de Sérgio Takahashi pela Manole (2011)
>>> Curso introdutório de direito internacional do comércio - 5F de Andrea Limani Boisson Motta pela Manole (2010)
>>> O Xangô de Baker Street de Jô Soares pela Companhia da Letras (1995)
>>> Instrumentos da Noite de Thomas H. Cook pela Lacerda (2000)
>>> Como Se Tornar Um Grande Líder - Col. Sucesso Profissional -8E de Ken lawson pela Universo dos livros (2011)
>>> Gestão de vendas: uma abordagem introdutória - 8E de Idalberto Chiavenato pela Manole (2014)
>>> Gestão da produção: uma abordagem introdutória - 8E de Idalberto Chiavenato pela Manole (2014)
>>> Novos Desafios da Convivência. Desatando nos da Trama Familiar - 8E de Lidia Rosenberg Aratangy pela Bicho Esperto (2010)
>>> Empreender Em 100 Licoes. Mestre De Todos Os Tempos Dao Dicas Para Sua Empresa Brilhar - 8E de Jonathan Yates pela Gente (2010)
>>> Trabalhar por conta própria - 8E de José Augusto Minarelli pela Gente (2001)
>>> A Bíblia do empreendedor - 8E de Melinda F. Emerson pela Gente (2013)
>>> Iaiá Garcia de Machado de Assis pela Círculo do livro (1988)
>>> Atormentada de Jeannine Garsee pela Jangada (2013)
>>> A última música de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender de Leslye Walton pela Novo Conceito (2014)
>>> Um Lugar Perigoso de Luiz Alfredo Garcia-Roza pela Companhia das Letras (2014)
>>> Robinson Crusoe de Daniel Defoe pela Ediouro
>>> O pequeno Buda de Gordon McGill pela Círculo do Livro (1998)
>>> O Maior Homem que já viveu de Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados pela Sociedade Torre de Vigia (2020)
>>> Pequot de Vitor Ramil pela Artes e Ofícios (1995)
>>> Quando o espiritual domina de Simone de Beauvoir pela Record (1979)
>>> O resto é silêncio de Érico Veríssimo pela Globo (1998)
>>> Angústia de Graciliano Ramos pela Globo (2013)
>>> O Recurso de John Grisham pela Rocco (2015)
>>> Os doze mandamentos de Sidney Sheldon pela Record (2020)
>>> Direito Ambiental Positivo de Fabrício Gaspar Rodrigues pela Campus (2012)
>>> Mandado de Segurança de Luiz Fux pela Dir (2011)
>>> Lula: A opção mais que o voto de Cândido Mendes pela Garamond (2006)
>>> Latinomérica de Marcus Accioly pela Topbooks (2015)
>>> Levando a vida leve de Laura Medioli pela Justo Junior (2005)
>>> Les Filles du Feu / Les Chimères de Gérard de Nerval pela Garnier-Flammarion (1965)
>>> Revolucione sua qualidade de vida - Navegando nas ondas da emoção de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> Mulheres certas que amam homens errados de Kristina Grish pela Gente (2007)
>>> Pequenos Poemas em Prosa de Charles Baudelaire pela Nova Fronteira (1981)
>>> E de Evidência de Sue Grafton pela Ediouro (1999)
>>> M - O Homem Sensual de Record pela Record (1997)
>>> Verdura? Não! de Claire Llewellyn; Mike Gordon pela Scipione (2011)
>>> @s [email protected] de [email protected] York - as Senhoritas de Nova York de Daniel Piza pela Ftd (1999)
>>> 1 Real de Federico Delicado pela Pulo do Gato (2014)
>>> 1 Real de Federico Delicado pela Pulo do Gato (2014)
>>> 10 Anos Brasil MTV de MTV pela Mtv
>>> 10 Contos de Natal de Gilberto de Nichile pela Scortecci (2015)
>>> 100 Jogos para Grupos de Ronaldo Yudi K. Yozo pela Agora (1996)
>>> 100 Magias para Aumentar Sua Autoconfiança - os Livros Secretos Witch de Disney pela Edelbra (2004)
>>> 100 Magias para Ter um Supergrupo - os Livros Secretos Witch de Disney pela Edelbra (2002)
COLUNAS >>> Especial Biblioteca Básica

Sexta-feira, 26/9/2003
Canto Infantil Nº 1: É Proibido Miar
Daniel Aurelio

+ de 15700 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Dedicado ao mero estudante de sociologia que o assina.

"Vem que vem cantar/ Vem que vem soprar/ Vem que vai voltar/ Vem que vai trazer/ Tudo aquilo que eu tive/ E o ventou carregou/ Quando eu estava distraído/ a olhar pro meu umbigo/ E o momento já passou"
("Vento Perdido", Pedro Bandeira in Cavalgando o Arco Íris, 1984).

O livro da minha vida chama-se É proibido Miar, do Pedro Bandeira. Uma revelação dessas, iniciativa de alguém que, deduz-se, seja um suposto crítico literário ou congênere, não é lá algo muito positivo para o currículo. Estou disposto a pagar o preço. Não seria honesto renegar que toda minha volúpia - às vezes exacerbada, confesso - pela leitura tenha nascido a partir de suas páginas.

É demasiado humano (e compreensível) que determinada falange de críticos necessite expressar, ad infinitum, seu apreço pelas obras-primas adultas; quando não para encontrar ressonância entre seus leitores, tal ato tem o rasteiro propósito de demonstrar força e enciclopédicos saberes, feito glacê para um bolo de feno.

John Fante, por exemplo. É a bola da vez. O clichê do ramo. Que mais precisamos conhecer sobre ele e seu Pergunte ao Pó (Ask The Dust, 1939) , disparado um dos vinte melhores livros do século XX? Todavia, é o atual número um dos cadernos culturais. Fácil enfrentar a ribalta do palco com uma platéia entupida de amigos.

Mas na medida em que o jovem toma seu primeiro contato com a literatura através dos infanto-juvenis, fico com a impressão de que é espantosa burrice (pequenez intelectual dos doutos) rebaixá-los a divisões intermediárias em pujança artística. Quando muito, fala-se no sazonal Salinger e seu Apanhador no Campo de Centeio. Pior: qual passe de mágica, todos os déspostas esclarecidos da "periferia do capitalismo" (quem pescou a ironia, pescou) iniciaram suas leituras aos 14 anos, com Kafka e Saramago. Aos 16, deglutiam com fluência filosofia alemã: Liebniz, Schoppenhauer, Kant, sempre consideraram as teorias hegelianas de um idealismo carola deprimente e só então passaram a Nietzsche, a espinafrar de pronto seus dualismos e os flertes que sofreu a direita e a esquerda. Um assombro.

Não faz muito, já em vista a confecção deste artigo, cavouquei pelos sites de busca da Internet ensaios ou vestígios relativos a prosa de Pedro Bandeira. Fiquei no vácuo. Em compensação, trabalhos sobre cânones literatos piscavam convidativos na tela. Alguém precisa, urgente, clamar pelo óbvio: Bandeira, ladeado por Ziraldo, é o autor mais adotado pelos colégios brasileiros (supera as badaladas Lygia Bojunga, Ana Maria Machado e Ruth Rocha, três ganhadoras do Hans Christian Andersen Medalhe, equivalente ao Nobel na categoria), e diretamente tem influenciado e formado nossos garotos e garotas desde a década de 80. Modular o discurso pulando um conceito cientifico e pedagogicamente sacramentado é covardia, é achaque.

Pouquíssimas obras mantêm tamanha sintonia com temas relacionados à segregação social e a liberdade de expressão quanto meu favorito. Talvez só encontre similaridades no espetacular Tanto, tanto! (de Trish Cooke, ed. Ática), livrinho infantil que revolucionou as táticas educacionais anti-preconceito (deixo os motivos no vazio como lição de casa: procure-o em livrarias e sebos). Outro perdido na solidão empoeirada das prateleiras.

Lançado pela editora Moderna em 1983, no limiar da ditadura militar, É proibido miar narra a trajetória do cãozinho Bingo, que desde seu nascimento demonstrava certa inabilidade com o espírito de corpo coletivo (ainda que fosse explicitamente doce, afetuoso e peralta), característica que se acentua drasticamente ao estabelecer amizade com um gato misterioso (oras, todo felino é um mistério pardo). Bingo admira seu amigo e decide copiá-lo em seus miados. Um insulto à raça canina, um código estranho ao seu meio. Configura-se a partir desse confronto um pesadelo foucaultiano clássico. Bingo sofre sucessivas tentativas de enquadramento à norma, a começar pelo desgosto e ausência de brilho nos olhos paternos, passando por vizinhos e até pela família que acolhe os cães, que representam todo o peso da super-estrutura que paira sobre o grupo. Acaba aprisionado juntos aos seus "iguais" (errantes em pobreza, sujeira e doença) no Canil Municipal, alegoria dos manicômios, prisões ou linhas ferrenhas de produção as quais um desviante humano será subjugado. Decide fugir. E foge. Para miar em paz.

Daí entra o vetor principal dos infantis de Bandeira: travestido na redentora sensação de happy end, aquele final metafórico, algo ambíguo, que tornam boas histórias em apoteoses artísticas. O mundo exterior a ele pergunta-se, solerte, por onde andarás seu filho desgarrado. Continuará a receber chibatas por ai ou migrou para uma tribo?

"Ninguém mais pôde encontrar o Bingo. Nunca mais se soube para onde ele foi (...) Outros acham que ele foi para uma terra onde todo mundo pode falar à língua que quiser. Uma terra onde é permitido miar. Uma terra onde é permitido ser diferente"

O livro é recomendado para crianças entre oito e nove anos.

Imaginou o quanto isso pode reverberar numa criança dessa idade?

Nos anos 60, Pedro Bandeira fez tudo o que se esperava de um filhote da esquerda contra-revolucionária. Foi jornalista do campeão de matérias decapitadas, o Ultima Hora de Samuel Weiner, meteu-se com teatro e ciências sociais na USP, todas essas atividades cancerígenas ao andamento azeitado de saúde das reformas propostas por militares e dinastias ultra-conservadoras da igreja e da política. Tem, portanto, o pedigree de outros mais incensados pelas altas rodas culturais, vende muito bem, é um mestre do texto, mas estranhamente não rende um debate, uma tese, uma linha. Desleixo, deliberado ou não, vergonhoso.

Antes de um prepotente onanismo acadêmico, autofágico e um tanto canalha, isso aqui é um puxão de orelhas vigoroso em quem se enxerga formador de opinião.

Pois saibam, damas e cavalheiros, que os primeiros filhos da geração Pedro Bandeira cresceram. E agora já começam a soltar seus primeiros miados incômodos de desabono.

É proibido proibir, esqueceram?

Para ir além





Daniel Aurelio
São Paulo, 26/9/2003


Mais Daniel Aurelio
Mais Acessadas de Daniel Aurelio em 2003
01. Canto Infantil Nº 2: A Hora do Amor - 7/11/2003
02. Canto Infantil Nº 1: É Proibido Miar - 26/9/2003
03. O Sociólogo Machado de Assis - 5/9/2003
04. O Calígrafo de Voltaire - 13/6/2003
05. Elogio Discreto: Lorena Calábria e Roland Barthes - 19/12/2003


Mais Especial Biblioteca Básica
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/10/2003
11h11min
Eu lembro de outros livros, como os vários de Monteiro Lobato, as histórias mais amenas das 1001 Noites, as fábulas dos irmãos Grimm, Esopo e por aí vai. Mas, pelo calor da sua defesa, estarei comprando este para presentear a Damaris, minha filha de 8 anos. É uma leitura útil num tempo em que se discutem tanto as diferenças de credo, de cor, políticas e sexuais. Abraços
[Leia outros Comentários de donizeti costa]
11/2/2004
10h21min
Querido Daniel, Você realmente me tocou com o seu texto. Como agradecer-lhe? Você, que escreve, sabe o quanto é importante saber que algo que se escreveu teve alguma ressonância no coração e na mente de quem leu. É por isso que a gente escreve, não é? Aquele abraço do Pedro Bandeira
[Leia outros Comentários de Pedro Bandeira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMA BEM, VIVA MELHOR - FRUTAS & SOBREMESAS
SELEÇÕES DO READERS DIGEST
READERS DIGEST
(2003)
R$ 24,50



ARTE NOS SECULOS 60
EDITORA ABRIL
ABRIL
(1970)
R$ 6,90



AMOR
GABRIEL CHALITA
PLANETA
(2011)
R$ 5,00



PRESENTE HISTORIA 5
NEUZA SANCHEZ GUELLI
MODERNA
(2015)
R$ 30,00



REPUBLICA DAS ETINIAS
SNEL
GRYFHUS
(2000)
R$ 7,61



PRINCIPIOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
LAWRENCE J. GITMAN
HARBA
(1997)
R$ 25,00



COMO FORMAR GRUPOS DE ESPIRITUALIDADE E PARTILHA
AFONSO MURAD / MARCOS ALBUQUERQUE
PAULUS
(1996)
R$ 5,00



SUAS: SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM DEBATE - 1ª EDIÇÃO
ODÁRIA BATTINI (ORGANIZADOR)
VERAS
(2007)
R$ 50,00



DIREITO ADMINISTRATIVO I. CADERNO DE QUESTÕES PARA PROVAS E CONCURSOS
CARLOS EDUARDO GUERRA
ELSEVIER
(2007)
R$ 25,00



ALÉM DO DESTINO
KRISTIE KNIGHT
NOVA CULTURAL
(1993)
R$ 5,00





busca | avançada
70192 visitas/dia
2,2 milhões/mês