Independente Web Radio 3 | Najah Zein | Digestivo Cultural

busca | avançada
88011 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Umas Palavras: Diogo Mainardi
>>> Parei de fumar
>>> 7 de Setembro
>>> A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón
>>> Amor assassino
>>> Expressar é libertar
>>> Incoerente
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR I
>>> Balangandãs de Ná Ozzetti
Mais Recentes
>>> Diário de um banana dias de cão de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Os Miseráveis de Miécio Táti pela Edições de Ouro (1970)
>>> Memórias Póstumas, A semana e Correspondência de Machado de Assis pela Linográfica (1980)
>>> Diário de um banana a gota d'água de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Engordei ou Minha Roupa Encolheu? de Peter Walsh pela Prumo (2008)
>>> Diário de um banana rodrick é o cara de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Helena Wilfuer de Vicki Baum pela José Olympio (1944)
>>> Um Ateu Garante : Deus Existe de Antpny Flew com Roy Abraham Varghese pela Ediouro (2008)
>>> Brincar para aprender de Mara Lúcia Cordeiro pela CBT Brasil (2021)
>>> Fora de controle de Nelson de Mille pela CBT Brasil (2021)
>>> Noite sobre as águas de Ken Follett pela CBT Brasil (2021)
>>> Champagnat Um coração sem Fronteiras de Vários pela CBT Brasil (2021)
>>> Tecnologia mecânica de Vicente Chiaverini pela CBT Brasil (2021)
>>> Ghandi de Ghandi pela CBT Brasil (2021)
>>> O que é isso companheiro de Fernando Gabeira pela CBT Brasil (2021)
>>> O fio da navalha de W. Somerset Maugham pela CBT Brasil (2021)
>>> A estrada do mar de Barbara Delinsky pela CBT Brasil (2021)
>>> Traição em família de David Baldacci pela CBT Brasil (2021)
>>> A herança de John Grisham pela CBT Brasil (2021)
>>> Não brinque com fogo de John Verdon pela CBT Brasil (2021)
>>> Canaã de Graça Aranha pela CBT Brasil (2021)
>>> Arabescos do Viver de Gláucia Galvão pela CBT Brasil (2021)
>>> Malvas, Fáguas e maçanilhas de Walmor Marcelino pela CBT Brasil (2021)
>>> Malagueta, perus e bacanas de João Antônio pela CBT Brasil (2021)
>>> 97 maneiras de fazer o cachorro sorrir de Jenny Langbehn pela CBT Brasil (2021)
COLUNAS

Segunda-feira, 20/9/2004
Independente Web Radio 3
Najah Zein

+ de 4100 Acessos

Logo que soube da rádio fiquei empolgada, afinal não são todos os dias que surge um espaço apenas para bandas desconhecidas. Ao mesmo tempo, fiquei muito intrigada, principalmente por se tratar de uma web rádio. Nunca tinha explorado esse mundo antes e vi uma boa oportunidade para começar. Mas, quando se fala em rádio, logo se pensa em um estúdio, vários equipamentos, CDs, etc. Não é esse o caso: no lugar do estúdio, um quarto; no lugar dos aparelhos, um computador, um microfone e uma enorme vontade de se fazer ouvir. "Se liga DJ! Está no ar a Independente Web Radio 3" que surge com um clima despojado e a missão de tirar do anonimato as bandas independentes do país.

A Curiosidade
Como boa jornalista, não me contentei em apenas fazer perguntas pelo telefone ou ouvir a rádio: resolvi ir lá e ver, com meus próprios olhos, como essa rádio, tão diferente aos meus ouvidos, funcionava. Confesso que a imagem que tinha em mente era daquele radialista à meia-luz, sozinho, tendo apenas seus ouvintes como companhia. Tudo bem, uma rádio independente não teria esse glamour todo, eu sei, mas não pude evitar a imagem.

Eis o "xis" da questão. A Independente Web Radio 3, com apenas cinco meses de existência, não tem uma equipe enorme e muito menos uma grande trajetória para contar. Mas é isso que a faz tão interessante: o fato de seu único grande investimento ser a vontade e o ideal. Com ela, não aconteceu nada do gênero: "Apresentei a idéia para uma grande empresa, eles adoraram, e hoje somos uma das maiores rádios pela internet do Brasil!". Sua história é mais uma daquelas que já estamos acostumados a ouvir, na qual, quem escolhe trabalhar com música precisa trilhar um longo, sinuoso e árduo caminho até o sucesso e reconhecimento tão desejado.

Talvez por isso ver alguém erguer uma rádio sozinho, e de seu próprio quarto, nos lembra aqueles idealistas cujo lema era "tudo pela musica". Sejamos sinceros: ver uma pequena rádio na internet dar seus primeiros passos e abrir espaço para tantas bandas independentes é no mínimo empolgante - coisa que todos nós, que um dia tiveram ou sonharam em ter uma banda, queremos ver.

A Idéia
Tudo começou há um ano, quando Lucyano de Mattos (formado em Propaganda e Marketing pela ESPM-RJ) elaborou um conceito de rádio para uma gravadora de música gospel onde um amigo trabalhava. Não dando certo, resolveu dar asas ao seu projeto sozinho. Músico independente, e já muito interessado na revolução digital que a música vem sofrendo nos últimos anos, resolveu unir o útil ao agradável: iria montar uma rádio em que tocaria somente bandas independentes. "Também sou um músico independente e sei como é difícil divulgar um trabalho que demorou séculos para ficar pronto", diz.

De mangas arregaçadas e pronto para ver seu projeto realizado, Lucyano pesquisou, orçou e durante seis meses planejou como iria botar no ar seu projeto. Juntou-se com alguns comparsas que dividiam o mesmo ideal: Sanny Cupelo (Assessor de Imprensa), Flávia Gonçalves (Diretora Administrativa) e Breno Gonçalves (Web Designer). O primeiro desafio foi reunir o equipamento certo: um microfone condensador, uma placa de som 24bits/ 96khz, uma mesa de som seis canais, alguns cabos e, é claro, uma linha de telefone para as pessoas fazerem seus pedidos. O segundo desafio e mais difícil: a transmissão ao vivo. Lucyano encontrou o provedor e o software certos para isso e, como todo bom empreendimento na internet, desenvolveu, junto com Breno, um site (www.independentewebradio.blig.com.br) em que as bandas poderiam se inscrever e disponibilizar seus trabalhos, enviando MP3 ou CDs. Assim surgiu a Independente Web Radio, em sua primeira versão, que foi ao ar no dia 23 de março de 2004, de meio-dia às 18h.

A Resposta
Mesmo com pouquíssima divulgação, não demorou muito para que houvesse uma resposta do público internauta. Até aí tudo bem. Meia dúzia de pessoas ouviram a transmissão e gostaram, nada que um bom trabalho não pudesse conseguir com facilidade. Mas, o que realmente espantou foi ver os números de acessos e ouvintes aumentar a cada dia, em um curto espaço de tempo. Essa resposta fez com que Lucyano acreditasse mais em sua idéia. "Hoje em dia fala-se muito em empreendedorismo, automotivação e tudo isso uma banda independente tem", acredita. Talvez estes tenham sido os ingredientes para que a rádio se tornasse o "algo mais" que a cena independente precisava.

Logo surgiram as primeiras mudanças. A princípio o horário: a Independente Web Radio passou a entrar no ar das 18h às 24h. Depois, formulou um novo site (www.iwr3.com) e o número "3" foi adicionado ao seu nome, significando "imaginação", "ação" e "união"; considerados por Lucyano, os três passos necessários para a idealização e realização de qualquer projeto. Mas tudo isso era ainda, como ele mesmo diz, a "ponta do iceberg".

A Transmissão
Agora vamos à parte séria, ou quase. Pelas minhas impressões, conforme escrevi anteriormente, subentende-se que o estilo da "Independente Web Radio 3" esteja mais que evidente, não havendo necessidade de uma elaboração mais profunda. Ledo engano. É aí que tudo começa e, ao mesmo tempo, complica.

Quem já sintonizou a rádio entende bem o que digo. A atitude da Independente é extremamente irreverente, tanto para os ouvintes como para quem estava lá, vendo tudo acontecer, como eu. Embora deva ser levada a sério e considerada muito mais do que uma rádio amadora, o que se vê na hora do "vamos ver" é o contrário.

De boné, camiseta e bermuda, Lucyano de Mattos - o host "faz-tudo" - senta-se diante do seu computador, escreve o post do dia, abre o resto dos e-mails que não conseguiu mais cedo, entra no MSN, ajeita o microfone e as seis começa a "mágica": "Boa tarde galera! São 18h em ponto e você está ouvindo a Independente Web Rádio 3, sua rádio totalmente independente, isso mesmo: independente! Elton John queria que eu tocasse a música dele, mas aqui só toca quem ninguém conhece!". Tudo isso aos berros dentro de um quarto com CDs para todos os lados, um teclado e um violão.

Entre uma música e outra, mergulha nos vários CDs independentes que recebe, entre os quais estão: Algum lugar, da banda Sanjas; Out of Stand, do NAP; o CD- demo do Falange Canibal e Reverse. De vez em quando, uma dedilhada ou outra no violão, mais tarde um lanchinho, atende um telefonema de um ouvinte e anota seu pedido, responde às mensagens que brotam aos montes na tela de seu computador. Mas às vezes o pior acontece, a ligação cai e tem que se conectar de novo, mas tudo em questão de segundos. Essa é sua rotina de segunda à sexta, das 18h às 24h, com todos os contratempos que um programa ao vivo tem.

Mas vocês devem estar se perguntando: "Mas quais critérios são necessários para a o CD da banda ser tocado?". A "Independente Web Radio3" tem padrões altos de requisição. Ao receber o material, Lucyano descarta qualquer tipo de apologias, idéias preconceituosas, etc. "A IWR3 tem um extremo respeito pelas bandas independentes, por isso o elevado grau de exigência. Assim, sobressaem às bandas realmente boas", diz.

Isso não é tudo! A IWR3 ainda tem muitos truques escondidos. Vários projetos ainda estão por vir, esse é apenas o começo. Novos programas entrarão no ar, entrevistas com bandas e por aí vai. Podemos ver que este é um trabalho indiscutivelmente bom e admirável, principalmente o entusiasmo com que é feito, que é a mola propulsora do projeto. Sendo assim, aí está, em primeira mão, para quem quiser saber ou ouvir.


Najah Zein
Rio de Janeiro, 20/9/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Google: utopia ou distopia? de Gian Danton
02. Google e o obscurantismo de Paulo Polzonoff Jr
03. Ave, Cesar! de Rafael Fernandes
04. Romaria e prece em Guatapará de Daniel Aurelio
05. Deus Sabia de Tudo e Não Fez Nada de Nanda Rovere


Mais Najah Zein
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Talkin American: a Dictionary of Informal Words and Expressions
Ronald Harmon
Signal Press
(1995)



Guia Prático para a Vida Gay
Ken Hanes
Topbooks
(1995)



CÉtait un Temps Déraisonnable: les Premiers Résistants Racontent
Georges Marc Benamou
Robert Laffont (paris)
(1999)



O Contrário da Morte
Roberto Saviano
Bertrand Brasil
(2009)



Segredos Spy Girl 1
Christine Harris
Fundamento
(2010)



Histórico dos Logradouros de Carazinho
Lio Guerra Bocorny
Fundescar
(1995)



Barsa Hoobs - a Aventura de Aprender 1 Inglês
Jim Hensons
Barsa Planeta
(2009)



Em Favor do Homem
Paulo Evaristo, Cardeal Arns
Avenir (rj)
(1979)



No Terceiro Dia
Piers Paul Read
Siciliano
(1992)



Os Cavalinhos de Platiplanto
Jose J. Veiga
Civilização Brasileira
(1974)





busca | avançada
88011 visitas/dia
2,7 milhões/mês