As crônicas de Ivan Lessa | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os 60
>>> Tico-Tico de Lucía
>>> Abdominal terceirizado - a fronteira
>>> Cinema é filosofia
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Mulher no comando do país! E agora?
>>> YouTube, lá vou eu
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Bar azul - a fotografia de Luiz Braga
>>> Eu + Você = ?
Mais Recentes
>>> Da Ação direta de declaração de Inconstitucionalidade no Direito Brasileiro de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1958)
>>> Ações Cominatórias no Direito Brasileiro de Moacyr Amarral Santos pela Max Limonad (1962)
>>> Do Mandado de Segurança e de Outros meios de Defesa Contra atos do poder público de Castro Nunes pela José Aguiar Dias (1967)
>>> Estudos e pareceres de direito processual Civil de Alfredo Buzaid pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Corinthians é preto no branco de Washington Olivetto e Nirlando Beirão pela Dba (2002)
>>> Do Mandado de Segurança Volume 1 de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1989)
>>> Estudos de Direito de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1972)
>>> Da Ação Renovatória de Alfredo Buzaid pela Saraiva (1981)
>>> Projeção do Corpo Astral de Sylvan J. Muldoon e Hereward Carrington pela Pensamento
>>> Atribuições dos juízes municipaes de Orphãos e Ausentes na Republica de José Tavares Bastos pela Livraria Garnier (1914)
>>> Novo Dicionário de Processo Civil de Eliézer Rosa pela Livraria Freitas Bastos S.A (1986)
>>> O Novo processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (2005)
>>> Manual do Advogado de Valdemar P. da Luz pela Sagra (1999)
>>> Teoria e prática do Despacho Saneador de Jônatas Milhomens pela Forense (1952)
>>> Código de processo Civil Anotado de Sálvio de Figueiredo Teixeira pela Saraiva (1993)
>>> Novo processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (1998)
>>> A Prova Civil de José Mendonça pela Livraria Jacintho (1940)
>>> A Morte de Rimbaud de Leandro Konder pela Companhia das Letras/SP. (2000)
>>> Prova Civil Legislação Doutrina Jurisprudência de Raphael Cirigliano pela Forense (1939)
>>> Código do Processo Civil e Commercial para Districto Federal de J. Miranda Valverde pela Impresa Nacional (1927)
>>> De Pessoa a Pessoa - Psicoterapia Dialógica de Richard Hycner pela Summus (1995)
>>> Perfiles Juridicos los Hombre de Toga en El Proceso de D. Rodrigo Calderon de Angel Ossorio pela Rosario
>>> Audiência de Instrução e Julgamento de Athos Gusmão Carneiro pela Forense (1995)
>>> Todos os Homens do Presidente de Carl Bernstein & Bb Woodward pela Franvcisco Alves (1977)
>>> Histórias De Vida E Cozinha Exclusiva Para Você de Ana Maria Braga pela Agir (2012)
>>> Projet de Révision Du Code de Procédure Civile de M. Hector de Rolland pela Imprimerie de Manaco (1893)
>>> O Nosso Processo Civil Brasileiro de José Carlos Barbosa Moreira pela Forense (1994)
>>> Luto - Uma dor perdida no tempo - Princípios básicos para se enfrentar de Rubem Olinto pela Vinde Comunicações (1993)
>>> Vade Mecum acadêmico de direito de Organização; Anne Joyce Angher pela Rideel (2004)
>>> Processo de Execução e Cumprimento de Sentença/ Encad. de Humberto Theorodo Júnior pela Leud (2009)
>>> Processo Civil Commercial de Manoel Aureliano de Gusmão pela Livraria Academica (1924)
>>> Dieta Mediterrânea com sabor brasileiro de Dr. Fernando Lucchese e Anonymus Gourmet pela L&PM Pocket (2005)
>>> Derecho Procesal Civil de Eduardo Pallares pela Porrua S.A Argentina (1961)
>>> Topografia Prática: Tratado da Clotóide - Teoria, Fórmulas, Exemplos.. de Ruey- Chien Lin pela Hemus/ SP. (2019)
>>> La Reconvencion de M. Sanpons Salgado pela Coleccion Nereo (1962)
>>> Construcciones Metalicas (Encadernado) de Fernando Rodriguez- Avial Azcunaga pela Madrid/ Espanha (1958)
>>> tratado das ações (Tomo V ) Condenatórias de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1974)
>>> Tratados das Ações Declarativas Tomo II de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1971)
>>> Tratado das Ações Tomo III Ações Constitutivas de Pontes de Miranda pela Revista dos Tribunais (1972)
>>> Ação Discriminatória de Jacy de Assis pela Forense (1978)
>>> Dos recursos no Código de Processo Civil de João Claudino de Oliveira e Cruz pela Forense (1954)
>>> Petições contestações e recursos de Valdemar P. da Luz pela Forense (2000)
>>> Curso de processual Civil de Luiz Fux pela Forense (2001)
>>> Curso Didático de Direito Processual Civil de Elpídio Donizetti Nunes pela Atlas (2012)
>>> Código de processo Civil Anotado de Sálvio de Figueiredo Teixeira pela Saraiva (2003)
>>> Manual Execução de Araken de Assis pela Revista dos Tribunais (2004)
>>> As Concepções Antropológicas de Schelling de Fernando Rey Puente pela Loyola (1997)
>>> Manual do Processo de Execução de Araken de Assis pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Ministério público e Persecução Criminal de Marcellus Polastri Lima pela Lumen Juris (2002)
>>> Des Problèmes de Droit Judiciaire que Pose L'Union Économique Franco Sarroise de Eugéne Schaeffer pela Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence (1953)
COLUNAS

Quinta-feira, 30/3/2006
As crônicas de Ivan Lessa
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 7600 Acessos
+ 1 Comentário(s)

No jornalismo brasileiro, a crônica possui talvez a mesma importância que o ensaio tem para o jornalismo norte-americano e europeu. Ainda que por aqui existam textos de natureza mais reflexiva e ensaística, pode-se dizer que, para o bem e para o mal, a crônica é uma das assinaturas do nosso jornalismo, numa tradição que remonta aos viajantes que estiveram no Brasil e fizeram seus relatos históricos (pois a crônica tinha um valor inestimável para poder traçar um perfil dos lugares e dos povos) e que hoje alcança grande da mídia impressa e eletrônica no país. Nota-se, aliás, que há um excesso de crônicas, uma vez que todo candidato a escritor logo se apressa a escrever relatos mais ou menos engraçados sobre os mais variados assuntos.

No entanto, o leitor que não se engane: nem todos têm talento. Na verdade, é correto afirmar que é graças a um grupo seleto de cronistas, entre eles Rubem Braga e Antônio Maria, que o gênero ganhou a importância atual. E é da lavra de um desses grandes cronistas que a editora Companhia das Letras lançou, no final de 2005, uma preciosa coletânea. Em O Luar e a Rainha, o escritor e jornalista da BBCBrasil Ivan Lessa, que já foi da turma do Pasquim e da redação da revista Senhor, mostra por que é um dos grandes autores do gênero, com um estilo marcante, sem ser óbvio ou medíocre. Em outras palavras, o cronista Ivan Lessa entrega mais do que o gênero costuma propiciar aos seus leitores. Vejamos como.

Ao longo de mais de 130 crônicas que foram escritas originalmente para o site da BBCBrasil, onde assina uma coluna três vezes por semana, o autor destila seu humor afiado acerca de assuntos tão diversos quanto curiosos e que, se alguém nos contasse, dificilmente pareceria verdade. Afinal, o que dizer das pesquisas propostas pelos cientistas britânicos a respeito dos acidentes que acontecem em casa, pois para a surpresa de muita gente milhares de tombos domésticos são provocados pelo simples ato de vestir as calças; ou que o Cubismo é fruto não do gênio de artistas plásticos, mas, sim, da enxaqueca (pelo menos é o que afirma o centro da Universidade Médica da Holanda; isso para não mencionar a sondagem realizada junto aos internautas que provava que estes eram ex-usuários da internet).

Sim, leitor, a pergunta cabe, até porque eu não respondi no parágrafo anterior: qual o uso de tais pesquisas? Aparentemente, antes das crônicas de Ivan Lessa, tais investigações tinham um fundo científico. E a graça de toda a história está justamente aí: Ivan Lessa conseguiu extrair de cada tema o ridículo de seus objetivos primários, esse interesse quase obtuso de tão específico por assuntos esdrúxulos e que, ao fim e ao cabo, não têm importância alguma. É esse o método, mas o leitor mais atento há de observar que a fórmula não se esgota por aí.

Para além da ironia, Ivan Lessa escapa de ser a referência para os assuntos escolhidos. Isto é, ele não prega seu ponto-de-vista, como de um obcecado, para os temas que o cercam. Em certa medida, o que se percebe é o espanto de um leitor comum ante as notícias do dia-a-dia, seja na internet, seja na TV, seja nos bons e velhos diários britânicos. Nesse ponto, ele se contrapõe a quase 99% dos cronistas brasileiros, até mesmo dos atuais - como Joaquim Ferreira dos Santos, Ignácio Loyola Brandão e de Mario Prata. Em outras palavras, não é o cronista que delibera se o assunto é ou não estranho aos seus olhos, mas, antes, é porque ele repara uma situação cômica possível por detrás da aparente seriedade da ciência, da política e do factual.

O leitor, portanto, não vai encontrar, em O Luar e a Rainha nada sobre umbiguismo de Ivan Lessa, como suas manias ao acordar ou a sua dificuldade a andar de táxi por Londres. Pelo contrário, mesmo quando ler sobre a experiência de voto do cronista, o assunto em questão será a apatia da política local, carente de representantes viáveis e compatíveis com o perfil requerido.

É forçoso notar, com isso, que Ivan Lessa possui um fôlego e tanto, não somente pela quantidade das crônicas escritas, mas pela concisão e objetividade do texto. Apesar de ser uma crônica, cujo flerte com a literatura, muitas vezes, é a salvação da lavoura, no texto de Ivan Lessa é aspecto secundário, não pela falta de talento do autor, mas, especialmente, pelo fato de ele utilizar como matéria e ferramenta de trabalho o jornalismo (além das pesquisas, os outros temas são pescados na mídia).

Uma única ressalva: o livro de Ivan Lessa, assim como muitos jornalistas fazem, não é uma obra original, uma vez que foi publicada anteriormente em outro veículo, mais precisamente na internet. Talvez a receptividade por parte dos leitores fosse maior caso o livro fosse todo inédito. Ainda assim, é um alento que o texto desse grande escritor e jornalista esteja disponível nas prateleiras, pois é fundamental que os novos leitores saibam que nem toda a crônica possui é sobre o besteirol ou auto-ajuda, do mesmo modo que assuntos mundanos também podem ser dissecados com elegância e ironia. Em uma frase apenas: Ivan Lessa dignifica a crônica.

Baden Powell, ao vivo em Bruxelas
O violão vadio de Baden Powell, o parceiro do poeta da MPB Vinícius de Moraes está disponível em mais uma versão de virtuosismo e talento. É o álbum Baden - Live à Bruxelles, que, como o nome indica, traz uma apresentação direto da capital belga (gravada em 1999). No disco, Baden Powell não faz nada de muito diferente de suas performances nas seis cordas. E isso não é pouca coisa. É o que se ouve, por exemplo, na longuíssima introdução do clássico caipira "Asa Branca," sem mencionar a continuação da música propriamente dita.

O grande destaque, porém, fica por conta de uma versão sonoramente orquestral de um violão só de "Samba do Avião". Talvez seja a única vez em que o piano de Tom Jobim não tenha sido uma ausência considerável. A velocidade que Powell imprimiu tirou o caráter bossa-nova e instituiu uma outra música. Que outras gravações assim apareçam; música de qualidade, mesmo fora de época, é sempre uma renovação.

Para ir além






Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 30/3/2006


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2006
01. Orgulho e preconceito, de Jane Austen - 5/5/2006
02. Por que quero sair do Orkut (mas não consigo) - 2/2/2006
03. Desejo de Status - 21/4/2006
04. As crônicas de Ivan Lessa - 30/3/2006
05. Google: aprecie com moderação - 2/3/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/5/2006
10h39min
O leve humor do Lessa retira a aridez contida no tema da sua crônica. Fabio, você foi preciso no seu comentário.
[Leia outros Comentários de Joel Rogerio]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EM BUSCA DA EMPRESA QUÂNTICA
CLEMENTE NOBREGA
EDIOURO
(1996)
R$ 17,00



ABORDAGEM DA DOENÇA CORONARIANA: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS, DIAGNÓ
GLÁUCIA MARIA MORAES DE OLIVEIRA (ORGANIZADOR
SOCERJ
(2003)
R$ 25,28



BLUE ANGEL THE LIFE OF MARLENE DIETRICH
DONALD SPOTO
DOUBLEDAY
(1992)
R$ 65,00
+ frete grátis



A CANÇÃO BRASILEIRA. ERUDITA, FOLCLÓRICA, POPULAR
VASCO MARIZ
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA/MEC
(1977)
R$ 20,00



ESTA ÁRVORE DOURADA QUE SUPOMOS
NEI LOPES
BABEL
(2011)
R$ 25,90
+ frete grátis



BÚFALO (ROMANCE BRASILEIRO)
BOTIKA
LÍNGUA GERAL
(2010)
R$ 5,00



A MULHER DO APOCALIPSE
FELIPE RINALDO QUEIROZ DE AQUINO
LOYOLA
(1995)
R$ 10,00



MINHA FORMAÇÃO
JOAQUIM NABUCO
UNB
(1981)
R$ 18,00



A DIETA MARAVILHOSA DE 4 DIAS
MARGARET DANBROT
RECORD
(1985)
R$ 9,72



CONSTITUIÇÃO E DIRETO DO TRABALHO
EDUARDO GABRIEL SAAD (CAPA DURA)
LTR
(1989)
R$ 13,28





busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês