Wikipedia: fama e anonimato | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> Brandenburg Concertos (1 - 6)
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Christian Barbosa no MitA
>>> Obama e o oba-oba
>>> E se Amélia fosse feminista?
>>> O que é ser jornalista?
>>> Toda forma de amor
>>> O filósofo da contracultura
>>> Oderint Dum Metuant
>>> Beleza e barbárie, ou: Flores do Oriente
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> A fragilidade dos laços humanos
Mais Recentes
>>> Império do Café: a Grande Lavoura do Brasil (1850 a 1890) de Ana Luiza Martins pela Atual/ Sp. (1994)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Código da Vida - Fantástico Litígio Judicial de Uma Família de Saulo Ramos pela Planeta (2008)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1991)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1993)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1993)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Contabilidade introdutória de Sergio Iudicibus, Stephen e outros pela Atlas (1977)
>>> Language Its Nature - Development and Origini de Otto Jespersen, (Prof. Univ. Coppenhagen)./ pela George Allen & UnwinnLtd/London (1949)
>>> El Espejo y La Lámpara: Teoría Romántica y Tradición Clásica de M. H. Abrams pela Eitorial Nova/ Argentina (1962)
>>> Clause Sauf Encaissement de Casimir Pajot pela Librairie Nouvelle de Droit Et de Jurisprudence (1891)
>>> Catolicismo para Leigos de John Trigilio e Kenneth Brighenti pela Altabooks (2008)
>>> Estudos Sobre Sucessões Testamentária de Orosimbo Nonato pela Forense (1957)
>>> Los Caminos Actuales de La Critica (Encadernado) de René Girard/ G. W. Ireland/ Jacques Leenhardt... pela Planeta/ Barcelona (1969)
>>> Instituições de Direito Civil Portuguez de M.A. Coelho da Rocha pela Garnier Livreiro (1907)
>>> Régimen Argentino de la Propiedad Horizontal de José A. Negri pela Arayú (1953)
>>> Enciclopédia de Cultura de Joaquim Pimenta pela Freitas Bastos (1963)
>>> Direitos de Família de Lafayette Rodrigues Pereira pela Freitas Bastos (1945)
>>> Demarcação Divisão Tapumes de Alfredo de Araujo Lopes da Costa pela Bernardo Alves S.A. (1963)
>>> Consultor Civil de Carlos Antonio Gordeiro pela Garnier (1913)
>>> El Derecho de Familia en La Legislacion Comparada de Luis Fernandez Clerico pela Hispano Americana (1947)
>>> Estudos de Direito Civil de Manoel Martins Pacheco Prates pela São Paulo (1926)
>>> Direitos Reaes de Garantia de J.L. Ribeiro de SouSa pela C. Teixeira
>>> Obrigações de Pagamento em Dinheiro (Três Estudos) de Paulo Barbosa de Campos Filho pela Jurídica e Universitária (1971)
>>> Teoria e Pratica dos Testamentos de Manoel Ubaldino de Azevedo pela Saraiva (1965)
>>> Les Groupements D' Obligataires de Albert Buisson pela Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence (1930)
>>> Novo Código Civil Anotado Volume II ( Direito das Obrigações) de J.M.Leoni Lopes de Oliveira pela Lumen Juris (2002)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 6 ) Direito das Sucessões de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 5 ) (Direto das Obrigações 2ª parte) de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 4 ) Direito das Obrigações de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (2019)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 3 ) Direito das Coisas de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 2 ) Direito Família de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1992)
>>> Curso de Direito Civil ( Parte Geral) Volume 1 de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Usucapião de Imóveis de Lourenço Mario Prunes pela Sugestões Literárias S/A
>>> Instituições de processo Civil (Volume VI) de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense (2007)
>>> Direito Civil Volume 6 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2004)
>>> O Pensamento Vivo de Einstein (Edição Ilustrada) de José Geraldo Simões Jr.: (Pesquisa e Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Direito Civil Volume 2 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2002)
>>> Posse o Direito e o Processo de Guido Arzua pela Revista dos Tribunais (1957)
>>> Estudo da Posse e das Acções Possessorias de Leopoldino Amaral Meira pela Livraria Academica (1928)
>>> Acção Possessória de J.M. de Azevedo Marques pela São Paulo (1923)
>>> O Direito de Ação e o Modo de Execê-lo de Ataliba Vianna pela Forense (1969)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Contratos de Seguro de Vários pela Juruã (1990)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Do Seguro Contra Fogo de J. Stoll Gonçalves pela Empreza Graphica (1926)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Seguros Legislação de Nilton Alberto Ribeiro pela Francisco Alves (1974)
COLUNAS >>> Especial Wikipedia

Quinta-feira, 3/5/2007
Wikipedia: fama e anonimato
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 4700 Acessos

Na edição do mês de abril, a revista Piauí trouxe em seu primeiro texto uma piada acerca do novo ministério do Governo Lula. Para resumir a piada, e mesmo porque eu acho que o artigo em questão é imperdível, o jornalista Marcos Sá Correa assinala: "a Wikipedia foi a melhor fonte de informações sobre o que não acontece no ministério do presidente Lula" - isso porque o texto na Enciclopédia Livre está carente de dados. O texto de Marcos Sá Correa apareceu num mês particularmente complicado para a Wikipedia. Se esta crônica fosse um texto de media criticism, arriscaria a seguinte análise: a grande imprensa, da Folha de S.Paulo à revista Carta Capital, passando pelo O Estado de S.Paulo, foi unânime em chancelar a mesma crítica à Enciclopédia Livre: faltaria, segundo os críticos, métodos que assegurassem que as informações veiculadas pela Wikipedia fossem confiáveis. E o caso ganhou novas dimensões quando descobriu-se que um dos editores não era um especialista em religião, como aclamava ser, mas, sim, um estudante, que participava do site como Teólogo - tendo, inclusive, escrito inúmeros textos sobre o referido tema. Com efeito, erros e imprecisões são, infelizmente, uma praga comum não só na internet, mas, também, nos jornais. Qual seria, então, o grande problema com a Wikipedia? Para tentar responder a questão a conteto, vou precisar de mais alguns parágrafos. Confira-os logo a seguir.

A princípio, é fundamental louvar os princípios fundadores da Wikipedia. Afinal de contas, é a prova maior do alcance e do poder da internet, uma vez que a página pode, com efeito, disseminar o conhecimento entre os internautas em geral, e para os seus freqüentadores, em específico. O leitor que quiser, por exemplo, conhecer mais acerca do escritor norte-americano John Cheever tem uma bela oportunidade com a Wikipedia. Assim como os interessados em descobrir a trajetória do jornalista inglês Cristopher Hitchens têm à sua disposição o referido verbete no site. Mas a Wikipedia não pára por aí. Com efeito, o leitor que se considerar apto para tanto também consegue, para além de conferir no texto de Hitchens e a bibliografia de Cheever, colaborar para com a enciclopédia. Daí, talvez, a origem de seu grande mote: a enciclopédia livre. Uma vez que você se considerar capaz, é possível ampliar os verbetes de seu interesse/área de atuação; portanto, cada leitor "é potencial colaborador do projeto". As aspas referem-se a um texto da própria Enciclopédia. É um princípio magnífico, pois sim. Entretanto, algumas de suas peculiaridades não têm sido contempladas e o que era para ser um projeto de divulgação do conhecimento tem se transformado em uma triste comédia de erros disponível em dez idiomas.

Por questões de espaço e, também, pela natureza deste texto - que não é de um enciclopedista, mas de um generalista como os editores da própria enciclopédia livre -, pode-se resumir em dois os elementos que descaracterizam o projeto original da Wikipedia. Fama e anonimato. Parece título de livro de jornalista norte-americano, mas, em verdade, essas duas palavras mágicas explicam e dão contundência à teoria desconstrucionista da Wikipedia - calma, calma, não é uma tese -, justamente porque elucidam um fenômeno bastante comum no que tange o livre-pensar e, mais do que isso, o andamento das idéias em terra brasilis. Pois, de um lado, vivemos em uma época que é mais fácil adotar as idéias prontas, ainda que elas sejam fora do lugar, a buscar originalidade em qualquer coisa que seja. Assim, num momento em que os intelectuais se silenciam, a choldra vê o BBB, e os escritores vão passear com dinheiro público, a regra é simples: copiar, colar. De outro lado, como sói ao pós-modernismo livre-cátedra, as referências já pertencem a um discurso mais ou menos comum. Paulo Francis escreveu, no início do Cabeça de Papel: "não reconhecemos mais Drummond". E é verdade. As pessoas não mais se recordam de suas referências. Nesse sentido, se o Saber está morto, tudo é permitido (essa você pode consultar lá, leitor)

Mas, afinal, onde é que está a relação entre fama e anonimato e a Wikipedia? Pois bem. Nada mais simples do que o seguinte teorema. Em busca da fama, estão os colaboradores, os escribas que, grosso modo, padecem da falta de superego e decidem, por que não?, escrever uma Enciclopédia! Tudo estaria OK se, e atenção para essa condição, outros tantos anônimos não levassem isso tão a sério. Como tão a sério? A ponto de copiar trechos inteiros de verbetes e reproduzi-los não só em posts de blogs e/ou artigos de jornais, mas, também, em trabalhos ditos científicos, monografias, dissertações e teses. Os bárbaros chegaram, enfim. Agora, além de não reconhecerem Drummond, não mais sabem distinguir o significado das coisas, porque consultam tão somente na Wikipedia. E acreditam que está tudo certo se pararem por ali. Uma lástima, portanto.

É certo que nem todos os colaboradores da Wikipedia são falsários, assim como nem todos os seus usuários fraudadores intelectuais. O problema da Wikipedia não está em seu princípio, mas, como acontece com o Google, do uso que se faz dela. E é sobre isso que deve existir uma reflexão. Por enquanto, aos mais exaltados, pede-se parcimônia e um pouco de coerência. Se é correto afirmar que a Wikipedia possui informações relevantes sobre os mais diversos conteúdos, sobretudo porque seus colaboradores são pessoas que têm informação atual e podem repelir aquilo que estiver errado, também é justo considerar algo muito simples: a checagem das informações/verbetes em outras fontes, outras enciclopédias (elas existem, pessoal!). Do contrário, sou levado a crer, de acordo com a leitura da Piauí, que, se não está na Wikipedia, não existe...


Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 3/5/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Thor de Guilherme Pontes Coelho
02. Não há outro como Fraga de José Ricardo Manini


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso
01. Orgulho e preconceito, de Jane Austen - 5/5/2006
02. Desonra, por J.M. Coetzee - 21/12/2004
03. Por que quero sair do Orkut (mas não consigo) - 2/2/2006
04. Brasil e Argentina: uma História Comparada - 3/5/2005
05. Teoria da Conspiração - 10/2/2004


Mais Especial Wikipedia
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NOVO CODIGO CIVIL PARA CONTADORES
VALMIR BEZERRA DE BRITO
IOB
(2004)
R$ 35,00



DIALETICA DA VERTIGEM - ADORNO E A FILOSOFIA MORAL
DOUGLAS GARCIA ALVES JÚNIOR
DIALÉTICA DA VERTIGEM: ADORNO E A FILOSOFIA MORAL
(2018)
R$ 34,00



OS SENHORES DO ARCO - VOLUME - 2 - O CONQUISTADOR
CONN IGGULDEN
RECORD
(2009)
R$ 30,00



O ALÇAPÃO
PEDRO CAVALCANTI
GLOBAL
(2011)
R$ 11,90



DIRECTRICES DE SEGURIDAD
J RAUL TEIXEIRA DIVALDO P FRANCO
FRATER
(1995)
R$ 15,00



O LIVRO E A VIAGEM SEM LIMITES - AS LETRAS PORTUGUESAS E O MUNDO
MARIA ALEXANDRE LOUSADA (COORD.)
CDP
(1997)
R$ 48,00
+ frete grátis



PROJETO E CÁLCULO DE ESTRUTURAS DE ACÇO
ZACARIAS CHAMBERLAIN RICARDO FICANHA RICARDO FABEA
MUNDIAL
(2015)
R$ 69,90



DIREITO E MEIO AMBIENTE REFLEXÕES ATUAIS
GRACIELLE CARRIJO VILELA MARINA RIEVERS
FORUM
(2009)
R$ 50,00



PIRATAS DAS ILHAS SANGUE DE DRAGÃO: O DIAMANTE DA MORTE
DAN JERRIS
FUNDAMENTO
(2011)
R$ 5,50



ARCA DE NOÉ III CLASSE ILUSTRAÇÕES LUÍS FILIPE DE ABREU
AQUILINO RIBEIRO
BERTRAND
(1989)
R$ 66,00





busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês