Aprender ficção | Marília Almeida | Digestivo Cultural

busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 29/5/2007
Aprender ficção
Marília Almeida

+ de 2800 Acessos

Em suas oito aulas no curso de Criação Literária na Academia Internacional de Cinema - AIC, em São Paulo, o escritor João Silvério Trevisan foi enfático: o aperfeiçoamento não acontece na ficção e, menos ainda, na poesia, sem repertório. Mas técnicas para aprender a criar e dialogar com outros autores são importantes. E lembra: muitas pessoas acham que escrever cai do céu. "A literatura supõe elaboração e regras. Há necessidade de um projeto", conclui.

João é coordenador de oficinas, que geralmente têm duração de quatro meses, há vinte anos. Dois de seus alunos, Nelson de Oliveira e João Carlos Carrascoza, seguiram carreira literária. Ele revela que já viu muitos aspirantes sofrerem simplesmente por não quererem meter o dedo em suas feridas. "Vejo a literatura como uma maneira de sobreviver. Ajuda na expressão e, como efeito colateral, nos salva", complementando com uma citação do poeta americano Ezra Pound: "A literatura é a linguagem carregada de significado até o máximo grau possível".

Para começar, João coloca muitas perguntas: O que define nosso estilo? O que buscamos? O que é o real? Para ele, a literatura busca expressão inventiva e cita exemplos como Graciliano Ramos, que "era essencialista em captar o real, mas o transformava de acordo com a sua compreensão, assim como Jorge Luis Borges". Além disso, lembrou que cada projeto literário é uma nova literatura. "Já cheguei a demorar dois anos para escrever apenas um conto. Meu livro é uma garrafa a ser lançada no mar do nada, sempre um risco que corro", define.

A base da oficina de João é a crítica de texto, pois ele acredita que "quando fazemos crítica do outro, estamos fazendo de nós mesmos". Ela deve provir do leitor que temos dentro de nós e dizer respeito a aspectos técnicos como estrutura, ritmo, linguagem e construção de personagens. Cada um pode criticar o trabalho lido, que depois é criticado pelo professor e, por fim, o autor tem direito à defesa. Segundo João, o objetivo da oficina é que as pessoas usem as críticas se quiser e não sejam obrigadas a aceitá-las. "Pressiono pela técnica. Não sou um juiz e minha opinião não é determinante. Uma das minhas funções aqui é provocar".

Os exercícios propostos pelo professor consistem em criar cinco contos com temas ou propostas diferentes, base para que fossem criticados. O primeiro deles teve como tema os cheiros da infância, porém, não era permitido nomear o cheiro para "instigar a ficção" e ser inspirados na autobiografia. "Temos que usar nossas experiências como trampolim. E o tema é um desafio, pois, nele, todos esbarram na pieguice". Os outros exercícios visaram trabalhar a intuição e a improvisação, entre outras características.

As maiores críticas aos textos proferidas por João foram alto nível de descrição ("é preciso deixar o leitor imaginar"), superficialidade do enredo, ritmo narrativo heterogêneo ou estagnado, adjetivos pouco eficientes e funcionais ("as imagens podem ser lindas, mas devem ser inseridas em uma estrutura"), verborragia e construção pouco consistente do contexto e personagens. Além disso, ele apontou problemas gramaticais, como pontuação e repetição de palavras. "A gramática, especificamente, precisa ser aprendida em aulas de português e redação. Por isso, não dou muita atenção a ela. Mas, muitas vezes, os problemas se estendem e chegam a dificultar a sensibilidade do ritmo narrativo".

Um grande problema que se verificou durante suas aulas foi a necessidade de se separar a crônica do conto. Para João, a "crônica é o caminho mais fácil e é de sua propriedade ser mais superficial", e complementa: a literatura, ao contrário de roteiros, tese e reportagens, é mais criativa e serve apenas a uma coisa: à escrita, enquanto os outros podem servir também a imagens e são canais. "Um roteiro passa por diversas mãos e contém sugestões. Mas a literatura tem que conter toda significação em si. Ela é capaz de problematizar a realidade mais do que a reportagem".

O ponto mais enfatizado por João nas aulas, além do fato poético (o exercício de buscar fatos durante a semana corrente que, na visão de cada um, poderiam ser transformados em ficção e a viabilidade dessa possibilidade ser analisada pelo grupo), foi o projeto, pois "a literatura deve começar com ele e não pode perdê-lo de vista, não pode deixar que a obra o leve". Nesse item, João assume uma semelhança entre a ficção e o roteiro, que, na sua visão, é apenas um esqueleto que tem a sinopse como referência, assim como a ficção deve ter o projeto como referencial. E dá a dica: descubra um projeto literário, não o abandone e nunca faça apologia a um estilo.

Para impulsionar o diálogo com outros autores, no decorrer do curso João pontuou observações de textos de alunos com exemplos como Clarice Lispector, com suas "falsas rupturas e estrutura reflexiva"; William Burroughs, um "texto estilhaçado de vanguarda" e James Joyce, que "inaugurou o fluxo de consciência em Ulisses, estourando a lógica da gramática de mimetizar a lógica do pensamento". Além disso, leu trechos de livros como O hospício é Deus, de Maura Lopes Cançado, "memória intricada que sai da crônica e chega ao nível da ficção".

João Silvério Trevisan já escreveu livros como Devassos no paraíso, um ensaio sobre a história da homossexualidade no Brasil e Pedaço de Mim, uma compilação de textos sobre cultura, política e homossexualidade. Ele também faz parte da coletânea Os cem melhores contos brasileiros do século, com "Dois corpos que caem". Atualmente, prepara o romance O rei do cheiro, sobre um empresário de uma fábrica de perfumes.


Marília Almeida
São Paulo, 29/5/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A maldade humana de Gian Danton
02. A aproximação entre Grécia e Rússia de Celso A. Uequed Pitol
03. O lilás da avenida sou eu de Elisa Andrade Buzzo
04. Ode ao outono de Elisa Andrade Buzzo
05. Treze Teses sobre Cinema de Humberto Pereira da Silva


Mais Marília Almeida
Mais Acessadas de Marília Almeida em 2007
01. Dez obras da literatura latino-americana - 10/7/2007
02. A trilogia da vingança de Park Chan-Wook - 22/5/2007
03. Nouvelle Vague: os jovens turcos - 30/1/2007
04. 10º Búzios Jazz e Blues - 14/8/2007
05. Cinema é filosofia - 28/8/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BRINQUEMOS COM O CORPO E A IMAGINAÇÃO
LIDIA VAZQUEZ
PAULUS
(2000)
R$ 8,28



LEIS 8.112/90 E 8.666/93 COLEÇÃO CONCURSOS PÚBLICOS O PASSO DECISIVO PARA SUA APROVAÇÃO
ISABEL MORAES (COORD)
GOLD
(2008)
R$ 10,00



A FERA NA SELVA
HENRY JAMES
ROCCO
(1985)
R$ 18,00



REALISTIC ILLUSTRATIONS IN JAPAN 2
G. SHA
BOOKS NIPPAN
(1987)
R$ 85,00



UM CASAMENTO SEM AMOR
DORIS LESSING
RECORD
(1964)
R$ 7,00
+ frete grátis



DA RECONVENÇÃO NO DIREITO DO TRABALHO
OSÍRIS ROCHA
REVISTA DOS TRIBUNAIS (SP)
(1965)
R$ 19,28



OS DOZE MANDAMENTOS
SIDNEY SHELDON
RECORD
(2011)
R$ 3,00



ISRAEL DO SONHO À REALIDADE
CHAIM WEIZMANN
IBRASA
(1969)
R$ 5,00



THE ADVENTURES OF HUCKLEBERRY FINN - COM CD
MARK TWAIN
PEARSON
R$ 25,00



SEXO E DESTINO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER & WALDO VIEIRA
FEB
(1972)
R$ 20,00





busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês