Aprender ficção | Marília Almeida | Digestivo Cultural

busca | avançada
74137 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 29/5/2007
Aprender ficção
Marília Almeida

+ de 2800 Acessos

Em suas oito aulas no curso de Criação Literária na Academia Internacional de Cinema - AIC, em São Paulo, o escritor João Silvério Trevisan foi enfático: o aperfeiçoamento não acontece na ficção e, menos ainda, na poesia, sem repertório. Mas técnicas para aprender a criar e dialogar com outros autores são importantes. E lembra: muitas pessoas acham que escrever cai do céu. "A literatura supõe elaboração e regras. Há necessidade de um projeto", conclui.

João é coordenador de oficinas, que geralmente têm duração de quatro meses, há vinte anos. Dois de seus alunos, Nelson de Oliveira e João Carlos Carrascoza, seguiram carreira literária. Ele revela que já viu muitos aspirantes sofrerem simplesmente por não quererem meter o dedo em suas feridas. "Vejo a literatura como uma maneira de sobreviver. Ajuda na expressão e, como efeito colateral, nos salva", complementando com uma citação do poeta americano Ezra Pound: "A literatura é a linguagem carregada de significado até o máximo grau possível".

Para começar, João coloca muitas perguntas: O que define nosso estilo? O que buscamos? O que é o real? Para ele, a literatura busca expressão inventiva e cita exemplos como Graciliano Ramos, que "era essencialista em captar o real, mas o transformava de acordo com a sua compreensão, assim como Jorge Luis Borges". Além disso, lembrou que cada projeto literário é uma nova literatura. "Já cheguei a demorar dois anos para escrever apenas um conto. Meu livro é uma garrafa a ser lançada no mar do nada, sempre um risco que corro", define.

A base da oficina de João é a crítica de texto, pois ele acredita que "quando fazemos crítica do outro, estamos fazendo de nós mesmos". Ela deve provir do leitor que temos dentro de nós e dizer respeito a aspectos técnicos como estrutura, ritmo, linguagem e construção de personagens. Cada um pode criticar o trabalho lido, que depois é criticado pelo professor e, por fim, o autor tem direito à defesa. Segundo João, o objetivo da oficina é que as pessoas usem as críticas se quiser e não sejam obrigadas a aceitá-las. "Pressiono pela técnica. Não sou um juiz e minha opinião não é determinante. Uma das minhas funções aqui é provocar".

Os exercícios propostos pelo professor consistem em criar cinco contos com temas ou propostas diferentes, base para que fossem criticados. O primeiro deles teve como tema os cheiros da infância, porém, não era permitido nomear o cheiro para "instigar a ficção" e ser inspirados na autobiografia. "Temos que usar nossas experiências como trampolim. E o tema é um desafio, pois, nele, todos esbarram na pieguice". Os outros exercícios visaram trabalhar a intuição e a improvisação, entre outras características.

As maiores críticas aos textos proferidas por João foram alto nível de descrição ("é preciso deixar o leitor imaginar"), superficialidade do enredo, ritmo narrativo heterogêneo ou estagnado, adjetivos pouco eficientes e funcionais ("as imagens podem ser lindas, mas devem ser inseridas em uma estrutura"), verborragia e construção pouco consistente do contexto e personagens. Além disso, ele apontou problemas gramaticais, como pontuação e repetição de palavras. "A gramática, especificamente, precisa ser aprendida em aulas de português e redação. Por isso, não dou muita atenção a ela. Mas, muitas vezes, os problemas se estendem e chegam a dificultar a sensibilidade do ritmo narrativo".

Um grande problema que se verificou durante suas aulas foi a necessidade de se separar a crônica do conto. Para João, a "crônica é o caminho mais fácil e é de sua propriedade ser mais superficial", e complementa: a literatura, ao contrário de roteiros, tese e reportagens, é mais criativa e serve apenas a uma coisa: à escrita, enquanto os outros podem servir também a imagens e são canais. "Um roteiro passa por diversas mãos e contém sugestões. Mas a literatura tem que conter toda significação em si. Ela é capaz de problematizar a realidade mais do que a reportagem".

O ponto mais enfatizado por João nas aulas, além do fato poético (o exercício de buscar fatos durante a semana corrente que, na visão de cada um, poderiam ser transformados em ficção e a viabilidade dessa possibilidade ser analisada pelo grupo), foi o projeto, pois "a literatura deve começar com ele e não pode perdê-lo de vista, não pode deixar que a obra o leve". Nesse item, João assume uma semelhança entre a ficção e o roteiro, que, na sua visão, é apenas um esqueleto que tem a sinopse como referência, assim como a ficção deve ter o projeto como referencial. E dá a dica: descubra um projeto literário, não o abandone e nunca faça apologia a um estilo.

Para impulsionar o diálogo com outros autores, no decorrer do curso João pontuou observações de textos de alunos com exemplos como Clarice Lispector, com suas "falsas rupturas e estrutura reflexiva"; William Burroughs, um "texto estilhaçado de vanguarda" e James Joyce, que "inaugurou o fluxo de consciência em Ulisses, estourando a lógica da gramática de mimetizar a lógica do pensamento". Além disso, leu trechos de livros como O hospício é Deus, de Maura Lopes Cançado, "memória intricada que sai da crônica e chega ao nível da ficção".

João Silvério Trevisan já escreveu livros como Devassos no paraíso, um ensaio sobre a história da homossexualidade no Brasil e Pedaço de Mim, uma compilação de textos sobre cultura, política e homossexualidade. Ele também faz parte da coletânea Os cem melhores contos brasileiros do século, com "Dois corpos que caem". Atualmente, prepara o romance O rei do cheiro, sobre um empresário de uma fábrica de perfumes.


Marília Almeida
São Paulo, 29/5/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Antologia dos Poetas Feios de Alexandre Soares Silva


Mais Marília Almeida
Mais Acessadas de Marília Almeida em 2007
01. Dez obras da literatura latino-americana - 10/7/2007
02. A trilogia da vingança de Park Chan-Wook - 22/5/2007
03. Nouvelle Vague: os jovens turcos - 30/1/2007
04. 10º Búzios Jazz e Blues - 14/8/2007
05. Cinema é filosofia - 28/8/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PLANETA DAS POSSIBILIDADES IMPOSSÍVEIS
LOUIS PAUWELS E JAQUES BERGIER
MELHORAMENTOS
(1976)
R$ 12,01



O MAR NA POESIA BRASILEIRA
MARIA ELISA PINTO LOPES
ELECTRA
(1968)
R$ 14,80



ARQTE: FOTOGRAFIAS MCA ESTÚDIO
DENÍLSON MACHADO
VIANA & MOSLEY
R$ 14,00



SEGREDOS DA ALMA
MONICA DE CASTRO
VIDA & CONSCIÊNCIA
(2007)
R$ 25,00



ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - VOL. 2
IDALBERTO CHIAVENATO
ATLAS
(1980)
R$ 21,00



CONTABILIDADE PARA EXECUTIVOS
ANDRÉ LUIS FERNANDES LIMEIRA E OUTROS
FGV
(2008)
R$ 5,00



COLLEECTIONS DE LOUIS XIV
ROSELINE BACOU/MARIE-
MINISTÉRE DE LA CULTURE
(1978)
R$ 95,00
+ frete grátis



PLANTAS E FLORES VOLUME 4
ABRIL CULTURAL
ABRIL CULTURAL
(1977)
R$ 5,00



APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO PROCESSO NO DIREITO
JOSÉ FERNANDO CEDENO DE BARROS
MANOLE
(2004)
R$ 12,00



HOMO TEMPUS - O QUE SOBROU DO FUTURO?
F. E. JACOB
ROMERO PUBLISHER
(2018)
R$ 50,26





busca | avançada
74137 visitas/dia
1,8 milhão/mês