A trilogia da vingança de Park Chan-Wook | Marília Almeida | Digestivo Cultural

busca | avançada
35004 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fernanda Young (1970-2019)
>>> Estratégia das Privatizações
>>> Estratégia Econômica Governo
>>> Brandenburg Concertos (1 - 6)
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A polêmica da leitura labial
>>> A ousadia de mudar de profissão
>>> O assassinato e outras histórias, de Anton Tchekhov
>>> O Livro dos Insultos, de H.L. Mencken
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Sobre o Ronaldo gordo
>>> Do inferno ao céu
>>> Para entender Paulo Coelho
>>> O amor que choveu
Mais Recentes
>>> Veda: Segredo do Oriente. Uma Antologia de Artigos e Ensaios de A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada pela The Bhaktivendanta Book Trust (2013)
>>> O Livro Da Transformação de Osho pela Sextante (2003)
>>> O Futuro Chegou  de Domenico de Masi pela Casa da Palavra (2014)
>>> Você é Inteligente o Bastante para Trabalhar no Google?  de William Poundstone pela Zahar (2012)
>>> A Prosperidade do Vicio - uma Viagem (inquieta) pela Economia  de Daniel Cohen; Wandyr Hagge pela Zahar (2010)
>>> Mitos Sobre a Fundação dos Estados Unidos  de Ray Raphael pela Civilização Brasileira (2006)
>>> A Startup Enxuta - Inovação Contínua para Criar Empresas Bem-sucedidas  de Eric Ries; Carlos Szlak pela Leya (2012)
>>> O Estilo Startup-empresas Modernas Usam o Empreendedorismo para Cresce  de Eric Ries pela Leya (2018)
>>> Como Se Tornar Inesquecível  de Dale Carnegie pela Companhia Nacional (2012)
>>> O Naturalista da Economia  de Robert H. Frank pela Best Business (2009)
>>> A Prisão da Fé  de Lawrence Wright; Denise Bottmann; Laura Motta pela Companhia das Letras (2013)
>>> A Escola da Liderança - Ensaios Sobre a Política Externa  de Sérgio Danese pela Record (2009)
>>> A Força da Convicção - Em Que Podemos Crer?  de Jean Claude Guillebaud; Maria Helena Kühner pela Bertrand Brasil (2007)
>>> A Beira do Abismo Financeiro - a Corrida para Salvar a Economia Global  de Henry M. Paulson Junior pela Elsevier (2010)
>>> O Fim da Vantagem Competitiva - Novo Modelo de Competição  de Rita Mcgrath pela Elsevier (2013)
>>> Risco Digital na Web 3. 0  de Leonardo Scudere; Scudere Soluções pela Elsevier (2014)
>>> A Disneyzação da Sociedade  de Alan Bryman pela Ideias e Letras (2007)
>>> Governança Ativa - Vantagens de uma Liderança Compartilhada  de Michael Useem; Ram Charan; Dennis Carey pela Elsevier (2014)
>>> As Novas Regras do E-commerce  de Hiroshi Mikitani pela Elsevier (2013)
>>> Imprensa na Berlinda - a Fonte Pergunta  de Norma S. Alcântara & Manuel Carlos Chaparro pela Celebris (2005)
>>> Bem-vindo ao Clube - o Poder dos Grupos  de Tina Rosenberg pela Elsevier (2012)
>>> A Roleta Global - Aposta de Washington para Dominação do Mundo  de Peter Gowan pela Record (2003)
>>> A Fórmula da Felicidade - Equação do Bem-estar e da Alegria Duradoura  de Mo Gawdat pela Leya (2017)
>>> Newsonomics - 12 Novas Tendências e o Seu Impacto na Economia Mundial  de Ken Doctor; Claudia Gerpe Duarte pela Cultrix (2011)
>>> A Hora da Geração Digital -  de Don Tapscott pela Agir Négocios (2010)
>>> Aprenda Liderança Com La Casa de Papel  de Angela Miguel pela Lafonte (2018)
>>> Os Fatos São Subversivos - Escritos Políticos de uma Década sem Nome  de Timothy Garton Ash pela Companhia das Letras (2011)
>>> A Força do Absurdo - o Que Faz as Pessoas Tomarem Atitudes Irracionais  de Ori Brafman; Rom Brafman pela Objetiva (2009)
>>> A Boa Luta - os Desafios de Ser um Lider Responsável  de Joseph L. Badaracco pela Elsevier (2014)
>>> Apontamentos para a História do Cariri  de João Brígido pela Expressão Gráfica (2007)
>>> Ufo Fenômeno De Contato de Pedro De campos pela Lúmen (2005)
>>> Universo profundo de Pedro De campos pela Lúmen (2003)
>>> Como Trabalhar Para Um Idiota de John Hoover pela Saraiva (2010)
>>> Não Tenha Medo De Ser Chefe de Bruce Tulgan pela Sextante (2009)
>>> Fui Promovido! E Agora? de Roberto Ruban pela M. Books (2010)
>>> Faça O Que Tem De Ser Feito de Bob Nelson pela Sextante (2003)
>>> Deixar de Fumar O que Você Precisa Saber de Jorge Schemes pela Dpl (2004)
>>> Casamento Blindado de Renato & Cristiane Cardoso pela Thomas Nelson Brasil (2012)
>>> Pai Rico Pai Pobre de Robert T. Kiyosaki pela Campus (2000)
>>> De Volta Ao Mosteiro de James C. Hunter pela Sextante (2014)
>>> Ufo Os Códigos Proibidos de Alfredo Lissoni pela Madras (2007)
>>> 12 Meses Para Enriquecer. O Plano da Virada de Marcos Silvestre pela Lua de Papel (2010)
>>> O Flagelo de Hitler de Albert Paul Dahoui pela Lachâtre (2012)
>>> Comunicação Global:A Mágica da Influência de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva/ RJ. (1993)
>>> Comunicação Global:A Mágica da Influência de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva/ RJ. (1993)
>>> Comunicação Global: Aumentando Sua Inteligência Interpessoal de Dr. Lair Ribeiro pela Rosa dos tempos/ RJ. (1992)
>>> Temperamento forte e bipolaridade de Diogo Lara pela Do autor (2004)
>>> O Sucesso Não Ocorre por Acaso/ Incluindo as 18 Leis Universais ... de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva/ RJ. (1993)
>>> O Sucesso Não Ocorre por Acaso/ Incluindo as 18 Leis Universais ... de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva/ RJ. (1993)
>>> O Sucesso Não Ocorre por Acaso/ Incluindo as 18 Leis Universais ... de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva/ RJ.
COLUNAS

Terça-feira, 22/5/2007
A trilogia da vingança de Park Chan-Wook
Marília Almeida

+ de 16800 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Após ter dirigido Zona de risco (2000) e Oldboy (2003), o sul-coreano Park Chan-Wook foi reconhecido pelo público, que tornou seus filmes os mais lucrativos de todos os tempos em seu país, alcançando a marca de 5,8 milhões de ingressos, e também pela crítica, ao ganhar o Grande Prêmio do Festival de Cannes em 2004. Porém, o cineasta também ficou conhecido por seus filmes serem apreciados por outro sul coreano: Cho Seung-Hui, que recentemente matou 32 pessoas na universidade de Virginia Tech, nos Estados Unidos. A motivação do crime? Vingança, sentimento que Wook mostra belamente e de forma superior no último filme de sua trilogia dedicada ao sentimento, Lady Vingança (Sympathy for Lady Vengeance, 2005), em cartaz nos cinemas desde 11 de maio.

Mas é preciso retirar o sensacionalismo da discussão e tratar a sua produção cultural como uma das formas mais criativas de se fazer cinema da atualidade, que utiliza estilo e recursos únicos, como grandes closes e cores fortes para misturar as mais pesadas formas de violência com toques de drama e até bom humor de forma balanceada, utilizando-se de pequenos efeitos especiais inesperados que complementam suas histórias de forma onírica e imaginativa. Mas, não deixa de ser verdade que, se a honra tão caracteristicamente oriental retratada em seus filmes realmente inspirassem o mundo, todos estariam perdidos.

Muito da qualidade de seu novo filme se deve à manutenção de uma equipe que já se mostrou bem-sucedida em produções anteriores. Um desses núcleos é o de atores. Ao contrário dos dois primeiros, Sympathy for Mr. Vengeance (2002) e Oldboy, agora a protagonista é uma personagem feminina. Geun-ja é uma bela jovem que sempre chamou atenção por sua sensualidade natural misturada com inocência e agora é acusada pelo assassinato de um garoto. Nos 13 anos na prisão, ela se esconde sob pele de cordeiro para conquistar todas as amizades possíveis enquanto rumina uma vingança contra o causador de seu intenso e misterioso sofrimento: seu ex-professor, Sr. Baek, interpretado por Choi Min-sik. Mas a história dará uma grande reviravolta e tornará sua vingança muito mais complexa e, digamos, requintada, a ponto de sentirmos uma simpatia real por ela.

Geun-ja é interpretada perfeitamente por Lee Young-ae, atriz popular na Ásia por atuar em séries de TV e que já tinha atuado com Wook em Zona de risco. Ao contrário de Choi Min-sik, o protagonista que foi alvo da vingança de Oldboy e que agora faz o papel de um vilão incrivelmente sereno em Lady Vingança, e Song Kan-ho, de Sympathy for Mr. Vengeance, cujas agressividades eram expressas de forma crua nos outros filmes, Young-ae opta por mostrar um tormento interno que transparece em seu rosto delicado como uma perturbação permanente, que alterna momentos de dor e arrependimento com uma força brutal que, afinal, toda mulher teria, mesmo a mais sedenta por vingança.

De cara, é a trilha-sonora, de autoria de Cho Young-wuk, compositor de música clássica a canções populares que já havia trabalhado com Wook em Oldboy e Zona de risco, que se sobressai. Clássica, imponente e, ao mesmo tempo, suave, possui jogo de cintura para uma história grave que contém, ao mesmo tempo, cenas de profunda delicadeza. A fotografia é de Chung Chung Hoon, de Oldboy, que, juntamente com o design de produção do filme, priorizou a naturalidade de cores e ambientes. Assim como em Oldboy, o que se sobressai nos filmes de Wook é a perfeição de cores e iluminação, sempre medidas minuciosamente.

Duas relações vêm à cabeça quando assistimos ao filme. A primeira é Kill Bill vols. 1 e 2 (2003/2004), do diretor norte-americano Quentin Tarantino que, não por acaso, se inspirou nos filmes de artes marciais asiáticos da década de 70 para criar o seu dueto. Assim como em Lady Vingança, a protagonista de Tarantino também é feminina e usa de todos os artifícios, obtendo a ajuda de muitas pessoas, para alcançar um único objetivo: matar a fonte de todos os seus males. Mas tudo seria fácil se não houvesse a mais poderosa marca que uma mulher poderia carregar no caminho de ambas. A diferença é que Tarantino usa e abusa da violência estilizada e do cinema como entretenimento, repleto de ação. Wook opta por um caminho mais sombrio e profundo, com uma violência, apesar de subentendida, muito mais arrepiante e dolorosa.

A segunda é o enigma do nome do primeiro e o último filme da trilogia, que lembra um clássico do rock´n´roll mundial, "Sympathy for the Devil", música dos Rolling Stones de autoria de Mick Jagger e Keith Richards. Isso equivaleria relacionar os personagens de Wook com o próprio diabo, que, na letra, se apresenta como o responsável e observador das maiores tragédias ao longo da história, aquele que "roubou a alma e o destino de muitos homens". Além disso, também afirma que quem matou os Kennedys foi ele e você, além de que, e essa parece ser a chave para entender as motivações do personagem de Wook, principalmente Geun-ja, cuja vingança pode ser encarada como uma redenção, "todos os pecadores são santos".

Lady Vingança já foi premiado no Festival de Veneza de 2005, agraciado com o Pequeno Leão de Ouro e ganhou o CinemAwenire de melhor filme.


Marília Almeida
São Paulo, 22/5/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Procure saber: os novos donos da história de Gian Danton
02. A mitologia original de Prometheus de Vicente Escudero
03. À primeira estrela que eu vejo de Ana Elisa Ribeiro
04. Nas redes do sexo de Guilherme Pontes Coelho
05. Quem somos nós para julgar Michael Jackson? de Arcano9


Mais Marília Almeida
Mais Acessadas de Marília Almeida em 2007
01. Dez obras da literatura latino-americana - 10/7/2007
02. A trilogia da vingança de Park Chan-Wook - 22/5/2007
03. Nouvelle Vague: os jovens turcos - 30/1/2007
04. 10º Búzios Jazz e Blues - 14/8/2007
05. Cinema é filosofia - 28/8/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/5/2007
10h17min
Notável o texto, Marília. Dá uma exata dimensão do filme em questão e relaciona as coisas que realmente importam em torno dele. Tenho acompanhado, meio de longe, a ascensão dos mangás, quadrinhos e derivados, e dá pra perceber que a vingança é uma das deusas do oriente, uma deusa oculta, não muito clara, mas onipresente. Cultuar essa deusa é um conflito, pra nós, ocidentais. Ela não é totalmente destituída de atrativos, mas intuimos que sua presença constante pode se tornar um pesadelo, sem saída. E há quem goste de pesadelos. Mas tô falando demais. O que eu queria dizer é que seu texto está claro e bem construído (como soe acontecer...). Beleza.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
22/5/2007
15h30min
Adorei sua análise e a comparação com os filmes do Tarantino. Aliás, acho que você definiu muito bem o estilo oriental: estética impecável e obscuridade. Ví o Old Boy e deu vontade de ver o resto. Amei!
[Leia outros Comentários de Taís Laporta]
9/12/2007
17h16min
Assisti aos três filmes em seqüência, Mr. Vingança, Oldboy e Lady Vingança. Achei impressionante a construção das tramas. No primeiro filme a vingança se materializa junto à cadeia de eventos. Em Oldboy, só no final é revelado o verdadeiro motivo da vingança. Já em Lady Vingança, mais ou menos no meio do filme temos uma noção dos motivos da moça. Perfeita a sua análise, de fato é possível relacionar os filmes de Chan-Wook aos de Tarantino, guardada a superioridade artística de Park Chan-Wook.
[Leia outros Comentários de Alex Machado]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A RESPEITO DOS DONS ESPIRITUAIS
KENNETH E. HAGIN
GRAÇA
(2009)
R$ 14,90



PRIVATIZAÇÃO VS. DESESTATIZAÇÃO
FELIPE ROSA DA SILVA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



EU FICO LOKO
CHRISTIAN FIGUEIREDO DE CALDAS
NOVAS PAGINAS
(2015)
R$ 9,90



A INTERVENÇÃO ESTATAL NAS TELECOMUNICAÇÕES - A VISÃO DO DIREITO ECONÔMICO
LEONOR AUGUSTA GIOVINE CORDOVIL
FÓRUM
(2005)
R$ 27,49



MINISTRO EDUARDO ESPÍNOLA (CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO)
SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
STF
(1975)
R$ 17,28



TERRA ALHEIA - EDUARDO CABALLERO CALDERÓN (ROMANCE COLOMBIANO)
EDUARDO CABALLERO CALDERÓN
BRASILIENSE
(1968)
R$ 5,00



CONSULTÓRIO DE BRINQUEDO
DENISE ESPIÚCA MONTEIRO
HP COMUNICAÇÃO
(2011)
R$ 37,50



ENSAIOS DE HISTORIA DIPLOMÁTICA DO BRASIL NO REGIME REPUBLICANO
A. G. DE ARAUJO JORGE
RIO DE JANEIRO
(1912)
R$ 1.000,00



A NOVA ECONOMIA BRASILEIRA
MARIO HENRIQUE E ROBERTO DE OLIVEIRA
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1975)
R$ 39,90
+ frete grátis



CÂMBIOS NO BRASIL: AS PERIPÉCIAS DA MOEDA NACIONAL E DA POLÍTICA
EMILIO GAROFALO FILHO
CULTURA EDITORES ASSOCIADOS
(2000)
R$ 9,82





busca | avançada
35004 visitas/dia
1,0 milhão/mês