No meio do caminho: 80 anos | Cristiane Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
28258 visitas/dia
890 mil/mês
Mais Recentes
>>> Palavraria Conversa e Versa
>>> Supercombo no Templo Music: Tour “Adeus, Aurora'
>>> Barracão Cultural estreia montagem de rua a partir de livro de Eva Furnari
>>> Marina Peralta lança novo EP, 'Leve'
>>> Dan Stulbach faz ensaio aberto de Morte Acidental de um Anarquista para alunos da Escola Wolf Maya
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
>>> Paris branca de neve
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Efervescências
>>> Justoresoluto
>>> Em segundo plano
>>> A ver navios
>>> As esquinas dos amores
>>> Pelagem de flor I: VERMELHO
>>> Idade Mídia
>>> Quando a alma é visível
>>> A MECÂNICA CELESTE
>>> Diagnóstico falho
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Animismo
>>> Para tudo existe uma palavra
>>> Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos
>>> Entrevista com André Fonseca
>>> Google: utopia ou distopia?
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> A Casa do Saber no Rio de Janeiro
>>> Marcel Proust e o tempo reencontrado
>>> Pedro Paulo de Sena Madureira
Mais Recentes
>>> Luna Clara & Apolo Onze de Adriana Falcão pela Salamandra (2002)
>>> A Casa Soturna de Charles Dickens pela Nova Fronteira (1986)
>>> Robinson Crusoé - Português/Inglês - Ilustrado de Daniel Defoe pela Ciranda (2017)
>>> Terrores da Noite - Quando a Noite Cai, os Morcegos Atacam de Martin Cruz Smith pela Record (1977)
>>> Códigos Eternos de Legrand pela Soler (2004)
>>> O Livro das Cortesães de Susan Griffin pela Susan Griffin (2003)
>>> O Mundo e Suas Maravilhas -A Aventura do Homem no Espaço e no Tempo de R. Argentiere pela Anchieta (1945)
>>> Escaldado em água fria de John Straley pela Globo (2002)
>>> O Oitavo Mandamento de Lawrence Sanders pela Nova Cultural (1989)
>>> Ninguém Quer Um Coração de J. M. simmel pela Círculo do Livro (1987)
>>> Leituras Indispensáveis de Aziz Ab'Sáber pela Ateliê (2008)
>>> O Enforcado de Maigtret Simenon pela Nova Fronteira (1983)
>>> De Profundis de Oscar Wilde pela Editorial Tor/ Buenos Aires (1942)
>>> El Ruiseñor y La Rosa de Oscar Wilde pela Edit. Renovacción/ B. Aires (1944)
>>> Perlas Negras - Mistica - las Voces (Pesias) de Amado Nervo pela Editorial Tor/ Buenos Aires
>>> L Tragedia de un Hombre Fuerte de Manuel Galvez pela Editorial Tor/ Buenos Aires
>>> Acampou no meio de nós para orar os mistérios da infancia de Jesus de Alvaro Barreiro,Sj pela Loyola (1995)
>>> Um Longo Lamento de Amanda Stern pela Rocco (2005)
>>> Galvez, Imperador do Acre (Sem uso) de Márcio de Souza pela Record/ RJ. (2001)
>>> Galvez, Imperador do Acre de Márcio de Souza pela Marco Zero (1985)
>>> Galvez, Imperador do Acre de Márcio de Souza pela Civilização Brasileira (1978)
>>> A Maior dádiva e o mais precioso tesouro de Edgar F.Hallock & Swllengrebel,Ph.D. pela Juerp (2000)
>>> Galvez, Imperador do Acre de Márcio de Souza pela Brasília (1978)
>>> Galvez, Imperador do Acre de Márcio de Souza pela Brasília (1978)
>>> Quebra Canela A engenharia Brasileira na Campanha da Itália de General Raul da Cruz Lima Junior pela Biblioteca do Exército (1982)
>>> A arte da dedução de Sherlock Holmes 2 de Vários pela Coquetel (2013)
>>> Striding Folly de Dorothy L. Sayers pela Hodder & Stoughton (1973)
>>> Camanha da Birmânia Campanhas 18 de Michael Calvert pela Renes (1978)
>>> O Vencedor de Frei Beto pela Atica (2002)
>>> Please Pass The Guilt de Rex Stout pela Fontana (1973)
>>> O Livro dos Manuais de Paulo Coelho pela Brmalls (2008)
>>> A Grande Sintese de Pietro Ubaldi pela Lake (1979)
>>> O Processo Maurizius de Jakob Wassermann pela Victor Civita (1982)
>>> Candy (o sexo nos Estados Unidos, depois dêste livro, nunca será o mesmo - Revista Life) de Terry Southern- Mason Hoffrenberg (tradução de Nelson Rodrigues) pela Eldorado (1969)
>>> Mística Cidade de Deus de Tradução e resumo por um vicentino pela Louva Deus (1971)
>>> A Velha Senhora de Georges Simenon pela Nova Cultural (1987)
>>> Economie Sociale: Les Institutions de Progrès Social (Encad) de Charles Gide pela Libr. Recueil Sirey/ Paris (2019)
>>> Homem Total e Parapsicologia de Albino Aresi pela Edições Loyola (1983)
>>> Homem Total e Parapsicologia de Albino Aresi pela Edições Loyola (1983)
>>> Eu Sei Que Vou te Amar de Arnaldo Jabor pela Record/ RJ. (1986)
>>> Miguel Strogoff - A Invasão vol 2 de Julio Verne pela Bertrand (1978)
>>> Técnica da Pintura de João Medeiros pela Cia. Edit. Americana (1972)
>>> Seja Voce Mesmo Seu Melhor Amigo: um Diálogo Com Dois Psicanalistas de Mildred Newman & Bernard Berkowitz pela Livr. José Olympio Edit. (1985)
>>> A Intertextualidade das Formas Simples: Aplicada Ao Romance a Pedra do Reino, de Ariano Suassuna de Elizabeth Marinheiro: Posfácio: Ariano Suassuna pela Rio de Janeiro (1977)
>>> Sofrer e Amar: Psicologia do Sofrimento de Agir pela Agir/ RJ. (1955)
>>> Golem, um Jogo Incontrolável - Volume 1 (Sm uso) de Lorris; Elvire e Marie- Aude Murail pela Record/ RJ. (2002)
>>> Psicoterapia Com L. S. D. e Outros Alucinógenos de Fontana (alberto E) pela Mestre Jou (1969)
>>> Os Meninos da Planície: Histórias de um Brasil Antigo de Cástor Cartelle/ Ilustr.: Sandra Bianchi pela Formato/ Belo Horizonte (2001)
>>> Bioética de Moderna pela Moderna (2001)
>>> Até Parece o Paraíso de John Cheever pela Companhia das Letras/SP. (1986)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/5/2008
No meio do caminho: 80 anos
Cristiane Carvalho

+ de 11500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

No meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.


Em 2008, o mais enigmático poema de Carlos Drummond de Andrade completa oito décadas de publicação. De 1928 pra cá, a fortuna crítica de "No meio do caminho" é, sem dúvida, maior do que a de qualquer outro poema brasileiro. Contudo, diante de tantas especulações, ainda não foi encontrada resposta satisfatória para o enigma da pedra, e talvez daí venha sua inegável grandeza para a história da literatura nacional.

"No meio do caminho" foi publicado no terceiro número da Revista Antropofágica, um dos veículos-símbolo do Modernismo brasileiro. Vamos lembrar que Drummond era amigo epistolar do fabuloso Mário de Andrade, nada mais nada menos que o pai do Modernismo, que disse ser o poema um grande exemplo de cansaço intelectual. Um eterno cansaço, pelo visto, pois as pessoas, até hoje, ficam "fatigadas" tentando descobrir o que há por trás do poema.

Tanto já se falou sobre "No meio do caminho" que não é necessário cair na tentação de analisá-lo. O fato é que ele entrou para a vida cotidiana das pessoas e até o não-leitor conhece a expressão "no meio do caminho tinha uma pedra". Num país onde se lê pouco, realmente é uma conquista, em termos de popularidade, por parte de um poeta gauche que teve a coragem de enfrentar a crítica da época, quando ainda não era reconhecido.

Arnaldo Saraiva escreveu excelente prefácio no livro Uma pedra no meio do caminho ― biografia de um poema, cuja seleção e montagem foram feitas pelo próprio Carlos Drummond e editado em comemoração aos 40 anos da publicação do poema.

Para se ter uma idéia do teor do livro, transcrevi, abaixo, um dos comentários, publicado originalmente no Correio da Manhã, intitulado "Contra-a-mão. Os nossos atuais gênios poéticos". Data: 26 de agosto de 1938. O autor é Gondin da Fonseca e encontra-se nas páginas 32 e 33 do volume citado:

"Os nossos gênios poéticos atuais são todos mais ou menos como esse malfadado Carlos Drummond, que penetrou agora no Templo da Imortalidade conduzido pela mão do Sr. Manuel Bandeira e levando na cabeça a pedra sobre a qual burilou esse inimitável poema que há dias transcrevi e que hoje torno a transcrever, alucinado de entusiasmo:

Tinha uma pedra no meio do caminho.
No meio do caminho tinha uma pedra.
Tinha uma pedra:
Nunca me esqueceu este acontecimento,
Que se gravou na minha retina fatigada!
Tinha uma pedra no meio do caminho.
Tinha uma pedra!
No meio do caminho tinha uma pedra!


Se esse patusco morasse aqui para as minhas bandas não compunha apenas uma breve poesia: elaborava um longo poema em vinte ou trinta cantos, pois o material de sua inspiração é nesta zona abundantíssimo depois que a Light deliberou transformar as ruas em escombros a fim de mudar os trilhos dos bondes. Há pedra no caminho que não acaba mais! Dezenas, centenas, milhares! Os poetas antigos eram muito mais interessantes que a maioria dos de hoje. Ainda anteontem, domingo, eu reli, deliciado, alguns versos encantadores de Luis Delfino e dei depois uma boa gargalhada quando mentalmente os comparei à pedra de Drummond.

Ela andou por aqui; andou: primeiro
Porque há traços de suas mãos; segundo,
Porque ninguém, como ela, tem no mundo
Este esquisito, este suave cheiro.


[...] Hoje não se rima. Um cabra vai pela rua, tropeça por exemplo numa casca de banana, papagueia a coisa umas quatro ou cinco vezes e pronto! Está feito um poema:

Eu tropecei agora numa casca de banana.
Numa casca de banana!
Numa casca de banana eu tropecei agora.
Caí para trás desamparadamente,
E rasguei os fundilhos das calças!
Numa casca de banana eu tropecei agora.
Numa casca de banana!
Eu tropecei agora numa casca de banana!"


Por fim, a pergunta que não quer calar: passados mais 40 anos de fortuna crítica, por que não pensar numa reedição comemorativa do 80º aniversário?

E você? Já parou para pensar qual o significado do poema?


Cristiane Carvalho
Santos, 12/5/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
02. Inferno em digestão de Renato Alessandro dos Santos
03. Corot em exposição de Jardel Dias Cavalcanti
04. A futebolização da política de Luís Fernando Amâncio
05. It's evolution, baby de Luís Fernando Amâncio


Mais Cristiane Carvalho
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/5/2008
00h29min
Sem dúvida essa possibilidade de várias interpretações do poema dá muita força a ele. Conforme evoluímos no passo da modernidade e de uma vida cada vez mais corrida e sem tempo para reflexões, o poema de Drummond adquire uma significação cada vez maior. Ainda terá uma longa vida presente em nosso subconsciente.
[Leia outros Comentários de Fernando Lima]
19/5/2008
09h17min
Não tenho intenção de interpretar esse fabuloso poema, só uma alegria de vê-lo ser alvo de comentários. Em nossa lembrança, minha e de meus filhos, ele está firme na imagem de meu falecido marido, lendo com as retinas fatigadas o poema na rede, à noite fazendo meus filhos dormir... Sempre achei um exagero intelectual, ria, agora acho incrivelmente poético. Meu Fernando não era o Pessoa mas entendia das coisas...
[Leia outros Comentários de Márcia Braga]
21/7/2008
15h26min
Apesar da Semana de 22, o Brasil, nas primeiras décadas de 1950, era "um atraso artístico", e dezenas de bons poetas foram vítimas de escárnio... Os que eram bons, vingaram; e a "Biografia" da "pedra" vinga os todos que viviam o atraso...
[Leia outros Comentários de maio de almeida]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEATRO 76
ASSOCIAÇÃO CARIOCA DE CRÍTICOS TEATRAIS
SNT
(1976)
R$ 12,00



O SONHO DE EVA
CHICO ANES
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 24,00



THE BEATLES - GRAVAÇÕES COMENTADAS E DISCOGRAFIA COMPLETA
JEFF RUSSEL
LAFONTE
(2009)
R$ 155,00



TÊNIS: CATARSE MODERNA
EDMUNDO GIFFONI
FEPLAM (PORTO ALEGRE)
(1989)
R$ 24,28



PERSPECTIVAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AMÉRICA LATINA
MEC - MINISTÉRIO EDUCAÇÃO E CULTURA
MEC
(1998)
R$ 19,28



SEGREDOS DA BEL PARA MENINAS
FRAN E BEL
ÚNICA
(2016)
R$ 9,90



TODO MUNDO TEM DÚVIDA INCLUSIVE VOCÊ
ÉDISON DE OLIVEIRA
SAGRA-DC LUZZATO
(1992)
R$ 10,00



CONHECIMENTO E PRÁTICA DE ENFERMEIROS SOBRE FERIDAS
CÁSSIA MARQUES DA ROCHA HOELZ, TAÍS LOPES SARANHOLI UND LUCIANA P. F. ABBADE
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 230,00



O QUE E O FUTURO?
FRANCESCO MORACE
ESTAÇAO DAS LETRAS
(2013)
R$ 23,00
+ frete grátis



RIOS E LAGOS
CECILIA FITZSIMONS
CONTEXTO
(1992)
R$ 12,86





busca | avançada
28258 visitas/dia
890 mil/mês