Gênio bom é gênio morto | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Gênio

Sexta-feira, 6/2/2009
Gênio bom é gênio morto
Marta Barcellos

+ de 3400 Acessos
+ 1 Comentário(s)

ou Talentos assombrosos

Mais do que fascinar, os gênios do passado nos assombram. É um mistério para nós ― mortais que se esforçam em tarefas relativamente banais, como escrever um texto sobre genialidade ― que alguém tenha conseguido, 500 anos atrás, com todas as dificuldades para acessar o conhecimento estabelecido da época (longínquas bibliotecas; nada de Google), desenvolver uma estupenda obra nas artes, nas ciências, na engenharia. Refiro-me aqui a Leonardo da Vinci, gênio que ainda por cima era versátil, e talvez por isso tenhamos nos acostumado a reverenciá-lo como uma espécie de deus. A barba longa e encaracolada deve ajudar.

Assim como Einstein e sua onipresente careta, da Vinci tornou-se um personagem pop, do tipo que garante o sucesso de um produto de consumo, nestes tempos em que cultura se confunde com diversão. O best-seller Código Da Vinci, de Dan Brown, que se refestela nos mistérios que cercam o artista, é exemplo disso. Outro dia fui surpreendida por um desenho animado na TV, que minha filha assistia: lá estava ele, o nosso gênio, apresentado como um inventor que tentava convencer os governantes sobre a inutilidade das guerras. Ela ficou surpresa quando o relacionei à Mona Lisa, vista por ela com algum deslumbramento no Louvre. "É a mesma pessoa?", estranhou. "Pois é, filha, por incrível que pareça, é", respondi.

Ou melhor, era a mesma pessoa. Temos que colocar o verbo no passado, provavelmente, quando se trata de gênios de múltiplos talentos, já que hoje nossa sociedade é tão compartimentada. Mas e quanto à genialidade especializada, mais condizente com os tempos atuais? Temos gênios contemporâneos? Supondo que tudo começa com um dom de nascença, podemos começar investigando as nossas crianças-prodígio, que às vezes aparecem em reportagens sobre superdotados, amparadas por escolas especiais e pais empresários. Seriam elas brilhantes como Mozart (que compôs uma sonata aos 4 anos), Pascal (que publicou seu teorema aos 17) ou Dante Alighieri (que escreveu seus primeiros poemas aos 8)?

Fico imaginando que o terreno, hoje, não é dos mais férteis para o florescimento de talentos excepcionais. É razoável imaginar a preocupação de pais modernos diante de uma criança com alguma vocação especial, que possivelmente a mobiliza mais do que o "normal". Daquele jeito, "esquisito" em relação às outras crianças, conseguirá o seu filho querido ser... feliz? Sim, vale lembrar que a felicidade anda cotada acima da genialidade, na nossa escala de valores. O importante é ser feliz, se divertir um bocado e ganhar dinheiro para garantir a empreitada. Verdade que o dinheiro pode iniciar a lista, para alguns, e até levar a uma decisão de "explorar" o tal dom, ainda com o objetivo final da felicidade.

Por outro lado, uma criança genial logo perceberá os talentos que se espera de fato dela, coisas como "inteligência emocional", capacidade de lidar com o "pensamento médio" e se ajustar ao "grupo". Se conseguirem se adaptar a essas exigências básicas ― e não forem fisgados por cursinhos pré-vestibular interessados em seus prováveis primeiros lugares na prova ―, esses garotos e garotas poderão até ter momentos brilhantes no futuro. Mas dificilmente chegarão perto dos gênios do passado, que viveram sem a imposição da tal felicidade pessoal. "Bastava" ser gênio ― ainda que incompreendido ou esquisito.

De qualquer forma, é óbvio que a genialidade incontestável precisa de um (bom) tempo para ser avaliada com distanciamento, até que nos certifiquemos da perenidade de uma obra ou da dimensão de uma descoberta para a humanidade. Ou seja, os gênios precisam virar fantasmas, para, aí sim, nos assombrar de fato. Quem não ficou impressionado, no ano passado, ao reler Machado de Assis? Não tenho dúvida de que o impacto ganhou força, com o passar dos anos, mesmo para os admiradores mais antigos do escritor. Um prêmio Nobel deste ano dificilmente será unanimidade, mas nada impede que ganhe o reconhecimento de gênio no próximo século. Um esportista recordista de títulos, "candidato" a gênio, a qualquer momento pode ser ofuscado por outro, este sim, que marcará a história. E por aí vai.

Entre a genialidade, reconhecida na posteridade, e o talento que arrasta admiradores contemporâneos, o que existe é a controvérsia. Woody Allen é um gênio do cinema? Teria Bill Gates perdido o posto de gênio? Quem foi mais genial: Pelé ou Maradona? A genialidade de Niemeyer já é reconhecida internacionalmente? E a de Villa-Lobos?

Pelo visto, a polêmica descamba para a questão de "gosto não se discute". Mas se é para falar de gosto pessoal, vou contar sobre o tipo de talento (gênio?) da atualidade que costuma me reservar pequenas doses de encantamento e assombro. Em geral, o impulso de gritar "esse cara é um gênio" me vem junto com a certeza da originalidade. Associar pensamentos e conhecimentos que estão por aí, fazê-lo bem feito, avançar um pouco mais, tudo isso é parte de um admirável mundo conectado e global, pulsante e interessante, suficiente para eu planejar morrer bem velhinha e ter tempo de ver os novos filmes e livros que ainda serão escritos. Mas nada disso se compara ao frescor da originalidade. Quando penso que ainda vou esbarrar em muitas artes assim, brotando da terra, dá vontade mesmo é de ser imortal, ou arrastar corrente por aí. Como os gênios do passado.

Nota do Editor
Marta Barcellos mantém o blog Espuminha de leite.


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 6/2/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4 de Rafael Fernandes
02. A marca do fútil de Daniel Bushatsky
03. 2009: enfim, um ano musical de Diogo Salles
04. USP: 75 anos de histórias várias de Elisa Andrade Buzzo
05. 1998 ― 2008: Dez anos de charges de Diogo Salles


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2009
01. Gostar de homem - 25/9/2009
02. Simplesmente feliz - 24/4/2009
03. Escrever pode ser uma aventura - 3/7/2009
04. Palavras que explodem no chão - 19/6/2009
05. Fim dos jornais, não do jornalismo - 3/4/2009


Mais Especial Gênio
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/2/2009
11h47min
Marta, isto é forte: "a felicidade anda cotada acima da genialidade, na nossa escala de valores..." Marta, o seu texto e, em especial, a frase sublinhada remetem-me ao pensamento de Walter Benjamin, sobretudo quando o filósofo alemão afirma a nossa pobreza de experiência: "eles [os modernos] 'devoraram' tudo, a 'cultura' e os 'homens', e ficaram saciados e exaustos. 'Vocês estão todos cansados - tudo porque não concentraram todos os seus pensamentos num plano totalmente simples e absolutamente grandioso'" (isto retraduz o último parágrafo do seu texto, Marta! A originalidade exige EXPERIÊNCIA, isto é, SABEDORIA, consoante Benjamin). Abraços do Sílvio Medeiros.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESTRATÉGIA DE EMPRESA
FRANCISCO GOMES DE MATOS
MCGRAW-HILL
(1993)
R$ 10,00



COMO VIVER EM HARMONIA COM O CANCER - 1ª EDIÇÃO
CELSO MASSUMOTO
CULTRIX
(2012)
R$ 27,00



ROYAL MARINE COMMANDO 7 - FIQUE EM PERFEITA FORMA
SIMON COOK - TONY TOMS
HEMUS
(1982)
R$ 7,80



NUEVO LISTO - CUADERNO DE EXÁMENES - ESPAÑOL
ROBERTA AMENDOLA
MODERNA
(2012)
R$ 7,00



UMA NOVA VISÃO DO SETOR POSTAL BRASILEIRO
MARIA NEUENSCHWANDER ESCOSTEGUY CARNEIRO
LUMEN JURIS
(2006)
R$ 19,82



HOMEM-ARANHA #122 VIDAS EM RISCO!
MARVEL
PANINI COMICS
(2012)
R$ 15,00



PROJETO BURITI - CIÊNCIAS 5
VIRGINA AOKI
MODERNA
(2009)
R$ 30,00



SEGREDOS DE MULHER A DESCOBERTA DO SAGRADO FEMININO
MARIA SILVIA P ORLOVAS
MADRAS
(2010)
R$ 61,75



MIDAS E SADIM. TUDO O QUE VOCE PRECISA EVITAR PARA TER SUCESSO
RICARDO BELLINO
CAMPUS
(2006)
R$ 5,00



GESTAO DE MARKETING
SERGIO ROBERTO DIAS
SARAIVA
(2003)
R$ 12,00





busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês