O ódio on-line | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
30052 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
Colunistas
Últimos Posts
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
Últimos Posts
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
>>> Terras da minha terra
>>> A bola da vez
>>> Osmose vital
>>> Direções da véspera V
>>> Sem palavras
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Camuflagem para e-readers
>>> Poesia nunca é best-seller
>>> Gryphus Editora
>>> Cidades do Algarve
>>> Aos aspirantes a escritor
>>> Para quem acha que conhece de tudo na vida
>>> Música é coração, computadores, não?
>>> Lecto-escritura esquizofrénica
>>> Quase uma despedida
>>> Caí na besteira de ler Nietzsche
Mais Recentes
>>> Sacrament of Sexuality - The Spirituality and Psychology of Sex de Morton T. Kelsey, Barbara Kelsey pela Element Books (1991)
>>> Perry Rhodan de Kurt Mahr pela Edições de Ouro (1976)
>>> Perry Rhodan #12 - O Segredo do Cofre de Tempo de Clark Darlton pela Ediouro (1976)
>>> Novo Lobo Solitário - Volume 02 de Kazuo Koike pela Panini (2017)
>>> Odalisca: Dançando com o Diabo numa noite de lua cheia de Yuri Belov pela Novo Século (2015)
>>> Gantz - Volume 18 de Hiroya Oku pela Panini (2009)
>>> Os Mortos - Vivos - Volume 02 de Robert Kirkman pela Hqm (2006)
>>> Os Mortos - Vivos - Volume 01 de Robert Kirkman pela Hqm (2006)
>>> Cânticos de Amor ao Amado de ly Vieitez Lanes pela Mania de Livros (1996)
>>> The Occult Fiction of Dion Fortune de Gareth Knight pela Thoth Publications (2008)
>>> Campeões do Mundo de Dias Gomes pela Bertrand Brasil (2015)
>>> Camille Claudel - Auguste Rodin: La Passion à Quatre Mains de Bernard Lehembre pela Acropole (1999)
>>> Traição em Londres de Len Deighton pela Best Seller (1989)
>>> Brujería y reconstrucción de identidades entre los Africanos y sus descendientes en la Nueva Granada, Siglo XVII de Luz Adriana Maya Restrepo pela Imprenta Nacional de Colombia (2005)
>>> Radiestesia Clássica e Cabalística de António Rodrigues pela Fábrica de Letras (2000)
>>> Ancient Astrology de Tamysn Barton pela Routledge (1994)
>>> Justine de Lawrwncw Durrel pela Verbo (1972)
>>> A Varanda do Frangipani de Mia Couto pela Cia. das Letras (2016)
>>> Sete Novelas Fantásticas de Isak Dinesen pela Civilização Brasileira (1979)
>>> Gnosticismo - uma Nova Interpretação da Tradição Oculta de Stephan A. Hoeller pela Nova Era (2005)
>>> Às portas da revolução: Escritos de Lenin de 1917 de Slavoj Zizek pela Boitempo (2005)
>>> Arte e Sociedade - Escritos estéticos (1932 - 1967) de György Lukács pela Ufrj (2009)
>>> Um Hino de Natal de Charles Dickens - Tradução de Cecília Meirelles pela Reade's Digest
>>> Qabalah, Tarot & the Western Mystery Tradition - the 22 Connecting Path on the Tree of Life de Clifford Bias (sobre Cabala) pela Samuel Weiser (1997)
>>> A Representação Feminina na Obra de Virginia Woolf: Um Diálogo Entre o Projeto Político e o Estético de Maria A. de Oliveira pela Paco Editorial (2017)
>>> A Queda de Albert Camus pela Best Bolso (2007)
>>> Sublime Obessão de Lloyde C. Douglas pela Record (1980)
>>> A Política e as Letras - Entrevistas da New Left Review de Raymond Williams pela Unesp (2013)
>>> A Suspeita de Friedrich Durrenmatt pela Círculo do Livro (1975)
>>> A Suspeita de Friedrich Durrenmatt pela Círculo do Livro (1975)
>>> A década de 50: Populismo e metas desenvolvimentistas no Brasil de Marly Rodrigues pela Ática (1996)
>>> Vontade de Viver - A Bicicleta Azul vol. 2 de Régine Deforges pela Best Seller (1985)
>>> Vontade de Viver - A Bicicleta Azul vol. 2 de Régine Deforges pela Best Seller (1985)
>>> O Vôo Imperial 109 de Richard Doyle pela Record (1977)
>>> Superman #18 (Universo DC Renascimento) de Patrick Gleason, Peter J. Tomasi, Jaime Mendoza, Doug Mahnke pela Panini (2018)
>>> Os Conspiradores (Coleção Saraiva) de Barbey D'Aurevilly pela Saraiva (1950)
>>> Genshiken - Volume 02 de Kio Shimoku pela Jbc (2013)
>>> O Amante de Marguerite Duras pela Record (1995)
>>> A Questão Agrária no Brasil. O Debate na Década de 1990 - volume 6 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2013)
>>> Genshiken - Volume 01 de Kio Shimoku pela Jbc (2013)
>>> A Questão Agrária no Brasil. História e Natureza das Ligas Camponesas: 1954-1964 - volume 4 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2012)
>>> David Copperfield 2 vols. de Charfles Dickens pela Cered/Objetivo (1997)
>>> A Questão Agrária no Brasil. Programas de Reforma Agrária: 1946-2003 - volume 3 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2012)
>>> Aço e Arquitetura: Estudo de Edificações no Brasil de Luís Andrade de Mattos Dias pela Zigurate (2019)
>>> Innocent - Volume 5 de Shinichi Sakamoto pela Panini (2018)
>>> Ich Schenk dir cine Geschichte de wlttag des Buches pela Omnibus (2007)
>>> A Questão Agrária no Brasil. O debate tradicional: 1500-1960 - volume 1 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2011)
>>> Conspiração Violenta de Peter Driscoll pela Record (1972)
>>> Marcos Acayaba de Hugo Segawa, Julio Katinsky e Guilherme Wisnik pela Cosac Naify (2007)
>>> Gênios da Pintura Nº 64: Caravaggio/ (1ª Ed. sem Grampo)/ a Maior Coleção de Arte do Mundo de Pietro Maria Bardi: Supervisão pela Abril (1968)
COLUNAS >>> Especial Amor na Internet

Segunda-feira, 11/5/2009
O ódio on-line
Gian Danton

+ de 5300 Acessos
+ 2 Comentário(s)

A internet é uma invenção fantástica. Ela permitiu que pessoas em países diferentes se encontrassem e conversassem como se estivessem uma do lado da outra. Permitiu que o conhecimento fosse compartilhado. Permitiu que amantes se reencontrassem. Mas a internet também permitiu o surgimento de um novo tipo de crápula: o troll. O troll normalmente é o tipo covarde, incapaz de atacar quem quer que seja cara a cara, mas vira valentão no anonimato da rede. No jargão da internet, troll é um indivíduo que passa o dia deixando comentários ofensivos em comunidades do Orkut, listas de discussão e blogs. Seu prazer está na dor infligida ao outro, na polêmica causada e no fato de se sentir inatingível.

Segundo a Wikipédia, um troll geralmente tem o seguinte modus operandi:

1) Jogar a isca e sair correndo: consiste em jogar fogo na lenha, fazendo um comentário polêmico, ofensivo e abandonando a discussão quando percebe que conseguiu seu objetivo: criar inimizades no grupo atacado. Como em muitos casos, eles são expulsos das comunidades e listas; o complexo de vítima é uma forma de sair correndo e, ao mesmo tempo, sentir-se coitadinho.

2) Induzir a baixar o nível: é comum os trolls apelarem para a baixaria e xingamentos. Com isso, ele consegue fazer com que pessoas sensatas baixem o nível e se vejam desmoralizadas diante das outras. Os que não apelam para xingamentos são vistos pelos trolls como alguém que não está seguindo as regras do jogo. No caso, as regras do seu jogo.

3) Repetição de falácias: falácias são argumentos que parecem lógicos, mas não o são. Por terem um verniz de falsa lógica, são muito usados por trolls como forma de desestabilizar seus oponentes. Por exemplo: "vi numa entrevista que você elogiou um roteirista de novela. Se você o elogiou é porque assiste novelas. Como novelas são feitas para mulheres, você, evidentemente, é gay!".

4) Desfile intelectual: um troll tenta mostrar um bom nível intelectual fazendo citações de obras que não conhece ou se instalando em grupos com menor leitura de mundo. Por exemplo, um troll que se acha escritor pode entrar numa comunidade de crianças que escrevem para exibir sua superioridade intelectual. Tanto nesse caso, como em outros, não é um compartilhamento de conhecimentos. É uma exibição intelectual covarde, que tem por objetivo humilhar o oponente.

Até há pouco tempo, eu conhecia apenas o lado positivo da rede. O máximo que havia sofrido foram os ataques de um troll que deixava recados ofensivos em meu blog. Quando ele deixou um recado desejando a morte de minha filha, simplesmente desabilitei a opção comentários (na época, não era permitido bloquear comentários de determinados provedores nos blogs; ou você deixava todo mundo comentar, ou não deixava ninguém). Foi um fato que me assustou, mas ignorei.

Ano passado, fui vítima de um ataque sistemático de um troll muito conhecido (tempos depois, descobri que ele era o mesmo que havia me levado a retirar os comentários de meu blog). Eu estava divulgando uma série em quadrinhos de ficção científica quando ele lançou a isca com uma crítica. Como me pareceu uma crítica honesta, eu respondi. Hoje sei que muitos trolls iniciam com uma crítica que "parece honesta", apenas como uma isca. Como nunca me rebaixei ao seu nível de baixaria e sempre mostrei a falta de fundamentação de seus argumentos (como falar de marketing sem conhecer princípios básicos, como segmentação), ele me elegeu como inimigo.

A partir de então, começou a me perseguir em outras comunidades do Orkut e com comentários em meu blog. A situação se tornou realmente preocupante quando alguém me avisou que esse indivíduo poderia passar dos ataques virtuais para os ataques reais. Nessa época recebi o link de uma página do Orkut na qual o troll pedia a um amigo para tentar descobrir onde eu trabalhava.

Foi quando percebi que a coisa podia, sim, tornar-se perigosa. Tirei todas as fotos dos meus filhos do Orkut, deletei qualquer referência mais precisa à minha vida pessoal (endereço, telefone, local de trabalho) e abandonei por um tempo comunidades do Orkut e listas de discussão, além de bloquear comentários por pessoas que não fossem amigos. Continuei com meu blog, mas não liberava nada que parecesse minimamente ofensivo (eu logo descobri que o troll usava mais de um pseudônimo).

Por esse tempo, o site da história em quadrinhos que havia ocasionado tudo foi vítima de ataques de hackers duas vezes no espaço de duas semanas. Na segunda vez, o troll comemorou em seu blog: "Parabéns, rapazes! Vocês fizeram um bom trabalho!". A experiência me fez mergulhar na mente insana e sua lógica bizarra. Ele achava, por exemplo, que os ataques pessoais feitos contra mim e outras pessoas (inclusive pessoas mortas recentemente, cujos parentes eram devidamente avisados dos ataques por ele mesmo através de recados no Orkut) iriam ajudar a promover seu livro. Ele acreditava que conseguiria algum tipo de lucro com os ataques.

Os trolls, eu logo descobri, são pessoas fracassadas, que se vingam do mundo ofendendo e difamando. Lendo os recados de seu blog, era possível identificar a maneira totalmente aleatória com a qual ele escolhia suas vítimas. Alguém dizia: "Troll, fala mal de Sicrano". E ele: "Quem é Sicrano?". Como resposta, era abastecido de links, biografias, trabalhos, que o ajudariam a colher argumentos para ataques.

Rosana Hermann, do blog Querido Leitor, teve que sair do país por causa de um troll que descobriu onde estudavam suas filhas. Em outra ocasião, ela colocou seu advogado para descobrir quem era. Ao descobrir, ligou para ele. Era um administrador de empresas desempregado, de 42 anos, que vivia com os pais e passava o dia na internet. Um "clássico covarde na vida real, que se torna o bam-bam-bam atrevido sob o manto do anonimato", definiu ela numa matéria ao G1.

Já existem casos de trolls sendo processados e condenados, embora nenhum deles esteja na cadeia, provavelmente por falta de uma legislação específica. Há ONGs especializadas em crimes de internet, como racismo e homofobia, mas a difamação sistemática por enquanto não é objeto de atenção das autoridades, embora já existam casos de trolls processados e condenados.

Enquanto a legislação não muda, o ideal é tomar alguns cuidados. Para lidar com um troll, o melhor é ignorá-lo completamente. Não responder a suas ofensas, não publicar seus comentários... um troll quer palco. Como ele não consegue chamar atenção por si mesmo, tenta fazer isso usando outros. Outra lição: cuidado com o que publica na internet. Não coloque fotos dos filhos, não diga onde eles estudam, não publique seu endereço ou seu telefone... Embora a maior parte dos trolls seja inofensivo fora da net, a verdade é que o seguro morreu de velho...

Nota do Editor
Leia também "Cyberbullying".


Gian Danton
Macapá, 11/5/2009


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2009
01. Memória das pornochanchadas - 28/9/2009
02. 10 grandes - 22/6/2009
03. O Gabinete do Dr. Caligari - 13/4/2009
04. A polêmica dos quadrinhos - 25/5/2009
05. O roteirista profissional: televisão e cinema - 26/10/2009


Mais Especial Amor na Internet
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
11/5/2009
11h28min
Caro Gian, sim, a imbecilidade e a crueldade humanas são incomensuráveis. Bom texto, ótimos conselhos (isto é: sabedorias), e entendo que seria interessante nos unirmos progressivamente a fim de desestabilizar tais tipos de práticas na internet.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
20/5/2009
07h36min
Gian, uma das estratégias do educador para controlar a turma de alunos era localizar rapidamente o tipo conhecido como Eminência Parda. Com o líder visível, a coisa era simples, pois sua honestidade permitia o diálogo aberto com o professor. Uma das técnicas para achar o Eminência era elogiar o líder, e ficar de olho no grupo opositor, pois ele estaria lá, calado, mas manobrando os seguidores idiotas. As comunidades do Orkut são o paraíso desses covardes, que acabam por seguir o educador sem chance de receber qualquer punição. Sei que um erro não justifica outro, mas identidades secretas costumam ajudar nesses casos. Você cria uma mulher, elogia o cara, ganha a confiança dele, troca juras de amor em todas as comunidades possíveis e depois revela para todos a palhaçada. Costuma funcionar por um tempo, até o covarde fabricar um novo personagem, para agir em seu paraíso, mas, com você, ele não mexerá mais...
[Leia outros Comentários de Dalton]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PARA SEGUIR MINHA JORNADA CHICO BUARQUE (1308)
REGINA ZAPPA
NOVA FRONTEIRA
(2011)
R$ 18,00



LONGEVIDADE - UM NOVO DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO
VITÓRIA KACHAR
CORTEZ
(2001)
R$ 14,00



BOLÍVIA, ONTEM E HOJE
BRUNO MIRANDA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



MAÇONARIA NA UNIVERSIDADE 2
FREDERICO GUILHERME COSTA
A TROLHA
(1996)
R$ 29,90



O PODER DA AURA (4535)
MARK L. PROPHET E ELIZABETH C. PROPHET
SUMMIT LIGHTHOUSE DO BRASIL
(2001)
R$ 44,00



MATEMÁTICA - 2º GRAU - 1ª SÉRIE
BENEDITO CASTRUCCI E OUTROS
FTD
(1977)
R$ 9,00



O ANALISTA E A CLÍNICA
REVISTA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE VOL 33 Nº 2
RBP
(1999)
R$ 19,82



UMA BREVE HISTÓRIA DO MUNDO
GEOFFREY BLAINEY
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 10,80



OBRAS COMPLETAS - VOLUME 3 - A DIVINA COMÉDIA - O INFERNO
DANTE ALIGHIERI
DAS AMÉRICAS
R$ 10,00



HISTÓRIAS PARA AQUECER O CORAÇÃO 50 HISTÓRIAS DE VIDA, AMOR, SABEDORIA
JACK CANFIELD/ MARK VICTOR H/ HEATHER MCNAMARA
SEXTANTE
(2001)
R$ 6,00





busca | avançada
30052 visitas/dia
922 mil/mês