A polêmica dos quadrinhos | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Péricles Cavalcanti - lançamento de SALTANDO COMPASSOS
>>> Espetáculo “Canções Para Pequenos Ouvidos” chega ao Teatro Clara Nunes, em Diadema
>>> (Abre 11/10) Mostra BAÚ DA DGT_curadores Francisco Gaspar,Tuna Dwek, Donny Correia e Diego da Costa
>>> Escrever outros Corpos - Criar outras Margens || BELIZARIO Galeria
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> perversão sexual
>>> Trailer do Fim do Mundo
>>> Uísque ruim, degustador incompetente
>>> O bom e velho jornalismo de sempre
>>> Apresentação
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
Mais Recentes
>>> Marketing Médico - Criando Valor ao Paciente de Renato Gregório pela Doc (2009)
>>> Bango, o Vendedor de Maçãs de Woo-Joo Hong (Autor), Jin-Joo Chae (Autor) pela Ftd (2012)
>>> Falando Com as Estrelas de Juan Arias; Mari Ines Piekas pela Paulinas (2011)
>>> O Livro Completo de Etiqueta de Amy Vanderbilt de Nancy Tuckerman & Namcy Dunnan pela Nova Fronteira (2000)
>>> As Pessoas da Idade Média de Robert Fossier pela Vozes (2018)
>>> Os escorpiões contra o círculo de fogo de Ignácio de Loyola Brandão pela Global (2009)
>>> Revelação Em Preto E Branco. A Imagem Com Qualidade de Millar W. L . Schisler pela Marins Fontes (1995)
>>> O Corpo Fala de Pierre Weil evRoland Tompakow pela Vozes (2000)
>>> Vícios privados , Benefícios Públicos de Eduardo Giannetti da Fonseca pela Companhia das Letras (1993)
>>> Sete Cavalos na Berlinda de Sidónio Muralha (Autor) pela Global (1997)
>>> Outra Vez de Ernesto Che Guevara pela Ediouro (2004)
>>> O mque Esperar do Segundo Ano - de 12va 24 meses de Heidi Murkoff ; Sharon Mazel pela Record (2022)
>>> A revolta dos guarda-chuvas de Eva Furnari; Sidónio Muralha pela Global (1998)
>>> Os Caminhos de Mandela : Lições de vida, amor e coragem de Richard Stengel pela Globo (2010)
>>> Do outro lado do espelho de Lewis Carroll; Tony Ross; Ricardo Gouveia pela Martins Fontes (1997)
>>> Puro de Andrew Miller pela Bertrand Brasil (2013)
>>> Educar sem Violência - criando filhos sem palmadas de Ligia Moreiras Sena / Andréiac C. K. Mortensen pela 7 Mares (2014)
>>> Azul Alentejo de Monica Ali pela Rocco (2007)
>>> Legend: A Verdade se Tornará Lenda de Marie Lu pela Prumo (2012)
>>> Os Desafios da Terapia de Irvin D. Yalon pela Ediouro (2006)
>>> Meu primeiro Maluquinho em quadrinhos de Ziraldo (Autor) pela Globo (2011)
>>> Al - Gharb 1146 de Alberto Xavier pela Bertrand (2006)
>>> Histórias Da Velha Totonia de José Lins do Rego pela Jose Olympio (2010)
>>> O Livro das Princesas de Meg Calbot; Paula Pimenta; Lauren kate pela Galera Record (2015)
>>> Como os médicos pemsam de Jeromev Groopman pela Agir (2008)
COLUNAS

Segunda-feira, 25/5/2009
A polêmica dos quadrinhos
Gian Danton

+ de 10100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Recentemente a história em quadrinhos 10 na área, um na banheira e ninguém no gol (Via Lettera, 2002, 112 págs.) foi alvo de grande polêmica envolvendo a compra da mesma para bibliotecas públicas do Estado de São Paulo. A escolha da obra revela, por si só, um preconceito: 10 na área... foi produzida para um público adulto, mas foi comprada pelo Governo do Estado de São Paulo para ser lido por crianças de oito anos. Quem escolheu a obra partiu da ideia equivocada de que toda HQ é infantil.

O episódio lamentável tomou proporções ainda maiores quando foi divulgado na mídia. O que se viu foi um show de desinformação. Falou-se que se tratava de uma apostila, que os autores eram depravados sexuais preocupados em perverter crianças... a maioria dos jornalistas não se deu ao trabalho de pesquisar do que se tratava. Se o fizessem, descobririam que 10 na área... é uma coletânea de quadrinhos sobre futebol, publicada em 2002, na época da Copa, e destinada ao público adulto. Não foi feita como quadrinho didático ou mesmo paradidático.

As próprias autoridades não se preocuparam em esclarecer a situação, talvez porque fosse mais fácil jogar a culpa sobre os quadrinistas do que em assumir os erros de um técnico na área de educação que não conhece quadrinhos.

Em entrevista ao jornal SPTV, o governador José Serra falou sobre o caso. A jornalista não perguntou a opinião do governador sobre a qualidade do material nem pediu uma análise estética, mas o governador fez questão de dizer "Achei a obra um horror... tudo de muito mau gosto... o desenho, tudo". Mais à frente, na mesma entrevista, o governador foi indagado sobre o livro de geografia distribuído pelo Governo do Estado, em que apareciam dois "Paraguais". "Esse é um caso muito menos grave", assegurou o governador. Muito menos grave? Como? No caso de 10 na área..., a obra é boa, fato demonstrado pelos prêmios recebidos por ela e seus autores (entre eles, os irmãos Bá, ganhadores do prêmio Eisner, o mais importante dos quadrinhos), só foi mal-escolhida. No caso do livro de geografia, a obra tem um erro gravíssimo, uma distorção da realidade, que compromete todo o conteúdo.

Estava dada a dica e a imprensa sensacionalista caiu em cima. Datena sugeriu que 10 na área... era uma espécie de cartilha de libertinagem. Ratinho soltou palavrões. Até mesmo a rede Globo (em reportagem do SPTV) saiu-se com essa inusitada chamada: "As histórias são em quadrinhos, mas o conteúdo não tem nada de infantil", como se o fato de ser quadrinhos obrigasse o material a ser infantil.

Os autores, que nem mesmo ganharam dinheiro com a publicação, tiveram que vir a público se explicar. "Compraram livros sem ler para estimular a leitura dos jovens!", afirmou Spacca. "Quando eu fiz o livro, era destinado a outro público, de mais idade (...) Quem comprou não avaliou isso. O problema todo foi a falha da seleção em si.", disse Lélis. "Há claramente aqui um engano. O álbum foi concebido e produzido para um público adulto às vésperas da Copa de 2002", afirmou Orlando, organizador da coletânea.

"Esse escândalo por conta do livro Dez na área, um na banheira e ninguém no gol é um escândalo mesmo, por várias razões. Primeiro, porque a barbeiragem é do governo. Esse livro não foi escrito nem ilustrado para crianças de nove anos. Quem botou o livro na mão da molecada que se responsabilize. Não foram os editores, organizadores ou autores ― um time de primeiríssima que orgulharia qualquer indústria de HQ do planeta", escreveu André Forastieri, em seu blog.

A grande imprensa, em especial a sensacionalista, que vive de desgraças, palavrões e bizarrices, ignorou completamente isso e preferiu botar seus holofotes sobre os quadrinhos.

Se a obra fosse literária, provavelmente a reação seria muito diferente.

Vamos imaginar uma outra situação, igualmente bizarra: que alguém desavisado resolvesse distribuir a obra Saraminda, de José Sarney, para crianças de oito anos. Ao se deparar com trechos eróticos ("Eu soube o que era amor. E eu fui implorando para ela se entregar, e ela era uma cobra sucuri que se enrolava em mim e fugia sem fugir, assim junta e sussurando. (...) Ali estavam os bicos dos seios que eu apenas tinha entrevisto, amarelos como ouro bruto, tirado da terra, mas do brilho trabalhado por mãos de ourives, artista do bonito. As pontas eram grandes, altas, duras, roliças, faiscavam como tição...") qual jornalista ou político pensaria em culpar o autor, ou dizer que a obra é um horror, de muito mau gosto? Nenhum, provavelmente, ou pelo menos nenhum em seu juízo perfeito. Seria claro que o erro não é da obra, mas da escolha para estudantes de oito anos.

O que provocou tanta polêmica não foram os palavrões (até pudicos, comparados com os que são gritados por Ratinho todo dia, para uma audiência que inclui crianças). Não foram as cenas eróticas. Aliás, essas se resumem a um quadro no qual aparece uma mulher de lingerie, tão sensual quanto qualquer dançarina do Faustão ou Gugu e muito menos explícita do que o mundo cão de Datena.

O que provocou polêmica foi o fato de ser quadrinhos.

Imprensa e José Serra cometeram o mesmo erro da pessoa que teve a infeliz ideia de distribuir esse álbum para estudantes de oito anos: achar que, se é quadrinhos, é para crianças.

Para ir além






Gian Danton
Goiânia, 25/5/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O pai tá on: um ano de paternidade de Luís Fernando Amâncio
02. A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros de Elisa Andrade Buzzo
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo de Heloisa Pait
04. Mais espetáculo que arte de Guilherme Carvalhal
05. Simone Weil no palco: pergunta em forma de vida de Heloisa Pait


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2009
01. Memória das pornochanchadas - 28/9/2009
02. O roteirista profissional: televisão e cinema - 26/10/2009
03. O Gabinete do Dr. Caligari - 13/4/2009
04. 10 grandes - 22/6/2009
05. A polêmica dos quadrinhos - 25/5/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
28/5/2009
18h52min
Gian, gostei bastante desse texto. É elucidativo e coloca na medida correta as críticas ao que houve nesse episódio. Só um detalhe que merece ser investigado por todos nós: o caso também apareceu no CQC e, ao entrevistarem Paulo Renato, secretário estadual da educação, ele disse que, dos mais de 800 títulos que pediram às editoras, elas é que mandaram listas de seleção com apontamentos, indicando a quais séries se destinariam. Será que aí não houve erro em conjunto da Via Lettera? Devemos nos perguntar para que também não fiquemos culpando somente o governo (aqui, penso eu, seria culpa da editora, se ela procedeu assim, juntamente do governo, por não ter feito uma revisão cuidadosa das listas). E, claro, como vivo falando e mandando mensagens para o Observatório de HQ: está na hora de nós elaborarmos um projeto-carta para que o governo passe a seleção das obras de quadrinhos a nós, pesquisadores da área. Grande abraço. (Vou mandar a mesma mensagem ao Paulo Ramos.)
[Leia outros Comentários de Gazy Andraus]
29/5/2009
11h55min
Oi, Gazy, também acho que a ideia de passar essa seleção para pesquisadores é uma boa saída. Notícias mais recentes dão a entender que também a editora fez a indicação errada e a Secretaria de Educação não entendeu o que tinha em mãos. Quem mais habilitado para fazer essa análise do que pesquisadores da área?
[Leia outros Comentários de Gian Danton]
1/6/2009
21h07min
Não sei não, mas na dúvida gostaria de sugerir "Druuna" para o próximo ano letivo. Grande abraço.
[Leia outros Comentários de dilamar Santos]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde
Mário de Carvalho
Companhia das Letras
(2006)



Gestos de Equilíbrio
Tarthang Tulku
pensamento
(1997)



Enciclopédia Olímpica Brasileira
Varios Autores
Mp
(2015)



Goosebumps - Acampamento Fantasma
R. L. Stine
Fundamento
(2006)



The Third Man and the Fallen Idol
Graham Greene
Penguin Books
(1977)



Os Sujeitos no Universo da Escola -
Verónica Edwards
Ática
(1997)



O Anel de Policrates e Outras Historias (favor Ler a Descrição)
Vários Autores
Cered Objetivo
(2014)



O Efeito Vinculante na Jurisdição Constitucional - Confira!
Roger Stiefelmann Leal
Saraiva
(2006)



Real Talk Series
Wise Up
Wise Up
(2015)



Bertolt Brecht - Teatro Hoje
Paolo Chiarini
Civilização Brasileira
(1967)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês