Restos, por Mário Araújo | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
30040 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Zé Guilherme lança novo videoclipe com faixa do álbum ALUMIA
>>> Almundo traz até 40% de desconto em seu primeiro Outlet 2019
>>> Ex-Titã Paulo Miklos apresenta seu terceiro álbum no Sesc Belenzinho
>>> Companhia de Teatro Heliópolis coloca em cena as duas faces da justiça em nova montagem
>>> Cunha realiza 2ª edição do Verão na Montanha - Cunha Fest, festival de jazz e blues
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
Últimos Posts
>>> Assim eu quero a vida
>>> Um sujeito chamado Benício
>>> A imaginação educada, de Northrop Frye
>>> Direções da véspera (Introdução)
>>> O tempo nos ensina - frase
>>> O Cinema onde os fracos não tem vez
>>> Senhor do Corpo e da alma - poema
>>> Fotogenia
>>> É Natal
>>> Canções de amor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> mare
>>> O filme do Lula e os dois lados da arquibancada
>>> Do desprezo e da admiração
>>> WikiLeaks em documentário
>>> Carta aberta a quem leu Uma Carta Aberta ao Brasil
>>> Todos querem ser cool
>>> Açougueiro mesmo é o diretor
>>> O pior cego é o que vê tevê
>>> De Middangeard à Terra Média
Mais Recentes
>>> O queijo e os vermes de Carlo Ginzburg pela Companhia das Letras (Companhia de Bolso) (2006)
>>> Era dos Extremos: O breve século XX (1914-1991) de Eric Hobsbawn pela Companhia das Letras (2009)
>>> O Sol e a Sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Perdidamente de Júlio Emílio Braz pela Ftd (2000)
>>> As Armadilhas do Consumo - Acabe com o endividamento de Márcia Tolotti pela Campus / Elsevier (2007)
>>> O noivado de Bilac- com a correspondência inédita do poeta à sua noiva D.Amélia de Oliveira (raridade) de Elmo Elton pela Organiozação Simões (1954)
>>> Gramática Reflexiva: texto, semântica e interação - 3ª ed. de William Cereja e Thereza Cochar pela Atual (2019)
>>> O Xangô de Baker Street de Jô Soares pela Companhia das Letras (1997)
>>> TCP/IP a bíblia de Rob Scrimger pela Campus (2002)
>>> Universidade h4ck3r de Henrique Ulbrich e James pela Digerati Books (2011)
>>> Hackers expostos de Joel Scambray pela Makron (2001)
>>> Manual completo do hacker de Gorkin Starlin pela Book Express (2001)
>>> Por que os gerentes falham de John J. Mc Carthy pela Makron (1994)
>>> Inteligência emocional de Daniel Goleman pela Objetiva (2001)
>>> Economia de Paul Wonnacott pela Makron (1994)
>>> Integração: qualidade e recursos humanos para os anos 2000 de Philip B. Crosby pela Makron (1993)
>>> Empresas sem chefes de Charles C. Manz pela Makron (1996)
>>> O complexo de perfeição de Colette Dowling pela Record (1993)
>>> Primeira filosofia - Tópicos de filosofia geral de Armando Mora de Oliveira pela Brasiliense (1992)
>>> Princípios de administraçao científica de Frederick W. Taylor pela Atlas (1995)
>>> Veronika decide morrer de Paulo Coelho pela Objetiva (1998)
>>> Hardware curso completo de Gabriel Torres pela Axcel Books (2001)
>>> Petrobrás - Administrador júnior - nível superior de José Almir Fontella Dornelles pela Vestcon (2011)
>>> Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle de Philip Kotler pela Atlas (1996)
>>> Marketing verde de Jacquelyn A. Ottman pela Makron (1994)
>>> Síndrome da Passividade: o processo de reengenharia em recursos humanos de Dirceu Moreira pela Makron (1994)
>>> Inveja nas organizações de Patrícia Amélia Tomei pela Makron (1994)
>>> As novas regras de John P. Kotter pela Makron (1997)
>>> Administração industrial e geral de Henri Fayol pela Atlas (1989)
>>> Problemas? Oba! Arevoluçãopara vocêvencer no mundo dos negócios de Roberto Shinyashiki pela Gente (2011)
>>> Como conquistar um ótimo emprego: e dar um salto importante em sua carreira profissional de Thomas A.Case pela Makron (1997)
>>> Iniciando os conceitos da qualidade total de Equipe Grifo pela Pioneira (1994)
>>> Redação empresarial - escrevendocom sucesso na era da globalização de Miriam Gold pela Makron (1999)
>>> Empregabilidade: de executivo a consultor bem-sucedido de Thomas A. Case pela Makron (1997)
>>> Pesquisa Operacional de Ermes Medeiros da Silva pela Atlas (1998)
>>> Contabilidade Introdutória + Livro de exercícios de Equipe de Professores da FEA/USP pela Atlas (1993)
>>> Princípios de Administração Financeira + Manual de Software de Lawrence J. Gitman pela Harbra (1997)
>>> Primeira filosofia - Aspectos da história da filosofia de Armando Mora de Oliveira pela Brasiliense (1992)
>>> Reinvente-se: você pode fazer melhor ainda de Claudio V. Nasajon pela Campus (2001)
>>> História da Política Exterior do Brasil de Amado Luiz Cervo Clodoaldo pela UnB (2002)
>>> Iniciação ao direito do trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (1998)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Juarez de Oliveira pela Saraiva (1995)
>>> Formação Econômica do Brasil de Celso Furtado pela Cia Ed Naciona (1979)
>>> Código de proteção e defesa do consumidor de Juarez de Oliveira pela Saraiva (1994)
>>> Biotecnologia em discussão de Wilhelm Hofmeister pela Fundação Konrad Adenauer (2000)
>>> O alquimista de Paulo Coelho pela Rocco (1988)
>>> O Brasil e Suas Riquezas de Waldemiro Potsch pela Não Infirmado
>>> Amor de perdição de Camilo Castelo Branco pela Klick (2000)
>>> A revolução dos campeões de Roberto Shinyashiki pela Gente (1995)
>>> Viva com esperança de Mark Finley / Peter Landness pela Afiliada (2015)
COLUNAS

Segunda-feira, 13/7/2009
Restos, por Mário Araújo
Ricardo de Mattos

+ de 3100 Acessos


Crédito da imagem: Acontece em Curitiba!

"Não há dois tempos iguais de solidão, porque nunca se está só da mesma maneira." (Henri Bosco, romancista francês)

Os dados biográficos disponíveis na internet sobre o escritor curitibano Mário Araújo (1963) são limitados. Quase nada reunimos além do que informa a pouco confiável Wikipédia. Acrescente-se o tropeço causado pelas notas acerca de dois outros escritores quase homônimos e não se olvide os inúmeros logradouros e aprovados em concursos que o Google depositou em nossa bateia. Formado em Educação Artística pela Universidade Federal do Paraná, Mário Araújo militou profissionalmente como professor e redator de publicidade. Sozinho, publicou os livros A hora extrema e Restos (Bertrand Brasil, 2008, 192 págs.). Participou da antologia Todas as gerações ― O conto brasiliense contemporâneo e possui contos publicados em revistas e jornais literários do Brasil. Em 2004, recebeu menção honrosa em concurso promovido pela Secretaria de Cultura do Estado onde reside, e seu primeiro livro "solo" conferiu-lhe o prêmio Jabuti de 2006, na categoria "contos". Si pouco sabemos a respeito de sua vida e carreira literária, fica-nos a impressão de uma ascensão paulatina e sólida.

No texto de apresentação de Restos, é informado que Mário Araújo veicula textos pela internet, assim como Luiz Paulo Faccioli, cujo livro Trocando em miúdos será objeto de coluna futura. Fato que nos remete à entrevista de Ana Elisa Ribeiro ao Digestivo Cultural, onde ela afirmou: "Uma crônica minha pode ser lida por 2000 pessoas na internet, mas não há qualquer garantia de que 2000 exemplares sejam vendidos do meu livro com as mesmas crônicas. Este é um projeto meu, inclusive, mas não sei até que ponto virtual e real terão contato". Curioso saber destes dois escritores si houve um planejamento, um roteiro que fosse da publicação virtual para a publicação em livro, e si a realidade do impresso ficou aquém ou além das expectativas. Nossa colega de colunismo também reconheceu que "se a meta é ser lido, a internet pode ser o melhor sistema de distribuição que há. Se a meta é ser lido com a posse do suporte, então a história é outra. É diferente publicar nos dois ambientes. Um não leva diretamente ao outro". Antes de ter os livros em mãos, desconhecíamos tanto Mário quanto Luiz Paulo. Coletando estas observações, pensamos nos inúmeros talentos em desenvolvimento e que recorrem à Web para divulgação do trabalho, e questionamos si a publicação em papel é tão dispensável quanto querem fazer parecer. Por mais que o novo escritor esteja à vontade no meio virtual, fica a ideia do livro em papel ser ainda um desejo sempre acalentado, e sua edição um desafio aguardado para mais cedo ou mais tarde.

Mário Araújo dedica-se ao conto como expressão literária, gênero considerado difícil. Nem Milton Hatoum escapou de críticas quando enveredou recentemente por ele, embora importante romancista. São vinte narrativas, número um tanto excessivo. Ouvindo do imperador austríaco Francisco José que uma de suas óperas tinha "notas demais", Mozart teria retrucado perguntando: "Quantas notas sugere, majestade"? Menos leviano e influenciável que o imperador, alcançamos o núcleo crítico. Selecionar os melhores do conjunto difere de simplesmente reunir material e destiná-lo à publicação. Ótimos textos são acompanhados de outros que também poderiam ser ótimos após melhor tratamento e maior prazo de gaveta, e de textos que poderiam ser deixados de lado. Exemplos de grandes contos encontramos em "Restos", "Rauziclíni", "Todos Riram", "Crioula", "A desforra", "Quatro cenas de Brasil" e "Viagem 1". A narrativa intitulada "Um novo conceito" lembrou-nos o filme Vidas em jogo, com Michael Douglas e Sean Penn, pois ambos falam da busca por situações excêntricas que acabam proporcionando experiências angustiantes. Ao menos para nós, "Solo", "Futebol 1", "Futebol 2", "Futebol 3" e "Palimpsesto" não fariam falta. Restos é um bom livro, avaliação que ganha em honestidade o que fica a dever em apupos. "Mas então compensa ler?", questionará o leitor apressado. "Sim", responderemos, "não será tempo perdido". A verossimilhança dos melhores retratos sustentam o volume satisfatoriamente.

Inegável é a coesão temática. A solidão, apresentada com diversas vestimentas, é a personagem onipresente. Não o mero isolamento, e sim aquela solitude em pleno processo de enraizamento ou que já deitou raízes vigorosas no âmago do indivíduo. Não é, portanto, uma condição que se adquire ou se afasta em horas. Reclamando seu interlocutor da solidão resultante da busca a que se dedicava, Rilke respondeu-lhe, em suas famosas Cartas a Um Jovem Poeta: "diz que os que sente próximo estão longe. Isso mostra que começa a fazer-se espaço e redor de si. Se o próximo lhe parece longe, os seus longes alcançam as estrelas, são imensos". Lição válida tanto para o artista, o filósofo, o cientista e o místico que se aprofundam em suas buscas e indagações, quanto para nós, cidadãos terra-a-terra. É precisamente o homem comum isolado no paroxismo da crise e colocado na lâmina do microscópio para ser observado. A solitária excepcional é a imagem de gesso representando Jesus Cristo, no conto "A imagem". Contudo, das tramas são apartados os acessórios, e muitas vezes os antecedentes e os consequentes.

O que fazer para acabar com a solidão? Como solucioná-la, bem como minimizar ou anular seus efeitos? Talvez fazendo o inverso do que fizeram ― ou se imagina que fizeram ― os personagens. Não se trata de solução sugerida pelo autor, mas de inferência do leitor. Não temos como saber si Mário Araújo leu, e si leu, concordou com as reflexões literárias expostas por Chekhov em suas cartas. Como o russo, o curitibano evita julgar seus personagens e porta-se como testemunha imparcial. Descreve o abandono que vivenciam, que talvez até sofram sem perceber, cabendo ao leitor incluir os "elementos subjetivos" que os levaram àquele estágio.

Para ir além






Ricardo de Mattos
Taubaté, 13/7/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Reflexões sobre o ato de fotografar de Celso A. Uequed Pitol
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 12. Rumo ao Planalto de Heloisa Pait
03. Eu blogo, tu blogas? de Fabio Gomes
04. Transformação de Lúcifer, obra de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
05. A terra da bruma, de Arthur Conan Doyle de Ricardo de Mattos


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2009
01. O delfim, de José Cardoso Pires - 19/10/2009
02. Evolução e Adaptação da Imprensa Escrita - 23/3/2009
03. Charles Darwin (1809-2009) - 16/11/2009
04. Américas Antigas, de Nicholas Saunders - 27/4/2009
05. Sobre o Islã, de Ali Kamel - 23/2/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LOCKE
IVES MICHAUD
JORGE ZAHAR
(1992)
R$ 20,00



HISTOIRE CONSTITUCIONNELLE DE LA FRANCE
MORABITO, MARCEL
LGDJ, LEXTENSO ÉDITIONS
(2014)
R$ 140,00



O DESPERTAR DO CORAÇÃO BUDISTA
LAMA SURYA DAS
ROCCO
(2002)
R$ 45,00



MANGÁ - O LIVRO MONSTRO DO MANGÁ
DANIEL DE ROSA
LIVROS ESCALA
(2009)
R$ 15,00



GABRIELA EM CORDEL
MANOEL D ALMEIDA FILHO
LUZEIRO LTDA
(2016)
R$ 18,00



ARMADILHAS DA MENTE
AUGUSTO CURY
ARQUEIRO
(2013)
R$ 15,00



TURMA DA MÔNICA JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO COLEÇÃO FANTASIA
MAURICIO DE SOUSA
GIRASSOL
(2015)
R$ 4,00



MANUAL TEÓRICO E PRÁTICO DE RADIESTESIA
DR. E. SAEVARIUS
PENSAMENTO
(1993)
R$ 37,00



CRIANÇA E MISÉRIA
JOHN DREXEL
MODERNA
(1994)
R$ 5,00



HISTÓRIA CONCISA DO TEATRO BRASILEIRO
DÉCIO DE ALMEIDA PRADO
EDUSP/IMPRENSA OFICIAL
(1999)
R$ 32,00





busca | avançada
30040 visitas/dia
1,0 milhão/mês