Restos, por Mário Araújo | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 13/7/2009
Restos, por Mário Araújo
Ricardo de Mattos

+ de 3300 Acessos


Crédito da imagem: Acontece em Curitiba!

"Não há dois tempos iguais de solidão, porque nunca se está só da mesma maneira." (Henri Bosco, romancista francês)

Os dados biográficos disponíveis na internet sobre o escritor curitibano Mário Araújo (1963) são limitados. Quase nada reunimos além do que informa a pouco confiável Wikipédia. Acrescente-se o tropeço causado pelas notas acerca de dois outros escritores quase homônimos e não se olvide os inúmeros logradouros e aprovados em concursos que o Google depositou em nossa bateia. Formado em Educação Artística pela Universidade Federal do Paraná, Mário Araújo militou profissionalmente como professor e redator de publicidade. Sozinho, publicou os livros A hora extrema e Restos (Bertrand Brasil, 2008, 192 págs.). Participou da antologia Todas as gerações ― O conto brasiliense contemporâneo e possui contos publicados em revistas e jornais literários do Brasil. Em 2004, recebeu menção honrosa em concurso promovido pela Secretaria de Cultura do Estado onde reside, e seu primeiro livro "solo" conferiu-lhe o prêmio Jabuti de 2006, na categoria "contos". Si pouco sabemos a respeito de sua vida e carreira literária, fica-nos a impressão de uma ascensão paulatina e sólida.

No texto de apresentação de Restos, é informado que Mário Araújo veicula textos pela internet, assim como Luiz Paulo Faccioli, cujo livro Trocando em miúdos será objeto de coluna futura. Fato que nos remete à entrevista de Ana Elisa Ribeiro ao Digestivo Cultural, onde ela afirmou: "Uma crônica minha pode ser lida por 2000 pessoas na internet, mas não há qualquer garantia de que 2000 exemplares sejam vendidos do meu livro com as mesmas crônicas. Este é um projeto meu, inclusive, mas não sei até que ponto virtual e real terão contato". Curioso saber destes dois escritores si houve um planejamento, um roteiro que fosse da publicação virtual para a publicação em livro, e si a realidade do impresso ficou aquém ou além das expectativas. Nossa colega de colunismo também reconheceu que "se a meta é ser lido, a internet pode ser o melhor sistema de distribuição que há. Se a meta é ser lido com a posse do suporte, então a história é outra. É diferente publicar nos dois ambientes. Um não leva diretamente ao outro". Antes de ter os livros em mãos, desconhecíamos tanto Mário quanto Luiz Paulo. Coletando estas observações, pensamos nos inúmeros talentos em desenvolvimento e que recorrem à Web para divulgação do trabalho, e questionamos si a publicação em papel é tão dispensável quanto querem fazer parecer. Por mais que o novo escritor esteja à vontade no meio virtual, fica a ideia do livro em papel ser ainda um desejo sempre acalentado, e sua edição um desafio aguardado para mais cedo ou mais tarde.

Mário Araújo dedica-se ao conto como expressão literária, gênero considerado difícil. Nem Milton Hatoum escapou de críticas quando enveredou recentemente por ele, embora importante romancista. São vinte narrativas, número um tanto excessivo. Ouvindo do imperador austríaco Francisco José que uma de suas óperas tinha "notas demais", Mozart teria retrucado perguntando: "Quantas notas sugere, majestade"? Menos leviano e influenciável que o imperador, alcançamos o núcleo crítico. Selecionar os melhores do conjunto difere de simplesmente reunir material e destiná-lo à publicação. Ótimos textos são acompanhados de outros que também poderiam ser ótimos após melhor tratamento e maior prazo de gaveta, e de textos que poderiam ser deixados de lado. Exemplos de grandes contos encontramos em "Restos", "Rauziclíni", "Todos Riram", "Crioula", "A desforra", "Quatro cenas de Brasil" e "Viagem 1". A narrativa intitulada "Um novo conceito" lembrou-nos o filme Vidas em jogo, com Michael Douglas e Sean Penn, pois ambos falam da busca por situações excêntricas que acabam proporcionando experiências angustiantes. Ao menos para nós, "Solo", "Futebol 1", "Futebol 2", "Futebol 3" e "Palimpsesto" não fariam falta. Restos é um bom livro, avaliação que ganha em honestidade o que fica a dever em apupos. "Mas então compensa ler?", questionará o leitor apressado. "Sim", responderemos, "não será tempo perdido". A verossimilhança dos melhores retratos sustentam o volume satisfatoriamente.

Inegável é a coesão temática. A solidão, apresentada com diversas vestimentas, é a personagem onipresente. Não o mero isolamento, e sim aquela solitude em pleno processo de enraizamento ou que já deitou raízes vigorosas no âmago do indivíduo. Não é, portanto, uma condição que se adquire ou se afasta em horas. Reclamando seu interlocutor da solidão resultante da busca a que se dedicava, Rilke respondeu-lhe, em suas famosas Cartas a Um Jovem Poeta: "diz que os que sente próximo estão longe. Isso mostra que começa a fazer-se espaço e redor de si. Se o próximo lhe parece longe, os seus longes alcançam as estrelas, são imensos". Lição válida tanto para o artista, o filósofo, o cientista e o místico que se aprofundam em suas buscas e indagações, quanto para nós, cidadãos terra-a-terra. É precisamente o homem comum isolado no paroxismo da crise e colocado na lâmina do microscópio para ser observado. A solitária excepcional é a imagem de gesso representando Jesus Cristo, no conto "A imagem". Contudo, das tramas são apartados os acessórios, e muitas vezes os antecedentes e os consequentes.

O que fazer para acabar com a solidão? Como solucioná-la, bem como minimizar ou anular seus efeitos? Talvez fazendo o inverso do que fizeram ― ou se imagina que fizeram ― os personagens. Não se trata de solução sugerida pelo autor, mas de inferência do leitor. Não temos como saber si Mário Araújo leu, e si leu, concordou com as reflexões literárias expostas por Chekhov em suas cartas. Como o russo, o curitibano evita julgar seus personagens e porta-se como testemunha imparcial. Descreve o abandono que vivenciam, que talvez até sofram sem perceber, cabendo ao leitor incluir os "elementos subjetivos" que os levaram àquele estágio.

Para ir além






Ricardo de Mattos
Taubaté, 13/7/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Tecnologias e borboletas de Ana Elisa Ribeiro
02. Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes de Jardel Dias Cavalcanti
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo de Heloisa Pait
04. Meshugá, a loucura judaica, de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
05. E por falar em aposentadoria de Fabio Gomes


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2009
01. O delfim, de José Cardoso Pires - 19/10/2009
02. Evolução e Adaptação da Imprensa Escrita - 23/3/2009
03. Charles Darwin (1809-2009) - 16/11/2009
04. Américas Antigas, de Nicholas Saunders - 27/4/2009
05. Sobre o Islã, de Ali Kamel - 23/2/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESTRATÉGIA DE EMPRESA
FRANCISCO GOMES DE MATOS
MCGRAW-HILL
(1993)
R$ 10,00



COMO VIVER EM HARMONIA COM O CANCER - 1ª EDIÇÃO
CELSO MASSUMOTO
CULTRIX
(2012)
R$ 27,00



ROYAL MARINE COMMANDO 7 - FIQUE EM PERFEITA FORMA
SIMON COOK - TONY TOMS
HEMUS
(1982)
R$ 7,80



NUEVO LISTO - CUADERNO DE EXÁMENES - ESPAÑOL
ROBERTA AMENDOLA
MODERNA
(2012)
R$ 7,00



UMA NOVA VISÃO DO SETOR POSTAL BRASILEIRO
MARIA NEUENSCHWANDER ESCOSTEGUY CARNEIRO
LUMEN JURIS
(2006)
R$ 19,82



HOMEM-ARANHA #122 VIDAS EM RISCO!
MARVEL
PANINI COMICS
(2012)
R$ 15,00



PROJETO BURITI - CIÊNCIAS 5
VIRGINA AOKI
MODERNA
(2009)
R$ 30,00



SEGREDOS DE MULHER A DESCOBERTA DO SAGRADO FEMININO
MARIA SILVIA P ORLOVAS
MADRAS
(2010)
R$ 61,75



MIDAS E SADIM. TUDO O QUE VOCE PRECISA EVITAR PARA TER SUCESSO
RICARDO BELLINO
CAMPUS
(2006)
R$ 5,00



GESTAO DE MARKETING
SERGIO ROBERTO DIAS
SARAIVA
(2003)
R$ 12,00





busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês