Exógeno & Endógeno | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 4/11/2009
Exógeno & Endógeno
Guilherme Pontes Coelho

+ de 6800 Acessos

Sedução, joguinhos e teatro. Adoro colecionar histórias de sedução, fictícias ou supostamente reais. A maneira como cada um lida com o assunto sexo oposto é sempre interessante. Não falo de relacionamento a longo prazo, nem comprometimento sincero, nem nada mais duradouro, como amizade colorida, entre homens e mulheres. Me refiro à conquista pura e simples, o primeiro round. Joguinhos de sedução e interpretação de personagens na hora da conquista rendem historietas boas de ouvir. As conquistas de mulheres e homens seguros e resolvidos são muito simples, quase não têm enredo. Mas quando algo, seja o que for, se coloca entre o casanova ou a amazona e a sua confiança, aí, colega, a lista de subterfúgios e artimanhas para driblar o "obstáculo" é looonga.

Por exemplo. Um antigo colega só se sentia à vontade para seduzir se estivesse a bordo do seu possante Chevrolet. É um homem magro; não é feio, mas nunca presenciei suspiros que ele tenha causado. Aparentemente saudável, corredor de fim de semana, peladeiro às quartas-feiras. Portador de um nome composto pouco lisonjeador, que não direi, mas é do tipo Marcelo Wallace, nome pelo qual o chamarei. Mas, até aí, nada de mais. A gente tem de lembrar que não foi a pessoa que escolheu o próprio nome, infelizmente. E eu, francamente, não sei se foi isso que minou a confiança do colega. Porque até a aquisição do seu sedã magnífico, ele tivera poucas namoradas. Poucas mesmo, umas duas ou três. Eu não lembro, e não sei se são dados confiáveis, por serem via "o próprio", mas duas delas foram na faculdade. Faculdade na qual se formou em administração. Formado, fez concurso. Passou. Comprou um Vectra (veja você...) e aterrorizou. Nasceu um casanova.

Estar sentado num bar e exibir a chave não convencia. Estar dirigindo e paquerar coroas pilotando coisas tipo BMW Z3, muito menos. A magia estava em abordar pedestres desamparadas ou cinderelas a bordo de abóboras populares, sem ar-condicionado nem som potente. Não que Marcelo Wallace fosse um praticante do dogging, até porque não tenho esses dados, mas estar seguro de si dependia de outra coisa, o automóvel.

Marcelo Wallace desenvolveu uma técnica apuradíssima de conquista motorizada. Que tipo de carro a vítima deve dirigir, se tem ou não adesivos de "bebê a bordo", de times de futebol, para não conflitar com o seu, de ministérios, tribunais ou autarquias, para saber onde a moça trabalha e se ficaria perto de onde ele trabalha; se os pneus estão descalibrados ou carecas, porque isso rende um xaveco em posto de gasolina, na fila de calibragem; se o carro está novo ou velho, porque, pelo que captei, é mais fácil chamar a atenção da garota se ela estiver numa carroça aos pedaços ― a novidade de um carro novo, com direito à breguice de bancos ainda envoltos no saco plástico da concessionária, pode deixar a presa imune a esse tipo de investida motorizada. Um estrategista do amor a quatro rodas.

A noiva dele, advinha! Fruto da paquera automobilística, nas ruas planas do Plano Piloto.

Uma observação rápida. Essa história me lembra o livro John Keegan, Uma história da guerra, no trecho em que ele fala da invenção das bigas e sua importância para o combate, no capítulo três, coincidentemente intitulado "Carne". Keegan, via o historiador Stuart Piggott, diz que "o veículo rápido e vistoso confere ao seu dono prestígio social e fascínio sexual".

Soube recentemente que Marcelo Wallace está de carro novo. O mais curioso no caso dele não é a singularidade, ou, se preferir, limitação, para conquistar. É o quanto o sujeito se transforma do pedestre para o piloto. É algo como Clark Kent e Superman. Convenhamos, e agora me refiro a você, homem, meu colega de gênero, você conhece alguém que "seduza nas onze"? Desconheço histórias de casanovas, a não ser o próprio Casanova, que tenham a mesma alta performance num ensaio de escola de samba, numa mostra de curtas do cinema europeu, num show do Krisium, nas areias do Balneário Camboriú, numa rave na Chapada dos Veadeiros, nos chats do Terra e no bingo mais próximo de sua casa, abordando tanto recém chegadas à maioridade civil quanto MILF's, incluindo aí todas as variantes estéticas de proporções, cores, cheiros, etc. O mesmo grau de aproveitamento em ambientes e com alvos tão díspares é incomum.

O caçador vai por onde mais lhe agrada, nos meios onde estiver mais bem adaptado ou até onde seus talentos o levem. Nosso don-juan piloto, fora do carro, tinha a confiança de um Marvin. Era indispensável, e esse é todo o tutano da questão, ser visto pilotando seu KITT. Marcelo Wallace precisava saber que a presa tinha consciência de sua posse. Seu talento? Ter adquirido um automóvel.

Outro exemplo, mas noutra direção. Um dos meus melhores amigos descobriu tarde um talento latente. Vou chamá-lo de Senhor L. Ele é livreiro e bibliófilo. Lê Santo Agostinho em latim e tem uma invejável biblioteca particular de lógica e epistemologia. Foi ele quem me apresentou a poesia de Raul de Leoni e os trabalhos do frei Damião Berge. Quem me explicou de forma didática e pé no chão o Desespero Humano, de Kierkegaard (embora eu já não me lembre do sumo da aula). Quem sempre me avisa dos lançamentos de livros sobre demonologia. Um cara chegado numa pinga, à maneira hedonista de antigamente. Um cara aparentemente circunspecto e taciturno, com uma quedinha para melancolia, e solitário. Características que se intensificaram depois que se divorciou.

Egresso de um relacionamento de mais de década, Senhor L. havia desaprendido a "chegar junto". Quando aquele homem de cenho franzido e boné siciliano entrava num ambiente, se percebido fosse, seria culpa da seriedade estampada no rosto e do tom imperativo com que diz curtas sentenças a estranhos. A aura natural de mistério que uma pessoa assim carrega era o que o salvaria depois. Porque o segredo deste homem, o talento latente que mencionei, só teria crédito, e plausibilidade, se misterioso ele fosse.

Convencido um dia por outros amigos solteiros (ou mesmo casados em jornadas clandestinas), Senhor L. deixou os livros em casa e foi se aventurar na balada. Nenhuma biblioteca jamais superará o poder da carne. Senhor L. deixou Tomás de Aquino em casa, entrou em seu Galaxy cheirando a seiva de alfazema e partiu para o então desconhecido mundo da conquista. Do qual não saiu nunca mais, pois, para espanto geral ― e próprio ― Senhor L. descobrira ser um exímio dançarino de forró. Um talento natural, intrínseco, pungente. Um dom portentoso, de causar ovulações ctônicas a cada performance.

Hoje, Senhor L. é um feliz conquistador, à sua maneira. Nada de passeios solares e risonhos ou culturais e afetados. Seu habitat são as noites nas cidades satélites do Distrito Federal, angariando mais e mais aquisições a seu harém. Qual um demônio, Senhor L. não quer causar primeiras impressões estarrecedoras. Espera pacientemente sua vez de ir à pista de dança e, depois que a primeira voluntária lhe oferecer a mão, já sabe que a noite será sua. Eis a confiança de um homem em si mesmo. Sem alardes, discreto, calmo, Senhor L. tem diamantina confiança em seu poder forrozeiro.

Ah, o jogo, o teatrinho da sedução.

Boa sorte.


Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 4/11/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Do inferno ao céu de Cassionei Niches Petry
02. Joan Brossa, inéditos em tradução de Jardel Dias Cavalcanti
03. Saudade de ser 'professor' de Filosofia de Cassionei Niches Petry
04. A pós-modernidade de Michel Maffesoli de Guilherme Carvalhal
05. Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo de Heloisa Pait


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2009
01. A morte de Michael Jackson, um depoimento - 5/8/2009
02. Exógeno & Endógeno - 4/11/2009
03. Entre a simulação e a brincadeira - 11/3/2009
04. Meu assassino - 10/6/2009
05. Sobre escrever a História - 17/6/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O CAMPANÁRIO CÓSMICO - 4ª EDIÇÃO
TRIGUEIRINHO
PENSAMENTO
(2012)
R$ 14,40



PSSAGENS DA ANTIGUIDADE AO FEUDALISMO
PERRY ANDERSON
BRASILIENSE
(1995)
R$ 20,00



TRATADO DE ENDOCRIMINOLOGIA CLÍNICA
BERNARDO LÉO WAJCHENBERG
FARMACÊUTICA
(2014)
R$ 190,00



INTRODUÇÃO À SEMÂNTICA: BRINCANDO COM A GRAMÁTICA
RODOLFO ILARI
CONTEXTO
(2001)
R$ 30,00



RONIN - VOL. 1
FRANK MILLER
ABRIL
(1991)
R$ 6,90



FIGURAS DO MEU CONVIVIO RETRATOS DE FAMILIA E DE MESTRES E EDUCADORES
FERNANDO DE AZEVEDO
DUAS CIDADES
(1973)
R$ 17,64



PIAUÍ 34 DILMA DO PRESÍDIO AO PLANALTO
VÁRIOS AUTORES
PIAUÍ 34
(2009)
R$ 13,00



HIDROLOGIA AMBIENTAL 3
VÁRIOS
ABRH
(1991)
R$ 190,00



A IDÉIA DE EUROPA NO MARCELISMO 1968 1974
JOSÉ MANUEL TAVARES CASTILHO
AFRONTAMENTO
(2000)
R$ 60,00



A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS
JÚLIO VERNE
HEMUS
R$ 20,00





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês