Meu assassino | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
24586 visitas/dia
890 mil/mês
Mais Recentes
>>> Palavraria Conversa e Versa
>>> Supercombo no Templo Music: Tour “Adeus, Aurora'
>>> Barracão Cultural estreia montagem de rua a partir de livro de Eva Furnari
>>> Marina Peralta lança novo EP, 'Leve'
>>> Dan Stulbach faz ensaio aberto de Morte Acidental de um Anarquista para alunos da Escola Wolf Maya
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
>>> Paris branca de neve
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Efervescências
>>> Justoresoluto
>>> Em segundo plano
>>> A ver navios
>>> As esquinas dos amores
>>> Pelagem de flor I: VERMELHO
>>> Idade Mídia
>>> Quando a alma é visível
>>> A MECÂNICA CELESTE
>>> Diagnóstico falho
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O discreto charme dos sebos
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Animismo
>>> Para tudo existe uma palavra
>>> Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos
>>> Entrevista com André Fonseca
>>> Google: utopia ou distopia?
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> A Casa do Saber no Rio de Janeiro
>>> Marcel Proust e o tempo reencontrado
Mais Recentes
>>> Sherlock Holmes - The complete facsimile edition de Arthur Conan Doyle pela Wordsworth Classics (1989)
>>> Pride and Prejudice and Zombies - The Graphic Novel de Jane Austen, Seth Grahame-Smith pela Quirk Classics (2010)
>>> Eating Animals de Jonathan Safran Foer pela Hamish Hamilton (2009)
>>> O desejo da escrita em Italo Calvino: para uma teoria da leitura de Rita de Cássia Maia e Silva Costa pela Companhia de Freud (2003)
>>> Lacrimae rerum: ensaios sobre cinema moderno de Slavoj Zizek pela Boitempo (2009)
>>> Ideografia dinâmica: para uma imaginação artifical? de Pierre Lévy pela Instituto Piaget (1997)
>>> Harry Potter and the Half-Blood Prince de J. K. Rowling pela Bloomsbury (2005)
>>> Orlando de Virginia Woolf pela Wordsworth Classics (2003)
>>> History of the Peloponnesian War de Thucydides pela Penguin Classics
>>> Manual do Roteiro de Syd Field pela Objetiva (2001)
>>> O mundo assombrado pelos demônios de Carl Sagan pela Companhia de Bolso (2016)
>>> Romeo and Juliet - Original + Inglês contemporâneo de William Shakespeare pela Lorenz Educational Publishers (2003)
>>> A hora da estrela de Clarice Lispector pela Rocco (1999)
>>> Guia Prático da Tradução Francesa de Paulo Rónai pela Nova Fronteira (1983)
>>> Reparação de Ian McEwan pela Companhia das Letras (2002)
>>> The Child in Time de Ian McEwan pela Vintage (1992)
>>> O Senhor dos Anéis - As Duas Torres de J. R. R. Tolkien pela Martins Fontes (2000)
>>> O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel de J. R. R. Tolkien pela Martins Fontes (1999)
>>> 1984 - em inglês de George Orwell pela Penguin/Signet Classic
>>> Diary de Chuck Palahniuk pela Random House (2003)
>>> Pigmy de Chuck Palahniuk pela Anchor Books (2009)
>>> Tell-All de Chuck Palahniuk pela Anchor Books (2010)
>>> Damned de Chuck Palahniuk pela Anchor Books (2011)
>>> L'arrache coeur de Boris Vian pela Livre de Poche (1976)
>>> Musashi - Vol. 1 de Eiji Yoshikawa pela Estação Liberdade (1999)
>>> Tim Burton de Antoine de Baecque pela Cahiers du Cinéma (2011)
>>> O Jardim das Ilusões de Susan Trott pela Círculo do Livro (1992)
>>> Hermenêutica e Unidade Axiológica da Constituição de Glauco Barreira Magalhães Filho pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2004)
>>> Elizabeth Levanta Vôo de Elizabeth Taylor pela Círculo do Livro (1988)
>>> O Verão de Katya de Trevanian pela Círculo do Livro (1983)
>>> Dias na Birmânia/ Capa Dura de George Orwell pela Círculo do Livro (1988)
>>> Os Monstros da Alma de Athur Thompson pela Bruguera (1965)
>>> Changing Their Skies: Stories From Africa - Oxford Bookworms Stage 2 de Steve Chimombo (...) Retold By Jennifer Bassett pela Oxford University Press (2008)
>>> Changing Their Skies: Stories From Africa - Oxford Bookworms Stage 2 de Steve Chimombo (...) Retold By Jennifer Bassett pela Oxford University Press (2008)
>>> Changing Their Skies: Stories From Africa - Oxford Bookworms Stage 2 de Steve Chimombo (...) Retold By Jennifer Bassett pela Oxford University Press (2008)
>>> Changing Their Skies: Stories From Africa - Oxford Bookworms Stage 2 de Steve Chimombo (...) Retold By Jennifer Bassett pela Oxford University Press (2008)
>>> Direito Constitucional da Educação de José Luiz Borges Horta pela Decálogo/ Belo Horizonte (2007)
>>> Direito Constitucional da Educação de José Luiz Borges Horta pela Decálogo/ Belo Horizonte (2007)
>>> Direito Constitucional - Tomo I/ Capa Dura de José Luís Quadros de Magalhães pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Diários do Vampiro - Reunião Sombria de L. J. Smith pela Galera Record (2011)
>>> Acima de Qualquer Suspeita de Scott Turow pela Record (1987)
>>> Poder Constituinte e Patriotismo Constitucional de Marcelo Cattoni pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2006)
>>> Acima de Qualquer Suspeita de Scott Turow pela Altaya/Record (1996)
>>> Enterrem-me de Botas (Tóxicos o sub-mundo dos tóxicos visto e vivido por uma adolescente) de Sally Trench pela Paulinas (1979)
>>> O Supremo Tribunal Federal e as Constituições Brasileiras de Luís Carlos Martins Alves Jr. pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2004)
>>> As Aventuras de Tom Sawyer (Grandes Sucessos) de Mark Twain pela Abril Cultural (1980)
>>> O Assassino Dentro de Mim de Jim Thompson pela Paulicéia (1991)
>>> A Era da Incerteza de John Kenneth pela Universidade de Brasil (1980)
>>> A Ideologia do Trabalho de Paulo Sérgio do Carmo pela Moderna (1993)
>>> A cabana do Pai Tomás de E. B. Stowe (Tradução Mario Gardelin) pela Paulinas (1966)
COLUNAS

Quarta-feira, 10/6/2009
Meu assassino
Guilherme Pontes Coelho

+ de 4100 Acessos

Eva Katchadourian é uma editora de guias de viagem, norte-americana descendente de armênios e de laços familiares rarefeitos. Ela mesma viaja para todos os países sobre os quais sua editora, A Wing & a Prayer, publica os guias, da Escandinávia ao Oriente Próximo, da América Central à África Setentrional, e não importa se onde ela se hospedará seja ou um cinco estrelas caribenho para turistas endinheirados ou um albergue aos pedaços que amendrontaria qualquer beduíno marroquino. Assim resumida, você pensaria que ela é uma mulher sem medos.

Ela precisava de imagens do vale do Ródano para um dos seus guias, mas estava em solo norte-americano. Indicaram a ela um profissional da área, Franklin Plaskett, diretor de locação, tarimbado em achar cenários naturais para filmes e campanhas publicitárias. Ela achou muito inconveniente contratá-lo para ele ir à França, gastar com hospedagem e adjacências logísticas. Mas ele foi impertinente e afirmativo: não seja ridícula. Ele achou um vale do Ródano na Pensilvânia.

Assim começou o flerte que daria casamento. Ela, franzina e de feições "étnicas", cresceu numa família frágil, descende de um povo historicamente resistente mas sofrido e que amarga um passado recente de muito sangue; uma viajante, uma sensual, fã do "exótico", desde comidas a pessoas, mulher de cabeça aberta e simpatizante de mistérios; uma estadunidense estranha no próprio país; uma democrata, leitora da New Yorker e de E. M. Forster, que não se privava de demonstrar repulsa ao New York Times e ao conservadorismo republicano. Esta mulher se casará com um carnívoro, fã de Bruce Springsteen, assinante da National Geographic, inseparável de seu boné do New York Yankees; um consumidor voraz de hot dogs e entusiasta de churrascos no Quatro de Julho; leitor de ficção científica e policiais do tipo Tom Clancy; um homem alto e volumoso como um wrestler, e bom de cama; loiro e queimado de sol de tanto andar por aí à procura de Ródanos; admirador de Charlie Parker, mas que gosta mesmo do bom rock branco americano: Elvis Presley e Beach Boys.

No dia 11 de abril de 1983, aos 37 anos de idade, Eva Katchadourian dará luz a Kevin, seu primeiro filho, ainda insegura quanto ao papel de mãe que representará daí por diante ― ao contrário do seu marido Franklin, tranquilamente à vontade como pai. Embora não se pareçam, não guardem semelhanças culturais e familiares e nem sobre como educar uma criança Eva e Franklin estejam em sintonia, eles se casaram por amor e maduros o suficiente para se reconhecerem e se aceitarem como oriundos de mundos distintos. O primeiro filho, contudo, poria em andamento o lento processo de desgaste conjugal.

A própria gravidez não havia sido um período calmo. Algumas mães, como Eva, aprendem que a maternidade exige aprendizado; e aprendem que o período em que carregam um ser humano na barriga pode não ser aquele estado de graça tão falado, mas uma anulação de identidade em nome de uma ervilha, que lentamente se tornará uma melancia. No caso de Eva, o sentimento de coadjuvante na sua própria vida fora irritantemente acentuado pela maneira equivocada como o vigilante Franklin e a maioria dos homens concebem uma buchuda: quebrável. Pelo breve retrato que você teve de Eva, é fácil imaginar o quão incômoda fora a gestação.

Então nasce Kevin. Filho de um pragmático, sólido e generoso pai, que, além de tudo, tinha de sobra o pecadilho dos autoconfiantes, a boa-fé, e de uma crítica, mutável e voluntariosa mãe. Este menino, quando adolescente, colocará à prova todos os limites de compreensão e tolerância dos pais, sobretudo da mãe. Não só isso: à prova também estará toda a capacidade de amar o próprio filho, pondo em xeque, assim, a incondicionalidade do amor materno.

Kevin Katchadourian ― KK ― será o assassino de familiares e colegas de escola numa quinta-feira que ficará conhecida como "o massacre de Gladstone". O filho de Eva matará uma dúzia de pessoas de forma hollywoodiana (sem dúvida, um extermínio originalíssimo). A obra de Kevin causaria inveja aos demais teen killers norte-americanos, até porque, ao contrário do corriqueiro, a chacina não terminou no covarde suicídio do autor. Ele foi além. Não culpou nada nem ninguém por seus atos. Fizera tudo com a cristalina consciência de matar.

Imagine que este seja seu filho. E agora? Esta pergunta é um dos Leitmotiven do romance Precisamos falar sobre o Kevin (Intrínseca, 2007, 464 págs., tradução de Beth Vieira e Vera Ribeiro), de Lionel Shriver.

E agora, que o ser humano que você pôs no mundo é um assassino frio e cruel; que as atitudes do seu filho pulverizaram de sua vida todas as possibilidades de ser feliz; que aquele menino que você achava que conhecia é, na verdade, um total estranho; e agora, você o ama? Mais: em que medida nós, os pais, somos responsáveis diretos por estas chacinas escolares? Ou elas são frutos de nossa (norte-americana) cultura armamentista e xenófoba contra a qual os pais não podem fazer nada? Aliás, é possível culpar assim a cultura em que vivemos como se não fizéssemos parte dela? Isso é possível? Parece uma maneira de se eximir da culpa... mas somos mesmo responsáveis por tudo que nosso filho faz? Que linha separa a vida do filho ― que é só dele ― da educação que lhe damos? Quando ele se desvia de tudo, absolutamente tudo o que ensinamos, cometendo uma chacina infame, você o amará?

Estes e outros questionamentos são continuamente levantados pela narradora Eva Katchadourian no romance de Shriver sem nunca parecerem maçantes ou repetitivos. Pouco mais de um ano depois da tragédia, com Kevin devidamente lacrado numa prisão para delinquentes, Eva, agora morando só, inicia uma correspondência com Franklin ― escreve cartas para entender o que aconteceu, para dar notícias de sua nova rotina, para recompor-se catarticamente, para deixar o marido a par de sentimentos sufocados pelo casamento. Por ser um romance epistolar, tudo é abordado de forma simples e intensa. Enfim, confessional.

(Lembro de Michel Leiris: "O que desconhecia é que na base de toda introspecção há o gosto de contemplar-se, e que no fundo de toda confissão há o desejo de ser absolvido.".)

O poder de reflexão moral de Shriver é impressionante. Não à toa fora comparada a George Eliot. Suas reflexões vão desde as mais íntimas de Eva Katchadourian às mais abrangentes, e neste ponto faz parte do time de Bellow, Roth e Updike, as sobre a cultura ocidental no que diz respeito a educação, maternidade, gênero, infância, sexo. Estas análises nunca parecem fora de contexto, aliás. Funcionam organicamente em todo o romance e, o que é mais espantoso, estão sempre ligadas à vida da própria Eva.

Ainda não importamos as chacinas escolares. Digo, não da maneira como são executadas lá na América do Norte. Nossas chacinas não têm os requintes cinematográficos de Columbine nem, muito menos, da fictícia Gladstone (a do Kevin), mas jovens são assassinados em salas de aula todos os dias nas escolas de subúrbio mais próximas ― ou menos distantes ― de você. Lá, nos EUA, matam porque "high school sucks", como dizem os próprios perpetrators; aqui, porque a família é ausente, porque faltam condições de crescimento humano, porque exclusão social e delinquência compõem o dilema de Tostines etc. etc.

Tento não relativizar os motivos que levam os atormentados adolescentes norte-americanos a matarem seus colegas a bala, porque cada um sofre o tanto que aguenta. Okay, sofra, mas transformar este sofrimento em sangrenta morte alheia faz qualquer um questionar se este ser humano merece compaixão. E se ele fosse seu filho?

Para ir além






Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 10/6/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Trevisan além da humanidade pervertida e violenta de Marcelo Spalding
02. O retorno de Maigret de Luis Eduardo Matta


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2009
01. A morte de Michael Jackson, um depoimento - 5/8/2009
02. Exógeno & Endógeno - 4/11/2009
03. Entre a simulação e a brincadeira - 11/3/2009
04. Meu assassino - 10/6/2009
05. Sobre escrever a História - 17/6/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O EXECUTIVO E SUA FAMÍLIA
IÇAMI TIBA
GENTE
(1998)
R$ 10,00



MAIS COM MAIS DÁ MENOS
BARTOLOMEU CAMPOS DE QUEIRÓS
RHJ
(2011)
R$ 6,90



LA CLAVE DEL EXITO
BJORN SECHER
EDAF
(1983)
R$ 15,00



TRÊS VIÚVAS - 6593
LILIANE PRATA
PLNETA
(2013)
R$ 10,00



OS IMORTAIS
THAÏS OLIVEIRA
JAGUATIRICA
R$ 42,90



RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO POR OMISSÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
LUISA AGUIAR PERES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



PROCURANDO VERMEER
BLUE BALLIETT
ROCCO
(2004)
R$ 9,90



A HISTORY OF MODERN FRANCE FRANCE OF THE REPUBLICS 1871-1962
ALFRED COBBAN (VOLUME 3)
PENGUIN BOOKS
(1990)
R$ 19,28



THE MCCALLS BOOK OF CHRISTMAS
SIMON AND SCHUSTER
NEEDLEWORK & CRAFTS
(1975)
R$ 15,00



APRENDIZAGEM NOS LOCAIS DE TRABALHO
FLAVIA MARDEGAN
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00





busca | avançada
24586 visitas/dia
890 mil/mês