Senhora Victor | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
36819 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 13/7/2011
Senhora Victor
Guilherme Pontes Coelho

+ de 3100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

O Império do Sol, de Steven Spielberg, é um dos filmes a que mais assisti na vida. É uma película recheada de cenas afamadas. Eu poderia passar horas aqui digitando sobre cada sequência deste filme, ou sobre a direção virtuose de Spielberg, ou sobre o desempenho impressionante do garoto Christian Bale. Mas a cena d'O Império do Sol que sempre me vem à mente, de imediato, quando ouço ou leio sobre o filme, é aquela quando Jim Graham (Bale) vê a "alma" da recém defunta senhora Victor (Miranda Richardson) "subindo ao Paraíso".

O aerófilo Jim, filho único, vive com os pais em Xangai, um casal importante na indústria têxtil, eminentes entre os ingleses ricos que recriaram sua própria Liverpool em solo chinês. Casas, ruas, igrejas, comércio, escolas: em 1941, tudo parecia ter sido transportado da Grã-Bretanha, como acontecia desde o século XIX. Um universo próprio, habitado por figurões de sotaques campanudos, servidos por chineses secretamente rancorosos. Então os japoneses tomam a cidade. Quem não pode fugir a tempo teve de se acostumar à hospitalidade dos invasores. Foi durante uma tentativa de fuga que Jim se perdeu dos pais e, depois de passar por alguns estrupícios perdido na rua, acabou hospedado num campo de concentração para ocidentais, quase todos ingleses e americanos.

Neste acampamento, Jim deixa de ser o garoto aristocrático, de vocabulário pomposo e modos afetados, para ser um jogador, um safo sobrevivente. Mas mantém o coração generoso e os sonhos aeronáuticos. Estes, ininterruptamente alimentados pelos aviões pelos quais é apaixonado e com os quais não para de sonhar, porque os vê diariamente: ao lado do campo de concentração, funciona uma escola preparatória de kamikazes.

É neste resort que Jim conhece a senhora Victor, acompanhada pelo marido, senhor Victor, que mais tarde a abandonará, o que tornará a relação entre ela e o garoto mais estreita, mesmo que por pouco tempo. Jim desenvolve por ela uma afeição ora cortês, ora edipiana, que ela retribui, como uma Jocasta distraída, insensibilizada pelo purgatório hostil onde vive.

Então, em 1945, depois de um bem-sucedido ataque aéreo norte-americano às instalações japonesas (a escola kamikaze é destruída), os militares japoneses abandonam a base. Os ocidentais, estropiados e famintos, guiados pelos japoneses, migram para o norte. A primeira baixa é o senhor Victor. Que some, simplesmente.

Ao entardecer, o êxodo chega ao Estádio Nantao, que funcionava como depósito de pilhagem. Carros, espelhos, estátuas, motocicletas, candelabros, pias, cristaleiras, bebidas, vasos, pianos, relógios, sofás, quadros, púlpitos, todos os bens, aparentemente, que os japoneses puderam subtrair. Jim é avisado por um dos migrantes ingleses de que é melhor continuar a caminhada, mas a senhora Victor, doente e mentalmente debilitada, pede a ele que fique, porque "aqui é melhor" - um estádio abandonado no meio nada e sem água ou comida. Jim cede e fica, e sugere à senhora Victor, a fim de enganar os soldados, que se finja de morta. Ambos se deitam no chão (anoiteceu) e dormem. Mas só Jim acorda pela manhã.

Esta é a cena. Jim acorda e contempla a senhora Victor deitada na grama, morta. Jim parece desinteressado e ocioso. A senhora Victor morreu. Ela havia pedido que ele ficasse para acompanhá-la e ele, sabendo que não seria uma escolha sensata, ficou. Havia algo suficiente entre ambos para o pedido dela ter sido atendido. Ela havia despertado nele o desejo sexual, quando, numa noite quente no alojamento onde viviam, ele a observou dormindo (a pele branca e úmida de suor, os lábios entreabertos). Pouco depois desta noite ele deixou o alojamento para ir morar com os americanos, Basie (John Malkovich) e sua gangue. Mas ele acabou retornando ao "cômodo" que dividia com o casal Victor. Ela então o recebeu, como uma mãe receberia. Foi terna e atenciosa, puxou da mão dele a maleta, abriu-lhe espaço para cama e dispôs, com delicadeza, o avião miniatura sobre a cômoda.

Jim tinha muito apreço por ela, para dizer o mínimo, já que em situações extremas, como sobreviver em um campo de concentração, o simplório termo "apreço" tem outras proporções. Ele gostava dela e, agora, ela estava ali, à sua frente, morta. Um baita problema para mente de um garoto que se dizia ateu. Como conciliar a memória de uma mulher que, mesmo de forma pouco explícita, fez as vezes de mãe e de amor platônico com a sensação de ver aquele corpo inerte e irrelevante?

Jim tinha passou a ter outro entendimento da vida desde que chegou ao acampamento. Ele já não se lembrava do rosto dos pais e, para enriquecer a dieta com proteínas, comia os carunchos que vinham no arroz com batatas. Ele, sob a tutela de Basie, estava tratando a vida como uma grande gincana da seleção natural. Aprendeu artifícios e manhas para todas as situações e era um aluno nota dez na "universidade da vida" (palavras dele), sobretudo na disciplina sobrevivência (ênfase minha). Mas a morte da senhora Victor parecia não ter resposta. Não havia macete para compreender aquele fenômeno. Basie não teria a chave daquele enigma.

Jim olhava a defunta. Só olhava.

Fui um clarão que iluminou o corpo da senhora Victor e fez Jim despertar da indiferença. Um clarão, seguido por raios coloridos fugindo no céu, rajando-o em tons de violeta, rosa, azul, verde. Jim, maravilhado, viu a alma da senhora Victor subindo ao Paraíso. Sentiu-se feliz. Abandonou o corpo que foi da senhora Victor e seguiu sua jornada, sozinho.

Uma única alma, egressa de um corpo esgotado, para o menino órfão, era capaz de cobrir o céu, à luz do dia, de mais luz, em cores vibrantes e bonitas. Era o quanto a alma da senhora Victor representava. Uma única alma. É impossível ir além disso. Impossível conceber de forma mais intensa e ingênua a grandeza de um espírito. É incomensurável.

Mas veio a realidade enquadrar as coisas em sua singular escala de grandezas. Jim, continuando sua jornada, ao topar com o primeiro rádio que lhe apareceu, soube que quem coloriu o céu não foi a senhora Victor, mas a bomba atômica. Uma desilusão igualmente incomensurável. Não pela capacidade humana de destruir (essa é conhecida), mas pela trivialidade de uma única vida. Ele acreditou que uma só alma preenchesse o céu.

Nota do autor
Ao contrário de outros filmes baseados em livros, não tenho curiosidade em ler o livro homônimo de J.G Ballard. O trabalho de Spielberg é tão sagrado que mesmo ler o livro de Ballard, que é autobiográfico, seria conspurcar minha relação com o filme. Cedi a uma superstição boba e, perdão, Ballard, não o lerei.

Para ir além









Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 13/7/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O julgamento do mensalão à sombra do caso Dreyfus de Humberto Pereira da Silva
02. Senhores turistas, apressem-se! de Carla Ceres
03. A Auto-desajuda de Nietzsche de Andréa Trompczynski
04. Uma grata surpresa de Luis Eduardo Matta
05. Habemus Chope de Tyler Durden


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2011
01. A sordidez de Alessandro Garcia - 9/2/2011
02. Churchill, de Paul Johnson - 2/2/2011
03. Pequenos combustíveis para leitores e escritores. - 7/9/2011
04. Cisne Negro - 16/2/2011
05. Derrotado - 2/3/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/7/2011
14h19min
gostei da abordagem, montana. mas, ao contrário de vc, eu sempre quis ler a história em livro. uma hora ainda o farei hehehehe abraço!
[Leia outros Comentários de alex]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CULINÁRIA
OS PETISCOS DOS FAMOSOS
EDINTER
(1992)
R$ 18,98



CURATIVOS, ESTOMIAS E DERMATOLOGIA UMA ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL
WILLIAM MALAGUTTI E CRISTIANA TÁRZIA KAKIHARA (ORG)
MARTINARI
(2010)
R$ 45,00



SÉRIE: HOUSE OF NIGHT - QUEIMADA
P.C. CAST E KRISTIN CAST
NOVO SÉCULO
(2010)
R$ 10,00



SIC PROVAS NA INTEGRA SP E RJ A PARTIR DE 2005 - ANO 2013
ATILIO GUSTAVO BLANCO BARBOSA
MEDCEL
(2013)
R$ 69,00



THE SUPERGODS
MAURICE M COTTERELL
THORSONS
(1997)
R$ 15,00



AS MARCAS DOS CHAMADOS POR DEUS
SILAS MALAFAIA
CENTRAL GOSPEL
(2000)
R$ 5,00



A VIDA DE ELIZABETH I DE INGLATERRA
JACQUES CHASTENET
CÍRCULO DO LIVRO
(1976)
R$ 16,85



MENSAGENS DO GRANDE CORAÇÃO 7821
RAMATIS
FREITAS BASTOS
(1968)
R$ 27,00



PADRÕES
ZAIDA SIQUEIRA
DO AUTOR
(2011)
R$ 25,11



CURSO PRÁTICO DE MICROONDAS SOBREMESAS E PÃES
VÁRIOS AUTOR
ED. GLOBO
(1985)
R$ 5,90





busca | avançada
36819 visitas/dia
1,4 milhão/mês