A sordidez de Alessandro Garcia | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
29017 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Mosteiro de São Bento: 50 anos da morte de Thomas Merton
>>> Residência Artística FAAP: espaço democrático onde os artistas de todo o mundo se encontram
>>> Última Terça Aberta do ano apresenta dois solos no Kasulo
>>> Eloy Casagrande e Michelle Abu encerram o projeto Baterias Brasileiras no Sesc Belenzinho
>>> LANÇAMENTO - livro " O CRIME COMO GÊNERO NA FICÇÃO AUDIOVISUAL DA AMÉRICA LATINA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Colunistas
Últimos Posts
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
Últimos Posts
>>> A verdade? É isso, meme!
>>> Ser pai, sendo filho - poema
>>> A massa não entende
>>> ARCHITECTURA
>>> Os Efeitos Colaterais do Ano no Mundo
>>> A Claustrofobia em Edgar Allan Poe - Parte I
>>> Casa de couro V
>>> Heróis improváveis telefonam...
>>> Um lance de escadas
>>> No tinir dos metais
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cartas a um jovem escritor
>>> Livros, brinquedos, bichos de estimação e imagens
>>> 8º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier
>>> Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia
>>> Mostra SP: EUA Contra Lennon
>>> Cores Paulistas e os Quatro Anos da IQ Art Gallery
>>> Ensaio.Hamlet e a arte de se desconstruir quimeras
>>> nem tanto assim
>>> Sob o domínio do Mal
>>> Palavra na Tela - Blogs
Mais Recentes
>>> Jantares De Mesa E Cama de Alexandra Forbes pela Marco Zero (2004)
>>> Cândido ou o Otimismo de Voltaire pela LPM Pocket (2018)
>>> Cinemas de Horror (Cinema Estronho) de Demian Garcia (Org.) pela Estronho (2016)
>>> 1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer de Robert Dimery pela Sextante (2007)
>>> O Massacre da Serra Elétrica - Arquivos Sangrentos de Stefan Jaworzyn pela Darkside Books (2013)
>>> Dick Tracy - Edição Especial 50 Anos de Chester Gould pela Rge
>>> Isaac Asimov Magazine nº 10 de Vários Autores pela Record (1985)
>>> Isaac Asimov Magazine nº 3 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Açucar de Gilberto Freyre pela Ministério da Indústria e do Comércio (1969)
>>> Histeria - Primeiros Artigos II de Sigmund Freud pela Imago (1986)
>>> Critique No 471-472 1986 Michel Foucault: du Monde Entier de Axel Honneth, François Ewald e outros pela Éditions de Minuit (1986)
>>> A Felicidade em Albert Camus, Aproximação à sua Obra de Marcello Z. Mathias pela Tempo Brasileiro (1975)
>>> Los Rollos del Mar Muerto, El Descubrimiento de los Manuscritos Bíblicos de Edmund Wilson pela Fondo de Cultura Económica (1956)
>>> Mundo do Fim do Mundo de Luis Sepúlveda pela Relume Dumará (1997)
>>> Claves para el Diagnostico de las Enfermedades de los Peces de H.-H. Reichenbach-Klinke pela Acribia (1976)
>>> A Alimentação dos Peixes de Aquário de Gastão Botelho e outros pela Nobel (1984)
>>> Miscelânea de Língua e Literatura Portuguêsa Medieval de M. Rodrigues Lapa pela Instituto Nacional do Livro (1965)
>>> Revolução Industrial e Subdesenvolvimento de Paul Bairoch pela Brasiliense (1976)
>>> Revista Tempo Brasileiro 30 / 31 Epistemologia 2 de Carlos Henrique de Escobar, Louis Althusser e outros pela Tempo Brasileiro (1973)
>>> Aforismos para a Sabedoria de Vida de Arthur Schopenhauer pela Folha de São Paulo (2015)
>>> Receita de Ano Novo de Carlos Drummond de Andrade pela Record (2011)
>>> Um Espia Na Casa Do Amor de Anaïs Nin pela L&PM (2006)
>>> Jogos divertidos e Brinquedos Criativos de Marcos Teodorico Pinheiro de Almeida pela Vozes (2007)
>>> O efeito urano de Fernanda Young pela Objetiva (2001)
>>> Tarzan Nº 27 5ª Série de Edgar Rice Burroughs pela Ebal (1979)
>>> Tarzan Nº 35 5ª Série de Edgar Rice Burroughs pela Ebal (1980)
>>> Tarzan Bi Nº 10 2ª Série de Edgard Rice Burroughs pela Ebal (1978)
>>> L'Origine et l'Evolution de la Vie de A. Oparine pela Éditions de la Paix
>>> O Acaso e a Necessidade de Jacques Monod pela Vozes (1976)
>>> O Capital Livro 2 Volume III de Karl Marx pela Difel (1983)
>>> Os Paraísos Artificiais / O Ópio e Poema do Haxixe de Charles Baudelaire pela L&pm (1982)
>>> Se Deus Fosse um Ativista dos Direitos Humanos de Boaventura de Sousa Santos pela Cortez (2014)
>>> Realidad del Alma de C. G. Jung pela Losada (1946)
>>> 501 Filmes Que Merecem Ser Vistos de Larrousse Editorial pela Larrousse Editorial (2009)
>>> Almanaque dos seriados de Paulo Gustavo Pereira pela Ediouro (2008)
>>> No Jardim das Feras de Erik Larson pela Intrínsica (2012)
>>> A massai branca de Corinne Hofmann pela Geração (2007)
>>> Norte e Sul - Edição Bilíngue de Elizabeth Gaskell pela Landmark (2010)
>>> Julieta de Anne Fortier pela Arqueiro (2010)
>>> A Balada do Velho Marinheiro de Samuel T. Coleridge pela Disal (2006)
>>> Que País É Este? e Outros Poemas de Affonso Romano de Sant'Anna pela Civilização Brasileira (1980)
>>> A Mulher Mais Linda da Cidade e Outras Histórias de Charles Bukowski pela L&pm (2017)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela Expressão Popular (2018)
>>> Adução - O Dossiê Alienígena de Pedroon Lanne pela Talentos Da Literatura (2015)
>>> Medo Clássico de Edgar Allan Poe pela Darkside Books (2018)
>>> Mandrake - a Bíblia e a bengala de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Memórias de Minhas Putas Tristes de Gabriel García Márquez pela Record (2009)
>>> Belo Sacrifício de Jamie Mcguire pela Verus (2016)
>>> Perdido na Amazônia 1: Dan contra a terrível Doutora Nova de Toni Brandão pela Sm (2005)
>>> Deixe os homens aos seus pés de Marie Forleo pela Universo dos livros (2011)
COLUNAS

Quarta-feira, 9/2/2011
A sordidez de Alessandro Garcia
Guilherme Pontes Coelho

+ de 5100 Acessos

Ele é um escritor que se dedicou ao pequeno em sua primeira obra solo. Ele já participou de algumas coletâneas. Agora, escreveu um livro de contos, chamado A sordidez das pequenas coisas (Não Editora, 2010, 176 págs.). São vinte contos e, para ser mesquinho, para ser pequeno, especifico que três quartos do livro são uma ótima leitura, onde o pequeno faz toda a diferença ― mas permanece, como nos acostumamos experimentar no cotidiano, pequeno.

Amor, memória, morte. Grandes motivos da experiência humana, os mais importantes, talvez, em todos os níveis da vida. Tudo o que criamos está relacionado a um desses totens, senão aos três, simultaneamente, sendo o próprio criar uma manifestação, perdoem a pieguice, do amor. Mas o grande é acachapante, é onisciente, é irrespirável, e viver dele e com ele o tempo todo pode ser a opressão absoluta ― e é partir desta constatação tão bem-vinda quanto nefasta que o pequeno é abraçado em regozijo, que o medíocre é recebido com festa e piadinhas sem graça, e me faz pedir perdão ao leitor por mencionar a palavra "amor", que não vai em itálico mas entre aspas, para lhe mostrar a estranheza que ela causa.


Issara Willenskomer ©


Pois Alessandro Garcia fala do pequeno. Daquele pequeno como mancha, poluindo o que temos de nobre. Como alerta, advertindo a consciência de que, apesar de tudo a que aspiramos, a sordidez é uma companhia pertinaz. Ele fala também do pequeno como a outra face do que tentamos fazer pelo amor, pela memória, pelo medo do fim; e do irremediavelmente pequeno, como no sétimo conto, "Subúrbio", onde as "histórias que as velhas contam umas para as outras (considerações repletas de maldade sobre o que andava fazendo a vizinha no fim da tarde passada) têm que ser narradas aos gritos, porque seus filhos estão berrando na parte dos fundos dos quintais, imersos nos tanques de concreto de lavar roupa, brincando com garrafas plásticas de refrigerante de dois litros, competindo por recordes de mais tempo sem respirar e porque volta e meia o mesmo caminhão de gás gira na quadra e retorna com sua cantilena musical, entoando por alto-falantes a música do mascote da empresa, um tal cachorrinho azul em que se pode confiar".

Nós temos bons autores na área do pequeno (o paradoxo é inerente ao binômio pequeno-grande) e não é de hoje. Principalmente do grande que foi diminuído, apequenado, um traço do nosso humor, devo informar, muito anterior à era dos 140 caracteres. "Marcela amou-me por quinze meses e onze contos de réis; nada menos." O grande apequenado também está nos contos de Garcia. O oitavo conto, "Selmara", foi saborosamente temperado com Nelson Rodrigues, nosso maior mestre em escrever a vileza das supostas bondades e a nobreza dos despudorados. "Selmara", um dos melhores contos do volume, tem muito do amor ao qual nenhum outro qualificativo é apropriado senão o de quase-amor ― uma desqualificação da que se pretende a mais nobre das virtudes. Um casal, Selmara e o narrador, convivem. Apenas. "Sem troca de palavras muito profundas, íamos sempre e sempre nos entendendo, nos usando, servindo um do outro, naquela troca sem fim e, parecia, sem grandes conseqüências."

Contudo, a pergunta, que deveria preceder ao julgamento que sentencia "este casal não se ama", é: há magnanimidade nesta entrega sem brilho mas plena? (Veja aí o protagonismo do amor pequeno.)

"Epifania", o décimo quinto conto, é o pior. "Florencio", o sexto, é o meu predileto. Um conto que, aparentemente, como mais um ou dois do volume, se eleva ao espectro do pequeno e, falando de Florencio, um artista célebre, se veste de testemunho pelo narrador para fazer uma análise da recepção das obras de Florencio pela crítica e como os críticos negociam a apreciação das obras florencianas com a vaidade deles e do artista. "Como separar do meio de uma horda de fraudes intelectuloides aquele que não pretende engambelar o público com meia dúzia de ideias prontas, com meandros enganosos, com meias-voltas confusas e soluções forçadas?" ― pergunta o narrador. Mas Florencio, no fundo, parece ser um artista honrado, que sempre "optou pela mediação, por aceitar ― não com passividade, comiseração ou demagogia, mas como opção mesmo ― as outras possibilidades analíticas sobre a sua obra".

Então, depois do último ponto-período ― "(...) uma multidão que parece não ter mais fim de ansiosos fãs, verdadeiramente cheios de vontade de, em abraços, beijos e afagos, resumir toda a felicidade que somente a obra de Florencio é capaz de lhes proporcionar." ―, é que o leitor percebe que hora alguma o métier de Florencio fora mencionado. Na escala das pequenas coisas, a sordidez alimentada pelas vaidades do mercado subjetivo das artes acaba sugando a energia das manifestações artísticas, a ponto de não fazer diferença se a obra é um livro ou um quadro, uma escultura ou um espetáculo de dança.

O décimo sétimo conto, "Um tio", pode ser considerado o mais representativo do volume. O conto trata dos três grandes temas, amor, memória e morte, como se o narrador, Bajo, estivesse se equilibrando na corda da futilidade ao tentar narrar a morte de um tio com quem mal tinha contato. Bajo encontra a morte mediante o falecimento do tio. Quer exercitar a criação registrando em narrativa o enterro dele. Mas a falta de amor ao defunto obscurece o processo criativo. Os três temas interligados.

O conto também mostra uma das maiores influências do autor, compartilhada por vários contemporâneos, que é David Foster Wallace. É por meio desta influência carregada de metaliteratura que Alessandro Garcia, não direi como, mostra a própria sordidez, às claras, e faz dela criação literária. Um bom livro. Leia.
Para ir além






Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 9/2/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidades do Algarve de Elisa Andrade Buzzo
02. Nobel, novo romance de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
03. Saudade de ser 'professor' de Filosofia de Cassionei Niches Petry
04. Por que HQ não é literatura? de Cassionei Niches Petry
05. Precisamos falar sobre Kevin de Renato Alessandro dos Santos


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2011
01. A sordidez de Alessandro Garcia - 9/2/2011
02. Pequenos combustíveis para leitores e escritores. - 7/9/2011
03. Cisne Negro - 16/2/2011
04. Churchill, de Paul Johnson - 2/2/2011
05. Derrotado - 2/3/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O GUERREIRO WICCA - COMO TRILHAR UM CAMINHO ESPIRITUAL
KERR CUHULAIN
MADRAS
(2003)
R$ 32,00



ÁGUA VIVA - CLARICE LISPECTOR (LITERATURA BRASILEIRA)
CLARICE LISPECTOR
NOVA FRONTEIRA
(1979)
R$ 10,00



JÁ NÃO PRECISO MAIS DE TI - ARTHUR MILLER (LITERATURA NORTE-AMERICANA)
ARTHUR MILLER
LIVRARIA CIVILIZAÇÃO
(1969)
R$ 15,00



DEMOLIDOR E BATMAN
CHICHESTERE MCDANIELE FISHERE WRIGHT
ABRIL JOVEM
R$ 14,80



OS INVESTIGADORES
DANIEL J. BOORSTIN
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(2003)
R$ 25,00



DEUS, DINHEIRO E CONSCIÊNCIA
ANSELM GRÜN E JOCHEN ZEITZ
VOZES
(2012)
R$ 22,00



WALTER BENJAMIN
FLÁVIO R. KOTHE
ÁTICA
(1985)
R$ 65,00
+ frete grátis



LIVRO NADA A PERDER 1
EDIR MACEDO
PLANETA
(2012)
R$ 12,00



ACADEMIA DE VAMPIROS
RICHELLE MEAD
AGIR
(2007)
R$ 24,00



DICIONÁRIO OXFORD ESCOLAR PARA ESTUDANTES BRASILEIROS DE INGLÊS (+ CD-ROM)
OXFORD
OXFORD
(2018)
R$ 76,90





busca | avançada
29017 visitas/dia
1,1 milhão/mês