Daniel Piza me fez começar a escrever | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Daniel Piza (1970-2011)

Quarta-feira, 25/1/2012
Daniel Piza me fez começar a escrever
Rafael Fernandes

+ de 3800 Acessos



Daniel Piza me fez começar a escrever
Não sei dimensionar a relevância de Daniel Piza para o jornalismo cultural. Não tenho o conhecimento, nem o interesse para tanto. Mas sei de sua importância para mim. Ele foi a minha referência de erudição cultural. Por muito tempo, a primeira coisa que eu fazia no domingo era abrir o Estadão na página da Sinopse. Era obrigatório ― virou um ritual. Quando se é jovem, uma coluna como essa era tudo o que se podia querer: uma quantidade enorme de referências, conhecimento, inteligência e texto impecável. Aliás, a primeira coisa que me impressionou nele ― e ainda impressiona ― foi a fluidez, elegância, leveza e beleza de seu texto. Sem saber, Daniel Piza me fez começar a escrever. Eu quis escrever como ele. Eu quis ter uma coluna como a Sinopse.

Alívios em tempos difíceis
Em alguns momentos, na faculdade, tudo parecia árido. Eu me sentia fora do lugar; as matérias ora pareciam fora da realidade em geral, ora da minha realidade. Muita coisa parecia careta, desnecessária e atrasada. Outras tantas pareciam constantemente vestidas de terno e gravata emitindo falas de manuais e chavões corporativos. Tudo parecia um cubículo de multinacional. O alívio vinha das artes. De ler, por exemplo, o Digestivo. E, principalmente, o Daniel Piza ― seja aos domingos ou vasculhando seu site. Ele conseguia, como poucos, extrair beleza das coisas mais brutas. Até quando se saia com suas críticas mais pesadas conseguia, pelo seu estilo, aliviar a dureza de certos temas ― e sem perder o conteúdo. E seus textos sobre as artes emanavam uma paixão de causar inveja, já que poucos conseguem se envolver tanto e tão bem com um assunto.

Estilo
Piza se expressava numa linha tênue entre o excesso de erudição e o informal, entre a seriedade excessiva e a descontração. Poderia parecer pedante demais em alguns momentos, ou exagerar no tom da observação. Mas eu sempre vi esse seu lado como a exceção e não a regra. Embora faltassem pitadas de humor em seus textos ― algo que me incomodou nos últimos anos ― para mim o saldo era positivo: a erudição no ponto certo. Ele tinha, também, um olho raro para as pequenas grandes coisas do dia a dia ― fatos aparentemente banais ganhavam contornos mais fortes graças à sua sensibilidade. Sempre teve preocupação de juntar uma opinião com boas frases, ou seja: apresentava seus argumentos com clareza e força, mas junto com um texto bonito e bem montado. Um não era mais importante que o outro. É um talento raro.

De la musique
Mas, é claro, ele não conhecia bem todos os assuntos que comentava. Música popular era um tema em que pecava, muitas vezes. E quanto mais pop o estilo, menos ele acertava. Em muitos casos, parecia faltar certa bagagem. Em outros, até conhecimento. Em mais de uma oportunidade, por exemplo, elogiou o White Stripes. Essa "banda" é o oposto do que Piza gostava e defendia. E demonstrava falta de conhecimento básico da "linhagem" do rock desde o blues, ao afirmar que a banda tinha algo de diferente. Em MPB ele acertava mais ― escreveu, por exemplo, um excelente perfil sobre o André Mehmari. Me lembro que numa coluna ele criticou a safra de compositores nacionais naquele momento. Mandei um e-mail discordando, ele me respondeu com outros tantos argumentos. Hoje, entendo mais o que ele quis dizer: não condenava tanto o panorama musical em si, mas a falta que andava (e anda) fazendo uma melodia marcante, com acordes bem trabalhados. Sem serem banais, nem excessivamente rebuscados. Enfim, uma carência de canções bem acabadas e memoráveis. Faz certo sentido, até hoje. E, mesmo nos pontos falhos na música, continuava acima da média. Inteligente e observador que era, sabia pegar atalhos: se lhe faltava a tal bagagem sobre o assunto, conseguia extrair um comentário interessante de uma canção ou um disco. Algo a despertar nosso pensamento da inércia.

Ludopédio e A prova do 9
Daniel Piza gostava de futebol e escrevia bem sobre o assunto. Tinha o defeito de muitos intelectuais de exagerar na tinta na importância ou até na "arte" do futebol. Mas passava longe dos chavões, gostava de observar tática, subtextos do jogo e tinha belos comentários sobre a técnica dos jogadores ― talvez, neste último quesito, só o Tostão faça o mesmo tão bem. Piza foi um dos poucos jornalistas ― ou o único ― que defendia que Ronaldo Fenômeno poderia voltar a jogar bem depois de sua contusão de 2000. Comprou a briga e chegou até a provocar. Numa coluna de fevereiro de 2002, cravou: "Agora, os urubus que perdoem, mas a volta dele é fundamental ― e todos continuaremos torcendo por ela". Essas defesas fizeram com que Piza se tornasse um dos poucos jornalistas em quem o jogador confiava, dando exclusivas ― como a confirmação de sua aposentadoria na noite anterior. De qualquer forma, voltando a 2001, eu também acreditava que Ronaldo voltaria bem e mandei um e-mail agradecendo por uma coluna anterior em que ele defendia a tese. O Fenômeno já tinha voltado a jogar pela Inter de Milão e estava cada dia melhor física e tecnicamente. Piza me citou na coluna seguinte (eu ainda assinava como Rafael Azevedo, antes de entrar para o Digestivo). E eu, claro, fiquei extasiado. Naquele domingo eu estava num hotel e não me fiz de rogado: surrupiei a página do Estadão da recepção. Foi tão marcante que guardo até hoje o recorte da página ― e ela ilustra esta coluna. Nos últimos dois anos, através de sua paixão pelo futebol, pelo jornalismo e pelo Corinthians se tornou coordenador editorial da revista do time, a Corinthians Mag, até sua edição mais recente. Coincidentemente, um especial sobre Ronaldo, com as matérias principais escritas por Piza.

Uma lágrima
É curioso como acabamos tendo uma forte conexão com pessoas que sequer conhecemos. Admiramos suas obras e algumas de suas atitudes de tal maneira e durante tanto tempo que parece que somos próximos. A tal ponto que, quando se vão, causam impacto. De certa forma, algo parecido aconteceu com o guitarrista Wander Taffo, morto em 2008. Sempre achei uma figura importante para a guitarra nacional, acompanhei sua carreira e estudei na sua escola. Foi um baque. Com Daniel Piza, a mesma coisa. Seus textos, observações e ideias me influenciaram tanto na área cultural que também foi um choque quando, num começo de tarde de um sábado meu pai ― também seu leitor ― me deu a noticia. Hoje em dia, morrer com 41 anos é partir muito cedo. Para alguém que trabalhava no campo intelectual, então, é quase uma injustiça. Certamente ele ainda tinha muito a evoluir e produzir. Mas ninguém disse que a vida é justa. Na pior das hipóteses temos ainda seus livros, o acervo do seu site e os textos do blog. E fica, principalmente, o exemplo de sua sede pelo conhecimento e paixão por seu ofício.


Rafael Fernandes
Araçoiaba da Serra, 25/1/2012


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes
01. 10 vídeos musicais no YouTube - 23/8/2006
02. High School Musical e os tweens - 9/1/2008
03. Quem ainda compra música? - 2/8/2006
04. Os piores músicos da década - 22/9/2010
05. 10 músicas: Michael Jackson - 22/7/2009


Mais Especial Daniel Piza (1970-2011)
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PSICOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO VOL. 1
KURT MÜLLER
EDUSP
(1977)
R$ 22,00



BREAKING THE CHAIN
WILLY VOET
YELLOW JERSEY
(2001)
R$ 24,00



PAPOULAS VERMELHAS DE ALAI UM ROMANCE DO TIBETE
ALAI
OBJETIVA
(2003)
R$ 10,00



FALANDO DE AMOR
FLÁVIO GIKOVATE
MG
(1976)
R$ 9,93



POLLYANNA
ELEANOR H PORTER
NACIONAL
R$ 25,00



BUILDING SKILS FOR THE TOELF - SECOND EDITION
CAROL KING AND NANCY STANLEY
NELSON
(1989)
R$ 15,00



RIGOLETTO
GUSTAVO MARCHESI & OUTROS
AZZALI
(1985)
R$ 22,31
+ frete grátis



PSICOLOGIA E SENTIDO DO PECADO
MARC ORAISON
PAULINAS
(1974)
R$ 12,00



PROCEDIMENTOS ESPECIAIS
ANTONIO CARLOS MARCATO
ATLAS
(2008)
R$ 30,00



TRABALHO EM GRUPOS E AUTONOMIA COMO INSTRUMENTOS DE COMPETIÇÃO
ROBERTO MARX
ATLAS
(1998)
R$ 10,00





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês