'Um Conto Chinês' e o absurdo da vida | Carina Destempero | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Talvez...
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> A felicidade, segundo Freud
>>> Memória das pornochanchadas
>>> Magia além do Photoshop
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Mais Recentes
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Fotoleitura de Paul R. Scheele pela Summus (1995)
>>> O Rosto Materno de Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2000)
>>> Terapia do Abraço 2 de Kathleen Keating pela Pensamento (2012)
>>> História Resumida da Civilização Clássica - Grécia/Roma de Michael Grant pela Jorge Zahar (1994)
>>> Cães de Guerra de Frederick Forsyth pela Record (1974)
>>> Jogo Duro de Mario Garnero pela Best Seller (1988)
>>> Psicologia do Ajustamento de Maria Lúcia Hannas, Ana Eugênia Ferreira e Marysa Saboya pela Vozes (1988)
>>> Uma Mulher na Escuridão de Charlie Donlea pela Faro (2019)
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
>>> As Cem Melhores Crônicas Brasileiras de Joaquim Ferreira dos Santos - organizador pela Objetiva (2007)
>>> O tigre na sombra de Lya Luft pela Record (2012)
>>> Elza de Zeca Camargo pela Casa da Palavra (2018)
>>> Sexo no cativeiro de Esther Perel pela Objetiva (2007)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> Coisa de Inglês de Geraldo Tollens Linck pela Nova Fronteira (1986)
>>> As mentiras que os mulheres contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2015)
>>> Equilíbrio e Recompensa de Lourenço Prado pela Pensamento
>>> Cadernos de História e Filosofia da Ciência de Fátima R. R. Évora (org.) pela Unicamp (2002)
>>> Revista Internacional de Filosofia de Jairo José da Silva (org.) pela Unicamp (2000)
>>> Dewey um gato entre livros de Vicki Myron pela Globo (2008)
>>> Ilha de calor nas metrópoles de Magda Adelaide Lombardo pela Hucitec (1985)
>>> Sua santidade o Dalai Lama de O mesmo pela Sextante (2000)
>>> Meninas da noite de Gilberto Dimenstein pela Ática (1992)
>>> Paulo de Bruno Seabra pela Três (1973)
>>> Grandes Enigmas da Humanidade de Luiz C. Lisboa e Roberto P. Andrade pela Círculo do livro (1969)
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Jonathan Seagull pela Nórdica (1974)
>>> Os Enigmas da Sobrevivência de Jacques Alexander pela Edições 70 (1972)
>>> Mulheres visíveis, mães invisíveis de Laura Gutman pela Best Seller (2018)
>>> Construir o Homem e o Mundo de Michel Quoist pela Duas cidades (1960)
>>> Vida Positiva de Olavinho Drummond pela Olavinho Drummond (1985)
>>> Força para Viver de Jamie Buckingham pela Arthur S. DeMoss (1987)
>>> Consumidos de David Cronemberg pela Alfaguara (2014)
>>> Viver é a melhor opção de André Trigueiro pela Correio Fraterno (2015)
>>> O Caso da Borboleta Atíria de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1987)
>>> Cânticos de Cecília Meireles pela Moderna (1995)
>>> Caminho a Cristo de Ellen G. White pela Cpb - Casa Publicadora Brasileira (2019)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Nova Cultural (1986)
>>> Le Divorce de Diane Johnson pela Record (1999)
COLUNAS

Segunda-feira, 28/7/2014
'Um Conto Chinês' e o absurdo da vida
Carina Destempero

+ de 2500 Acessos

Aos sete anos você cai de bicicleta, e com a queda vem um corte na carne da sua coxa. Anos se passam, a ferida cicatriza, mas a marca nunca desaparece por completo. Ela fica na parte de trás da perna, um lugar que você não tem costume de olhar; apesar de muitas vezes vê-la de relance no espelho, nem sempre a enxerga. Na maior parte do tempo você nem lembra que a cicatriz existe. Até um dia que, sabe-se lá por que razão, você, ao desistir de sair com um short curto para evitar que outros vissem a marca, percebe que essa cena é recorrente. Quantas centenas de vezes ao longo da vida essa escolha se repetiu? Nesse momento você se toca que aquela simples cicatriz influencia sua vida sem que você perceba, e muito mais do que você poderia imaginar. Além disso, você pensa que pode até escondê-la às vezes, mas que não será possível apagá-la jamais.

Não é só o nosso corpo que é marcado assim. Se nosso inconsciente tivesse um lugar físico estaria cheio dessas cicatrizes. Não sendo físicas, as marcas que ficam são outras, talvez até mais permanentes. Somos muito menos originais do que gostamos de imaginar, não variamos muito em nossas escolhas e atitudes, e no fim das contas somos determinados por meia dúzia de cortes que às vezes parecem mais barras de uma prisão.

Pensei nisso depois de assistir o filme Um Conto Chinês. O protagonista, Roberto, tem cicatrizes daquelas bem feias: sua mãe morreu quando ele nasceu. Ele esteve na guerra, matou, viu amigos morrerem e, ao voltar, encontrou o pai também morto. Acontecimentos tão marcantes que, mais do que cortar, quebraram as pernas de Roberto, e parece que o gesso que serve para sustentá-lo ao mesmo tempo impede seu deslocamento. Ele cria uma rotina milimetricamente planejada, cheia de números e cálculos, contas com as quais pretende eliminar qualquer risco de vida. Só que por mais que se tente evitá-la, a vida continua acontecendo, e o Real vez ou outra se impõe trazendo um novo número para equação. No caso de Roberto, a incógnita surgiu na forma de um chinês sem um tostão no bolso e sem uma palavra de espanhol. Alguma coisa faz Roberto acolher aquele jovem, e as consequências de dar um passo para o lado é que o caminho inteiro se modifica.

Roberto coleciona notícias absurdas de jornal. Logo ele, tão preocupado com o sentido de tudo, mostra ali uma atração exatamente pelo sem sentido da vida. Tudo começou com uma foto sua na guerra, e mais uma vez vemos como ele está preso ao mesmo ponto, como se aqueles fatos não apenas o definissem, mas justificassem que ele não viva nada depois daquilo. Colecionar a vida dos outros é não viver a sua. Roberto diz: A vida é um absurdo, e a resposta indireta que a vida lhe dá através de Jun, inesperado personagem de uma das histórias guardadas por Roberto, é: Sim, a vida é um absurdo sem sentido, mas é só o que você tem. E se foi angustiante assistir Roberto imobilizado, apagando as luzes todas as noites exatamente às 23h como fez no dia em que voltou da guerra, é emocionante vê-lo tirar o gesso e seguir em direção ao maior absurdo de todos: o amor.

Se depois desse momento, desse ato, ele irá se livrar de vez do gesso não podemos dizer. Provavelmente não. E, mesmo que se livre, as cicatrizes continuarão lá. E tudo bem. Não é necessário, nem possível, tirar pedaços de quem somos e transformarmo-nos em outra pessoa. O que Roberto naquele momento fez, e o que podemos almejar, é apenas aceitar perder. Perder certezas, garantias ilusórias, perder números e contas. E então receber vida. E viver.


Carina Destempero
Rio de Janeiro, 28/7/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Corno em Série de David Butter
02. Luiz Antonio de Assis Brasil de Marcelo Spalding
03. Como esquecer um grande amor de Pilar Fazito
04. Minha primeira vez - parte II de Rafael Rodrigues
05. Entre o sertão e a biblioteca de Celso A. Uequed Pitol


Mais Carina Destempero
Mais Acessadas de Carina Destempero em 2014
01. O humor no divã de Freud - 27/1/2014
02. O Bigode - 22/8/2014
03. A violência do silêncio - 24/3/2014
04. Era uma vez - 14/4/2014
05. Uma lição de solfejo - 30/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MATEMÁTICA FINANCEIRA
JOSÉ DUTRA VIEIRA SOBRINHO
ATLAS
(1982)
R$ 5,50



OS 500
MATTHEW QUIRK
PARALELA
(2013)
R$ 22,00



AIRBRUSHING FOR FINE & COMMERCIAL ARTISTS
ROBERT PASACHAL
VRN
(1982)
R$ 30,00



DEUS: TESE, ANTÍTESE, SÍNTESE
PAULO RESENDE
SAGA
(1969)
R$ 25,82



INVOCAÇÃO - TRILOGIA DARKEST POWERS
KELLEY ARMSTRONG
NOVO SÉCULO
(2012)
R$ 10,00



CONFISSÕES DE UM COMEDOR DE ÓPIO
THOMAS DE QUINCEY
L&PM POCKET
(2002)
R$ 12,00



COMENTÁRIOS AO NOVO CÓDIGO CIVIL - VOL. XIV ART. 966 A 1195
ARNOLDO WALD
FORENSE
(2005)
R$ 200,00



SEGMENTAÇÃO OPÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O MERCADO BRASILEIRO
RAIMAR RICHERS / CECÍLIA PIMENTA LIMA
NOBEL
(1991)
R$ 13,00



UM MILHÃO N°39 BATMAN PLANETA PRISÃO!
DC COMICS
ABRIL 50 ANOS
R$ 20,00



O OUTRO DESAFIO
JULIO LOBOS
DO AUTOR
(1987)
R$ 27,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês