O humor no divã de Freud | Carina Destempero | Digestivo Cultural

busca | avançada
60917 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Dentre Nós Cia de Dança estreia “Sagrado Seja o Caos”
>>> Teatro: Sesc Santo André traz O Ovo de Ouro, espetáculo com Duda Mamberti no elenco
>>> PianOrquestra fecha a temporada musical 2021 da Casa Museu Eva Klabin com o espetáculo online “Colet
>>> Primeira temporada da série feminina “Never Mind” já está completa no Youtube da Ursula Monteiro
>>> Peça em homenagem à Maria Clara Machado estreia em teatro de Cidade Dutra, na periferia de São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
>>> Consciência
>>> A cor da tarja é de livre escolha
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O poder da idéia
>>> A cidade e as serras
>>> A falta de paciência com o cinema
>>> Feliz aniversário, envelheço na cidade
>>> Antonio Candido
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Disciplinas isoladas
>>> Meus encontros e desencontros com Daniel Piza
>>> Pai e Filho
Mais Recentes
>>> Direito Penal Esquematizado Parte Geral de Cleber Masson pela Metodo (2009)
>>> Praia de Manhattan de Jennifer Egan pela Intrínseca (2018)
>>> São Jorge dos Ilhéus de Jorge Amado pela Martins
>>> Qualidade de Vida no Trabalho - Como Medir para Melhorar de Eda Conte Fernandes pela Casa da Qualidade (1996)
>>> Questões e Testes de Direito Administrativo de Paulo Alves Franco pela Jh Mizuno (2004)
>>> Direito Internacional da Concorrência de Clarissa Brandão pela Lumen Juris (2016)
>>> Crianças, Adolescentes e a Mídia - 2ª Ed. (lacrado) de Victor Strasburger, Barbara Wilson pela Penso - Artmed (2011)
>>> As Senhoritas de Amsterdã de Martine Fokkens, Louise Fokkens pela L&pm (2014)
>>> Melhores Poemas de Ruy Espinheira Filho (lacrado) de Ruy Espinheira Filho pela Global (2011)
>>> Diário Mínimo de Umberto Eco pela Record (2012)
>>> Crescer, Amadurecer: Poemas Meditativos de Ulrich Schaffer pela Antroposofica (2017)
>>> O Animal Mais Perigoso de Todos de Gary L. Stewart, Susan Mustafa pela Bertrand Brasil (2016)
>>> Dicionário da Antiguidade Africana de Nei Lopes pela Civilização Brasileira (2011)
>>> Florais uma Alternativa Saudável de Maria Julia Paes da Silva e Outros pela Gente (1999)
>>> Ô de Cima! de Popy Matigot pela Mil Caramiolas (2020)
>>> Exalando Esperança de Jean Mello pela Scor (2015)
>>> Noite na Taverna de Alvares de Azevedo pela Novaalexadria (1997)
>>> Poemas Crus de Cecília Floresta pela Patuá (2016)
>>> História do Mundo Antiguidade - Grécia de V. Diacov pela Fulgor (1965)
>>> Monica and Friends #13 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics
>>> O Problema dos Desconhecidos - um Estudo da Ética (lacrado) de Terry Eagleton pela Civilização Brasileira (2010)
>>> O Pensamento Vivo de Glauber Rocha de Martin Claret pela Martins Claret
>>> Die Jalna-saga: Die Brüder Und Ihre Frauen .. de Mazo de La Roche pela Ullstein Tb (1985)
>>> Ferdinand, Der Mann Mit Dem Freundlichen Herzen de Irmgard Keun pela Deutsch (1981)
>>> Auditoria Principios y Procedimento - Tomo I e Tomo II de Holmes pela Union Tipografica (1960)
COLUNAS

Segunda-feira, 27/1/2014
O humor no divã de Freud
Carina Destempero

+ de 8300 Acessos

Impossível pensar em humor e psicanálise e não pensar no chiste. Outra coisa difícil é ler a palavra chiste e não achar que ela é um pouco estranha. Vou aproveitar essa estranheza e usa-la como ponto de partida para falar do chiste. Isso porque o chiste traz sempre algo de inadequação: muitas vezes é um neologismo ou, se não o é, é uma palavra utilizada em um lugar inesperado e que revela um significado diferente do que costuma ter. É muito comum falar de "contraste de ideias" ou "sentido no nonsense" ao tentar definir o chiste. Mas o chiste tem outra característica fundamental: o riso. Suponhamos que eu esteja conversando com alguém e a pessoa diz algo "sem querer"; se eu rio desse algo, e a pessoa também, fez-se um chiste. Se a pessoa não rir, aí temos um lapso, um ato falho, mas não o chiste, pois esse não existe sem o riso.

Para Freud, o humor é uma forma de recusa da realidade. Tentamos através do humor nos defender de situações reais difíceis que não podem ser evitadas de outra forma. Assim, o chiste seria como uma válvula de escape do inconsciente que o utilizaria para dizer de forma lúdica e engraçada o que não poderia fazê-lo de outro modo.

Para exemplificar vou recorrer a uma das situações descritas por Freud em seu livro Os chistes e sua relação com o inconsciente. O episódio foi tirado do livro Reisebilder (Quadros de Viagens) de Heine, poeta e escritor alemão. Heine dá o nome de um conhecido seu, Hirsch-Hyacint, ao personagem. Hirsch-Hyacinth no livro é um morador de Hamburgo, agente de loteria e mordomo profissional, que vive se gabando de manter relações próximas com Salomón Rothschild, uma das personalidades mais ricas da Alemanha. Hirsch-Hyacinth comenta: "E tão certo como Deus há de me prover todas as coisas boas, doutor, sentei-me ao lado de Salomón Rothschild e ele me tratou como seu igual - totalmente familionario.".

O primeiro ponto importante é que se ele tivesse dito, por exemplo, "ele me tratou de igual para igual" não teria havido chiste, pois é imprescindível o surgimento de algo novo. Nesse caso a novidade foi o neologismo familionario. Esse neologismo é o que comunica, o que revela, embora tenha surgido como algo errado e por isso causado desconcerto, ao parecer ininteligível e enigmático. Depois da surpresa inicial, há a descoberta dos novos sentidos e valores trazidos por aquela expressão. O efeito cômico dela remonta justamente à possibilidade de interpretá-la, revelando o sentido escondido à primeira vista.

O chiste apresenta duas fontes de prazer: a verbalização do jogo das palavras sem sentido, e o prazer de escapar da censura, de dizer o que se quer dizer sob disfarce. Freud lê esse chiste da seguinte forma: se entendermos apenas a parte mais óbvia da frase teríamos que "Rothschild me tratou como um igual - familiarmente." Mas aí se perde a segunda parte da sentença, condensada no chiste: a referência ao milionário. Familiarmente condensada a milionário, faz surgir como substituto familionario.

Essa condensação de ideias em uma só palavra revela outra característica do chiste, dizer muito falando pouco, ou o máximo de sentido em um mínimo de suporte. O que isso quer dizer é que o chiste é sempre breve no sentido de que não pode haver explicações demasiadas. Seu sentido surge no impulso, é um acontecimento entre quem fala e quem ouve, onde o surgimento de sentido inesperado causa riso.

O chiste então é, necessariamente, algo surpreendente, não planejado, diferente da piada, que é criada com o intuito de entreter. Para Freud, há dois tipos de piadas: inócuas e tendenciosas. As piadas inócuas são aquelas que nos proporcionam prazer apenas por causa das técnicas utilizadas para formá-la, como os jogos de palavras, representação pelo oposto, condensação, etc. Já as piadas tendenciosas são aquelas que têm uma finalidade - a mesma que a dos sonhos: a satisfação de desejos inconscientes. Elas seriam uma forma de nos libertarmos das nossas inibições para expressar agressividade, cinismo, desejos sexuais, enfim, todo tipo de pensamento "imoral". Com as piadas podemos expressar aquilo que de outra forma estaria relegado ao inconsciente.

Por isso o humor traz tanto prazer, sua criação vem de um triunfo sobre a realidade, uma recusa de nos afligirmos demasiadamente com a dureza da vida. Citando Freud "O humor não é resignado, mas rebelde.".

(E depois dizem que humor não é coisa séria.)


Carina Destempero
Rio de Janeiro, 27/1/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Beijo surdo de Ana Elisa Ribeiro
02. Barba ensopada de sangue: a ilusão é humana de Isabella Ypiranga Monteiro
03. De volta da Flip 2013 de Eugenia Zerbini
04. Pesquisando (e lendo) o jornalismo de Duanne Ribeiro
05. Só dói quando eu rio. de Marilia Mota Silva


Mais Carina Destempero
Mais Acessadas de Carina Destempero em 2014
01. O humor no divã de Freud - 27/1/2014
02. O Bigode - 22/8/2014
03. A violência do silêncio - 24/3/2014
04. Era uma vez - 14/4/2014
05. Uma lição de solfejo - 30/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




100 Crônicas - o Estado de S. Paulo
Mario Prata
Cartaz
(1997)



Para Quem Deseja Mais da Vida
Joseph Nowinski
Gente
(2005)



Educação para a Nova Era: uma Visão Contemporânea para Pais e Professo
Maria Luiza Pontes Cardoso
Summus
(1999)



Significado Nas Artes Visuais - 4ª Edição
Erwin Panofsky
Perspectiva
(2014)



A Casa dos Blessings
Anna Quindlen
Objetiva
(2003)



Paulista, Graças a Deus!
Hugo Pedro Carradore
Shekinah
(1986)



In Touch 2 Student Book
Victoria F. Kimbrough
Longman do Brasil
(1993)



Matemática Economia Administração Ciencias Contabeis Vol . 1 - Matematica
Manoel Marques Barreto
Globus



Prova
Luiz Guilherme Marinoni e Sérgio Cruz Arenhart
Revista dos Tribunais
(2009)



A Princesa A Espera Livro 4 - Literatura
Meg Cabot
Record
(2003)





busca | avançada
60917 visitas/dia
1,9 milhão/mês