Seriados made in the USA | Juliana Lima Dehne | Digestivo Cultural

busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Se a vida começasse agora
>>> 9/11 books
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> Humberto Alitto
>>> Orra, meu
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Meu tio
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Tarde, de Paulo Henriques Britto
Mais Recentes
>>> Ilustrado de Miguel Syjuco pela Companhia das Letras (2011)
>>> Revista Viagem e Turismo - Ano 20 – Nº 2 - Quatro Roteiros na Itália Pra Ver Antes de Morrer de Vários Autores pela Abril (2015)
>>> Guia do Executivo Porto Alegre 1998 de Vários Autores pela Gazeta Mercantil (1998)
>>> Guia Quatro Rodas Brasil 2002 de Vários Autores pela Abril (2002)
>>> Éfeso de Naci Keskin pela Keskin Colors (2012)
>>> Clube do Livro, Ser Leitor - que diferença faz? de Luzia de Maria pela Literária (2009)
>>> The Good Life Guide to Sydney de Tessa Mountstephens pela Hark! (1996)
>>> Matemática - 8º Ano - 6º Edição de Edwaldo Bianchini pela Moderna (2006)
>>> Encontro com a Begõnia de Nilza de Oliveira pela Imagem (2014)
>>> Buenos Aires de Boca a River de Joaquim da Fonseca pela Artes e Ofícios (1996)
>>> Brisa Bia, Brisa Bel de Ana Maria Machado pela Record (1999)
>>> Barcelona – Um Ano Com 365 Dias de Marcos Eizerik pela Age (2008)
>>> De Mala e Cuia – Tudo o Que Você Precisa Saber Para Morar, Estudar, Trabalhar e se Divertir na Europa de Adriana Setti pela Jaboticaba (2005)
>>> Quebra de Confiança de Quebra de Confiança Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Viajando pela Europa e Pelo Mundo de José Cretella Júnior pela T. A. Queiroz (1985)
>>> Silêncio na Floresta de Harlan Coben pela Benvirá (2009)
>>> A Nova História Cultural de Lynn Hunt pela Martins Fontes (1992)
>>> O Livro dos Espíritos de Allan Kardec pela Círculo do Livro (1993)
>>> Não Conte a Ninguém de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2003)
>>> O Livro dos Incensos de Steven R. Smith pela Roca (1994)
>>> Confie Em Mim de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Romeu e Julieta - Macbeth - Otelo, O Mouro de Veneza de William Shakespeare pela Nova Cultural (2003)
>>> Consciência Cósmica de Rosabis Camaysar pela Lorenz (1994)
>>> Alta Tensão de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Os Sentidos do Trabalho - Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho de Ricardo Antunes pela Boitempo (2000)
>>> Luta Armada no Brasil do Anos 60 e 70 de Jaime Sautchuk pela Anita Garibaldi (1995)
>>> Jogada Mortal de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Quando Ela Se Foi de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Descartes The Project of Pure Enquiry de Bernard Williams pela Routledge (2005)
>>> Desaparecido para Sempre de Harlan Coben pela Arqueiro (2010)
>>> Seis Anos Depois de Harlan Coben pela Arqueiro (2014)
>>> Estatuto da Criança e do Adolescente de Vários Autores pela Pmpa (2003)
>>> O Inocente de Harlan Coben pela Arqueiro (2013)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Cultural (2003)
>>> Equilíbrio Total Através da Parapsicologia de Miguel Lucas pela Almed (1981)
>>> Casa de Bonecas de Henrik Ibsen pela Nova Cultural (2003)
>>> O Poder da Oração para Mulheres de Jackie M. Johnson pela Povket ouro (2013)
>>> Jesus como Terapeuta - O Poder Curador das Palavras de Anselm Grün pela Vozes (2013)
>>> Manual do Astrônomo Amador de Jean Nicolini pela Papirus (1991)
>>> As Três Irmãs de Anton Tchekov pela Nova Cultural (2002)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes (Org.) pela Atlas (2001)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Vários Autores pela Saraiva (2000)
>>> O Livro Secreto do Banheiro Feminino de Jo Barrett pela Essência/Planeta (2008)
>>> Código de Hamurabi – Código de Manu – Lei das XII Tábuas de Jair Lot Vieira (Superv.) pela Edipro (2002)
>>> Manual de Prática Forense Civil de Edson Cosac Bortolai pela Revista dos Tribunais (2003)
>>> Vade Mecum Método Cívil 2016 de Vários Autores pela Método (2016)
>>> Nossa próxima atração. O interprograma do Canal 3 de Mário Fanucchi pela Edusp (1996)
>>> Evaristo de Moraes Filho – 100 Anos de Vida Contribuição à Sociologia e ao Direito do Trabalho de Eliana Gonçalves da Fonte Pessanha e Outros (Orgs.) pela Ministério do Trabalho (2016)
>>> O tempo e a alma de Jacob Needleman pela Ediouro (1999)
COLUNAS

Terça-feira, 5/8/2014
Seriados made in the USA
Juliana Lima Dehne

+ de 3500 Acessos

Seriados. Todo mundo gosta. Eu, inclusive, adoro. Há um mês eu trabalhei em um Writers' Room, em Colônia. Foram seis semanas de trabalho árduo, poucas noites dormidas, muito café, pizza e quiche. E nem em Paris estávamos. Por um milagre não engordei.

O que tem um Writers' Room a ver com um seriado? Tudo. Qualquer seriado que tenha mais de oito episódios, geralmente, requer um time de roteiristas para fazer acontecer. O nosso time de nove foi liderado pelo showrunner Morgan Gendel que, além de premiado com Hugo Award e nomeado ao Emmy, escreveu e produziu grandes seriados como Law & Order e Star Trek: the new generation. Ele está acostumado a trabalhar para as networks, o que quer dizer, para uma temporada de 22 a 24 episódios. Para a TV por assinatura, como HBO ou AMC, ou para as distribuidoras virtuais, como Netflix ou Amazon Prime, a expectativa é de 10 -13/14 episódios por temporada.

O sistema americano de televisão funciona da seguinte maneira. Primeiro um roteirista tem uma brilhante ideia (pois é claro que achamos que nossas ideias são sempre brilhantes) para um seriado que se chama "pitch". A partir do pitch, ele escreve o chamado piloto, que de uma certa maneira é como um piloto de avião, pois ele conduzirá a temporada. O piloto serve como guia. Ele apresenta as personagens, os problemas que terão que enfrentar, o tema do seriado, e até o modelo para cada episódio sucessivo seguir. É uma espécie de blue print que os outros roteiristas, no Writers' Room, terão que seguir. Ai alguém lá no canal de televisão como ABC ou NBC gosta tanto do que leu que "encomendará" o piloto, ou seja, o primeiro episódio. O roteirista, que teve a brilhante ideia, e seu time de pelo menos oitenta pessoas, produzem o piloto. Só que eles não são os únicos. Pelo menos outros noventa times estão também na corrida frenética do chamado "Pilot Season". Mas chegar ao produzir, significa que esses sortudos já passaram pela peneira que deixou uns outro dois mil para trás.

Ai vem a hora da verdade: os estúdios coletam esses pilotos produzidos e fazem o que é chamado de "screen tests". Eles trazem público, que nem eu e você, para assistir e votar, dar opinião, dizer o que gostou e não gostou e, baseado nestes resultados, eles escolhem a metade dos pilotos para virarem seriados. É neste momento intenso de muitas noites mal dormidas e muito estresse que o telefone, com a sorte ou o azar do outro lado da linha, toca.

O telefonema da sorte chama-se "green light" (luz verde). O roteirista, que teve a ideia brilhante, escreveu o mapa do tesouro e produziu o primeiro episódio para a tela, virará então o showrunner de um novo seriado. Esta função, apesar de ser uma função relativamente nova, final dos anos 90 para cá, é primordial. Ela é uma mistura de produtor e roteirista. O showrunner, como diz o nome, é a pessoa que "runs the show" ou seja comanda o show.

Acredito que só o sistema americano prepara profissionais para exercer tal cargo, pois foi este sistema que criou o cargo. O showrunner formará então um time de roteiristas para escrever os próximos vinte e tanto episódios pois, como novela brasileira, o volume de episódios é tão grande que tem que ter um sistema industrial para que se produza episódios continuamente em pouco tempo. São apenas seis semanas entre o "green light" e a estreia da temporada. E tem que ter criação e produção simultâneas. Nem novela brasileira tem showrunner, pois quem escreve não produz, e quem produz não escreve e os diretores comandam os sets. Nos EUA são os escritores que comandam os diretores. Seja para uma comédia de meia-hora ou um drama de uma hora, o sistema de produção é o mesmo. A diferença entre produzir 13 ou 22 episódios se nota na qualidade do produto final. Com menos episódios tem-se mais tempo para os detalhes e são os detalhes que fazem a diferença. Pense em Mad Men ou Game of Thrones.

Mas a produção de seriados está mudando com o avanço da tecnologia. Netflix por exemplo produz a temporada toda antes de levar ao ar, já que a mesma é oferecida de uma vez só, o que formou um novo hábito de consumo chamado "binge watching" (assistir compulsivamente). Seriados como House of Cards ou Orange is the New Black vêm de uma só vez, completo. Eu, por exemplo, assisti House of Cards em uma tacada. Só não conta para ninguém, pois eu disse que estava trabalhando. E de uma certa maneira até estava.

A televisão como nós a conhecemos mudou e continuará a mudar com os avanços da tecnologia e os novos hábitos de consumo das novas gerações. Daqui a pouco não haverá mais separação entre TV e Internet e não haverá mais horário imposto para assistir ao seu programa favorito. Mas voltando a falar sobre a produção, exibindo um episódio por semana ou todos ao mesmo tempo, tanto faz. De qualquer modo, eles dependem de um Writers' Room para criar a temporada. E as vantagens de escrever coletivamente são enormes.

Durante as nossas seis semanas, nós criamos um seriado novo para o mercado europeu com o modelo americano de produção. A eficiência e qualidade do que se produz com dez cabeças capazes em vez de uma ou duas, são imbatíveis. Claro que sempre existem exceções, como o escritor de Vikings, Michael Hirst, que escreveu a temporada solo. Toda regra tem sua exceção.

Como o provérbio nigeriano que diz que "it takes a whole village to raise a child" (é preciso uma aldeia para criar uma criança), eu digo "it takes a whole village to create a series" (é preciso uma aldeia para criar um seriado). E esta aldeia começa no Writers' Room e termina na sua tela de TV.



Juliana Lima Dehne
Munique, 5/8/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Preconceitos de Diogo Salles
02. O Leão e o Unicórnio II de Guga Schultze
03. Obrigado, GV de Eduardo Carvalho


Mais Juliana Lima Dehne
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BOSS LADY
OMAR TYREE
SIMON E SCHUSTER PAPERBACKS
(2005)
R$ 20,00



A ARTE DE SEPARAR-SE
EDOARDO GIUSTI
NOVA FRONTEIRA
(1987)
R$ 5,00



A FUSÃO DO FEMININO
CHRIS GRISCOM
SICILIANO
(1991)
R$ 5,00



REVISTA MEU PRÓPRIO NEGÓCIO. DESPERDÍCIO. EDIÇÃO 50
VÁRIOS
ONLINE
R$ 13,90



DIOSAS Y PLEBEYAS - COL. VERDAD O CONSECUENCIA
CATHY HOPKINS
V E R
(2003)
R$ 9,87



VARIETÉS ET FANTAISIES SEXUELLES - JOISES ET PLAISIRS
ANNE DALÉS
ANNE DALÉS
R$ 15,00



O GUIA OFICIAL DO CLUB PENGUIN VOL 1
KATHERINE NOLL
MELHORAMENTO
(2010)
R$ 4,32



AS AVENTURAS DO CAPITÃO CUECA
DAV PILKEY
COSACNAIF
(2019)
R$ 22,00



UMA CASA DE BONECAS
HENRIK IBSEN
MOINHOS
(2017)
R$ 42,00



VIOLETAS NA JANELA (VERSÃO POCKET)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
PETIT/HARPER COLLINS
(2013)
R$ 22,99





busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês