Um mês depois | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
36145 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
>>> O céu sem o azul
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Troca-troca
>>> Harry, Rony e Hermione
>>> A comédia de um solteiro
>>> O palhaço, de Selton Mello
>>> Ronnie James Dio (1942-2010)
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte II)
>>> 7 de Setembro
>>> A aquisição do Whatsapp, pelo Facebook, por 19 bilhões de dólares
Mais Recentes
>>> E Se Fosse Com Você? de Sandra Saruê pela Melhoramentos (2011)
>>> Deu no New York Times de Larry Rohter pela Objetiva (2007)
>>> Mega Dicionário de Termos Técnicos e Populares: da Saúde de Eduardo Nogueira pela Rovelle (2007)
>>> Rosas do Brasil de Sérgio Schaefer pela Edunisc (2006)
>>> Rosas do Brasil de Sérgio Schaefer pela Edunisc (2006)
>>> Novo Curso de Direito Civil Volume I Parte Geral de Pablo Stolze Gangliano e Rodolfo Pamplona Filho pela Saraiva (2007)
>>> Uma Execucao na Familia: a Jornada de um Filho de Pais Condenados A... de Robert Meeropol pela Casa Amarela (2006)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Economia (2002)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Economia (2002)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Record (2002)
>>> A Dinâmica da Estratégia Competitiva de George S. Day e Outros pela Campus (1999)
>>> Travessia do Pantanal de Luís M. Neto - Maria T. Büchele pela Nova Letra (2006)
>>> Veronika Decide Morrer e o Zahir - Dois Livros de Paulo Coelho pela Sextante (2012)
>>> Direito Constitucional e Direito Administrativo de Aglair Figueiredo Villas Couto pela Impactus (2006)
>>> O Livro de Ouro da Mitologia - Historias de Deuses e Herois de Thomas Bulfinch pela Agir (2019)
>>> Guia Vip de Estilo / o Livro Definitivo da Moda Masculina 2013 de Editora Abril Cultural pela Abril (2013)
>>> Engano Mortal de J. A. Jance pela Sedna (2009)
>>> A Mão e a Luva de Machado de Assis pela Prazer de Ler (2010)
>>> Cinco Minutos de José de Alencar pela Prazer de Ler (2010)
>>> A Viuvinha de José de Alencar pela Prazer de Ler (2010)
>>> A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo pela Prazer de Ler (2010)
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Saraiva (2010)
>>> O Presente da Princesa de Meg Cabot pela Galera Record (2007)
>>> Macário e Noite na Taverna de Álvares de Azevedo pela Saraiva (2010)
>>> Caco de Gilberto Mattje pela Alvorada (2014)
>>> Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente pela Saraiva (2008)
>>> Ubirajara de José de Alencar pela Melville House (2015)
>>> O Uraguai de Basílio da Gama pela Martin Claret (2009)
>>> Lucíola de José de Alencar pela Via Leitura (2017)
>>> Fogo Estranho de John MacArthur pela Thomas Nelson (2019)
>>> O ministério da palavra de Deus de Watchman nee pela Clássicos (2011)
>>> A fé cristã normal de Watchman nee pela Living Stream Ministry (2016)
>>> Osso do seu Osso de F. j. Huegel pela Restauração (2019)
>>> A borboleta em você de Milt rodriguez pela Restauração (2008)
>>> Retendo a cabeça de Romeu pela Restauração (2012)
>>> O templo Interior de Milt Rodriguez pela Restauração (2004)
>>> A vida comunitaria de Deus de Milt Rodriguez pela Restauração (2009)
>>> Chamados À Comunhão De Seu Filho de Stephen Kaung pela dos Clássicos (2011)
>>> O Testemunho Do Senhor E A Necessidade Do Mundo de T. Austin-Sparks pela Clássicos (2017)
>>> Igreja e Israel no Novo Testamento de Daniel Juster e Keith Mathison pela Impacto Publicações (2019)
>>> Preparados para o Fim? de Harold Walker pela Impacto Publicações (2019)
>>> Grandes Doutrinas Bíblicas - Vol. 2 Deus o Espírito Santo (enc) de D. Martyn Lloyd-jones pela Publicações Evangélicas Selecionadas
>>> randes Doutrinas Bíblicas - Vol. 1 Deus o Pai, Deus o Filho (bro) de D. Martyn Lloyd-jones pela Publicações Evangélicas Selecionadas (1997)
>>> Casa de Oração – Vol.2 de Lance Lambert pela dos Clássicos (2013)
>>> Preparando-nos Para o Preparador de Harold Walker pela Impacto Publicações (2019)
>>> Amigos do Mestre de Pedro Arruda pela Impacto Publicações (2019)
>>> O Grande Abalo de Harold Walker pela Impacto Publicações (2017)
>>> A Comunhão Nossa de Cada Dia (2ª Edição) de Pedro Arruda pela Clássicos
>>> O Mistério da Oliveira de Johannes Fichtenbauer pela Impacto Publicações (2019)
>>> Playboy N°80 Sofia Clerici Charlie Sheen Maricel Alvarez de Revista argentina pela Playboy (2012)
COLUNAS

Quarta-feira, 26/11/2014
Um mês depois
Julio Daio Borges

+ de 1400 Acessos

Estamos há exatamente um mês de 26 de Outubro, quando foi divulgado o resultado das eleições. Tanta coisa aconteceu de lá pra cá que resolvi refletir um pouco sobre o quanto caminhamos e o quanto ainda continuamos "na mesma". É igualmente uma maneira de avaliar criticamente a nossa atuação e imaginar os próximos passos...

* Aécio Neves - Depois de um retorno triunfal ao Senado, com um discurso épico, penso que o senador perdeu o "momentum", como se diz em inglês. Esperávamos que Aécio fosse o grande líder que se oporia ao governo, mas não é isso o que está acontecendo. Vejo ele muito preocupado com viagens e com agradecer pelos votos pessoalmente, quando o que 51 milhões de brasileiros esperam é que ele faça oposição - "diuturna e noturnamente" - no Congresso. E se vocês precisam de um exemplo de quem está fazendo, justamente, isso, o nome dele é Ronaldo Caiado.

* Tucanos - Vejo eles muito acomodados na postura do "já ganhou" (em 2018). Tipo: "Nós somos o melhor partido, temos os melhores quadros, então o povo vai 'perceber' que a próxima eleição é nossa". OK, estão fazendo mais oposição, do que fizeram nos últimos 12 anos, mas acho pouco. Destacaria o Aloysio Nunes Ferreira. Mas para cada Aloysio - que sozinho não faz verão -, existe um Alckmin, que flerta escandalosamente com a presidente (para desgosto dos eleitores de seu estado, o principal reduto do antipetismo). Falam em "caciques", mas eu prefiro usar a expressão "prima donnas". São estrelas, mas precisam descer do Olimpo...

* PSDB - É o melhor partido, talvez o único, mas me decepciona o medo que eles têm de se identificar com a "direita". Não digo extrema direita, porque, com essa, ninguém se identifica. Vejo uma certa covardia na postura de não assumir grande parte do eleitorado que votou em Aécio Neves. Eu sei que, nominalmente, o PSDB nunca será direita, porque é "social democracia", mas os vejo perpetuando a fama que, historicamente, associou os "tucanos" à postura "em cima do muro". E me preocupa a pouca renovação dos quadros. Aécio é o mais "novo" da turma? Ou Bruno Covas, que é mais "Covas" do que "Bruno"? Para se estabelecer como real oposição, o PSDB deveria estar disposto a fazer uma mudança radical de postura, que, pelo que vejo, não parece ser o caso. O PSDB "se acha", quando, na última eleição, foi muito na inércia do "anti-PT" - deveria reconhecer esse fato...

* Outros partidos - Falam do Partido Novo, mas eu, particularmente, não gosto do nome. "Novo" - usar a palavra "novo" - é o maior chavão que existe. Ainda mais em política. Novo, renovador, reformador etc. Como nome, portanto, não me diz nada. Pelo que ouvi dizer da sua "linha", é ultraliberal, querendo privatizar até as ruas e as calçadas, se possível. Acho, como plataforma, inexequível. Fora que já existiu um partido assim. Chamava-se Partido Liberal, para quem não se lembra. Estou falando porque li, décadas atrás, um livro de João Mellão Neto a respeito, e as ideias eram essas. O PL, como se sabe, acabou completamente desmoralizado. Não por causa do Mellão, que teve uma passagem breve pelo governo Collor, mas por causa de Valdemar Costa Neto, mensaleiro, recentemente "solto"...

* Representação política - Depois de Junho de 2013, ficou provado que a nossa representação política está ultrapassada. Ainda tivemos esse "ímpeto" na última eleição, mas quem, realmente, nos representa? Ronaldo Caiado? Uma parcela do PSDB? Partidos novos que não "viraram"? Um político avulso ou outro? Isso é suficiente? Eu acho insuficiente. E o pior é que eu acho que os políticos não "cairão na real", definitivamente. Vão continuar fazendo política como sempre fizeram. É o que eles sabem fazer. Minha tentação é dizer que a renovação cabe a nós. Mas como? Não sei, ainda. Não acredito que seja entrando num partido que já existe. Um partido tem uma inércia ainda maior que a dos políticos. Fundar um partido? Acho uma loucura. Deixo para vocês a solução deste enigma.

* Cobertura política - É muito mais exaustiva do que eu imaginava. Além dos veículos tradicionais, existe a internet e "fontes", as mais diversas. É, também, apaixonante, ao contrário do que sempre imaginei. Mas, sendo bem realista, não sei se vou conseguir acompanhar, como acompanhei até agora, daqui pra frente. Fora que preciso completar minha formação. Quase não li livros sobre política. Tenho de retomar minhas leituras sobre a História do Brasil, por exemplo. Enfim: estou me divertindo, mas não pretendo fazer disso uma profissão. Nem posso. Fiquei feliz de poder participar do debate, e vou continuar dando meus pitacos, mas espero poder confiar na competência dos verdadeiros profissionais. Não podemos deixar este governo à solta...

* Governo - Não tenho muita esperança, mas acho que o Brasil vai sobreviver. Já passei a minha fase de inconformismo (ia escrever "raiva" mas posso ser acusado de "crime de ódio"). Temos de lidar com a coisa. Estou ficando pragmático como aqueles gestores de fundos de investimento. Você trabalha com o cenário, não se sentindo tão responsável por ele. O cenário está colocado, você decide a partir disso. Não tinha grandes ilusões de que o Aécio fosse "revolucionar", porque ninguém revoluciona nada - ainda bem -, mas daria um novo "alento". A parte psicológica é importante, também. Impeachment? Pode ser. Mas não sei se está tão perto assim, e com essa oposição... Vou continuar indo às ruas. Acho interessante. (Golpe acho uma tremenda de uma bobagem.)

Tenho amigos se filiando a partidos políticos tradicionais. Tenho amigos mais céticos do que nunca. Convivo com gente de todo tipo, inclusive petistas. Ninguém é perfeito... Brincadeiras à parte, acho o momento atual estimulante. Pelo menos, para mim. Descobri um novo "assunto". Abri uma nova frente. Fazia tempo que um tema não me interessava tanto. Acho que é parte do processo de amadurecimento. Comecei escrevendo sobre cultura, por causa da internet descobri o "business", agora desembarco na política. A situação no Brasil é crítica. Estamos em crise. Mas temos de nos lembrar que toda crise pode ser um recomeço, em novas bases. Desejo boa sorte a todos nós ;-)

Para ir além
Compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 26/11/2014


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
03. 40 - 29/1/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CENAS DA LITERATURA MODERNA
CELINA MARIA MOREIRA MELLO
7 LETRAS
(2010)
R$ 22,00



UM JEITO DE APRENDER - 2ª SÉRIE - MÓDULO 1.
DIRCE GUEDES - EDUARDO PARENTE - KATIA PAULILO -
FTD
(2000)
R$ 12,00



O SENHOR DA DANÇA
CHAGDUD RINPOCHE
MAKARA
(2000)
R$ 130,00



PASSO A PASSO COM JESUS - MATERNAL PROFESSOR Nº 7 O JOVEM ABENÇOADO
EDITORA CENTRAL GOSPEL
CENTRAL GOSPEL
(2017)
R$ 10,00



OXIGÊNIO
CAROL CASELLA
NOSSA CULTURA
(2011)
R$ 12,80



COMUNICAÇÃO INTERCULTURAL
TERUO MONOBE / SATIKO MONOBE
STS
(2013)
R$ 35,00



TERRAS PARTICULARES - DEMARCAÇÃO, DIVISÃO, TAPUMES
HUMBERTO THEODORO JUNIOR
LEUD
(1981)
R$ 15,00



ECOTURISMO - UM GUIA PARA PLANEJAMENTO E GESTÃO
KREG LINDBERG E DONALD E. HAWKINS
SENAC
(1995)
R$ 16,00



EU EM TU / I IN U (COLEÇÃO BILÍNGUE COM 3 VOLUMES)
LAURIE ANDERSON
CENTRO CULTURAL
(2011)
R$ 50,00



NAZARÍN
BENITO PÉREZ GALDÓS
JOSÉ OLYMPIO
(1990)
R$ 20,00





busca | avançada
36145 visitas/dia
1,3 milhão/mês