Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador | Heloisa Pait | Digestivo Cultural

busca | avançada
28343 visitas/dia
851 mil/mês
Mais Recentes
>>> Livro narra a trajetória do empresário que transformou a história urbana de São Paulo
>>> TV Brasil destaca polêmica das fake news no Mídia em Foco desta segunda (22/10)
>>> Ruy Castro e Frei Betto em novembro, no IEL
>>> Operação Condor, Direitos Indígenas, Cine Nuevo e Economia serão temas do 36º EPAL/PROLAM
>>> Sidney Rocha lança seu novo livro, A Lenda da Seca
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Voto de Meu Pai
>>> A barata na cozinha
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> O artífice do sertão
>>> De volta à antiga roda rosa
>>> O papel aceita tudo
>>> O tigre de papel que ruge
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> A moral da dúvida em Oakeshott e Ortega Y Gasset
>>> Por um triz
>>> Sete chaves a sete cores
>>> Feira livre
>>> Que galho vai dar
>>> Relâmpagofágico
>>> Caminhada
>>> Chama
>>> Ossos perduram
>>> Pensamentos à política
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Para tudo existe uma palavra
>>> Cind Canuto
>>> Araquém Alcântara #EuMaior
>>> Henry Ford
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Apresentação
>>> Apresentação
>>> Um defeito de cor, um acerto de contas
>>> Cuidado: Texto de Humor
>>> O Oratório de Natal, de J. S. Bach
Mais Recentes
>>> O Livro das Sombras de Scott Cunningham pela Madras (2017)
>>> O Livro Secreto da Magia Celta de Montse Osuna pela Universo dos Livros (2009)
>>> Contabilidade de custos de Eliseu martins pela Atlas (2018)
>>> Responsabilidade social e competencia inter-pessoal de Paul serter pela Ibpex (2018)
>>> A estrategia e o cenario dos negocios de Pankaj guemawat pela Bookman (2018)
>>> Faça voce mesmo propaganda de Fred e. hahn pela Ibpi (2018)
>>> Recursos humanos de Idalberto chiavenato pela Atlas (2018)
>>> Organizaçao & metodos de Antonio cury pela Atlas (2018)
>>> Manual de maitre d hotel de Aristides de oliveira pacheco pela Senac (2018)
>>> O criador no mundo empresaral de Sofia mountian pela Conex (2018)
>>> De mulher para mulher de Eugene price pela Mundo cristao (2018)
>>> O egito secreto de Paul brunton pela Pensamento (2018)
>>> Contacto interdimensional-el contacto continua de Sixto paz wells pela Sixto paz (2018)
>>> Doenças profissionais ou do trabalho de Irineu antonio pedrotti pela Leud (2018)
>>> Direito Empresarial de Mônica Gusmão pela Impetus (2004)
>>> Metodo rapido de corte-modelagens e tecnicas de costura de Carminha de feitas pela Sigbol (2018)
>>> Executivo-a carreira em transiçao. de Ricardo de almeida prado xavier e claudir franciatto pela Sts (2018)
>>> Curso avançado de excel de Fabricio augusto de ferrari pela Digerati (2018)
>>> Historia e doutrina da franco-maçonaria de Marius lepage pela Pensamento (2018)
>>> Crimes Contra a Dignidade Sexual - para Concursos de Francisco Dirceu Barros pela Elsevier (2010)
>>> Nostradamus-historiador e profeta de Jean-charles de fontbrune pela Circulo do livro (2018)
>>> Nossos filhos sao espiritos de Herminio c. miranda pela Lachatre (2018)
>>> Meus engmas favoritos de J.j. benitez pela Circulo do livro (2018)
>>> A cidade e as serras de Eça de queiroz pela Nucleo (2018)
>>> Minerais do Brasil 3 volumes de Rui Ribeiro Franco et Alii pela Edgard Blucher (1972)
>>> Entre Moisés e Macunaíma. Os judeus que descobriram o Brasil de Moacyr Scliar & Márcio Souza pela Garamond (2000)
>>> A aventura realista e o teatro musicado de Flávio Aguiar. Organizador pela Senac SP (1998)
>>> O Império do Belo Monte. Vida e Morte de Canudos de Walnice Nogueira Galvão pela Fundação Perseu Abramo (2001)
>>> Teoria da História do Brasil. Introdução Metodológica de José Honório Rodrigues pela Nacional (1978)
>>> O Polichinello de Ana Martia de Almeida Camargo. Organização pela Imprensa Oficial do Estado SP (1981)
>>> Enquadro. Capitulo I: Domingas de Eddie Louis Jacob pela Casa da Lapa (2009)
>>> Revista de Comunicação, Cultura e Política - V.14 Jan/Jun - 2014 de Vários Colaboradores pela PUC/Vozes (2014)
>>> Direito Processual do Trabalho (Reforma e Efetividade) de Luciano Athaíde Chaves (Org) pela LTr / Anamatra (2007)
>>> Lições de Direito Penal - Parte Geral de Heleno Cláudio Fragoso pela Forense (2003)
>>> Curso de Direito Penal - Parte geral - Volume 1 de Fernando Capez pela Saraiva (2007)
>>> On Love: A novel de Alain de Botton pela Grove Press (1994)
>>> Tarô dos Vampiros O Oráculo da Noite Eterna de David Corsi pela Madras (2010)
>>> Aptidao fisica-um convite a saude de Valdir j. barbanti pela Manole dois (2018)
>>> Science for all children de National academic press pela National academic press (2018)
>>> Restauraçao da mata atlantica em areas de sua primitiva ocorencia natural de Antonio paulo mendes galvao e antonio carlos de souza galvao pela Mapa (2018)
>>> O caminho para o amor de Deepak chopra pela Rocco (2018)
>>> O livro do juizo final de Roselis von sass pela Ordem do graal na terra. (2018)
>>> Meu anjo de Fausto de olveira pela Seame (2018)
>>> Perversas Famílias (um castelo no pampa 1) de Luiz Antonio de Assis Brasil pela L&PM (2010)
>>> Evoluçao consciente de Sergio motta pela Ediouro (2018)
>>> Carrie, a estranha de Stephen King pela Suma de Letras (2013)
>>> Pesquisa e planejamento de marketing e propaganda de Marcia valeria paixao pela Ibpex (2018)
>>> Pedra do Céu de Isaac Asimov pela Aleph (2016)
>>> A guerra se torna mundial--4. de Folha de sao paulo pela Folha de sao paulo (2018)
>>> A guerra se torna mundial--4. de Folha de sao paulo pela Folha de sao paulo (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 4/1/2018
Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador
Heloisa Pait

+ de 1800 Acessos

Leia a primeira aventura de Mónika, À Beira do Abismo.

Mónika saiu do aeroporto um pouco baratinada. Disse ao aviador que ia ficar vendo os pousos mais um tempo, tomando café instantâneo. Só que o aeroporto não tinha movimento. A tarde já chegava ao fim, era hora de voltar ao hotel.

O ônibus não vinha.

Perguntou a um senhor de pé, com malas, se ele sabia do ônibus, logo quando uma caminhonete parou rangendo pneus. O motorista, um homem forte e altivo, desceu e cumprimentou o senhor; o senhor respondeu a Mónika que não sabia. O motorista se adiantou, ofereceu carona e limpou as tralhas do banco da frente, enquanto o senhor botava as malas no carro e voltava ao aeroporto.

– Você mora onde? – o homem perguntou já na estrada, seguro na caminhonete como um cowboy.

– Eu... Eu dou aulas na universidade. Você?

– Não está me reconhecendo?

Mónika conhecia muita gente, mas tinha péssima memória. Se encontrava algum aluno, perguntava o tema do trabalho que eles tinham apresentado no curso. Aí sabia o ano, a turma, tudo. O problema é que às vezes os alunos não lembravam.

– Desculpa, eu...

– Eu sou o Ronaldo Caiado.

– Mas Goiás... é assim tão perto daqui?

– Tenho um sítio em Ambaíba. Coisa pequena, umas ovelhas. – O senador dirigia um pouco rápido demais. – É um sítio que só eu cuido. Dou vacina, toso, compro ração. O dia-a-dia o seu Manoel é que faz, estou no Senado. Já visitou o Senado? O Senado é como uma criação de ovelhas, não é muito diferente não, doutora.

Era engraçado o senador a chamar de doutora, como os feirantes do seu bairro. Os alunos a chamavam pelo sobrenome, era moda; ela sempre achava que buscam o pai. Mónika perguntou, como se estivesse assistindo aula:

– Como assim?

– Um projeto de lei, por exemplo. Se você tosar antes da hora, não sai nada. Tem que aguardar o tempo. Se chamar as ovelhas no grito, de longe, também nem adianta que vão te ignorar. Tem que chegar perto e ir tocando. Aguardando. E aí faz a tosa e sai aquela belezura de lã!

O senador tinha as mãos no volante, como se ainda dirigisse. Mas havia parado o carro no acostamento, de frente para o sol poente que deixava o mundo alaranjado. Não havia perguntado se ela queria parar, se a incomodava ficar na estrada deserta ou não, estava acostumado a mandar.

– Entendi.

– Também tenho um cachorro, claro.

– No congresso?

– No sítio. Uma raça húngara, um bicho muito inteligente que de longe até parece uma ovelhinha. Uma coisa bonita, viu? Mais esperto que muito deputado!

O senador riu da própria piada. Mónika sentiu um ciúme profundo do cão congressista, bonito, inteligente. Caiado falava, falava, mas não lhe fazia um elogio, não perguntava nada dela. Pôs as mãos no rosto e inclinou a cabeça, como se rezasse. O senador se espantou:

– Você está bem? Fiquei falando coisas da roça, a doutora deve estar acostumada com conversas mais elevadas.

– Estou bem, estou bem. É que fiz um passeio... Mas fale do cachorro. Como ele é?

Estava do lado do Senador Ronaldo Caiado, que podia fazer um tremendo escarcéu com sua denúncia. Podia lhe resolver todos os problemas na universidade. Entretanto, lhe faltava a coragem. Ela que falava o que lhe dava na telha, agora lhe faltava a coragem. O encontro havia sido fortuito, e se depois perguntassem como tinha sido, eles diriam que tinha sido fortuito e ninguém acreditaria. A verdade sempre tão inverossímil.

– Que bobagem, falar do meu pastor! Quero saber no que você faz pesquisa! Deve ser coisa muito importante.

Mónika sentiu um bem estar tremendo. Mas as idéias se atrapalhavam na sua mente. Se contasse o que ela realmente estudava, o senador não compreenderia. Então falou de um projeto secundário. Suas pesquisas sobre os Pentagon Papers, Edward Snowden, Deep Throat, Vanunu, Bradley Manning e o impacto de suas revelações nas relações internacionais. Explicou que cada um deles seguia um ritual muito bem desenhado, como se se oferecesse à imolação numa cerimônia sacrificial arcaica. Só que era tudo nos dias de hoje, com declarações na TV, depoimentos na justiça. Começava a explicar a diferença entre eles e o casal Rosenberg quando Caiado a interrompeu.

– Olha só! A doutora precisa ir lá pra Brasília contar pra gente tudo isso! E no Brasil, tem esse negócio de whistleblower? Ou aqui o que tem é dedo-duro mesmo, doutora?

Era isso que Mónika defendia. Que era preciso uma legislação para proteger os whistleblowers, que aqui eram muito mal vistos. Que sem isso sempre teríamos os escândalos descobertos por acaso, sem dar oportunidade para as pessoas comuns relatarem o que vêem nas repartições, nas empresas, até no Itamaraty. Estava ali, falando para quem realmente importava no país, para quem podia mudar as coisas. Mas a idéia de que o senador no fundo não via a hora de brincar com seu cãozinho lhe perturbava o raciocínio.

– Aqui tem mais dedo-duro mesmo, senador.

Ficaram os dois pensativos, admirando o pôr-do-sol à frente. Tinham acabado de se conhecer, mas buscavam a mesma coisa: como botar o país de pé? Era isso o que os preocupava, cada um a seu modo.

– Olha, o que precisava mesmo, doutora, já que estamos só nós dois aqui, era liquidar uma meia dúzia como a gente faz com a criação quando tem bicho doente que também já resolvia bem, não? Queria ver se tinha corrupção, se tinha essa bandalheira toda.

Caiado lhe lembrava o sertanejo John Denver, com aqueles traços indígenas. Perguntou:

– Você é índio, senador?

– Ah, doutora, quem não é nesse Brasil? Minha avó – a mãe dela foi roubada da tribo pelo meu bisavô. Cataram a bugra e levaram pra fazenda. No laço.

O senador gostava de rir. Jogava a cabeça pra trás e ria gostoso, os dentes bem tratados, afiados, brilhantes. Mónika sorriu aliviada com o fim da conversa sobre suas pesquisas. Ele continuou:

– Agora, atitude de índio isso não tenho. Essa coisa de beber e não fazer coisa nenhuma o dia todo, o mês todo, isso não. – O senador fez uma pausa. – Se bem que tem índio melhor que muita gente. Que cuida da floresta lá deles, não incomoda ninguém, quando vem pra cidade é pra trabalhar, até pra se formar.

Mónika quis dizer algo, o senador continuou:

– Você sabia que já dei palestra pra índio estudando pra ser médico? Sabia disso?

Mónika não compreendia bem a taxonomia do senador. Os índios, as ovelhas, o cachorro, os congressistas, ele mesmo. Ela. Sabia bolar perguntas, mas que pergunta podia fazer que lhe elucidaria a mente do senador?

Agora era ele que a olhava inquisidor, como se avaliasse uma ovelha, pela lã, pelo leite, talvez pela carne. Atirou:

– Você não é daqui, né?

– Nasci na Europa, mas vim pequena.

– Na Europa?

– É.

– E a doutora pode dizer onde, na Europa, ou acha que está falando com um matuto?

– Bom, na Hungria.

– De onde veio o Renan!

– Que Renan?

– Meu cão pastor, no sítio, te falei dele! Vamos lá, vou te apresentar o Renan, vocês que são húngaros vão se entender que vai ser uma beleza. Vou fazer um churrasco daqueles!

O senador não estava brincando quando dizia que Mónika e o cão Renan se dariam bem. Via os dois como gente, capazes de travar amizade. Mas como é que Mónika podia contradizê-lo, se tinha ciúmes do cachorro? Então aceitou ir ao sítio, provar o churrasco, talvez até ser tosada como se fosse um parlamentar.

Está no ar a oitava aventura de Mónika, The Heroes of the World.

Esta é uma obra de ficção; qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência


Heloisa Pait
São Paulo, 4/1/2018



Quem leu este, também leu esse(s):
01. Gosta de escrever? Como não leu este livro ainda? de Renato Alessandro dos Santos
02. Literatura, quatro de julho e pertencimento de Guilherme Carvalhal
03. Fazendo a coisa certa de Fabio Gomes
04. Nos tempos de Street Fighter II de Luís Fernando Amâncio
05. A firma como ela é de Adriane Pasa


Mais Heloisa Pait
Mais Acessadas de Heloisa Pait em 2018
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba - 16/2/2018
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador - 4/1/2018
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World - 11/1/2018
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 11. A Quatro Braçadas - 1/2/2018
05. Os Doze Trabalhos de Mónika. 10. O Gerador de Luz - 25/1/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ISADORA, SUA CAMISOLA LA PERLA E A BR
CATARINA GUEDES
KALANGO
(2015)
R$ 28,00



O LIVRO ESSENCIAL DE UMBANDA
ADEMIR BARBOSA JÚNIOR
UNIVERSO DOS LIVROS
(2014)
R$ 45,00



O SENHOR DOS ANÉIS 2 - AS DUAS TORRES
J. R. R. TOLKIEN
MARTINS FONTES
(2000)
R$ 31,90



A MORTE DA ESTANDARTE E OUTRAS HISTÓRIAS
ANÍBAL M. MACHADO
LIVRARIA JOSÉ OLYMPIO
(1972)
R$ 7,00



AS CARIOCAS
SÉRGIO PORTO
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1967)
R$ 8,00



ANTROPOLOGIA I - TEXTOS I
FACULDADES OBJETIVO
SUPERO
R$ 7,90



BÍBLIA EM POLONÊS - ANTIGA 1959
VÁRIOS AUTORES
ND
(1959)
R$ 149,00



A CULPA É DAS ESTRELAS.
JOHN GREEN
INTRÍNSECA
(2012)
R$ 12,90



O SENHOR É MEU PASTOR. SALMO 23
IRAMI B. SILVA (RESP. EDIT. & REV.)
SCIPIONE
(1991)
R$ 10,00



VIVALDI - A HISTORIA DOS GÊNIOS DA MUSICA CLÁSSICA
EDITORA NOVA CULTURAL
NOVA CULTURAL
(1988)
R$ 8,99





busca | avançada
28343 visitas/dia
851 mil/mês