Por que o petrolão é muito diferente do mensalão | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
36145 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
>>> O céu sem o azul
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Troca-troca
>>> Harry, Rony e Hermione
>>> A comédia de um solteiro
>>> O palhaço, de Selton Mello
>>> Ronnie James Dio (1942-2010)
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte II)
>>> 7 de Setembro
>>> A aquisição do Whatsapp, pelo Facebook, por 19 bilhões de dólares
Mais Recentes
>>> E Se Fosse Com Você? de Sandra Saruê pela Melhoramentos (2011)
>>> Deu no New York Times de Larry Rohter pela Objetiva (2007)
>>> Mega Dicionário de Termos Técnicos e Populares: da Saúde de Eduardo Nogueira pela Rovelle (2007)
>>> Rosas do Brasil de Sérgio Schaefer pela Edunisc (2006)
>>> Rosas do Brasil de Sérgio Schaefer pela Edunisc (2006)
>>> Novo Curso de Direito Civil Volume I Parte Geral de Pablo Stolze Gangliano e Rodolfo Pamplona Filho pela Saraiva (2007)
>>> Uma Execucao na Familia: a Jornada de um Filho de Pais Condenados A... de Robert Meeropol pela Casa Amarela (2006)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Economia (2002)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Economia (2002)
>>> Vexame -os Bastidores do Fmi na Crise Que Abalou o Sistema Financeiro de Paul Blustein pela Record (2002)
>>> A Dinâmica da Estratégia Competitiva de George S. Day e Outros pela Campus (1999)
>>> Travessia do Pantanal de Luís M. Neto - Maria T. Büchele pela Nova Letra (2006)
>>> Veronika Decide Morrer e o Zahir - Dois Livros de Paulo Coelho pela Sextante (2012)
>>> Direito Constitucional e Direito Administrativo de Aglair Figueiredo Villas Couto pela Impactus (2006)
>>> O Livro de Ouro da Mitologia - Historias de Deuses e Herois de Thomas Bulfinch pela Agir (2019)
>>> Guia Vip de Estilo / o Livro Definitivo da Moda Masculina 2013 de Editora Abril Cultural pela Abril (2013)
>>> Engano Mortal de J. A. Jance pela Sedna (2009)
>>> A Mão e a Luva de Machado de Assis pela Prazer de Ler (2010)
>>> Cinco Minutos de José de Alencar pela Prazer de Ler (2010)
>>> A Viuvinha de José de Alencar pela Prazer de Ler (2010)
>>> A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo pela Prazer de Ler (2010)
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Saraiva (2010)
>>> O Presente da Princesa de Meg Cabot pela Galera Record (2007)
>>> Macário e Noite na Taverna de Álvares de Azevedo pela Saraiva (2010)
>>> Caco de Gilberto Mattje pela Alvorada (2014)
>>> Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente pela Saraiva (2008)
>>> Ubirajara de José de Alencar pela Melville House (2015)
>>> O Uraguai de Basílio da Gama pela Martin Claret (2009)
>>> Lucíola de José de Alencar pela Via Leitura (2017)
>>> Fogo Estranho de John MacArthur pela Thomas Nelson (2019)
>>> O ministério da palavra de Deus de Watchman nee pela Clássicos (2011)
>>> A fé cristã normal de Watchman nee pela Living Stream Ministry (2016)
>>> Osso do seu Osso de F. j. Huegel pela Restauração (2019)
>>> A borboleta em você de Milt rodriguez pela Restauração (2008)
>>> Retendo a cabeça de Romeu pela Restauração (2012)
>>> O templo Interior de Milt Rodriguez pela Restauração (2004)
>>> A vida comunitaria de Deus de Milt Rodriguez pela Restauração (2009)
>>> Chamados À Comunhão De Seu Filho de Stephen Kaung pela dos Clássicos (2011)
>>> O Testemunho Do Senhor E A Necessidade Do Mundo de T. Austin-Sparks pela Clássicos (2017)
>>> Igreja e Israel no Novo Testamento de Daniel Juster e Keith Mathison pela Impacto Publicações (2019)
>>> Preparados para o Fim? de Harold Walker pela Impacto Publicações (2019)
>>> Grandes Doutrinas Bíblicas - Vol. 2 Deus o Espírito Santo (enc) de D. Martyn Lloyd-jones pela Publicações Evangélicas Selecionadas
>>> randes Doutrinas Bíblicas - Vol. 1 Deus o Pai, Deus o Filho (bro) de D. Martyn Lloyd-jones pela Publicações Evangélicas Selecionadas (1997)
>>> Casa de Oração – Vol.2 de Lance Lambert pela dos Clássicos (2013)
>>> Preparando-nos Para o Preparador de Harold Walker pela Impacto Publicações (2019)
>>> Amigos do Mestre de Pedro Arruda pela Impacto Publicações (2019)
>>> O Grande Abalo de Harold Walker pela Impacto Publicações (2017)
>>> A Comunhão Nossa de Cada Dia (2ª Edição) de Pedro Arruda pela Clássicos
>>> O Mistério da Oliveira de Johannes Fichtenbauer pela Impacto Publicações (2019)
>>> Playboy N°80 Sofia Clerici Charlie Sheen Maricel Alvarez de Revista argentina pela Playboy (2012)
COLUNAS

Quinta-feira, 11/12/2014
Por que o petrolão é muito diferente do mensalão
Julio Daio Borges

+ de 2800 Acessos

* Porque é muito maior: O mensalão não chegou a 200 milhões de reais. O petrolão chegou inicialmente a 10 bilhões, segundo o doleiro Alberto Youssef, mas já se fala em 20 bilhões de reais (pelas estimativas da operação Lava Jato).

* Porque ultrapassa as fronteiras nacionais: Antes mesmo da última eleição, apareceu uma ramificação na Holanda, que a presidente Graça Foster prontamente ocultou (na CPI da Petrobras). Só que a Holanda se pronunciou oficialmente agora. E, nos Estados Unidos, já abriram dois processos, de investidores contra a Petrobras, por perdas e danos. "Podem quebrar a empresa", disse um dos advogados entrevistados.

* Porque o escândalo não tem "defensores": Márcio Thomaz Bastos, o advogado do diabo, morreu. Foi ele quem salvou Lula do processo de impeachment, como ministro da Justiça, em 2005. E foi ele quem, como advogado dos "mensaleiros", classificou o mensalão como "uma fantasia", em pleno STF em 2012. José Eduardo Cardozo, atual ministro da Justiça, já reconheceu, nas páginas amarelas da Veja em 2008, que "o mensalão existiu". (Até o momento, Cardozo não negou a existência do petrolão.)

* Porque Dilma Rousseff não é Luiz Inácio Lula da Silva: Dilma não teve problema em ser "leviana" nos debates contra Aécio Neves. Mas não iria tão longe quanto Lula, que foi à TV portuguesa e proclamou: "O mensalão não existiu" (o vídeo está no YouTube). Nem o próprio Lula iria tão longe agora. Quando perguntado, recentemente, sobre o petrolão, respondeu: "Perguntem à Polícia Federal". Como se ele não tivesse sido presidente da República quando a história toda começou (2006 ou 2004, dependendo da fonte). Dilma ainda não negou o petrolão, até porque já passou da hora: Holanda e Estados Unidos atestam que o petrolão existiu. Dilma prefere não dar nenhuma declaração nesse sentido. Passa a bola para seu ministro da Justiça, que não é nenhum Márcio Thomaz Bastos, e que tem se atrapalhado cada vez mais.

* Porque o governo não está "fechado" com Dilma sobre a questão: Ao contrário de Lula, que combinou com todo mundo - desde os dirigentes do PT até o ministro da Justiça, até o PSDB -, só deixando escapar Roberto Jefferson e Duda Mendonça, Dilma combinou com Cardozo, mas "seu" procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acaba de declarar que os diretores da Petrobras deveriam ser "demitidos". Cardozo, na maior cara de pau do mundo, rebateu dizendo "não haver indícios" contra a diretoria. (A mesma diretoria de Paulo Roberto Costa, que é réu confesso, de Renato Duque, que já foi preso, e de Nestor Cerveró, responsável pela compra suspeitíssima da refinaria de Pasadena.) Fora Jorge Hage, que, ministro da Controladoria-Geral da União, se demitiu no meio do escândalo.

* Porque o PT não é mais o mesmo: Lula, que socorreu Dilma durante a campanha, já fugiu da questão (mandando perguntarem à Polícia Federal). José Dirceu, ex-braço-direito de Lula, estava preso, acaba de ser solto, mas já (re)apareceu no suposto escândalo das empreiteiras, com uma "consultoria" suspeita, e portanto não vai ajudar. José Genoíno, ex-presidente do PT, continua preso, e doente (dizem). Sobra Aloizio Mercadante, que não é nenhum José Dirceu, e que já deve estar "ajudando", à sua maneira. Sobra Rui Falcão, que, nessas horas, só serve para dar declarações inócuas, e que deve estar tentando "controlar" a mídia (e a internet), mas agora é tarde. (Fora que Rui Falcão não vai se oferecer ao sacrifício como o ex-presidente José Genoíno.) João Vaccari Neto? Vaccari Neto não é nenhum Delúbio Soares e não parece ter vocação para se fazer de "bobo", a fim de concorrer a uma vaga de "herói da pátria". Dilma se encontra sem socorro. Ou porque fugiram da raia, ou porque foram presos ou porque não têm como ajudar mesmo. Restam os "postes"... Fernando Haddad? Nem Marta Suplicy está mais do lado do PT... (Parlamentares do PT estão, supostamente, implicados no escândalo...)

* Porque a oposição não é mais a mesma: Deixar passar o impeachment de Lula em 2005 foi um erro. O PSDB, provavelmente, se arrepende hoje. E FHC deve se arrepender também. Eles achavam que Lula iria "sangrar" até perder a eleição, mas ele se refez e, em 2006, ganhou de novo. O PSDB escolheu um candidato fraco também: Geraldo Alckmin, que, até hoje, não faz *aquela oposição* ao PT. Felizmente, nem só do PSDB vive, hoje, a oposição brasileira. Temos Ronaldo Caiado que, aliás, foi o primeiro a solicitar a demissão de toda a diretoria da Petrobras. Temos Aécio Neves - que é do PSDB - mas que está se deixando empurrar para a direita (sabiamente). Temos as manifestações. Temos as redes sociais. Temos uma imprensa mais crítica (apesar de toda a mídia estatal). E teremos até um novo Congresso Nacional, com mais oposicionistas, em 2015.

* Porque o *Brasil* não é mais o mesmo: Além de toda essa movimentação cívica, o Brasil, como país, não está com essa bola toda. Em 2005, o Brasil era BRIC, estava em pleno "boom" das commodities. O auge da bolha aconteceria em 2009, com a capa da Economist. Era difícil contrariar Lula - associado a toda a pujança - naquela época. Agora, a bolha já estourou. Eike Batista, como símbolo-mor daquele período, inclusive se lamentou por ter virado "classe média". (Medo da Marilena Chauí?) Nem a China, grande cliente do Brasil, é mais a mesma. E nem o *petróleo* é mais o mesmo. Se a cotação do barril continuar caindo, nem o Pré-Sal será viável mais... E a Petrobras pode se converter numa nova OGX, guardadas as devidas proporções...

É por essas e por outras que o final da história do petrolão vai ser muito diferente do final do mensalão. Hoje não temos um Joaquim Barbosa, mas temos um Sérgio Moro. A diretoria da Petrobras será implicada, mesmo que, agora, fuja dos holofotes. Já está implicada fora do Brasil. Mesmo que Sergio Gabrielli se esconda numa secretaria de Estado no governo da Bahia. E mesmo que Graça Foster seja amiga de Dilma. Isso tudo só piora as coisas. Como Dilma foi presidente do Conselho de Administração, será, no mínimo, implicada como executiva. E mesmo que não enseje processo de impeachment, o petrolão, como um dos maiores escândalos de corrupção da República, será desmoralização o suficiente para fazer todo mundo cair, desde a diretoria até a presidente, até o presidente do Conselho, até a presidente da República.


Julio Daio Borges
São Paulo, 11/12/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Palácio dos sabores 4/5 de Elisa Andrade Buzzo


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
03. 40 - 29/1/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CENAS DA LITERATURA MODERNA
CELINA MARIA MOREIRA MELLO
7 LETRAS
(2010)
R$ 22,00



UM JEITO DE APRENDER - 2ª SÉRIE - MÓDULO 1.
DIRCE GUEDES - EDUARDO PARENTE - KATIA PAULILO -
FTD
(2000)
R$ 12,00



O SENHOR DA DANÇA
CHAGDUD RINPOCHE
MAKARA
(2000)
R$ 130,00



PASSO A PASSO COM JESUS - MATERNAL PROFESSOR Nº 7 O JOVEM ABENÇOADO
EDITORA CENTRAL GOSPEL
CENTRAL GOSPEL
(2017)
R$ 10,00



OXIGÊNIO
CAROL CASELLA
NOSSA CULTURA
(2011)
R$ 12,80



COMUNICAÇÃO INTERCULTURAL
TERUO MONOBE / SATIKO MONOBE
STS
(2013)
R$ 35,00



TERRAS PARTICULARES - DEMARCAÇÃO, DIVISÃO, TAPUMES
HUMBERTO THEODORO JUNIOR
LEUD
(1981)
R$ 15,00



ECOTURISMO - UM GUIA PARA PLANEJAMENTO E GESTÃO
KREG LINDBERG E DONALD E. HAWKINS
SENAC
(1995)
R$ 16,00



EU EM TU / I IN U (COLEÇÃO BILÍNGUE COM 3 VOLUMES)
LAURIE ANDERSON
CENTRO CULTURAL
(2011)
R$ 50,00



NAZARÍN
BENITO PÉREZ GALDÓS
JOSÉ OLYMPIO
(1990)
R$ 20,00





busca | avançada
36145 visitas/dia
1,3 milhão/mês