Stephen Walt e o imperialismo dos 'liberals' | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Bibliotecas públicas, escolares e particulares
>>> O Vendedor de Passados
>>> Entre a crise e o espectro do humor a favor
>>> Dicas para a criação de personagens na ficção
>>> Tiros, Pedras e Ocupação na USP
>>> Oficina de conto na AIC
>>> Crônica em sustenido
Mais Recentes
>>> Amigos de Todo Mundo: Romance de um Jardim Zoológico de Felix Salten/ Ilustrações: Philipp Arlen pela Edições Melhoramentos (1952)
>>> Lembranças Obscuras de um Judeu Polonês Nascido na França de Pierre Goldman pela Francisco Alves (1984)
>>> El Hombre de Annie Besant pela Glem (1957)
>>> Lo Spiritismo Nella Umanita de Casimiro Bonfiglioli pela Bologna (1888)
>>> Santo Tomas de Aquino de P.J. Weber pela Poblet (1949)
>>> Rumo a Consciência Cómica de Pagina de ouro de Ramasar pela Curitiba (1969)
>>> Reencarnação de J.H. Brennan pela O Hemus
>>> Rezando com o Evangelho de Pe. Lucas Caravina pela Paulus (1997)
>>> Resolução para o novo milênio de Jennifer Fox pela Ediouro (1999)
>>> Los Maestros sus Retratos Meditaciones y Graficos de David Anrias pela Horus (1973)
>>> La Doctrina Cosmica de Dion Fortune pela Luis Cárcamo (1981)
>>> Remotos Cânticos de Belém de Wallace Leal V. Rodrigues pela O Clarim (1986)
>>> Reencarnação e Imortalidade de Alexandra David Neel pela Ibrasa (1989)
>>> Raios de Luz Espiritual de Francisco Valdomiro Lorenz pela Pensamento
>>> Does God Exist? de A.E. Taylor pela The Macmillan Company (1947)
>>> Administração Básica de Adelphino Teixeira da Silva pela Atlas (2011)
>>> Como Resolver Conflitos no Trabalho de Jerry Wisinski pela Campus (1994)
>>> Administração de Investimentos de Peter L. Bernstein pela Bookman (2000)
>>> Sistemas Organização e Métodos de Tadeu Cruz pela Atlas (1998)
>>> Os 100 melhores livros de negócios de todos os Tempos de Todd Sattersten Jack Covert pela Campus (2010)
>>> Propaganda de Plínio Cabral pela Atlas (1980)
>>> Empresa Como Organizar e Dirigir de Antônio Carlos Ferreira pela Ouro
>>> Marketing Cultural ao Vivo de Vários pela Francisco Alves (1992)
>>> A Dose Certa de John C. Bogle pela Campus (2009)
>>> Já tenho idade para saber de Michael W. Smith pela BomPastor
>>> Sobreviver não é o Bastante de Seth Godin pela Campus (2002)
>>> Jesus, o maior psicólogo que já existiu de Mark W. Baker pela Sextante
>>> Aspectos Legais da Documentação em Meios Micrográficos Magnéticos e Ópticos de Ademar Stringher pela Cenadem (1996)
>>> Go Pro de Eric Worre pela Rumo (2019)
>>> Avaliação da aprendizagem - Componente do ato pedagógico de Cipriano Carlos Luckesi pela Cortez (2011)
>>> Pílulas do Bem-Estar de Daniel Martins de Barros pela Sextante (2019)
>>> Trilha de Diversos pela EuBlack
>>> Apostila de Vestibular Semi FGV 2 de Não Informado pela Cpv (2003)
>>> Documentos Maranhenses Pantheon Maranhense 2 Volumes de Antônio Henrique Leal pela Alhambra (1987)
>>> Economia de João Paulo de Almeida magalhães pela Não sei (2019)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 6 Corrente Alternada de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 5 Corrente Alternada de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 3 Corrente Contínua de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
>>> Técnica Moderna de Primeiros Socorros de Dr. Marcelo A. Hammerly pela Casa Publicadora Brasileira (1969)
>>> Matemática nos Vestibulares Volume 5 de Álvaro Z. Aranha Carlos Nely C. de Oliveira e Outros pela Policarpo (2011)
>>> O cAso do Segredo da Enteada de Erle Stanley Gardner pela Livros do Brasil
>>> Curso Audio Prático de Inglês Vol 1 de Prof. Antonio da Silva Duarte pela Líbra
>>> Curso Audio Prático de Inglês Vol 3 de Prof. Antonio da Silva Duarte pela Líbra
>>> Deuses de Barro Coleção Shangri-lá de Lloyd C. Douglas pela Edart (1962)
>>> Sol Negro Cultos Arianos Nazismo Esotérico ... de Nicholas Goodrick Clarke pela Madras (2004)
>>> Estudo Dirigido de Português Segundo Grau Vol 3 de J. Milton Benemann Luís A. Cadore pela Ática (1976)
>>> Estruturação da entrevista psicológica de Maria Luiza T. Assumpção pela Atlas (2019)
>>> Planejamento Estratégico de Djalma de Pinho pela Atlas (1999)
>>> Avaliação desempenho de Benedito Rodrigues Pontes pela Ltr (2010)
>>> Comunicação em Português 5ª Série de Domício Proença Filho pela Ática (1979)
COLUNAS

Terça-feira, 24/9/2013
Stephen Walt e o imperialismo dos 'liberals'
Celso A. Uequed Pitol

+ de 1900 Acessos

Neste excelente artigo publicado em seu blog na "Foreign Policy", o cientista político e internacionalista americano Stephen Walt usa a expressão "liberal imperialist". Como é sabido, a expressão "liberal" tem nos EUA uso bem distinto do corrente no resto do mundo, inclusive no Brasil, e nem sempre tem correspondência exata no espectro político de grande parte dos países. Cumpre, então, defini-la. E para defini-la, nada melhor do que dar voz a dois autênticos liberals: John Kennedy e Paul Krugman.

Para Kennedy, um liberal é "alguém que olha para frente e não para trás, alguém que dá boas-vindas a novas ideias sem reações rígidas, alguém que preocupa-se com o bem-estar do povo - com a saúde, a habitação, as escolas, empregos, direitos e liberdades civis". E completa: "Se isso é o que entendem por 'liberal', eu tenho orgulho de dizer que sou um 'liberal'". Já Krugman prefere falar em primeira pessoa e usar a si mesmo como exemplo: "Eu acredito numa sociedade relativamente igualitária, amparada por instituições que limitam extremos de riqueza e pobreza. Eu acredito em democracia, liberdades civis e igualdade perante a lei. Isto me faz um 'liberal', e tenho orgulho disso". Como se vê, dois 'liberals' não apenas autênticos, mas com orgulho disso

Destas duas definições sublinhamos alguns pontos essenciais: progressismo, busca pela igualdade material através da intervenção do Estado, liberdades civis conjugadas com (e condicionadas à) garantia dos direitos sociais - em suma, aquilo que um brasileiro, assim como qualquer latino-americano ou europeu, facilmente identificará como propostas de esquerda. Desnecessário dizer que não se trata da esquerda revolucionária ou dos seus congêneres, mas sim da esquerda que chega ao poder dentro do paradigma democrático vigente e apresenta propostas de políticas públicas dentro deste paradigma. É o próprio Krugman quem esclarece: um liberal é mais ou menos o que os europeus chamam de social-democrata. Ou seja, um esquerdista.

Explicada a tradução da expressão, a surpresa é inevitável . Como assim, um imperialista de esquerda? Essas não são coisas da direita? Como podem estes autoproclamados bem intencionados senhores, preocupados com a saúde, a educação, os empregos, a liberdade e o bem estar da população - com os "direitos humanos", enfim - defender guerras que merecem, sem exagero algum, o título de genocidas? Como podem os liberals acabarem por cerrar fileiras ao lado de seus (em princípio) adversários, os neoconservatives? É o que Walt explica neste artigo, onde aponta dez características (que vão resumidas abaixo) de um imperialista de esquerda, definindo-o de uma forma que, acredito eu, entrará para os melhores e mais atentos commonplace books : Liberal imperialists are like kinder, gentler neoconservatives .

Vale a pena meditar um pouco sobre elas, em especial neste momento em que os liberals (e neoconservatives ) de todo o mundo estão apoiando uma intervenção no conflito na Síria:


1) Você frequentemente se pega defendendo que os Estados Unidos enviem tropas, drones, armas, forças especiais ou patrulhas de combate aéreo a algum país que você nunca visitou, cuja língua você não fala e ao qual você nunca prestou muita atenção até que coisas ruins começaram a acontecer ali.

2) Você tende a dizer que os Estados Unidos estão moralmente obrigados a "fazer algo" em vez de apenas manter-se longe de perigosas disputas.

3) Você pensa globalmente e fala globalmente. Você é rápido ao condenar violações de direitos humanos por outros governos, mas fecha os olhos para as violações americanas (como tortura, assassinatos seletivos, Guantánamo, etc) e a de aliados dos EUA.

4) Você é um entusiasta do direito internacional, exceto quanto ele é um obstáculo a "Fazer a coisa certa". Aí, você enfatiza suas limitações e explica porque os EUA não precisam segui-lo neste ou naquele caso.

5) Você pertence ao coro respeitável daqueles que saúdam o trabalho dos militares americanos, mas provavelmente desencorajaria seus filhos a tomarem uma carreira militar.

6) Mesmo que você não saiba muito sobre história militar, logística ou operações militares modernas, você está convencido que poder militar é capaz de obter resultados políticos com um custo relativamente baixo.

7) Você tem - a seu favor - simpatias por qualquer um que se opõe a um tirano. Infelizmente, você não costuma perguntar se rebeldes, exilados ou outras forças antiregime estão tentando obter a sua opinião favorável contando a você o que eles acreditam que você queira ouvir (duas palavras: Ahmed Chalabi)

8) Você está convencido que o desejo por liberdade está inscrito no DNA humano e que a democracia liberal ocidental é a única legítima forma de governo. Assim, você acredita que a democracia por triunfar em qualquer lugar - até mesmo em sociedades profundamente divididas que nunca foram democráticas - se alguém de fora ajudar.

9) Você respeita os argumentos daqueles que são céticos quanto a intervenções, mas você secretamente acredita que eles não se importam em salvar vidas humanas.

10) Você acredita que, se os EUA não tentarem parar um desastre humanitário, sua credibilidade como aliado será destruída e sua autoridade moral como defensor de direitos humanos será prejudicada, mesmo se não houver interesses estratégicos em causa.



Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 24/9/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os olhos de Ingrid Bergman de Renato Alessandro dos Santos


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2013
01. O tempo de Arturo Pérez-Reverte - 5/11/2013
02. De Siegfried a São Jorge - 4/6/2013
03. Os burocratas e a literatura - 5/2/2013
04. A Vigésima-Quinta Hora, de Virgil Gheorgiu - 5/3/2013
05. O Direito mediocrizado - 26/3/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ASSIM ESCREVEM OS PAULISTAS (CONTOS)
HAMILTON TREVISAN (ORG.)
ALFA-ÔMEGA
(1977)
R$ 10,00



OXFORD DICTIONARY OF QUOTATIONS
ELIZABETH KNOWLES
OXFORD DICTIONARIES
(1999)
R$ 15,00



ANÁLISE DA VIABILIDADE DA GERAÇÃO HÍBRIDA DE ENERGIA SOLAR E EÓLICA
JUACELI ARAÚJO DE LIMA UND ENIO PERREIRA DE SOUZA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



O GRANDE CONFLITO: ACONTECIMENTOS QUE MUDARÃO O SEU FUTURO
ELLEN G. WHITE
CASA PUBLICADORA BRASILEIRA
(2004)
R$ 4,00



RUMINÂNCIAS DE UM CAMELO APOSENTADO
PEDRO ABARCA
RUMO
(1992)
R$ 4,00



RESGATE NO TEMPO
SILVIA CINTRA FRANCO
MODERNA
(1991)
R$ 4,00



ITALIANOS E GAÚCHOS
THALES DE AZEVEDO
INSTITUTO ESTADUAL DO LIVRO
(1975)
R$ 30,00



COMO CONTROLAR AS TENSÕES NO CASAMENTO
BILL E VONETTE BRIGHT
CANDEIA
(1990)
R$ 7,90



EM VERSO E PROSA II
ANA LÚCIA DE SOUZA FEIJÓ DA SILVA
LOYOLA
(1998)
R$ 7,00



CIÊNCIAS NOVO PENSAR 6ª SÉRIE
DEMÉTRIO GOWDAK / EDUARDO MARTINS
FTD
(2002)
R$ 11,00





busca | avançada
41731 visitas/dia
1,1 milhão/mês