Notas confessionais de um angustiado (V) | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
32374 visitas/dia
737 mil/mês
Mais Recentes
>>> Escritores falam sobre direito de acesso à literatura na série Epígrafes Pocket na Bienal 2018
>>> 'MERCADO DAS MADALENAS' CHEGA A 20a EDIÇÃO E ACONTECE NO MUSEU DA CASA BRASILEIRA
>>> ONG promove 10ª Cinema Mostra Aids em São Paulo
>>> Olhares sobre a infância Guarani-Kaiowá
>>> Clari Benatti: A arte de ressignificar experiências na pele
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Saber viver a vida é fundamental
>>> Não sei se você já deitou em estrelas.
>>> UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE I)
>>> Globo News: entrevista candidatos
>>> Corpo e alma
>>> Cada poesia a seu tempo
>>> De Repente 30! Qual o Tabu Atual de Ter Essa Idade
>>> Uma jornada Musical
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES V
>>> A passos de peregrinos lll - Epílogo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A noite do meu bem, de Ruy Castro
>>> Apresentação
>>> Software Programs the World
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> Sobre a Filosofia e seu Método, de Schopenhauer
>>> Yada yada yada
>>> Quente e aromática tradição
>>> A esperança segundo a ficção
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Michael Jackson, destinado ao eterno
Mais Recentes
>>> Legião dos Super-Heróis 16 DC Comics Superboy de Vários pela Ebal (1970)
>>> Wer Wie Was 3 Schulerarbeitsheft 2 de Thomas Vieth pela Gilde
>>> Livro Classical Music The Rough Guide de Penguin pela Penguin
>>> Ácaros De Importância Agrícola de Carlos Flechtmann pela Nobel
>>> Noções De Direito Do Trabalho E Processo Do Trabalho de Déborah Paiva pela Ferreira
>>> Inglês Poliedro - Volume Único de n/c pela n/c
>>> O Poder Que Vem Do Seu Nome de Aparecida Liberato pela Sextante
>>> Principios Elementares Do Comportamento de Mallot pela n/c
>>> Os Diferentes Niveis De Realidade de Patrick Paul pela Polar
>>> Muito Além Do Voo de Mara Luquet - Ruy Marra pela Leya
>>> Necessário Vos É Nascer De Novo de Maisa Castra pela Raboni
>>> Bianca, Clara, Karina Histórias de uma Mesma Mulher de Elly da Costa Capalbo pela Instituto Difusão Espírita
>>> Semantics de Geoffey Leech pela Pelican
>>> Jogos Surrealista de Robert Irwin pela Record
>>> Direito Civil - Elementos Do Direito de André Borges de Carvalho Barros pela Premier
>>> Le Petit Roi Des Fleurs de Kveta Pacovska pela Pastel
>>> Persépolis Completo de Marjane Satrapi pela Quadrinhos na Cia
>>> O Caso Morel Folha De Sp de Rubem Fonseca pela Folha
>>> Sidur De Shabat E Iomtov Oraçoes - Traducao E Transliteração de n/c pela n/c
>>> Achieve 1 E 3 Student Book E Workbook de Sylvia Wheeldon - Colin Campbell pela Oxford
>>> Flores Púrpuras Da Redenção de Lourdes Carolina Gagete pela IDE
>>> Tratado De Patologia de Stanley L Robbins pela Interamericana
>>> Vivendo E Aprendendo de Roberto Shinyashiki pela Gente
>>> Vale Do Terror + O Arquivo Secreto de Sir Arthur Conan Doyle pela Melhoramentos
>>> Introdução A Sociologia de Persio Santos de Oliveira pela Ática
>>> China Século Xxi O Despertar Do Dragão de Elias Celso Galvêas pela n/c
>>> Itália Antiga - Grandes Civilizações Do Passado de Furio Durando pela n/c
>>> Aperçus Sur L'initiation de Rene Guenon pela Traditionnelles
>>> Fotografia Com Bom Senso de Leonard Gaunt pela Ediouro
>>> Mil Moedas De Ouro de Ruthanne Lum McCunn pela Best Seller
>>> Beleza sem Cirurgia de Monica Martinez pela Senac
>>> O Que Importa É O Amor de Marcelo Cezar pela EVD
>>> 4 Livros: Revolução De 30 / Guerra Do Paraguai / Engenho Col de Ática pela Ática
>>> Literatura Moderna Plus volume único - box de Maria Luiza M. Abaurre pela Moderna
>>> Curso De Inglês Korczac Books de Korzac pela Korzac
>>> Historias Da Terra de Maria Kupstas pela Salesiana
>>> Pelas Portas Do Coração de Zibia Gasparetto pela n/c
>>> Paz Interior Para Pessoas Muito Ocupadas de Joan Borysenko pela Nova Era
>>> As Cinco Pessoas Que Você Encontra No Céu - Em Inglês de Mitch Albom pela n/c
>>> Mães Que Trabalham Fora de Joan K. Peters pela Mandarim
>>> Manual De Redação Folha De São Paulo de Folha pela Folha
>>> Bíblia Nepali Nepalês - Naya Karar de Naya Karar pela n/c
>>> Livro - Saber Matemática 3 Ano - do Professor de Katia Stocco Smole pela FTD (2016)
>>> Como Construir Uma Casa de Roberto Chaves pela Edições de Ouro
>>> Viva Melhor Com A Medicina Natural de Luis Carlos Costa pela n/c
>>> Um Corpo Para O Crime de Val Mc Dermid pela Bertrand Brasil
>>> Aa Sete Leis Espirituais Do Sucesso de Deepak Chopra pela Best Seller
>>> Dicionário De Alemão - Langenscheidts de Langenscheidt pela Langenscheidt
>>> Descomplique Seu Natal - 100 Maneiras Aproveitar As Festas de Elaine St James pela ARX
>>> Inteligência Emocional de Daniel Coleman pela Objetiva
COLUNAS

Quarta-feira, 26/10/2016
Notas confessionais de um angustiado (V)
Cassionei Niches Petry

+ de 1900 Acessos

XXXVII.

Às vezes questiono a minha capacidade de criar algo. Será que o que escrevo pode ser chamado de criação? Percebo influências de outros escritores, cito suas obras e frases, reproduzo histórias oriundas de fontes diversas. Nada vem do nada. Só aparentemente a ideia do título do romance surgiu do nada. De algum lugar do meu inconsciente veio, mas não sei sua origem. O que é criar? Para Fayga Ostrower, em Criatividade e processos de criação, “é, basicamente, formar. É poder dar uma forma a algo novo”. Mas o que é o novo? São “novas coerências que se estabelecem para a mente humana, fenômenos relacionados de modo novo e compreendidos em termos novos”.

Podemos dizer, então, que criar é fazer algo diferente em relação ao que já existe. Em termos literários, é abordar temas já trabalhados por outros escritores de uma forma diferente, dando-lhes novos significados. A busca pela originalidade, portanto, passa pelo que já foi escrito. Ao escrever, a mente do escritor aciona o que leu, o que assistiu, o que ouviu e mistura tudo em forma de uma nova ficção. Os óculos de Paula segue esse caminho. Ostrower reforça que é a intuição que conduz o processo de criação:

"As diversas opções e decisões que surgem no trabalho e que determinam a configuração em vias de ser criada, não se reduzem a operações dirigidas pelo conhecimento consciente. Intuitivos, esses processos se tornam conscientes na medida em que são expressos, isto é, na medida em que lhes damos uma forma."

Por isso tenho algumas ideias para o desenvolvimento do romance e as resoluções dos conflitos, mas só as consigo visualizar quando tomam forma no papel. Se o orientador me pergunta qual meu plano, não sei responder.

XXXVIII.

O romance está repleto de associações. Ostrower escreve que as associações são “correspondências, conjeturas à base de semelhanças, ressonâncias íntimas em cada um de nós com experiências anteriores e com todo um sentimento de vida”. Fred é uma personagem que cria seus textos ou suas falas nos debates sempre associando ideias, como o mito da caixa de Pandora relacionado com o fruto proibido comido por Adão e Eva ou, o que escrevi há poucos instantes no romance, o sonho da personagem com um determinado número relacionado ao suicídio.

Essas associações, para Ostrower, “nos levam para o mundo da fantasia”, que “será povoado por expectativas, aspirações, desejos, medos, por toda sorte de sentimento e de ‘prioridades’ interiores”, que acabam influenciando o processo criativo. Não por acaso os temas do ateísmo, do suicídio e da metaficção estão presentes com ênfase em Os óculos de Paula.

O suicídio é um assunto que está entrando no enredo. Poderia fugir dele, mas é um tema que me persegue. O tema, devo frisar, não a ideia de praticá-lo. Estudei o suicídio na literatura durante o mestrado e por isso não vou deixar de continuar refletindo sobre ele, até porque enquanto se pensa sobre o suicídio, não há como praticá-lo.

XXXIX.

A maneira como estão sendo abordados os temas no meu romance o tornam próximo a um romance de ideias. Segundo David Lodge, o termo se refere ao “livro com pouco interesse narrativo, em que personagens muito bem articulados discutem entre si questões filosóficas para lá e para cá com breves intervalos para comer, beber, flertar”. Ainda segundo o escritor, esse tipo de história remonta aos diálogos platônicos e está desaparecendo, sendo também nomeado como romance de tese.

Na verdade, não são apenas questões filosóficas que aparecem no meu romance, tampouco há uma tese a ser defendida. Da mesma forma, me interessa, sim, a narrativa. A ênfase em discutir ideias vem da tentativa de enriquecer a história contada, sugerindo referências que ajudem a interpretação do leitor. Busco um leitor qualificado, não o que deseja apenas entretenimento.

Em ensaio publicado no caderno Ilustríssima, do jornal Folha de São Paulo, Leyla Perrone-Moisés escreve sobre o que ela denominou de “literatura exigente”: “São obras de gênero inclassificável, misto de ficção, diário, ensaio, crônica e poesia.” Segundo a ensaísta, os livros dessa corrente literária da atual prosa brasileira “exigem uma leitura atenta, releitura, reflexão e uma bagagem razoável de cultura, alta e pop, para partilhar as referências explícitas e implícitas”. É nesse tipo de literatura que filio meu romance. Busco o leitor ativo não o passivo, de acordo com proposto por Julio Cortázar em Rayuela.

XL.

Escrevendo um diálogo na internet entre as duas personagens principais. Se o diálogo na cafeteria foi marcado por travessões, a escolha recaiu agora nas aspas, para diferenciar as duas formas de conversa. Ambas são formas convencionais de marcar o diálogo direto, segundo Raimundo Carrero. Penso ainda em mudar para algo mais próximo a uma conversa pelo Messenger, programa no computador utilizado para conversação. Vou reavaliar isso.

Para Silvia Adela Kohan, o diálogo “permite realçar as características dos personagens, revelar seu modo de ser, indicar seu estado emocional e o grau de relação entre eles” e, no romance, contribui “para o dinamismo geral da narrativa”. Devido a isso, optei por usar o internetês “vc”, indicando a proximidade entre Fred e Paula. Porém, as demais palavras seguem uma correção linguística, tendo em vista a imagem que os dois querem ter um em relação ao outro. Quanto ao dinamismo, ele é necessário em algumas partes da história, pois de resto o romance se propõe a ser mais reflexivo.

XLI.

Estas notas chegaram a se chamar de “Diário de um fracasso anunciado”, em clara referência ao romance Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez, e ao livro de memórias Da mão para a boca: crônica de um fracasso inicial, de Paul Auster. O fracasso poderia se relacionar ao insucesso dos meus projetos literários, incluindo Os óculos de Paula, conforme a nota V, ou ao fracasso da personagem Fred, relacionado ao não reconhecimento de sua literatura. O tema do fracasso está presente no mais recente romance de uma das minhas sombras literárias. Enrique Vila-Matas, Aire de Dylan.

XLII.

O problema referente ao lugar para escrever foi resolvido. Estou devidamente instalado num espaço exclusivo, rodeado pelos meus livros, ambiente perfeito onde me sinto um escritor. É o lugar onde deveria estar, mas não estou. No texto de apresentação para um ensaio fotográfico sobre o local de trabalho dos escritores, o fotógrafo Éder Chiodetto afirma que o lugar onde o escritor cria as suas histórias é “exatamente onde quase nunca está. A narrativa é seu espaço de ação.”

Quando escrevo, não estou aqui, mas sim na casa de Paula, nos lugares por onde ela anda, ou no estúdio do escritor ainda sem nome que aparece no romance. Para estar nesses lugares, no entanto, preciso sentir-me bem acomodado, com o mínimo de interferências externas, incluindo a internet, que precisa estar desconectada, em que pese a necessidade dessa ferramenta para o desenvolvimento da narrativa. Não pode faltar a xícara de café, única bebida que entra no meu ritual de escrita. William Faulkner, porém, disse que não precisava de nenhum ambiente específico para escrever: “A arte tampouco tem a ver com o ambiente; não faz diferença para ela onde estiver.”


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 26/10/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que te move? de Fabio Gomes
02. 'Noé' e 'Êxodo': Bíblia, Especismo e Terrorismo de Duanne Ribeiro
03. O anoitecer da flor-da-lua de Elisa Andrade Buzzo
04. Cidade-sinestesia de Elisa Andrade Buzzo
05. Escola (e escolinha) de Julio Daio Borges


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2016
01. Ler para ficar acordado - 18/5/2016
02. O suicídio na literatura - 13/4/2016
03. Proibir ou não proibir? - 10/2/2016
04. De louco todos temos um pouco - 13/1/2016
05. Notas confessionais de um angustiado (V) - 26/10/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O LINDO QUARTO VAZIO
EDMUND WHITE
MANDARIM
(1996)
R$ 13,00



HISTÓRIA DAS AMÉRICAS VOLUME 5
RICARDO LEVENE
W M JACKSON
R$ 7,00



TEMPOS IDOS E VIVIDOS: MEMÓRIAS
BENEDICTO VALLADARES
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(2006)
R$ 30,00



QUINCAS BORBA
MACHADO DE ASSIS
MARTIN CLARET
(2007)
R$ 12,00
+ frete grátis



MANGÁ HITMAN - A SEGUNDA TEMPORADA 1
HIROSHI MUTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2013)
R$ 14,90



A PAIXÃO DE A .
ALESSANDRO DE BARRICO DO AUTOR DE SEDA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 29,00



A HISTÓRIA - A BÍBLIA CONTADA COMO UMA SÓ HISTÓRIA DO COMEÇO AO FIM
FABIANO MORAIS
SEXTANTE
(2012)
R$ 19,00



CARTAS DE UM ANTAGONISTA
MARIO SABINO
RECORD
(2016)
R$ 14,90



PANO DA COSTA
INSTITUTO DO PATRIMÔNIO ARTÍSTICO CULTURAL DA BAH
SECRETARIA DE CULTURA DO ESTA
(2009)
R$ 45,00



REINO IGREJA E MUNDO
CENTRE SAINT-DOMINIQU, L'ARBRESLE
PAULINAS
(1979)
R$ 7,50





busca | avançada
32374 visitas/dia
737 mil/mês