Notas confessionais de um angustiado (V) | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
84229 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Ibraíma Dafonte Tavares desvenda preparação e revisão de texto
>>> O legado de Roberto Burle Marx é tema de encontro online
>>> Sala MAS/Metrô Tiradentes - Qual é a sua Cruz?
>>> Museu de Arte Sacra de São Paulo - Imagens de ROCA e de VESTIR
>>> Mostra de Teatro de Ipatinga comemora os 15 anos do Grupo 3 de Teatro com espetáculo online
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Um brasileiro no Uzbequistão (III)
>>> Os gatos, as bibliotecas e a literatura
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> A brother is a brother
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Um adeus pra Vonnegut Jr
>>> Curso superior de auto-ajuda empresarial
>>> Francisco Alves, o esquecido rei da voz
>>> 14 de Março #digestivo10anos
>>> Duas formas de perder a virgindade no West End
Mais Recentes
>>> Matemática Aula Por Aula 2° Série Ensino Médio. de Benigno Barreto Filho - Cláudio Xavier da Silva pela Ftd (2005)
>>> Quarto de despejo de Carolina Maria De Jesus pela Atica (2001)
>>> Che guevara por ele mesmo de Vários Autores pela Martin Claret (2005)
>>> O amor me trouxe de volta de Carol Bowman; Simone Lemberg Reisner pela Sextante (2010)
>>> Ramsés - a Batalha de Kadesh (vol. 3) de Christian Jacq pela Bertrand (1999)
>>> O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón pela Suma de Letras (2008)
>>> O Físico - a Epopéia de um Médico Medieval de Noah Gordon pela Rocco (1988)
>>> A Dama Azul de Planeta do Brasil pela Planeta do Brasil (2009)
>>> Fort of Apocalypse - Vol. 9 de Yu Kuraishi pela Jbc (2017)
>>> Fort of Apocalypse - Vol. 4 de Mangá pela Jbc (2017)
>>> Chobits Especial - Vol. 1 de Clamp pela Jbc (2013)
>>> Comer, Rezar, Amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> Vida na Terra - Conhecer e Proteger de Rosicler Martins Rodrigues pela Moderna (1991)
>>> Coin Laundry Lady EAN: 9788545703730 de Hiro Kiyohara pela Jbc (2017)
>>> You on a Diet de Mehmet C Oz; Ted Spiker; Lisa Oz pela Simon & Schuster (2006)
>>> As 100 + o Guia de Estilo Que Toda Mulher Fashion Deve Ter de Nina Garcia pela Best Seller (2009)
>>> Fairy Tail - Vol. 52 EAN: 9788545701361 de Mangá pela Jbc (2013)
>>> O Paciente Número Um de Michael Palmer pela Prumo (2009)
>>> Rurouni Kenshin - Especial - versão do autor - Vol. 2 EAN: 9788545701576 de Nabuchiro Watsuki pela Jbc (2018)
>>> Chobits Especial - Vol. 2 EAN: 9788545700302 de Mangá pela Jbc (2013)
>>> Só a Gente Sabe o que Sente de Frederico Elboni pela Benvirá (2017)
>>> Estúpida, Eu? de Camila Coutinho pela Intrinseca (2019)
>>> Diário de uma garota nada popular 1 EAN: 9788576861034 de Rachel Renée Russel pela Verus (2014)
>>> O Catador de Sonhos de Geraldo Rufino pela Gente (2015)
>>> Inteligência - Representações do Cenário Internacional de Alexandre Andrade da Costa pela Paco Editorial (2019)
>>> Agência Enxuta de Natanael Oliveira pela Dvs (2018)
>>> Todas as Cores da Escuridão de Peter Robinson pela Record (2014)
>>> O Último Navio Negreiro da América de Erik Calonius pela Record (2008)
>>> Estação Infinita e Outras Estações de Ruy Espinheira Filho pela Bertrand Brasil (2012)
>>> O Senhor do Lado Esquerdo de Alberto Mussa pela Record (2011)
>>> Vampiratas - Império da Noite de Justin Somper pela Galera (2012)
>>> Vampiratas - Coração Negro de Justin Somper pela Galera (2010)
>>> Vida Assistida de Tess Gerritsen pela Record (2012)
>>> O Filho-presente de Kabouna Keita pela Bertrand Brasil (2008)
>>> Tenho uma Ideia de Roger Von Oech pela Best Seller (2011)
>>> Tríptico Astrológico de Dane Rudhyar pela Pensamento (1989)
>>> Ayahuasca - Alucinógenos, Consciência e o Espírito da Natureza de Ralph Metzner pela Gryphus (2002)
>>> A sabedoria nossa de cada dia de Augusto Cury pela Sextante (2007)
>>> Íntimo e Perigoso de Linda Howard pela Bertrand Brasil (2010)
>>> Mãos de Luz de Barbara Ann Brennan pela Pensamento (1996)
>>> O Segredo de Shambhala de James Redfield pela Objetiva (2000)
>>> A Vida nos Sonhos de David Fontana pela Record Nova Era (1994)
>>> Veterano? de Ismael Gomes Braga pela Kultura Kooperativo de Esperantistoj (1965)
>>> Filhos brilhantes alunos fascinantes de Agusto Cury pela Academia de Inteligência (2006)
>>> Além do Cordão de Prata, Labirinto dos Sonhos de Patrícia Fernandez pela Travassos (2015)
>>> Leasing Operacional de Carlos Alberto Di Augustini e Outro pela Fgv (2001)
>>> Tarô - a Sua Sorte de Nova Cultural pela Nova Cultural (1985)
>>> Palingênese, a Grande Lei - Reencarnação de Jorge Andréa pela Espírita V. F. Lorenz (1990)
>>> Pais brilhantes professores fascinantes de Agusto Cury pela Sextante (2003)
>>> Uma Questão de Confiança de Robin Pilcher pela Bertrand Brasil (2011)
COLUNAS

Quarta-feira, 26/10/2016
Notas confessionais de um angustiado (V)
Cassionei Niches Petry

+ de 2800 Acessos

XXXVII.

Às vezes questiono a minha capacidade de criar algo. Será que o que escrevo pode ser chamado de criação? Percebo influências de outros escritores, cito suas obras e frases, reproduzo histórias oriundas de fontes diversas. Nada vem do nada. Só aparentemente a ideia do título do romance surgiu do nada. De algum lugar do meu inconsciente veio, mas não sei sua origem. O que é criar? Para Fayga Ostrower, em Criatividade e processos de criação, “é, basicamente, formar. É poder dar uma forma a algo novo”. Mas o que é o novo? São “novas coerências que se estabelecem para a mente humana, fenômenos relacionados de modo novo e compreendidos em termos novos”.

Podemos dizer, então, que criar é fazer algo diferente em relação ao que já existe. Em termos literários, é abordar temas já trabalhados por outros escritores de uma forma diferente, dando-lhes novos significados. A busca pela originalidade, portanto, passa pelo que já foi escrito. Ao escrever, a mente do escritor aciona o que leu, o que assistiu, o que ouviu e mistura tudo em forma de uma nova ficção. Os óculos de Paula segue esse caminho. Ostrower reforça que é a intuição que conduz o processo de criação:

"As diversas opções e decisões que surgem no trabalho e que determinam a configuração em vias de ser criada, não se reduzem a operações dirigidas pelo conhecimento consciente. Intuitivos, esses processos se tornam conscientes na medida em que são expressos, isto é, na medida em que lhes damos uma forma."

Por isso tenho algumas ideias para o desenvolvimento do romance e as resoluções dos conflitos, mas só as consigo visualizar quando tomam forma no papel. Se o orientador me pergunta qual meu plano, não sei responder.

XXXVIII.

O romance está repleto de associações. Ostrower escreve que as associações são “correspondências, conjeturas à base de semelhanças, ressonâncias íntimas em cada um de nós com experiências anteriores e com todo um sentimento de vida”. Fred é uma personagem que cria seus textos ou suas falas nos debates sempre associando ideias, como o mito da caixa de Pandora relacionado com o fruto proibido comido por Adão e Eva ou, o que escrevi há poucos instantes no romance, o sonho da personagem com um determinado número relacionado ao suicídio.

Essas associações, para Ostrower, “nos levam para o mundo da fantasia”, que “será povoado por expectativas, aspirações, desejos, medos, por toda sorte de sentimento e de ‘prioridades’ interiores”, que acabam influenciando o processo criativo. Não por acaso os temas do ateísmo, do suicídio e da metaficção estão presentes com ênfase em Os óculos de Paula.

O suicídio é um assunto que está entrando no enredo. Poderia fugir dele, mas é um tema que me persegue. O tema, devo frisar, não a ideia de praticá-lo. Estudei o suicídio na literatura durante o mestrado e por isso não vou deixar de continuar refletindo sobre ele, até porque enquanto se pensa sobre o suicídio, não há como praticá-lo.

XXXIX.

A maneira como estão sendo abordados os temas no meu romance o tornam próximo a um romance de ideias. Segundo David Lodge, o termo se refere ao “livro com pouco interesse narrativo, em que personagens muito bem articulados discutem entre si questões filosóficas para lá e para cá com breves intervalos para comer, beber, flertar”. Ainda segundo o escritor, esse tipo de história remonta aos diálogos platônicos e está desaparecendo, sendo também nomeado como romance de tese.

Na verdade, não são apenas questões filosóficas que aparecem no meu romance, tampouco há uma tese a ser defendida. Da mesma forma, me interessa, sim, a narrativa. A ênfase em discutir ideias vem da tentativa de enriquecer a história contada, sugerindo referências que ajudem a interpretação do leitor. Busco um leitor qualificado, não o que deseja apenas entretenimento.

Em ensaio publicado no caderno Ilustríssima, do jornal Folha de São Paulo, Leyla Perrone-Moisés escreve sobre o que ela denominou de “literatura exigente”: “São obras de gênero inclassificável, misto de ficção, diário, ensaio, crônica e poesia.” Segundo a ensaísta, os livros dessa corrente literária da atual prosa brasileira “exigem uma leitura atenta, releitura, reflexão e uma bagagem razoável de cultura, alta e pop, para partilhar as referências explícitas e implícitas”. É nesse tipo de literatura que filio meu romance. Busco o leitor ativo não o passivo, de acordo com proposto por Julio Cortázar em Rayuela.

XL.

Escrevendo um diálogo na internet entre as duas personagens principais. Se o diálogo na cafeteria foi marcado por travessões, a escolha recaiu agora nas aspas, para diferenciar as duas formas de conversa. Ambas são formas convencionais de marcar o diálogo direto, segundo Raimundo Carrero. Penso ainda em mudar para algo mais próximo a uma conversa pelo Messenger, programa no computador utilizado para conversação. Vou reavaliar isso.

Para Silvia Adela Kohan, o diálogo “permite realçar as características dos personagens, revelar seu modo de ser, indicar seu estado emocional e o grau de relação entre eles” e, no romance, contribui “para o dinamismo geral da narrativa”. Devido a isso, optei por usar o internetês “vc”, indicando a proximidade entre Fred e Paula. Porém, as demais palavras seguem uma correção linguística, tendo em vista a imagem que os dois querem ter um em relação ao outro. Quanto ao dinamismo, ele é necessário em algumas partes da história, pois de resto o romance se propõe a ser mais reflexivo.

XLI.

Estas notas chegaram a se chamar de “Diário de um fracasso anunciado”, em clara referência ao romance Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez, e ao livro de memórias Da mão para a boca: crônica de um fracasso inicial, de Paul Auster. O fracasso poderia se relacionar ao insucesso dos meus projetos literários, incluindo Os óculos de Paula, conforme a nota V, ou ao fracasso da personagem Fred, relacionado ao não reconhecimento de sua literatura. O tema do fracasso está presente no mais recente romance de uma das minhas sombras literárias. Enrique Vila-Matas, Aire de Dylan.

XLII.

O problema referente ao lugar para escrever foi resolvido. Estou devidamente instalado num espaço exclusivo, rodeado pelos meus livros, ambiente perfeito onde me sinto um escritor. É o lugar onde deveria estar, mas não estou. No texto de apresentação para um ensaio fotográfico sobre o local de trabalho dos escritores, o fotógrafo Éder Chiodetto afirma que o lugar onde o escritor cria as suas histórias é “exatamente onde quase nunca está. A narrativa é seu espaço de ação.”

Quando escrevo, não estou aqui, mas sim na casa de Paula, nos lugares por onde ela anda, ou no estúdio do escritor ainda sem nome que aparece no romance. Para estar nesses lugares, no entanto, preciso sentir-me bem acomodado, com o mínimo de interferências externas, incluindo a internet, que precisa estar desconectada, em que pese a necessidade dessa ferramenta para o desenvolvimento da narrativa. Não pode faltar a xícara de café, única bebida que entra no meu ritual de escrita. William Faulkner, porém, disse que não precisava de nenhum ambiente específico para escrever: “A arte tampouco tem a ver com o ambiente; não faz diferença para ela onde estiver.”


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 26/10/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Casa das Aranhas, de Márcia Barbieri de Jardel Dias Cavalcanti
02. Relatório de compra de Ana Elisa Ribeiro
03. Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto de Jardel Dias Cavalcanti
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky de Heloisa Pait
05. Sinédoque São Paulo de Duanne Ribeiro


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2016
01. O suicídio na literatura - 13/4/2016
02. Ler para ficar acordado - 18/5/2016
03. Sobre mais duas novelas de Lúcio Cardoso - 28/12/2016
04. Notas confessionais de um angustiado (V) - 26/10/2016
05. Proibir ou não proibir? - 10/2/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Você Está Louco!
Ricardo Semler
Rocco
(2006)
R$ 10,00



O Haxixe do Cairo
Franklin Irgmar
Monterrey
R$ 10,00



A Odisseia
Homero
Sm
(2011)
R$ 10,00



Bolofofos e Finifinos
Fernando Sabino
Ediouro
R$ 10,00



Diagnostico Em Enfermagem
Sparks Sheila M^Taylor Cynthia M.^Dyer Janyce
Reichmann E Autores
(2000)
R$ 10,00



Seinlanguage - 8150
Jerry Seinfeld
Bantam Books
(2008)
R$ 10,00



Pais Muito Especiais
Milton Mira de Assumpção Filho e Natalia C. Mira
M. Books
(2003)
R$ 10,00



Anchieta
Joaquim Thomas
Biblioteca do Exército
R$ 10,00



A Imensidão dos Sentidos
Francisco do Esp. Santo Neto
Boa nova
(2000)
R$ 10,00



Mulheres Lideram Melhor Que Homens
Lois P. Frankel
Gente
(2007)
R$ 10,00





busca | avançada
84229 visitas/dia
2,4 milhões/mês