Notas confessionais de um angustiado (III) | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Atmosphere
>>> O Segredo do Vovô Coelhão
>>> Separações é Amores II
>>> 10 de Abril #digestivo10anos
>>> Não presta, mas vá ver
Mais Recentes
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
>>> As Cem Melhores Crônicas Brasileiras de Joaquim Ferreira dos Santos - organizador pela Objetiva (2007)
>>> O tigre na sombra de Lya Luft pela Record (2012)
>>> Elza de Zeca Camargo pela Casa da Palavra (2018)
>>> Sexo no cativeiro de Esther Perel pela Objetiva (2007)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> Coisa de Inglês de Geraldo Tollens Linck pela Nova Fronteira (1986)
>>> As mentiras que os mulheres contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2015)
>>> Equilíbrio e Recompensa de Lourenço Prado pela Pensamento
>>> Cadernos de História e Filosofia da Ciência de Fátima R. R. Évora (org.) pela Unicamp (2002)
>>> Revista Internacional de Filosofia de Jairo José da Silva (org.) pela Unicamp (2000)
>>> Dewey um gato entre livros de Vicki Myron pela Globo (2008)
>>> Ilha de calor nas metrópoles de Magda Adelaide Lombardo pela Hucitec (1985)
>>> Sua santidade o Dalai Lama de O mesmo pela Sextante (2000)
>>> Meninas da noite de Gilberto Dimenstein pela Ática (1992)
>>> Paulo de Bruno Seabra pela Três (1973)
>>> Grandes Enigmas da Humanidade de Luiz C. Lisboa e Roberto P. Andrade pela Círculo do livro (1969)
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Jonathan Seagull pela Nórdica (1974)
>>> Os Enigmas da Sobrevivência de Jacques Alexander pela Edições 70 (1972)
>>> Mulheres visíveis, mães invisíveis de Laura Gutman pela Best Seller (2018)
>>> Construir o Homem e o Mundo de Michel Quoist pela Duas cidades (1960)
>>> Vida Positiva de Olavinho Drummond pela Olavinho Drummond (1985)
>>> Força para Viver de Jamie Buckingham pela Arthur S. DeMoss (1987)
>>> Consumidos de David Cronemberg pela Alfaguara (2014)
>>> Viver é a melhor opção de André Trigueiro pela Correio Fraterno (2015)
>>> O Caso da Borboleta Atíria de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1987)
>>> Cânticos de Cecília Meireles pela Moderna (1995)
>>> Caminho a Cristo de Ellen G. White pela Cpb - Casa Publicadora Brasileira (2019)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Nova Cultural (1986)
>>> Le Divorce de Diane Johnson pela Record (1999)
>>> Trajetória do Silêncio de Maria do Céu Formiga de Oliveira pela Massao Ohno-Roswitha Kempf (1986)
>>> Zezinho, o Dono da Porquinha Preta de Jair Vitória pela Ática (1992)
>>> Aconselhamento Psicológico de Ruth Scheeffer pela Atlas (1981)
>>> Razão e Revolução de Herbert Marcuse pela Paz e Terra (1978)
>>> A Doutrina de Buda de Bukkyo Dendo Kyokai pela Círculo do livro (1987)
>>> Somos Todos Inocentes de Zíbia Gasparetto pela Vida&consciência (1997)
>>> Luzia-Homem de Domingos Olímpio pela Escala (1980)
>>> Vida e Obra de Anália Franco de Maria Cândida Silveira Barros pela Copidart (1982)
>>> O Sentido da Vida de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2002)
>>> A Luz que Cura - Oração Pelos Doentes de Agnes Sandford pela Loyola (1985)
>>> O Mundo Assombrado Pelos Demônios de Carl Sagan pela Companhia das Letras (1998)
COLUNAS

Quarta-feira, 9/3/2016
Notas confessionais de um angustiado (III)
Cassionei Niches Petry

+ de 1900 Acessos

(Trechos da minha dissertação de mestrado, formada pelas notas sobre o processo de criação do romance Os óculos de Paula e o romance propriamente dito, que foi editado em 2014.)

(...)
XVII.
Em um trecho do conto “O lago dos peixes dourados e outras histórias”, da coletânea Fumaças e espelhos, Neil Gaiman escreve:

"A pergunta irritante que nos fazem – a nós, escritores – é: – De onde você tira suas ideias? E a resposta é: confluência. As coisas se juntam. Os ingredientes certos e, de repente: Abracadabra!"

É uma das melhores respostas e a que mais se relaciona com o meu romance. A partir do título, as coisas vão se juntando até formar o eixo da história. Como escreveu Rollo May, é como se a ideia saltasse do inconsciente. Depois, com o desenrolar do nó inicial, novas ideias vão sendo agregadas, mas sem se perder o foco nas personagens principais.

Escrever sobre o ato de escrever é um dos temas do romance. O ateísmo, que em princípio parece ser o assunto principal, é um disfarce para distrair o leitor. O romance não é sobre o ateísmo, em que pese ele estar presente em boa parte da história, muito menos é uma defesa dos ateus, pois seria um romance panfletário.

Busco um romance fora das convenções, pois ele mistura ficção, ensaios, crônicas, postagem de blogue, etc. Por conseguinte, o trabalho teórico também será distinto das demais dissertações, visto que será composto por estas anotações sobre o processo de escrita. Tenho que pensar, no entanto, nos leitores do romance e da dissertação: vão entender minha proposta?

XVIII.
A reflexão inicial destas notas deveria se relacionar à criação artística. Entender a origem das coisas, entretanto, pode resultar numa destruição do objeto. Um trabalho teórico mais rígido prejudicaria o processo literário. Por isso a escolha de anotações paralelas à produção romanesca, que servem como reflexão teórica e pesquisa.

XIX.
“O único paciente atendido pelo escritor é ele próprio”. Em Lição de anatomia, de Philip Roth. Pode ser. Se há uma doença que tenho, esta doença é causada pela literatura. El mal de Montano, de Enrique Vila-Matas, discute esta enfermidade, que consiste em ver em tudo a literatura.

E se nesse mal tudo passa a ser literatura, a própria literatura acaba tratando da literatura. A metaficção está presente em vários momentos do romance através dos comentários e postagens do blogue feitas por Fred e através dos capítulos referentes às reflexões de um escritor que aparecem no meio da história. Ainda não tenho certeza se ele será o narrador ou apenas a personagem de um conto escrito por Fred.

XX.
Escrevendo um diálogo entre as duas personagens principais, Paula e Fred, no chamado discurso direto, mais convencional. É preciso uma seleção do que se deve colocar para não tornar maçante essa passagem. Um recurso é intercalar a voz do narrador. Isso, porém, precisa ser bem dosado. Outra dificuldade é o uso do “tu”. Conjugá-lo corretamente? Como os dois não se viam há tempo e gostavam muito de ler, e também para impressionar um ao outro, optei pela correção gramatical. À medida que eles se reaproximarem, a linguagem vai se tornar mais próxima. Assim como a linguagem usada nos diálogos entre ela e o marido ou o filho.

(...)
XXII.
Marcelo Gleiser, em seu livro A dança do universo, discute a questão de “por que existe algo ao invés de nada”. Essa questão pode ser abordada no sentido literário da criação. Afinal, por que existe um livro? Por que escrever algo? Por que criar histórias? Por que escrever mais livros se já existem muitos? Por que estou escrevendo esse livro?

Mais adiante o autor escreve que “quando nos deparamos com a questão da origem de todas as coisas, podemos discernir uma clara universalidade do pensamento humano. A linguagem é diferente, os símbolos são diferentes, mas, na sua essência, as ideias são as mesmas”. Pensando mais uma vez no sentido literário, um dos mitos existentes para a criação são as Musas. Filhas de Zeus (Júpiter) com Mnemósine (Memória), “são as fontes inspiradoras que comunicam aos homens a faculdade poética e lhes ensinam as cadências”,segundo René Menard.

Raimundo Carrero, no entanto, escreve: “Os inspirados esperam pelas musas. Ou por Baco, na segunda cerveja do bar da esquina. Equivocados.”


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 9/3/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
02. O livro do Natal de Marta Barcellos
03. O Público Contra Yayoi Kusama de Duanne Ribeiro
04. O Anvil e o amor à música de Rafael Fernandes
05. Escrevendo com o inimigo de Ana Elisa Ribeiro


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2016
01. O suicídio na literatura - 13/4/2016
02. Ler para ficar acordado - 18/5/2016
03. Proibir ou não proibir? - 10/2/2016
04. Notas confessionais de um angustiado (V) - 26/10/2016
05. Sobre mais duas novelas de Lúcio Cardoso - 28/12/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DIREITO DE EMPRESA NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 - 2ª EDIÇÃO
LUIZ ANTONIO SOARES HENTZ
JUAREZ DE OLIVEIRA
(2003)
R$ 14,00



A OCUPAÇÃO AMERICANA
PASCAL QUIGNARD
QUETZAL
(1995)
R$ 7,00



HISTÓRIA DE UMA DÉCADA QUASE PERDIDA
GELSOM ROZENTINO DE ALMEIDA
GARAMOND
(2011)
R$ 60,00



DEPOIMENTOS SOBRE JOÃO GUIMARÃES ROSA E SUA OBRA
ANTONIO CALLADO E OUTROS
NOVA FRONTEIRA
(2011)
R$ 50,00



HISTÓRIA PARTE I DAS ORIGENS DO HOMEM Á CONQUISTA DO NOVO MUNDO
ALEXANDRE ALVES LETICIA FAGUNDES DE OLIVEIRA
MODERNA PLUS
(2010)
R$ 30,00



PORTAIS CORPORATIVOS - A REVOLUÇÃO NA GESTÃO DO CONHECIMENTO
JOSÉ CLÁUDIO CYRINEU TERRA E CINDY GORDON
NEGÓCIO
(2002)
R$ 10,00



A VONTADE DE DEUS - MEMÓRIAS
ALISON SMITH
PLANETA
(2004)
R$ 10,00



REINAÇÕES DE NARIZINHO
MONTEIRO LOBATO
GLOBO
(1882)
R$ 15,00



DOR EPIDEMIOLOGIA, FISIOPATOLOGIA, AVALIAÇÃO, SÍNDROME DOLOROSAS E TRA
MANOEL JACOBSEN TEIXEIRA;JOÃO AUGUSTO BERTUOL FIGU
MOREIRA JR.
(2001)
R$ 40,00



INSETOS. GUIA PRÁTICO
DIVERSOS AUTORES
NOBEL
(1998)
R$ 15,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês