Repensando a esquerda | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Mané, Mané
>>> Ele é o Rei
>>> Corpos
>>> Dialogando com o público leitor
>>> O fim do futebol-arte?
Mais Recentes
>>> Gestão de Resíduos Sólidos - o Que Diz a Lei de Carlos Roberto Vieira da Silva Filho pela Trevisan (2015)
>>> Química Geral e Reações Químicas - Volume 1 de John C. Kotz - Paul M. Treichel pela Ltc (2002)
>>> Sétimo de Andre Vianco pela Novo Seculo (2009)
>>> O Clube Do Trico de Kate Jacobs - Carolina Mesquita pela Amarilys (2010)
>>> Filhos Do Imperador de Claire Messud pela Nova Fronteira (2008)
>>> Os Acidentes Do Trabalho Na Nova Nr-12 de Valmir Inácio Vieira pela Ltr (2013)
>>> A Batalha Do Labirinto - Percy Jackson E Os Olimpianos Livro 4 de Rick Riordan pela Intrinseca (2010)
>>> Um Buldogue Frances de Ana Paula De Abreu pela Pequeno Viajante (2020)
>>> Avaliação Em Educação Infantil 3 de Mara Krechevsky pela Artmed (2001)
>>> O Trem Contra O Tubarão de Chris Barton pela Paz E Terra (2013)
>>> A Rainha Do Norte de Joana Estrela pela Sesi-sp Editora (2018)
>>> Vygotsky Em Foco de Harry Daniels pela Papirus (1994)
>>> Investimentos: Como Administrar Melhor Seu Dinheiro de Mauro Halfeld pela Saint Paul (2001)
>>> Manual Prático dos Atos de Polícia Judiciária Militar de Alexandre Henriques da Costa pela Suprema Cultura (1902)
>>> Substância Intemporal (contos fantásticos) série novos talentos de Messias Roberto Mendes dos Reis pela Imprensa Oficial (2001)
>>> Entre A Surdez E A Língua de Silvana Elisa De Morais Schubert pela Prismas (2015)
>>> Generos Orais E Escritos Na Escola de Joaquim Dolz pela Mercado De Letras (2004)
>>> Achei! de Zoe Rios pela Rhj (2011)
>>> Biologia Celular Y Molecular de Eduardo D. P. De Robertis, Jose Hib, Roberto Ponzio pela El Ateneo (2008)
>>> Histórias Bíblicas - Embalagem Econômica - Kit Com 8 Livros de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Mimesis de Erich Auerbach pela Perspectiva (2013)
>>> Assim Falou Zaratustra - coleção obra prima de cada autor 22 de Friedrich Nietzsche pela Martin Claret (2000)
>>> O Anticristo - coleção a obra prima de cada autor 50 de Friedrich Nietzsche pela Martin Claret (2000)
>>> Guia de Brechós no Rio de Janeiro de Manuela Borges pela Memória Visual (2010)
>>> Alma de Sangue - o Despertar do Vampiro de Nazarethe Fonseca pela Novo Século (2005)
COLUNAS

Terça-feira, 14/4/2015
Repensando a esquerda
Celso A. Uequed Pitol
+ de 2700 Acessos

Roger Scruton é um dos nomes mais importantes do atual pensamento conservador britânico. Professor de Estética na Universidade de Londres e autor de mais de trinta livros, em seu país é conhecido sobretudo pelos animados debates que trava com intelectuais de esquerda. Até mesmo um de seus mais duros opositores, o crítico literário marxista Terry Eagleton, foi obrigado a reconhecer-lhe o talento: "Scruton é um dos mais brilhantes filósofos da Grã-Bretanha", disse ele.

E um filósofo que já tem leitores no Brasil. Dois livros seus já foram lançados por aqui - "Beleza" e "O Coração Devotado à Morte", ambos pela É Realizações - e a eles soma-se agora "Pensadores da Nova Esquerda" (É Realizações, 336 páginas, tradução de Felipe Garrafiel Pimentel), uma coleção de ensaios originalmente publicados no The Salisbury Review , uma das mais célebres revistas de tendência conservadora do mundo anglófono.

O objeto do olhar de Scruton são alguns os principais nomes pensamento de esquerda do século XX. Deu especial atenção a autores que à época de seu lançamento - 1986 - dominavam o debate universitário europeu, como Jurgen Habermas, Michel Foucault, E.P. Thompson, Antonio Gramsci, Perry Anderson, Gyorgy Lukács e Jean Paul Sartre, todos bem conhecidos dos estudantes brasileiros de Ciências Humanas. Que ninguém se engane: Scruton não é nenhum hidrófobo e está pronto para reconhecer méritos nas obras dos autores que escolheu para analisar. Faz, entretanto, uma ressalva: para ele, "muito do que é interessante e verdadeiro nesses escritores pode ser desvinculado da ideologia que lhes proporcionou o apelo em voga". Quer dizer: eles têm interesse apesar de serem esquerdistas.

Scruton refere-se em particular à Nova Esquerda - "New Left", no original. O termo é frequentemente usado para definir o grupo de pensadores de esquerda que, a partir dos anos 60 e 70 - mais precisamente, a partir do relatório Kruschev, de 1956, sobre os crimes do stalinismo - passou a reconsiderar certos pontos de vista do marxismo-leninismo e a aproximar-se do ativismo social em prol de minorias étnicas, sexuais e laborais. Por isso, a muitos causará estranheza a presença de Lukács no conjunto da Nova Esquerda, conceito que ele, Lukács, marxista ortodoxo, criticaria com vigor. Em outros provocará sentimento semelhante a simples caracterização de Dworkin e Galbraith como esquerdistas. Scruton não ignora estas objeções - ele tem uma capacidade única de antecipar-se a seus detratores - e a elas responde, ressaltando que alguns nomes foram escolhidos pela sua influência decisiva no pensamento da Nova Esquerda.

Os autores que Scruton estudou pertencem a diversas áreas: Direito, Economia, História, Ciência Política e, claro, Filosofia. Esgrimir contra cada um deles em seu próprio terreno, com suas próprias regras, é um desafio dos mais duros para qualquer um, mesmo para eruditos como ele. Scruton aceita o desafio e se sai muito bem: circula à vontade pelo Direito Comercial comparado e pela história intelectual alemã, pelas ciências naturais e pela economia política marxista, pela filosofia idealista e pela sociologia francesa, expondo as mais complexas discussões e os mais áridos assuntos com clareza, elegância e, não raro, um toque de humor tipicamente inglês.

É bem verdade que, no afã de provar o seu ponto de vista - e este é, definitivamente, um livro com um ponto de vista ,- ele acaba por fazer uma ou outra avaliação injusta: exemplo disto se vê no ensaio sobre Lukács, que lamentavelmente omite o período pré-marxista de sua produção intelectual e acaba por deixar de fora um de seus mais lidos e influentes livros, "Teoria do Romance", apresentando-o como pouco mais do que um apologista do stalinismo. Mas estes são problemas menores diante do tamanho do trabalho de Scruton, que proporciona a muitos de nós - em grande parte formados a partir da leitura dos autores abordados nesta obra - uma oportunidade de estabelecer um saudável, desejável e qualificadíssimo contraponto crítico.


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 14/4/2015

Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2015
01. Um estranho chamado Joe Strummer - 8/9/2015
02. Caminhos para a esquerda - 3/2/2015
03. O testemunho de Bernanos - 4/8/2015
04. Canadá, de Richard Ford - 17/11/2015
05. Um DJ no mundo comunista - 9/6/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Enigma Da Chegada
V. S. Naipaul
Companhia Das Letras
(1994)



Primeiro caderno de Flauta-Block - Músicas e Exercícios
Maria Aparecida Mahle
Irmãos Vitale
(1959)



A Comida Em Cena
Uliana Kuczynski
Novas Edições Academicas
(2015)



Educação não Formal e Cultura Política
Maria da Gloria Gohn
Cortez
(2011)



The Federalist - a Comentary on the Constitution of the United States
Henry Cabot Lodge
G. P. Putnams Sons



Desenhos Drawings - Vida Animada
Roy Lichtenstein
Artepadilha
(2006)



A Bússola de Ouro
Philip Pullman
Objetiva
(2007)



Um Diario Imperial
Gloria Kaiser
Reler
(2005)



Os Pioneiros do Desenho Moderno de William Morris e Walter Groupius
Nikolaus Pevsner
Martins Fontes
(1980)



Toxina 511
Robin Cook
Record
(1999)





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês