Canadá, de Richard Ford | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Espetáculo “Canções Para Pequenos Ouvidos” chega ao Teatro Clara Nunes, em Diadema
>>> Escrever outros Corpos - Criar outras Margens || BELIZARIO Galeria
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
>>> Dramaturgo Ed Anderson lança livro com textos de espetáculos
>>> Encomenda De Livro On-Line É Disparo Para Novo Espetáculo Do Grupo Pano
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Trailer do Fim do Mundo
>>> Uísque ruim, degustador incompetente
>>> O bom e velho jornalismo de sempre
>>> Apresentação
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
>>> 31 de Maio #digestivo10anos
Mais Recentes
>>> Magistratura do trabalho (ótimo estado) de Lucas dos Santos Pavione / André Araújo Molina / Januário Justino Ferreira e outros pela Saraiva (2014)
>>> Fundamentos de Estratigrafia Moderna de Jorge C. Della Fávera pela EdUerj (2001)
>>> Livro - O Estranho Caso do Cachorro Morto de Mark Haddon pela Record (2012)
>>> Livro - Pomba-gira Cigana de Maria Helena Farelli pela Pallas (2004)
>>> Tex Nº 234 de Bonelli pela Globo (1989)
>>> Matemática - Vol. Único de Facchini pela Saraiva (1997)
>>> Livro - Temqueliques: Limeriques do Poderoso e Perigoso de Tatiana Belinky pela Panda Books (2008)
>>> Mais Forte do Que Nunca de Eliana Machado Coelho pela Lúmen (2011)
>>> Personagens ao Redor da Cruz de Tom Houston pela Encontro (2007)
>>> Livro de bolso - Carta ao Pai de Franz Kafka pela L&pm Editores (2004)
>>> Livro - A Formigadinha de Rossana Ramos pela Cortez (2010)
>>> Aniversário da II Guerra Mundial - 30 volumes de Abril Coleções pela Abril
>>> Tex Nº 291 - Terror na Cripta de Bonelli pela Globo (1994)
>>> O Rosto Materno de Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2003)
>>> Livro - Bastard 9 de Kazushi Hagiwara pela Kazushi Hagiwara
>>> Livro de bolso - O Que É Física - Coleção Primeiros Passos 131 de Ernst W Hamburger pela Brasiliense (2001)
>>> Tex Nº 325 de Bonelli pela Globo (1996)
>>> Livro - O Menino e o Pardal de Daniel Munduruku pela Callis (2010)
>>> Diálogos com Cientistas e Sábios: A Busca da Unidade de Renée Weber pela Círculo do Livro (1990)
>>> Língua grega Volume 1: teoria de Henrique Murachco pela Vozes (2003)
>>> Livro de bolso - Agosto de Rubem Fonseca pela Companhia de Bolso (2006)
>>> Para Sempre Comigo de Marcelo Cezar pela Vida e Consciência (2007)
>>> Mulheres que correm com os lobos (muito bom) de Clarissa Pinkola Estés pela Rocco (2014)
>>> Lógica do sentido de Gilles Deleuze pela Perspectiva (2009)
>>> Tex Nº 303 de Bonelli pela Globo (1995)
COLUNAS

Terça-feira, 17/11/2015
Canadá, de Richard Ford
Celso A. Uequed Pitol

+ de 3200 Acessos

Richard Ford é um dos mais celebrados romancistas norte-americanos da atualidade. Nascido no Mississipi, em 1944, um dos estados mais pobres do país, corroído pela violenta história de discriminação racial , Ford não tem - ao contrário de outros filhos da região - maior interesse pelo que se chama de "temática sulista" na literatura: ao descrever os anos de infância e juventude no local onde nasceu, ele nos fala de um lugar "carola, preconceituoso e provinciano". E completa: "Quando chegou a hora em que pude sair de lá, eu saí". E saiu. Foi um adeus para sempre.

Longe dos pântanos, das fazendas e dos preconceitos de sua terra natal, Ford tornou-se escritor. Publicou oito romances, dos quais se destacam a tetralogia "O cronista esportivo", "Independência", "O sal da terra" e "Let Me Be Frank with You" (ainda sem edição nacional), série protagonizada pelo seu personagem mais conhecido, Frank Bascombe, um ex-jornalista que trabalha com venda de imóveis em Nova Jersey. Em 2012, foi publicado "Canadá", que agora chega às livrarias brasileiras pela editora Estação Liberdade.

A narrativa é conduzida por Dell Parsons, professor universitário que, já sexagenário, conta a história da derrocada de sua família a partir do momento em que seus pais resolvem roubar um banco. As primeiras linhas do romance já nos deixam a par deste momento decisivo: "Para começar, vou contar o assalto que meus pais cometeram. Em seguida, os assassinatos que aconteceram mais tarde. O assalto é a parte mais importante, já que serviu para mudar o rumo da minha vida e o da minha irmã. Nada faria sentido, se eu não o contasse desde o início".

O pai de Dell, Bev Parsons, é um ex-militar da Força Aérea, um sulista branco, alegre, bem disposto e positivo, filho de comerciantes de madeira; sua mãe, Neeva, amante da leitura e da escrita, solitária e pouco comunicativa, vem de uma família de imigrantes judeus askhenazi que não aprovou o seu casamento com um "Wasp" do Alabama. Mas Bev não é um típíco redneck da região: deplora o racismo, os preconceitos locais e gosta de se ver como um sujeito com opiniões "modernas" (a expressão é de Dell) e mente arejada. Um sulista não tão sulista assim.

Essa diferença de personalidade entre os dois, somada às dificuldades financeiras, engendra uma relação familiar extremamente frágil e delicada, prestes a ser atingida por qualquer distúrbio. E a vida de Dell e de sua família é marcada sobretudo pela fragilidade e pela transitoriedade: mudam constantemente de cidade graças ao emprego do pai, pouco interagem com as populações locais, a mãe sente-se totalmente apartada e prefere dedicar-se ao seu diário, Dell e sua irmã não fazem amigos - é, em suma, uma vida solitária e sem raízes.

Dell tem 15 anos quando seus pais são presos. Sem lugar para onde ir, acaba por emigrar ao Canadá pela mão de uma amiga da família. A chegada ao vizinho nortenho é simbólica: "Ele pisou fundo e mergulhávamos na escuridão. Era no Canadá que me encontrava agora". As vastidões geladas da planície canadense abrem caminho para a entrada de Parsons na idade adulta. E é um caminho difícil. Diante da fragilidade, de todas as mudanças, de toda a transitoriedade e falta de referências, destaca-se a voz inquiridora de Parsons, que tenta racionalizar e buscar sentido para o caminho tortuoso que tem de trilhar.

* * * *

"O mundo em geral não pensa que os assaltantes de banco podem ter filhos - embora um bocado deles os tenha. Mas a história dos filhos - que é a minha e da minha irmã - cabe a nós ponderar, partilhar e julgar tal como a vemos. Anos depois, na faculdade, li que o grande crítico Ruskin escreveu que a composição é a harmonia de coisas desiguais. Isso significa que cabe ao compositor determinar o que é igual a quê, o que é mais importante e o que pode ser posto de lado para deixar passar o fluxo avassalador da vida "


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 17/11/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Nos porões da ditadura de Luís Fernando Amâncio
02. Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá? de Renato Alessandro dos Santos
03. Notas confessionais de um angustiado (VI) de Cassionei Niches Petry
04. Crônica de Aniversário de Julio Daio Borges
05. A selfie e a obsolescência do humano de Marta Barcellos


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2015
01. Um estranho chamado Joe Strummer - 8/9/2015
02. Caminhos para a esquerda - 3/2/2015
03. O testemunho de Bernanos - 4/8/2015
04. Canadá, de Richard Ford - 17/11/2015
05. Um DJ no mundo comunista - 9/6/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O pequeno Príncipe
Antoine de Saint Exupéry
Agir
(2006)



Trabalho Infância - Exercícios Tensos de Ser Criança - Haverá Espaço..
Miguel G. Arroyo & Maria dos Anjos Lopes Viella ..
Vozes
(2015)



Por Dentro do Trabalho - Ergonomia: Método & Técnica
Alain Wisner
Ftd/oboré
(1987)



Livro - O Silêncio das Missões de Paz
Reginaldo Mattar Nasser
Educ
(2012)



A Luz Que Não Se Apaga
Carlos Alberto de Nóbrega
Novo Século
(2004)



Planejamento Estratégico e Operacional
Luís Moretto
Dca
(2012)



Wolverine N° 86
Marvel
Panini Comics
(2012)



Livro - Querido Bebê: um Romance Sobre ~planos~ Imprevistos e Encontros
Julia Braga
Mapa. Lab
(2020)



O Código Da Vinci
Dan Brown
Sextante
(2004)



Perspectiva 19 (espanhol)(1999)
Equipo Parramon
Paramón
(1999)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês