O silêncio e o segredo na Literatura | Mariana Portela | Digestivo Cultural

busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A firma como ela é
>>> Grandes Pianistas do Século XX
>>> PublishNews entrevista Ana Elisa Ribeiro
>>> Manual prático do ódio
>>> Isn’t it a bliss, don’t you approve
>>> Roberto Carlos:Detalhes em PDF
>>> Olhos de raio x
>>> Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto
>>> Pedro Paulo de Sena Madureira
>>> Fred Trajano sobre Revolução Digital na Verde Week
Mais Recentes
>>> Sol - a Experiência Humana de José Duclerc Moretti Santana pela Do autor (2010)
>>> Princípios de telecomunicações teoria e prática de Júlio Cesar de Oliveira Medeiros pela Érica (2014)
>>> Coleção folha grandes vozes Nat King Cole nº19 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Apostas mortais - Wild cards de George R. R. Martin pela Leya (2020)
>>> Avaliaçao Dos Comportamentos Depedentes - 10A de Donovan Marlatt pela Roca (2016)
>>> Calculo E Administraçao De Medicamentos Na Enfermagem - 10A de Marcelo Tardelli da Silva pela Martinari (2018)
>>> Educação E Saúde. Cenários De Pesquisa E Intervenção - 10A de Gilberto Tadeu Reis da Silva pela Martinari (2011)
>>> Geriatria. Manual da Lepe - 10A de Maria Elisa Manso pela Martinari (2015)
>>> Manual do Socorrista - 10A de Martinari pela Martinari (2013)
>>> Conquiste Seus Alunos - 10A de Roberto shinyashiki pela Gente (2011)
>>> Novo tratado de fonoaudiologia - 10A de Otacílio Lopes Filho pela Manole (2013)
>>> Netter Atlas De Cabeça e Pescoço - 10A de Neil Norton pela Elsevier (2015)
>>> Todos los Vientos de Antonio Secchin pela Ediciones Gitanjali (2004)
>>> Ensinando ginástica para crianças - 10A de Peter H. Werner pela Manole (2015)
>>> Fisiologia do exercício na criança - 10A de Thomas W. Rowland pela Manole (2008)
>>> História do Novo Sobrenome de Elena Ferrante pela Biblioteca Azul/ Globo (2016)
>>> Mac OS X Snow Leopard Para Leigos de Bob LeVitus pela Alta Books (2009)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E L James pela Intrísica (2012)
>>> Cinquenta Tons De Liberdade de E L James pela Intrísica (2012)
>>> Orientações Ao Dirigente Municipal De Educação - Fundamentos, Políticas E Práticas de Daisy Vasconcelos E Outros pela UNDIME
>>> Manual De Sobrevivência Familiar de Ivan Jaf pela Atual (1999)
>>> Cuidado, Não Olhe Pra Trás! de Stella Carr pela Moderna (2002)
>>> A Arca Do Encantamento - Segredos Da Arte Milenar De Encantar, Cativar E Ser Feliz de Wilson Meiler pela Qualitymark (2005)
>>> Da República de Marco Túlio Cícero pela Escala
>>> Crepúsculo Dos Ídolos Ou Como Filosofar A Marteladas de Friedrich Nietzsche pela Escala
>>> Elogio Da Loucura de Erasmo De Rotterdam pela Escala
>>> Tex Platinum 3 As Duas Faces Da Vingança de G. L. Bonelli pela Mythos (2016)
>>> Tex Edição Histórica 93 Prendam Tex Willer / Ao Sul De Nogales de G. L. Bonelli pela Mythos (2015)
>>> As Aventuras De Huckleberry Finn de Mark Twain pela Ática (1997)
>>> Coleção Aulão Ensino Médio - Pré-Vestibular - ENEM Matemática 4 DVD'S de CEDIC pela Do Autor
>>> Educação De Trânsito Na Escola de Julieta Araújo pela DNER (1977)
>>> Letras Cifradas Collection ( de Editora Escala pela Do Autor
>>> A Zebrinha Preocupada de Lucia Reis pela FTD (2001)
>>> A Droga da Amizade de Pedro Bandeira pela Moderna (2014)
>>> A Árvore Que Dava Dinheiro de Domingos Pellegrini pela Ática (2002)
>>> Cinderela / Chapeuzinho Vermelho de Ciranda Cultural pela Do Autor (2010)
>>> Como Aumentar Seu Patrimônio - Tudo O Que Você Sempre Quis Saber... de Lilian Gallagher pela Campus (2004)
>>> Eletrotermoterapia - Teoria E Prática de Prof. Dr. Jones E. Agne pela Orium (2005)
>>> Minidicionário Escolar Português Espanhol Português de Alfredo Scottini pela Todolivro (2007)
>>> A Educação Física Na Educação Infantil de Silmara Albuquerque pela Expoent (2008)
>>> A Garça Sábia de Todolivro pela Do Autor (2013)
>>> A Abelha Que Queria Ser Rainha - Um Conto Sobre Orgulho de Roberto Belli pela Todolivro (2009)
>>> Você Sempre Ganha (bolso) de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (1500)
>>> Juca Brasileiro El Bosque Atlántico de Patrícia Engel Secco pela Melhoramentos (2009)
>>> Carinhas Engraçadas Na Selva de Ciranda Cultural pela Do Autor (2012)
>>> O Gato Do Mato E O Cachorro Do Morro de Ana Maria Machado pela Planeta (2014)
>>> NCDCasa A Revista Do Núcleo Catarinense De Decoração - Berlin, Cosmopolita E Inspiradora de NCDCasa pela Do Autor (2018)
>>> NCDCasa A Revista Do Núcleo Catarinense De Decoração - Berlin, Cosmopolita E Inspiradora de NCDCasa pela Do Autor (2018)
>>> Orelhas & Olhinhos Caudas & Focinhos Na Fazenda de Stevan Richter pela Vale Das Letras (2008)
>>> O Príncipe Sapa de Mauricio De Sousa pela Girassol (2008)
COLUNAS

Segunda-feira, 15/3/2010
O silêncio e o segredo na Literatura
Mariana Portela

+ de 8200 Acessos
+ 7 Comentário(s)

O silêncio é sobretudo segredo. Seu corpo é feito daquilo que não se pode descrever, dissertar, discorrer. O silêncio nos é inacessível, na diária comunicação com o outro.

No entanto, quando se trata de comunicação literária, talvez exerça o papel principal ― a entidade que verdadeiramente expressa. Pois a mudez é a espinha dorsal: tanto no trabalho do escritor, como na perplexidade de quem o lê.

Para captar as belas imagens presentes no Cosmos, é preciso calar-se. Ao organizar com rigor as ideias e ritmos presentes na configuração da imagem poética, é necessariamente em quietude que os dedos do criador podem sonhar:

"Há também poetas silenciosos, silenciários, poetas que primeiro fazem calar um universo excessivamente ruidoso e todos os fragmentos da tonitruância. Ouvem, também eles, o que escrevem no momento mesmo em que escrevem, no moroso compasso de uma língua escrita. Não transcrevem a poesia, escrevem-na. Que outros 'executem' aquilo que criaram na mesma página branca! Que outros 'recitem' no megafone dicções de aparato! Quanto a eles, saboreiam a harmonia da página literária na qual o pensamento fala, a palavra pensa". (Gaston Bachelard)

O autor invoca a fundamental importância das forças que não pronunciam, mas que movem os afetos de maneira igualmente humana. Sendo assim, aquilo que não fala jamais pode ser apreendido como falta, desvio, erro nos encontros entre o emissor e o receptor. Na Literatura, as vozes silenciadas são veias condutoras de sentidos.

Quem possui a árdua tarefa da leitura também conhece profundamente o vazio dos ruídos. Há a surpresa de um entendimento. Um autor que alcança a alma consegue em seu leitor o indizível. É um belo paradoxo: através de palavras, aceder ao inefável. Quantos de nós já não nos encontramos emudecidos, após o mergulho em páginas que desanuviam nossos âmagos secretos?

Muitos escritores foram hábeis a olhar o silêncio e transportá-lo para a linguagem literária. Alguns nos entrelaçam sublimes, quase chegando ao inaudível, quase entregando à escrita o vazio fértil sentido por um leitor atento:

"Como estar ao alcance dessa profunda meditação do silêncio. Desse silêncio sem lembrança de palavras. Se és morte, como te alcançar. É um silêncio que não dorme: é insone: imóvel mas insone; e sem fantasmas. É terrível ― sem nenhum fantasma. Inútil querer povoá-lo com a possibilidade de uma porta que se abra rangendo, de uma cortina que se abra e diga alguma coisa. Ele é vazio e sem promessa. Se ao menos houvesse o vento. Vento é ira, ira é vida. Ou neve, que é muda, mas deixa rastro ― tudo embranquece, as crianças riem, os passos rangem e marcam. Há uma continuidade que é a vida. Mas este silêncio não deixa provas. Não se pode falar do silêncio como se fala da neve". (Clarice Lispector)

Apesar da capacidade inexorável de Clarice Lispector ― ela nos põe em quietude e mansidão ― até mesmo a ela é impossível chegar a uma clara fundamentação da impronunciável sensação que toma conta dos leitores. O silêncio de quem lê não está na comunicação do livro. É qualquer coisa que remete ao cósmico, ao vácuo, às profundezas marítimas.

A meditação literária apodera-se de nós como imensas asas brancas. Eleva o espírito, antes tagarela. Nenhuma obra está acabada, ela se renova a cada vez que é lida: "As palavras pertencem metade a quem fala, metade a quem ouve". (Montaigne)

E é nesse espaço misterioso que se abre, magistral sobre os olhos, dilacerante sobre as cordas vocais, onde se pode buscar alguma resposta. O que existe na escrita que torna também protagonista seu espectador? Quais são os movimentos inertes que proporcionam uma silenciosa abertura no coração de quem reconhece, uma a uma, as palavras tingidas no papel? Fernando Pessoa oferece uma face da inaxiomática solução:

"Nenhum de meus escritos foi concluído; sempre se interpuseram novos pensamentos, associações de ideias extraordinárias, impossíveis de excluir, como o infinito como limite. Não consigo evitar a aversão que tem o meu pensamento ao acto de acabar".

Impossibilitada de ter um fim, a literatura é muda: tanto para quem a desvenda ― nunca através da passividade televisiva ― quanto para quem a desenrola. A comunicação é tão densa que não pode utilizar os sons, tal como a música. Porque toda imaginação em letras é envolvida pelo mistério primeiro, pela ausência de barulhos, pela explosão ancestral do universo que carregamos em nosso imaginário. Exatamente como acontece com o sigiloso crescimento dos vegetais.

"(...) a linguagem está sempre um pouco à frente do nosso pensamento, é sempre um pouco mais borbulhante que o nosso amor. É a mais bela função da imprudência humana, a jactância dinamogênica da vontade, aquilo que exagera o poder (...) Em quaisquer circunstâncias, a vida toma muito para ter o bastante. É preciso que a imaginação tome muito para que o pensamento tenha o bastante. É preciso que a vontade imagine muito para realizar o bastante". (Gaston Bachelard)

Nota do Editor
Mariana Portela mantém o blog Confissões, declarações e crônicas.


Mariana Portela
São Paulo, 15/3/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um Furto de Ricardo de Mattos
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo de Heloisa Pait
03. O que você vai ser quando crescer? de Fabio Gomes
04. Escritor: jovem, bonito, simpático... de Marta Barcellos
05. Uma lição de solfejo de Carina Destempero


Mais Mariana Portela
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/3/2010
02h32min
Um texto brilhante, que cativa, que instiga, que nos faz procurar um sentido, esse texto nos provoca, é um pré-botão de start em nossa consciência. Me faz querer escrever e desvendar novas verdades sobre todos os conceitos do mundo.
[Leia outros Comentários de Alex Miranda]
15/3/2010
19h05min
Filha, você consegue algo muito raro entre comunicadores: tratar de temas complexos com clareza, fazendo com que seus leitores se sintam inteligentes. Você consegue até que o leitor se separe do pai e reflita sobre as questões abstraindo que é aquele bebê que as escreve. Parabéns! Quero ler mais! Beijos!
[Leia outros Comentários de Fernando Portela]
15/3/2010
23h19min
Em tempos tão ruidosos, nada como reverenciar o silêncio das palavras, abandonando a passividade cômoda das superfícies. O silêncio, assim como a poesia incomoda, dilacera, atormenta, comunga. Em tempos de comunicação virtual, é uma ousadia desvendar o segredo da literatura. Parabéns por ousar escrever.
[Leia outros Comentários de Miriam L da Costa]
15/3/2010
23h43min
Bem vinda!
[Leia outros Comentários de Ricardo]
16/3/2010
17h46min
A palavra silência, emudece, mesmo quando, já fustigado pelos estreitos e estrepitosos espaços cotidianos, o pensamento grita... Texto muito bem escrito. Existem outros? Parabéns
[Leia outros Comentários de Ricardo Neftalí]
27/3/2010
08h40min
Muito bom. Você escreveu bonito sobre o meu tema preferido. Silêncio exige afinação; e Mariana é uma "afinadora" das palavras. Continue afinando, e por certo, uma orquestra irá surgir.
[Leia outros Comentários de Mariza L. da Costa]
5/4/2010
12h50min
Lindo e ótimo texto!!!
[Leia outros Comentários de Natalia Bonfim]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS OPERÁRIOS DO DIREITO
HERVAL PINA RIBEIRO
LAGOA
(2009)
R$ 65,00



SAÚDE E MEDICINA NO BRASIL CONTRIBUIÇÃO PARA UM DEBATE
REINALDO GUIMARÃES ORG.
GRAAL
(1978)
R$ 8,00



A TURMA DA TIA E OS BILHETES MISTERIOSOS
GANYMÉDES JOSÉ
FTD
(1986)
R$ 5,00



OLHO NO OLHO - ORIENTAÇAO SEXUAL PARA PAIS E MESTRES
LIDIA ROSENBERG ARATANGY
OLHO DAGUA
(1992)
R$ 12,00



VORAGEM
MARCELO CARDOSO
JOÃO SCORTECCI
(1995)
R$ 8,00



OS PENSADORES DA GRÉCIA - TOMO III - HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA - ..
THEODOR GOMPERZ
ÍCONE
(2014)
R$ 69,55



INTRODUÇÃO À ECONOMIA: PRINCÍPIOS DE MICRO E MACROECONOMIA - 2ª EDIÇÃO
NICHOLAS GREGORY MANKIW
CAMPUS
(2001)
R$ 135,95



ASSÉDIO
ANGÉLICA BEVILACQUA
FTD
(1996)
R$ 5,00



ANÁLISE FINANCEIRA DAS EMPRESAS
JOSÉ PEREIRA DA SILVA
ATLAS
(1996)
R$ 35,90



ESCOLHA DA PROFISSÃO
VÁRIOS AUTORES
LE
(1996)
R$ 6,90





busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês