O que te move? | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
75949 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Guerreiros e Guerreiras do Mundo pelas histórias narradas por Daniela Landin
>>> Conheça Incêndio no Museu. Nova obra infantil da autora Isa Colli fala sobre união e resgate cultura
>>> Arte do Granja
>>> Prorrogadas as inscrições para 20ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis
>>> Projeto Trovadores Urbanos 30 anos, live cinco, “Serenata para Silvio Caldas”, segunda dia 19 de abr
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O que querem os homens? Do Sertão a Hollywood
>>> 8 de Junho #digestivo10anos
>>> Voltar com ex e café requentado
>>> Vinicius de Moraes Reeditado pela Companhia das Letras
>>> Deep Purple Made in Japan
>>> The Newspaper of the Future
>>> Se eu fosse você 2
>>> Lady Gaga, uma aula do pastiche
>>> Comunicado importante: TV mata!
>>> A bolha da blogosfera
Mais Recentes
>>> Viagem ao centro da terra de Julio Verne pela L&Pm (2012)
>>> Cleo E Daniel de Roberto Freire pela L&Pm (2012)
>>> Platão de Julia Annas pela L&Pm (2012)
>>> Veja--2601--especial--1960 a 2010. de Abril pela Abril (2018)
>>> Fábulas Chinesas de Sérgio Capparelli pela L&Pm (2012)
>>> Arquitetura & construçao--outubro--2007--escadas na medida certa. de Abril pela Abril (2007)
>>> Beethoven de Bernard Fauconnier pela L&Pm (2012)
>>> Maigret E O Cliente De Sábado de Georges Simenon pela L&Pm (2012)
>>> Ladrão de casaca de Maurice Leblanc pela L&Pm (2012)
>>> Convite para um homicídio de Agatha Christie pela L&Pm (2012)
>>> Assassinato no beco de Agatha Christie pela L&Pm (2012)
>>> Dom quixote de Miguel de Cervantes pela L&Pm (2012)
>>> As melhores histórias da mitologia - volume 2 de A.S. Franchini pela L&Pm (2012)
>>> As melhores histórias da mitologia de A.S. Franchini pela L&Pm (2012)
>>> Maigret E A Mulher Do Ladrão de Georges Simenon pela L&Pm (2012)
>>> Os primeiros casos de Poirot de Agatha Christie pela L&Pm (2012)
>>> Veja--2556--o poder fulminante das redes sociais de Abril pela Abril (2017)
>>> Cartier-bresson: o olhar do século de Pierre Assouline pela L&Pm (2012)
>>> Teoria quântica de John Polkinghorne pela L&Pm (2012)
>>> Andy Warhol de Meriam Korichi pela L&Pm (2012)
>>> Pretinha, Eu? de Julio Emilio Braz pela Scipione (2004)
>>> Dom Quixote. O Cavaleiro Da Triste Figura de Miguel de Angeli, Jose Cervantes pela Scipione (2006)
>>> O Natal do Avarento, de Charles Dickens pela Scipione (2012)
>>> O Ateneu de Raul Pompéia pela Scipione (2010)
>>> O Corcunda de Notre-Dame de Victor Hugo pela Scipione (2003)
COLUNAS

Segunda-feira, 29/5/2017
O que te move?
Fabio Gomes

+ de 3500 Acessos

Concluí meu artigo anterior -  intitulado Inquietações de Ana Lira - dizendo que a fala da fotógrafa pernambucana no Café Fotográfico da FotoAtiva (Belém, 20.2.17) me ensejara outra reflexão além das já mencionadas no texto. É chegado, pois, o  momento de compartilhá-la com vocês. 

Em dado momento do Café, Ana disse que procura fazer seu trabalho sempre com um propósito, que evita sair com a câmera para fotografar a esmo por aí. E ouvir isso me levou a questionar meu próprio trabalho/atitude, porque... eu costumo sair com a câmera e fotografar a esmo por aí! Evidentemente que Ana estava falando da sua própria atitude e não da minha, mas parar pra pensar nunca fez mal a ninguém, né? Aliás, muito antes pelo contrário! 



Mercado Ver-o-Peso, em Belém - 2.4.17


Pensei, pensei e acabei concluindo que, ao sair com a câmera para fotografar a esmo por aí, estou primeiramente me permitindo olhar/captar o que me cerca, e que a própria escolha dos motivos que merecerão meu clique e, posteriormente, meu endosso público (pois é isto que concedemos a tudo o que divulgamos) já constituem, por si só, um propósito. Senão, vejamos as principais linhas do meu trabalho, traduzidas aqui em meu blog Fabio Gomes - Foto & Cinema nas tags Belezas Culturais, Coisas do Mundo Belezas Naturais. Comecemos por esta última: a maior parte das cidades brasileiras é razoavelmente arborizada, ao menos nas áreas centrais, mas quantas vezes você deteve seu andar apressado pelas ruas da cidade para ver uma chimbuva? Ou uma mangueira

Enquanto as Coisas do Mundo, ao destacarem aspectos curiosos, em especial do espaço urbano, podem ser consideradas uma continuidade do meu trabalho como cartunista (que foi desde que consegui segurar um lápis - risos - até, aproximadamente, 2002), as Belezas Culturais são, de certo modo, uma sequência de todo o trabalho que desenvolvi ao longo de mais de 25 anos de Jornalismo Cultural (iniciado em 1991). Sempre evitei ser mais um a falar dos mesmos temas que todos estavam abordando e, principalmente, evitei ir pelo caminho fácil da chamada "crítica destrutiva". Lembro de um colega de Porto Alegre que, nos primeiros tempos do site Brasileirinho (2002-16), me cobrou (o termo é este!) que eu fizesse um artigo contra a cantora Kelly Key, que emplacara em sequência os megahits "Baba" (2001) e "Cachorrinho" (2002), entre outros. Respondi pra ele que os temas do meu site eram samba e choro, então não só falar da artista fugiria ao tema do site, como se fosse pra falar mal o site passaria de ignorado a odiado pelos fãs dela. O colega encerrou o papo dizendo que eu não iria longe com esse "modelo de jornalismo bonzinho"....

Resumidamente, os principais temas de meu trabalho como jornalista cultural foram: o samba e o choro no já citado site Brasileirinho; a movimentação das artes em geral no Brasil, com ênfase em música, cinema e teatro no Jornalismo Cultural (no ar desde 2005, primeiramente como site, e posteriormente blog a partir de 2011); e a música da Amazônia no blog Som do Norte, criado em 2009, e que deu origem ao projeto As Tias do Marabaixo, com o qual desde 2014 destaco a memória da principal manifestação cultural do Amapá. Que traço é comum a todas essas iniciativas? O meu intuito de destacar artistas, produtos e movimentos culturais que entendo como positivos e merecedores de uma atenção maior - intuito estendido, no campo da fotografia, a aspectos da natureza e do espaço urbano. Incluindo-se nesse conjunto a beleza fora dos padrões (padrões estes que questionei neste artigo) das Modelos da Semana e das estrelas dos Ensaios do dia 23. E, não por acaso, estes mesmos elementos são pontos fundamentais nos meus filmes, ao lado de questões raciais e de gênero. 


Há um blog de Belém cujo nome contém uma metáfora que considero genial: é o Holofote Virtual, da jornalista Luciana Medeiros. Além de ser uma leitura altamente recomendada, o nome do blog traduz o que a Luciana faz e eu sempre procurei fazer: buscar colocar em evidência o que nos parece ser dela merecedor, como se apontássemos em sua direção um holofote (virtual por ser na internet). 

Esta vontade, pois, de colocar em evidência o que merece é que me move. É o meu propósito, para utilizar o termo usado pela Ana Lira. Eventualmente alguns dos meus trabalhos ou espaços na internet atingem uma grande repercussão, mas não é a busca da audiência que me move. Se assim fosse, haveria caminhos (aparentemente) fáceis a seguir. Por exemplo: ter aceito o recente convite que um site alemão me fez para eu me tornar um influencer no Instagram, adquirindo (sic!) algum dos planos que eles oferecem pra este fim (sic!!), com valores mensais a partir de 15 euros (sic!!!). Ou então, aderir a algum pacote oferecido no próprio Instagram para "bombar" meu número de seguidores - alguns desses pacotes, inclusive, oferecidos por perfis que ninguém segue...


Fabio Gomes
Macapá, 29/5/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O experimento de J. K. Rowling de Marta Barcellos
02. Qual a história para a nossa cidade? de Daniela Sandler


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes em 2017
01. O jornalismo cultural na era das mídias sociais - 11/9/2017
02. Noel Rosa - 2/10/2017
03. Longa vida à fotografia - 20/2/2017
04. Em defesa da arte urbana nos muros - 6/2/2017
05. O que te move? - 29/5/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Pai-nosso - a Oração Que Jesus nos Ensinou
Carolina Chagas
Larousse
(2007)



Manual de Frascati
Não Encontrado
Não Encontrado
(2002)



Mad Em Português Nº 64
Vários Autores
Vecchi
(1979)



Dicionário de Derivativos Inglês Português
José Evaristo dos Santos
Atlas
(1998)



A Luneta Mágica
Joaquim Manuel de Macedo
Paulus
(2008)



É Preciso Pouco para Ser Feliz!
Giuliano Milan
Novo Seculo
(2010)



Práticas de Linguagem - Leitura e Produção de Textos Único
Ernani Terra e José de Nicola
Scipione
(2010)



Sabiston - Fundamentos de Cirurgia 2ª Edição
David C. Sabiston Jr e H. Kim Lyerly
Guanabara Koogan
(1996)



Direito Administrativo
Sonia Yuriko Kanashiro Tanaka
Malheiros
(2008)



Correspondência Comercial En Espanol
Josefa Gòmez de Enterría
Sgel
(1995)





busca | avançada
75949 visitas/dia
2,6 milhões/mês