Noel Rosa | Fabio Gomes | Digestivo Cultural

busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
>>> Com Rincon Sapiência, Samanta Luz prepara quiche vegana no Sabor & Luz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As mulheres e o futebol
>>> São Luiz do Paraitinga
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Road Warrior
>>> O crime da torta de morango
>>> PT saudações
>>> Oscar Wilde, dândi imortal
>>> 30 de Novembro #digestivo10anos
>>> Uma história do Jazz
>>> Quando morre uma paixão
Mais Recentes
>>> Fogo no Parquinho: Namoro à luz da palavra de Deus de Yago Martins pela Mundo Cristão (2022)
>>> Filho Nativo - Ano 1966 de Richard Wright (1908-1960) pela Companhia Nacional (1966)
>>> Os Jovens Titãs nº 3 - Robin vs Asa Noturna de Fábio Figueiredo pela Abril (2012)
>>> Aman: A história de uma menina da Somália de Virginia Lee Barnes; Janice Body( colheram relato) pela Círculo do Livro (1994)
>>> Dicionário Jurídico Tributário de Eduardo Marcial Ferreira Jardim pela Dialética (2005)
>>> Pão Nosso de Chico Xavier pela Feb (2019)
>>> O caso do hotel Bertram / o misterioso caso de styles de Agatha Christie pela Best Bolso (2010)
>>> Teoria da personalidade na sociedade de massa - A contribuição de Gramsci de Dario Ragazzini pela Autores Associados (2005)
>>> Ética de Spinoza pela Autêntica (2009)
>>> A origem da desigualdade entre os homens de Jean-Jacques Rousseau pela Penguin e Companhia das Letras (2017)
>>> A dominação masculina - a condição feminina e a violência simbólica de Pierre Bourdieu pela Bertrand Brasil (2019)
>>> História da Sexualidade - 1. A vontade de saber de Michel Foucault pela Editora Paz e Terra (2020)
>>> Sociedade do Cansaço de Byung-chul Han pela Editora Vozes (2015)
>>> O mito de Sísifo de Albert Camus pela Edições Bestbolso (2022)
>>> Os sete pilares da sabedoria de T E Lawrence pela Circulo do livro
>>> P.S.: Ainda Amo Você de Jenny Han pela Intrínseca (2016)
>>> Escandalo na sociedade de Harold Robbins pela Circulo do livro
>>> O vale do medo de Arthur Conan Doyle pela Ediouro (2006)
>>> O veu pintado de Somerset Maugham pela Circulo do livro
>>> Se houver amanhã / Nada dura para sempre vira-vira de Sidney Sheldon pela Best Bolso (2010)
>>> Doze anos de escravidão de Solomon Northup pela Penguin Books (2014)
>>> Livro dos sonhos de Jorge Luis Borges pela Circulo do livro
>>> Enterrem meu coração na curva do rio de DeeBrown pela Circulo do livro
>>> Confie em mim de Harlan Coben pela Sextante (2009)
>>> Assassins creed renegado de Oliver Bowden pela Record (2012)
COLUNAS

Segunda-feira, 2/10/2017
Noel Rosa
Fabio Gomes

+ de 7100 Acessos

Noel de Medeiros Rosa (1910-1937), compositor, cantor, instrumentista, poeta e cartunista, é considerado pela crítica especializada como um dos mais geniais músicos brasileiros. Em apenas 26 anos de vida, transitou por quase todos os gêneros musicais conhecidos em seu tempo, como toada, valsa, rumba, embolada, marcha e fox-trot; foi ao samba, porém, que mais se dedicou, tendo sido o único autor da década de 1930 a ser parceiro tanto de músicos com formação erudita como Eduardo Souto e Ary Barroso quanto de autodidatas como Cartola e Ismael Silva.

Poucos artistas brasileiros produziram em tão pouco tempo uma obra tão vasta e de tamanha qualidade. Noel deixou um legado de 259 músicas, entre as quais clássicos da música popular brasileira como “Com que Roupa?”, “Palpite Infeliz”, “Fita Amarela”, “Conversa de Botequim” e “Feitiço da Vila” (as duas últimas em parceria com Vadico). Tematicamente, tanto abordou temas universais, como amor e tristeza, quanto traçou um retrato do Rio de Janeiro de seu tempo, ao descrever seus bairros e seus tipos característicos, em letras com humor, ironia e romantismo. Em suas melodias elaboradas, várias de suas soluções harmônicas antecipavam os avanços da Bossa Nova.

Também é incomum a perenidade de sua produção, toda escrita para veiculação imediata em meios de comunicação de massa como o rádio e o cinema, ou aproveitamento em obras culturais de caráter efêmero como o teatro. Talvez por isso, sua obra foi praticamente esquecida logo após sua morte e só voltou a ser valorizada em 1951, através da iniciativa de dois contemporâneos seus: Almirante, que produziu o programa No Tempo de Noel Rosa para a Rádio Tupi, e Aracy de Almeida, que gravou uma série de discos para a Continental, com arranjos especiais de Radamés Gnattali, numa edição luxuosa com capa de Di Cavalcanti, com vários sucessos antigos e algumas inéditas - entre elas o clássico “Três  Apitos”. Desde então, jamais a obra de Noel deixou de ser gravada e executada por intérpretes de todo o Brasil; muitos de seus sucessos, como “Com que Roupa?”, têm sido cantados por sucessivas gerações.

Pouca atenção tem sido dada à atuação de Noel como cantor, gravando 42 composições suas. Nenhum outro intérprete da época levou tantas músicas de Noel ao disco quanto ele mesmo. Desta forma, ele foi um precursor da tendência de o próprio autor interpretar o que compôs - hoje quase uma regra, mas algo raro à época. Menos atenção se dá a seu papel como instrumentista: foi tocando violão no Bando de Tangarás que Noel começou sua atuação profissional na música, em 1929. Até 1932, participou de registros históricos como o de “Na Pavuna” (Almirante – Homero Dornellas), o primeiro samba com forte percussão a ser gravado. É conhecida ainda sua presença nos grupos Batutas do Estácio, Turma da Vila e Noel Rosa & seu Grupo.


Fabio Gomes
Macapá, 2/10/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas) de Renato Alessandro dos Santos
02. Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas) de Fabio Gomes
03. Relatório de compra de Ana Elisa Ribeiro
04. Um Furto de Ricardo de Mattos
05. Wilhelm Reich, éter, deus e o diabo (parte I) de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Fabio Gomes
Mais Acessadas de Fabio Gomes em 2017
01. Noel Rosa - 2/10/2017
02. O jornalismo cultural na era das mídias sociais - 11/9/2017
03. Longa vida à fotografia - 20/2/2017
04. Em defesa da arte urbana nos muros - 6/2/2017
05. O que te move? - 29/5/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Canga
W J Solha
Moderna
(1979)



O Rio Através dos Séculos
Nelson Costa
O Cruzeiro
(1965)



25 minutos - A vida de Chiara Luce Badano
Franz Coriasco
cidade nova
(2013)



O segredo da saúde total corpo, mente e alma
Stormie Omartian
mundo cristão
(2008)



Ciclo da Lua
Cesar Magalhães Borges
Pleiade
(2011)



Microdicionario de Matemática
Imenes & Lellis
Scipione
(2001)



A Vida na Sarjeta
Theodore Dalrymple
Realizações
(2014)



Tom Jones
Henri Fielding
Abril
(1971)



O Menino Perdido (1984)
Herberto Sales
Nacional
(1984)



O Homem do Caderno
Wilson Frungilo Júnior
Ide
(2010)





busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês