Joan Brossa, inéditos em tradução | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 27/3/2018
Joan Brossa, inéditos em tradução
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 3300 Acessos



O Digestivocultural divulga em primeira mão a tradução dos poemas inéditos de Joan Brossa, vertido para o português pelo poeta, tradutor e livreiro catalão Josep Domènech Ponsatí. O livro de Brossa acaba de ser publicado em Barcelona, sendo sua referência a seguinte: BROSSA, Joan. Poemes inèdits: Gual permanent / Mapa de lluites [Poemas inéditos: Vau permanente / Mapa de lutas]. Barcelona:Rata, 2018.

Joan Brossa (1919-1998), nasceu em Barcelona. Poeta, dramaturgo e artista plástico, sua juventude foi marcada pela participação na Guerra Civil Espanhola e nos anos 40 integrou o restrito grupo de intelectuais, escritores e artistas que resistiram ao declínio da vida cultural na Catalunha sob o governo de Franco, vindo a ser um dos fundadores do grupo artístico Dau al Set, que reunia a vanguarda catalã, onde participavam Antoni Tàpies, Joan Ponç, Modest Cuixart e outros. Autor de uma obra que quebra as fronteiras entre as diferentes disciplinas artísticas, sua obra literária se caracteriza pela experimentação com a linguagem e o uso de qualquer tipo de técnicas e estilos, desde os modelos estróficos clássicos até a poesia conceitual, o teatro surrealista e roteiros de cinema experimentais. Esse processo contínuo de investigação metalinguística o encaminha progressivamente para a poesia visual, os poemas objeto e a performance.

Josep Domènech Ponsatí (Sant Feliu de Guíxols, 1966): poeta de nascença, tradutor por vocação e livreiro por necessidade. Ou: livreiro por vocação, tradutor de nascença e poeta por necessidade. Ou: (Bom, vamos deixar quieto.). Autor de Cap a un dic sec, Desdiments (prêmio Màrius Torres 2005), Apropiacions degudes & Cia (finalista do prêmio Gabriel Ferrater 2007), El Càcol (prêmio Gabriel Ferrater 2014) e Preqüela (2017). Tradutor tanto de narrativa (Graciliano Ramos, Rubem Fonseca, Lima Barreto, Clarice Lispector, Marilene Felinto, Josué Guimarães, Milton Hatoum et alii) como de poesia (Armando Freitas Filho, Ronald Polito, Sérgio Alcides, Hilda Hilst e reticências). Com várias traduções de escritores brasileiros inéditas: Campos de Carvalho, Raduan Nassar, Ricardo Lísías, Marcelo Mirisola e Dalton Trevisan.



TRADUÇÕES

Do livro Vau permanente (1977) [Gual permanent (1977)]

EVA

Usa os dedos para a penetração; esfrega-se

levemente e depois mais forte com movimentos

de cima pra baixo; e com a outra mão folheia

um livro de pornografia.



Apenas o preocupa sobressair na propriedade

de uma certa forma de linguagem, mas amiúde

não exprime em realidade o que quer comunicar.



Este poema se tornará o que eu faça dele,

seguindo os anteriores e seguido pelos que virão.



FIGURAS

E se vocês não tiverem imaginação existe um sistema formado

por pensamento puro, aquilo que é chamado uma figura

de palavras oposta a uma figura de pensamento; vocês podem

proceder de uma maneira abstrata ou pintar a natureza

com o mínimo de palavras possíveis.

(Uma borboleta voa ao redor deste poema.)



LITERATURA

Por que vocês têm que me dar gorjeta?

Só limitei-me a tirar o anel de um estojo

e pôr ele aqui, sobre o papel. O resto

o fez a harmonia das frases ou talvez

vocês liguem isso às propriedades do estilo. Falou,

não devemos escrever com clichês.



CAPICUA

A vida torna-se a única desculpa da vida.

(E não esqueçam que este poema é uma construção da mente.)



ATO FALHO

É, ia dizer uma coisa, mas esqueci.

Não devia ser tão importante assim.



SEM

A figura decorativa pintada no alto deste

poema gira feito uma porta e permite ao leitor,

ou ao ouvinte, sumir e passar para a página

seguinte.



BAZAR

─ Agora é moda a boneca articulada e pequena

para as meninas poderem brincar com elas de verdade

e poderem levá-las de cima pra baixo. A boneca

tem todo tipo de vestidos, sapatos, acessórios

para a rua, festas e esportes; tem seu mobiliário,

seu apartamento, seu dormitório com banheiro

e seu jardim com piscina... Até

tem um amigo para brincar sozinha. Tudo isso

foi arranjado por especialistas que estudaram

os desejos de...



Eu gostava bem mais das antigas bonecas de pano!



OBJETO E SOMBRA

Assento com encosto para uma

pessoa.

Uns pretos, de luto, num túnel, à meia-noite,

enchendo tinteiros e roubando carvão.



NÃO VERBAL

(Queria fazer este poema com o conjunto de gestos,

expressões, trejeitos do rosto, dos olhos, das mãos,

que fazem parte do processo de comunicação

com as palavras.)



Um canarinho entrou numa lâmpada;

foi preciso quebrá-la para libertá-lo.



Do livro Mapa de lutas (1979-1984) [Mapa de lluites (1979-1984)]



À MANEIRA DE LEITURA

Fiquem lendo cada página. A que vocês leram

é o passado e a que leem, o presente, e além

os espera uma outra. Mas se vocês se colocarem mais para cima,

poderão vê-las todas de uma vez. Não existe mais que um

livro só. Uma ideia na mente do autor.



Silêncio.

Você não enxerga outra solução?



NATUREZA-MORTA

Sempre estou nu; acontece que eu visto

a roupa. Faço o que devo, não é?



ARCO DE VIDA

A porta está aberta, de forma que podem

ver tudo o que eu disse no poema

anterior. Este detalhe basta

para datar o escrito: verão de 1980.



METAMORFOSE

No primeiro verso sai do ovo e transforma-se em girino.

No segundo lhe nascem as patas de trás

e a cauda fica mais curta.

No terceiro lhe crescem as patas da frente,

desaparece a cauda e vira rã.



CIRCULAR

Avante! Avante! Avante!

Voltando ao ponto de partida.



XAVECO

Linda: eu não gosto que você leve

nenhuma joia; acaso uns brincos

de cerejas.



Você e eu, para sempre a mesma sombra.



PARA IR ALÉM:

Uma maior aproximação com a poesia de Joan Brossa pode ser feita com a leitura de quatro traduções publicadas no Brasil:

BROSSA, Joan. Poemas civis. trad. Ronald Polito e Sérgio Alcides. Rio de Janeiro Sette letras,1998.

BROSSA, Joan. Escutem este silêncio. Trad. Ronald Polito. São Paulo: Lumme Editor, 2011.

BROSSA, Joan. Sumário astral. Trad. Ronald Polito. Edição de Tarso de Melo e Fabio Weintraub, 2003.

BROSSA, Joan. 99 poemas. Tradução e posfácio de Ronald Polito; prefácio de Victor da Rosa; coda de Adolfo Montejo Navas. São Paulo: Annablume; Demônio Negro, 2009.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 27/3/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Marcelo Mirisola: entrevista de Jardel Dias Cavalcanti
02. Dicas para a criação de personagens na ficção de Marcelo Spalding
03. História da leitura (II): o códice medieval de Marcelo Spalding
04. Sobre um tratado chinês de pintura de Ricardo de Mattos
05. A graça da coisa de Pilar Fazito


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2018
01. Entrevista com a tradutora Denise Bottmann - 26/6/2018
02. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos - 16/10/2018
03. A Fera na Selva, filme de Paulo Betti - 22/5/2018
04. Goeldi, o Brasil sombrio - 20/11/2018
05. O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro - 3/4/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FACTOS DA LÍNGUA PORTUGUESA
MÁRIO BARRETO
FRANCISCO ALVES
(1916)
R$ 80,00



TUDO O QUE A GRANDE MENTE CAPTA (AUTOGRAFADO)
ROSANA HERMANN & ISAAC EFRAIM
GENTE
(1993)
R$ 30,00



CADERNO H
MARIO QUINTANA
GLOBO
(2006)
R$ 22,00



COMER, REZAR, AMAR
ELIZABETH GILBERT
PONTO DE LEITURA
(2014)
R$ 10,00



SANTOS DUMONT E A CONQUISTA DO AR
ALUIZIO NAPOLEÃO
ITATIAIA
(1988)
R$ 50,00



PAULO E AS ORIGENS DO CRISTIANISMO
MICHEL QUESNEL
PAULINAS
(2004)
R$ 95,90



ASSASSINATOS NO CAMPO - CRIME E IMPUNIDADE - 1964/1986
MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA
GLOBAL
(1987)
R$ 30,00



DIREITO CONSTITUCIONAL ESQUEMATIZADO
ADA PELLEGRINI
SARAIVA
(2010)
R$ 95,00



TIMOR - O NOSSO DEVER FALAR
VÁRIOS AUTORES
APEL
(1999)
R$ 22,11



AUTHENTICGAMES - A BATALHA CONTRA HEROBRINE
MARCO TÚLIO
ASTRAL CULTURAL
(2016)
R$ 13,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês