O Corno em Série | David Butter | Digestivo Cultural

busca | avançada
36970 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 17/5/2013
O Corno em Série
David Butter

+ de 3300 Acessos

Os cornos herdaram a terra. No Brasil, é deles o grito, é deles a indignação. Hoje, parecer cidadão pressupõe agir como um corno surpreso: "esse político não me representa", "não sabia que um ser humano poderia ser capaz de tanta barbaridade", "existem conservadores", tudo diz a mesma coisa: fui traído pelo real.

O indignado é traído pela política, pela religião e pela cultura. É um corno em série. Na mansão do mundo, o cidadão abre porta a porta e atrás de cada uma delas encontra a mesma mulher, com outro ricardo. Segue abrindo com insistência até um ponto em que gasta as mãos. Daí em diante passa a imaginar a mulher numa Ibiza das Ideias, numa terra sempre distante, de prazer alheio. Essa Sodoma Mental é a contraimagem de tudo de que o corno se orgulha e de tudo em que ele diz acreditar: é o CEP do que ele nega. A dor do corno é geográfica, assim como seu suspiro: Enquanto isso, em Brasília.

(Não importa qual a doença, qual a tragédia, qual o desastre. Do piolho na escola à dengue na fila do hospital, da morte de um homem à morte de duzentos, da queda de uma marquise ao desabamento de uma ponte: alguém, algum corno do real dirá Enquanto isso, em Brasília.)

A dor do corno é pública, se anuncia com gosto na praça. É um masoquismo afrodisíaco. O corno em série grita "Acorda, Brasil" ao cornário reunido, e assim se crê mais desperto, mais potente em sua cornice. O corno se viagra na vergonha.

A dor do corno é teatral, mora no palco. O corno em série trabalha e anseia pela catarse. É um palhaço infeliz que faz piadas sobre vinganças sangrentas: sobre congressos invadidos, sobre bandidos fuzilados. É um personagem entre Otelo e Grande Otelo, o patético que oscila entre o trágico e o cômico.

A dor do corno é nostálgica, se apoia numa ideia de passado. Para alguns, esse passado é a ditadura. Para outros, é o dia dourado em que se discutia filosofia na Praia de Ipanema. O corno em série é sempre um bossa-nova cantando "O Barquinho" diante de um açude seco.

O corno em série é um camaleão traído. Tem muitas cores.

No Facebook, tem as cores de um Voltaire: é um dos termômetros da angústia no Brasil contemporâneo, ao lado do taxista e do vendedor de pacotes teatrais. Como Voltaire de Facebook, vive uma ética de atropelo, de absurdo a absurdo, de abaixo-assinado a abaixo-assinado. O Voltaire de Facebook está sempre escandalizado! Seu sentido é de urgência! Seu discurso é de alerta, exclamação!

Nas caixas de comentários de portais, o corno em série é o Tarado do Suíngue. Sob anonimato, entrega a lógica para dormir com a loucura. Vê em qualquer omissão uma ocultação; em qualquer menção, uma maquinação; em qualquer abordagem de tema, um desvio de algo central, mais importante. É um moralista erotizado, um apocalítico saudoso. Olha a planície informativa à espera de uma revelação no Sinai da sua própria cabeça, uma eureca que lhe permita dizer que O castelo de cartas caiu.

(Nota para roteiro: comentarista de internet interpretado por Jece Valadão deixa o computador numa tarde morta e sai armado às ruas mandando homens, mulheres, velhos e crianças dançarem Cancan. "Vou mostrar a verdade, vou mostrar a verdade.")

Noutros tempos, até recentes, o corno em série frequentava também sebos. Neles, assumia as roupas mal lavadas do Conspirador de Sebo - primo do Louco de Palestra, tão bem retratado por Vanessa Barbara na "Piauí" de outubro de 2010. Passei uma década respirando poeira da Guerra Fria em livrarias decrépitas. A cada três horas, alguém surgia pedindo "Mein Kampf". A cada uma, "O Livro de São Cipriano - Capa Preta". Posso atestar que os sebos eram masmorras de templários. E lá, entre os degredados, circulava o Conspirador de Sebo: sempre traído pelo real, pelo imediato, mas tentando aparentar segurança nos processos de tiro mais longo, como se carregasse uma placa de "Eu já sabia" para sacar com pelo menos dez minutos de atraso. Hoje, o Conspirador de Sebo é tão raro quanto os sebos físicos. Migrou como andorinha desconfiada para o digital, mudou de pena.

O corno são muitos, mas o que o corno quer? Minha tese é a de que o corno em série só quer amar.

Quando reclama, o corno em série quer, na realidade, defender a imagem ideal de algo que ama. Quando investe contra a imprensa, atribui a ela uma missão imensa, redentora. Quando denuncia na política, rende uma homenagem ao poder, uma confiança mal disfarçada. Quando mira o Papa, celebra o Trono de Pedro. Diante do que percebem como um desvio, os cornos em série gritam aos céus como se uma ordem eterna tivesse sido conspurcada. Nesta ordem eterna, o poder é bom, claro e efetivo.

O corno em série é um idealista, um romântico: ama a adúltera quanto mais ela for. Diante de uma realidade que trai e trai, o corno vê no seu chifre a prova de consciência histórica. Quando se olhar no espelho de um mural de Facebook, o corno em série, o corno traído pelo real, o corno da consciência talvez ainda se pergunte: quantas curtidas merece esse corninho?

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pela autor. Originalmente publicado no blog David Butter.


David Butter
Rio de Janeiro, 17/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A escrita de Gian Danton


Mais David Butter
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROJETO DE NIVELAMENTO
DOUGLAS APARECIDO SAKUMOTO (ORG.)
MARTINARI
(2007)
R$ 20,00



NEW PASSWORD ENGLISH 2
AMADEU MARQUES
ÁTICA
(2005)
R$ 20,00



PENSADORES
MARIO VITOR SANTOS
REALEJO
(2015)
R$ 54,90



QUESTÕES COM GABARITOS COMENTADOS
CÉSAR DE OLIVEIRA FRADE
VESTCON
(2007)
R$ 4,60



ASATRU - OS DEUSES DO TEMPO (PAGANISMO NÓRDICO / GERMÂNICO)
BRUDER
DO AUTOR
(2018)
R$ 44,91



IMMORTAL DANGER
CYNTHIA EDEN
BRAVA
(2009)
R$ 8,11



EXPRESSO TRANSIBERIANO
HEINZ G. KONSALIK
RECORD
R$ 7,90



DIE WILDEN FUSSBALL KERLE - FELIX DER WIRBELWIND
JOCHIM MASANNEK
BAUMHAUS VERLAG
(2002)
R$ 13,00



HISTÓRIA DE UMA CIDADE CONTADA POR ELA MESMA
LENY WERNECK DORNELLES
AO LIVRO TÉCNICO
(1985)
R$ 7,90



SEGREDOS DE MULHER - A DESCOBERTA DO SAGRADO FEMININO
MARIA SILVIA PACINI ORLOVAS
MADRAS
(2010)
R$ 49,90





busca | avançada
36970 visitas/dia
1,4 milhão/mês