Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
23442 visitas/dia
890 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
Últimos Posts
>>> Diagnóstico falho
>>> Manuscrito
>>> Expectativas
>>> Poros do devir
>>> Quites
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Livros na ponta da língua
>>> Livros na ponta da língua
>>> Medo e Delírio em Las Vegas
>>> O negócio (ainda) é rocão antigo
>>> O negócio (ainda) é rocão antigo
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Um Brecht é um Brecht
>>> O engano do homem que matou Lennon
Mais Recentes
>>> Ninho de Anjo de Lia- Rosa Reuse pela Cbve (2007)
>>> Para uma Linda Mulher de Tito Alencar pela Maceió Alagoas (2002)
>>> Falsa Impressão - a Rainha do Supra- Sumo - Temporada de Caça - ... de Vários Autores pela Readers Digest (2007)
>>> Cilada - Rosie - Duas Lindas Meninas de Azul - Órbita de Vários Autores pela Readers Digest (2007)
>>> O último Jurado - Noites de Chuva e Estrelas - o Vôo da Liberdade .... de Vários Autores pela Readers Digest (2007)
>>> O Pensamento Vivo de Jorge Luis Borges 16 de Martin Claret pela Martin Claret
>>> Família Trabalho Política de Ireneu Martim Organizador pela Universidade Champagnat (1992)
>>> Flashes de Manoel Ramos e Neide Ramos pela Editoração (2002)
>>> A Biblioteca de Ciências Sociais a Evolução do Capitalismo de Maurice Dobb pela Ed. Zahar (1971)
>>> Princípios de Sociologia Geral de Salim Sedeh pela Edicel
>>> Medidas Educacionais de Richard H. Lindeman pela Ed. Globo/ Mec (1976)
>>> Lima Barreto Crônicas Escolhidas de Folha de S. Paulo pela Ed. ática (1995)
>>> O Cão Amarelo de Georges Simenon pela Ed. Globo
>>> O Maior Milagre do Mundo de Og Mandino pela Record
>>> O Herói da Torre de Hans Hellmut Kirst pela Publicações Europa- América
>>> Brás, Bexiga e Barra Funda de A. Alcântara Machado pela Estadão/ Kilck (1999)
>>> Brás, Bexiga e Barra Funda de A. Alcântara Machado pela Estadão/ Kilck (1997)
>>> Fogo Morto 10 de José Lins do Rego pela Estadão/ Kilck
>>> Romance Edição 16 ao Abrigo de Seus Braços de Jackie Braun pela Harlequin Books (2007)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Clássicos da Literatura Senhora de José de Alencar pela Ed. Sol90 (2004)
>>> O Pensamento Vivo de Machado de Assis 31 de Marcelo Whately Paiva Organização pela Martins Claret (1992)
>>> Barão de Paranapiacaba Vida e Obra de Camilo Abrantes pela Santos (1978)
>>> Guia 2002 Comer e Beber de Veja São Paulo pela Abril (2002)
>>> Redenção a Continuação do Best Seller Trindade de Leon Uris pela Ed. Record (1996)
>>> Relações Perigosas de Laclos pela Ed. Globo (1987)
>>> Raul de Leôni Trechos Escolhidos de Luiz Santa Cruz pela Agir (1961)
>>> O Amante de Marguerite Duras pela Riográfica
>>> Acima de Qualquer Suspeita de Scott Turow pela Ed. Record
>>> Petróleo o Preço da Dependência o Brasil na Crise Mundial de Alberto Tamer pela Ed. Nova Fronteira (1980)
>>> Platão por Mitos e Hipóteses de Lygia Araujo Watanabe pela Ed. Moderna (1995)
>>> O Arquivo de Chancellor de Robert Ludlum pela Ed. Record
>>> Maria Madalena e o Santo Graal de Margaret Starbird pela Sextante (2004)
>>> Tocaia Grande- a Face Obscura de Jorge Amado pela Record (1984)
>>> A Herança Scarlatti de Robert Ludlum pela Ed. Nova Fronteira (1983)
>>> A Visita do Casal Osterman de Robert Ludlum pela Ed. Nova Fronteira (1983)
>>> A Agenda Icarus de Robert Ludlum pela Ed, Guanabara (1989)
>>> O Júri de John Grisham pela Rocco (1998)
>>> O Senhor Embaixador de Erico Verissino pela Ed. Globo
>>> O Falcão Maltês de Dashiell Hammett pela Nova Cultural
>>> O Pecado de Liza de Somerst Maugham pela Riográfica
>>> Lembranças de um Dia de Verão de Irwin Shaw pela Nova Cultural
>>> Tira- Dúvidas Ortografia de Douglas Tufano pela Ed. Mordena (2001)
>>> Os Estupradores de Harold Robbins pela Record (1996)
>>> A Intimação de John Grisham pela Ed. Rocco (2002)
>>> Comunicação as Funções da Propaganda de Alfredo Carmo e Outros pela Publinform
>>> Novas Lições de Amor de Eguinaldo Helio de Souza pela Família Com Deus
>>> Special Noite Quentes no Deserto Edição 02 o Príncipe do Desejo de Lucy Monroe pela Harlequin Books (2008)
>>> Paixão Edição 150 Coração Descoberto Grávida! de Trish Morey pela Harlequin Books (2009)
>>> Com a Cabeça Eo Coração de Marcos Antonio Gonçalves pela áurea (2005)
COLUNAS

Terça-feira, 16/10/2018
Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 6800 Acessos



Todas as pessoas que se encontraram ou conviveram com Hilda Hilst tiveram dela uma forte impressão, seja por sua personalidade ou por sua força criativa. Veja-se o depoimento de Moacir Ferraz de Carvalho Filho: “Eu, que sou amante de poesia, fiquei maravilhado com a genialidade dela, a capacidade de criar imagens e associações insólitas, mas que causam espantos gratificantes na alma da gente, o exímio domínio do ritmo e o humor delicioso.”

Este depoimento aparece no recém lançado livro, A intensa, Extremada, Delirante Hilda Hilst, de Ana Lúcia Vasconcelos, com ilustrações de Egas Francisco. O livro trata do encontro da autora com Hilda Hilst, a amizade que se estabeleceu no convívio com a escritora e seus amigos na Casa do Sol, como também aprecia a fortuna crítica com comentários não acadêmicos, que aproxima o leitor da existência real e imaginativa (tão real quanto) da escritora.

Quando morei em Campinas, durante o mestrado em História da Arte, sonhava conhecer Hilda Hilst, mas não a conheci pessoalmente, apesar da sugestão de visitá-la dada por dois amigos, o pintor Egas Francisco e o poeta e ensaísta Edson Duarte (que morou na Casa do Sol com Hilda e escreveu uma tese e posfácios sobre a obra dela). Ambos achavam que ela se interessaria por mim, devido ao gosto que tenho pela poesia dos malditos (Baudelaire, Rimbaud e Verlaine) e pela poesia mais cerebral (Valéry, Eliot, Mallarmé) ou de natureza metafísica (como Rilke). No entanto, sempre tive receio de encontrá-la, devido à sua má fama (risos) e porque o Edson Duarte me parecia alguém bem delirante, talvez quase uma incorporação da personalidade de Hilda em si mesmo (uma vez, jantando na minha casa, ele rasgou e jogou todos os seus poemas manuscritos pela janela e disse não se importar por aquilo, pois a poesia estava dentro dele, não em publicações e... dá-lhe discurso!) Só vi Hilda pessoalmente no caixão, no dia de seu enterro, com meu filho ainda criança no colo que me perguntou ao vê-la morta: “a vovó está dormindo?”. Ela acabou virando “vovó” do meu filho e uma figura enigmática para mim, pois com um morto não se conversa.

Eu já havia lido alguma coisa de Hilda Hilst na época da graduação em História, nos livros editados por Massao Ono, mas fiquei mais interessado pela sua poesia depois de alguns comentários feitos pelo professor Luis Dantas durante uma carona de carro que me deu da casa do Jorge Coli, meu orientador na época, para o Departamento de História da Unicamp. Embora não me lembre do que ele comentou, sei que ficou uma impressão forte dentro de mim de que era necessário me aventurar na obra de Hilda Hilst. Também o Edson Duarte, que recitava de cor para mim vários poemas dela, me fazia perceber a bela cadência dos versos da poeta. Daí para frente comecei a ler sua obra e o que os críticos falavam sobre sua poesia. Mas a pessoa de Hilda continuou um mistério para mim.

Graças ao livro de Ana Lúcia Vasconcelos, eu e tantos outros leitores que não puderam conviver com ela, poderão se aproximar dessa fantástica personalidade artística. Não que o enigma se resolva (talvez até se aprofunde), mas uma intimidade vai se estabelecer, pois as descrições dos encontros, conversas, leituras e o ambiente onde Hilda viveu vão se revelando como uma conversa agradável, pontuada de exclamações, interrogações, delírios, poesia e até (pasme-se, leitor!) de religião.

Para a construção do seu livro a autora se baseou no seu próprio contato com a escritora, com ricos depoimentos de amigos próximos, a leitura de sua obra, poesia e teatro (às vezes no momento de sua germinação) e os textos críticos que foram aparecendo em jornais, revistas e teses acadêmicas.

Na confluências dessas forças, Ana Lúcia Vasconcelos estabelece uma escrita de natureza marcada por uma aproximação biográfica, sem descuidar do encontro com a própria obra da autora e os comentários de críticos como Anatol Rosenfeld, Nelly Novaes Coelho, Jorge Coli, Alcir Pécora, Leo Gilson Ribeiro, J. Toledo, Edson Duarte e outros.

Além da crônica dos encontros pessoais com Hilda, a autora nos leva para dentro das questões da sua poética como também para o centro das dúvidas pessoais da escritora em relação ao mundo e ao homem, como no seguinte trecho do livro: “Hilda Hilst desarrumava a linguagem para tentar traduzir as perguntas que se fazia e seus personagens-múltiplos, tripartidos, dia e noite. Às vezes, no entanto, experimentava um profundo desânimo em relação a alguma futura transformação do homem: ´As verdades mais importantes já foram escritas. Há um impressionante acúmulo de informação que não foi ainda assimilado e apesar do indiscutível progresso tecnológico do nosso século, não se pode dizer que o homem esteja crescendo em verticalidade´”.

O universo das amizades de Hilda Hilst foi sempre muito rico, como apresenta Ana Lúcia de Vasconcelos. Talvez ela não admitisse a ignorância como companhia para seus copos de uísque. Desses amigos que sempre prezou estavam poetas, artistas plásticos, atores, músicos e cientistas. Um agrupamento de mentes ativas, preocupadas com a criação, descontentes com a certeza, que dialogavam com ela enriquecendo suas próprias ideias e obras poéticas.

O refúgio na Casa do Sol, não era propriamente o refúgio de um monge, mas de uma poeta, com seus amores, seu contato com a natureza e suas dúvidas cósmicas, era um refúgio que se transformou numa espécie de espaço para a concentração da atividade criativa e da existência. Não é à toa que sempre que queria alguém por perto, logo chamava-o para morar na Casa do Sol, como aconteceu com o escritor Caio Fernando Abreu e José Luis Mora Fuentes.

O livro de Ana Lúcia Vasconcelos tem o dom que nos trazer para dentro de uma personalidade viva, criativa e angustiada como foi a de Hilda Hilst. Mas ainda nos leva para o universo da própria obra da escritora abrindo pontes de entendimento, revelando a dimensão profunda da linguagem elaborada e musical de seus versos, deixando claro o valor que sua obra tem e terá dentro do cenário da literatura brasileira. Uma poeta desse calibre é um acontecimento raro, uma pérola guardada numa fazenda do interior de São Paulo, iluminada pelo sol da eternidade que a está aquecendo agora no além (se é que ela acreditava nisso!).

Para ir além:

Para quem quer se aventurar mais um pouco no mundo biográfico da poeta, saiu este ano uma biografia de Hilda Hilst, publicada pela editora Tordesilhas, e, diferente do livro de Ana Lúcia, recheada com algumas fotos da escritora. FOLGUEIRA, Laura e DESTRI, Luisa: Eu e não outra: a vida intensa de Hilda Hilst: São Paulo: Tordesilhas, 2018.

Existe um artigo meu, publicado aqui no Digestivo, que é a tentativa de compreender Hilda Hilst a partir do retrato dela feito pelo artista Egas Francisco.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 16/10/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva de Renato Alessandro dos Santos
02. Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá? de Renato Alessandro dos Santos
03. A violência do silêncio de Carina Destempero
04. História da leitura (VI): o iPad aponta o futuro? de Marcelo Spalding
05. Cócegas na língua de Pilar Fazito


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2018
01. Entrevista com a tradutora Denise Bottmann - 26/6/2018
02. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos - 16/10/2018
03. A Fera na Selva, filme de Paulo Betti - 22/5/2018
04. Goeldi, o Brasil sombrio - 20/11/2018
05. O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro - 3/4/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DEVASSOS NO PARAISO - HOMOSSEXUALIDADE NO BRASIL DA COLONIA A ATUALIDADE
JOAO SILVERIO TREVISAN
MAX LIMONAD
(1986)
R$ 80,00



POR QUE ME ABANDONASTE
MAURO JUDICE
GIZ EDITORIAL
(2008)
R$ 22,28



1890 1914 - NO TEMPO DAS CERTEZAS
LILIA MORITZ SCHWARCZ/ ANGELA MARQUES DA COSTA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2000)
R$ 25,00
+ frete grátis



A MENSAGEM DO ISLAM
ABDURRAHMAN AL-SHEDA
OUTROS
R$ 5,00



O LIVRO DA CERVEJA (1185)
TIM HAMPSON
NOVA FRONTEIRA
(2009)
R$ 35,00



APRENDIZAGEM E MOTIVAÇÃO
ANTONIO GOMES PENNA
ZAHAR
(1980)
R$ 26,28



ENSINO RÉGIO NA CAPITANIA DE MINAS GERAIS, O
THAIS NIVIA DE LIMA E FONSECA
AUTÊNTICA
R$ 39,90



A INFORMALIDADE NO MERCADO DE TRABALHO
JULIANO VARGAS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



O XIS DA QUESTÃO
RICARDO DA CUNHA LIMA
FTD
(1997)
R$ 15,00



O MEU BRAÇO DIREITO: BASEADO EM FATOS DA VIDA REAL
REGINA CÉLIA CHAGAS DE OLIVEIRA
MILETO
(2003)
R$ 32,28





busca | avançada
23442 visitas/dia
890 mil/mês