Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
30040 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Zé Guilherme lança novo videoclipe com faixa do álbum ALUMIA
>>> Almundo traz até 40% de desconto em seu primeiro Outlet 2019
>>> Ex-Titã Paulo Miklos apresenta seu terceiro álbum no Sesc Belenzinho
>>> Companhia de Teatro Heliópolis coloca em cena as duas faces da justiça em nova montagem
>>> Cunha realiza 2ª edição do Verão na Montanha - Cunha Fest, festival de jazz e blues
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
Últimos Posts
>>> Assim eu quero a vida
>>> Um sujeito chamado Benício
>>> A imaginação educada, de Northrop Frye
>>> Direções da véspera (Introdução)
>>> O tempo nos ensina - frase
>>> O Cinema onde os fracos não tem vez
>>> Senhor do Corpo e da alma - poema
>>> Fotogenia
>>> É Natal
>>> Canções de amor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> mare
>>> O filme do Lula e os dois lados da arquibancada
>>> Do desprezo e da admiração
>>> WikiLeaks em documentário
>>> Carta aberta a quem leu Uma Carta Aberta ao Brasil
>>> Todos querem ser cool
>>> Açougueiro mesmo é o diretor
>>> O pior cego é o que vê tevê
>>> De Middangeard à Terra Média
Mais Recentes
>>> O queijo e os vermes de Carlo Ginzburg pela Companhia das Letras (Companhia de Bolso) (2006)
>>> Era dos Extremos: O breve século XX (1914-1991) de Eric Hobsbawn pela Companhia das Letras (2009)
>>> O Sol e a Sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Perdidamente de Júlio Emílio Braz pela Ftd (2000)
>>> As Armadilhas do Consumo - Acabe com o endividamento de Márcia Tolotti pela Campus / Elsevier (2007)
>>> O noivado de Bilac- com a correspondência inédita do poeta à sua noiva D.Amélia de Oliveira (raridade) de Elmo Elton pela Organiozação Simões (1954)
>>> Gramática Reflexiva: texto, semântica e interação - 3ª ed. de William Cereja e Thereza Cochar pela Atual (2019)
>>> O Xangô de Baker Street de Jô Soares pela Companhia das Letras (1997)
>>> TCP/IP a bíblia de Rob Scrimger pela Campus (2002)
>>> Universidade h4ck3r de Henrique Ulbrich e James pela Digerati Books (2011)
>>> Hackers expostos de Joel Scambray pela Makron (2001)
>>> Manual completo do hacker de Gorkin Starlin pela Book Express (2001)
>>> Por que os gerentes falham de John J. Mc Carthy pela Makron (1994)
>>> Inteligência emocional de Daniel Goleman pela Objetiva (2001)
>>> Economia de Paul Wonnacott pela Makron (1994)
>>> Integração: qualidade e recursos humanos para os anos 2000 de Philip B. Crosby pela Makron (1993)
>>> Empresas sem chefes de Charles C. Manz pela Makron (1996)
>>> O complexo de perfeição de Colette Dowling pela Record (1993)
>>> Primeira filosofia - Tópicos de filosofia geral de Armando Mora de Oliveira pela Brasiliense (1992)
>>> Princípios de administraçao científica de Frederick W. Taylor pela Atlas (1995)
>>> Veronika decide morrer de Paulo Coelho pela Objetiva (1998)
>>> Hardware curso completo de Gabriel Torres pela Axcel Books (2001)
>>> Petrobrás - Administrador júnior - nível superior de José Almir Fontella Dornelles pela Vestcon (2011)
>>> Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle de Philip Kotler pela Atlas (1996)
>>> Marketing verde de Jacquelyn A. Ottman pela Makron (1994)
>>> Síndrome da Passividade: o processo de reengenharia em recursos humanos de Dirceu Moreira pela Makron (1994)
>>> Inveja nas organizações de Patrícia Amélia Tomei pela Makron (1994)
>>> As novas regras de John P. Kotter pela Makron (1997)
>>> Administração industrial e geral de Henri Fayol pela Atlas (1989)
>>> Problemas? Oba! Arevoluçãopara vocêvencer no mundo dos negócios de Roberto Shinyashiki pela Gente (2011)
>>> Como conquistar um ótimo emprego: e dar um salto importante em sua carreira profissional de Thomas A.Case pela Makron (1997)
>>> Iniciando os conceitos da qualidade total de Equipe Grifo pela Pioneira (1994)
>>> Redação empresarial - escrevendocom sucesso na era da globalização de Miriam Gold pela Makron (1999)
>>> Empregabilidade: de executivo a consultor bem-sucedido de Thomas A. Case pela Makron (1997)
>>> Pesquisa Operacional de Ermes Medeiros da Silva pela Atlas (1998)
>>> Contabilidade Introdutória + Livro de exercícios de Equipe de Professores da FEA/USP pela Atlas (1993)
>>> Princípios de Administração Financeira + Manual de Software de Lawrence J. Gitman pela Harbra (1997)
>>> Primeira filosofia - Aspectos da história da filosofia de Armando Mora de Oliveira pela Brasiliense (1992)
>>> Reinvente-se: você pode fazer melhor ainda de Claudio V. Nasajon pela Campus (2001)
>>> História da Política Exterior do Brasil de Amado Luiz Cervo Clodoaldo pela UnB (2002)
>>> Iniciação ao direito do trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (1998)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Juarez de Oliveira pela Saraiva (1995)
>>> Formação Econômica do Brasil de Celso Furtado pela Cia Ed Naciona (1979)
>>> Código de proteção e defesa do consumidor de Juarez de Oliveira pela Saraiva (1994)
>>> Biotecnologia em discussão de Wilhelm Hofmeister pela Fundação Konrad Adenauer (2000)
>>> O alquimista de Paulo Coelho pela Rocco (1988)
>>> O Brasil e Suas Riquezas de Waldemiro Potsch pela Não Infirmado
>>> Amor de perdição de Camilo Castelo Branco pela Klick (2000)
>>> A revolução dos campeões de Roberto Shinyashiki pela Gente (1995)
>>> Viva com esperança de Mark Finley / Peter Landness pela Afiliada (2015)
COLUNAS

Terça-feira, 16/10/2018
Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 6500 Acessos



Todas as pessoas que se encontraram ou conviveram com Hilda Hilst tiveram dela uma forte impressão, seja por sua personalidade ou por sua força criativa. Veja-se o depoimento de Moacir Ferraz de Carvalho Filho: “Eu, que sou amante de poesia, fiquei maravilhado com a genialidade dela, a capacidade de criar imagens e associações insólitas, mas que causam espantos gratificantes na alma da gente, o exímio domínio do ritmo e o humor delicioso.”

Este depoimento aparece no recém lançado livro, A intensa, Extremada, Delirante Hilda Hilst, de Ana Lúcia Vasconcelos, com ilustrações de Egas Francisco. O livro trata do encontro da autora com Hilda Hilst, a amizade que se estabeleceu no convívio com a escritora e seus amigos na Casa do Sol, como também aprecia a fortuna crítica com comentários não acadêmicos, que aproxima o leitor da existência real e imaginativa (tão real quanto) da escritora.

Quando morei em Campinas, durante o mestrado em História da Arte, sonhava conhecer Hilda Hilst, mas não a conheci pessoalmente, apesar da sugestão de visitá-la dada por dois amigos, o pintor Egas Francisco e o poeta e ensaísta Edson Duarte (que morou na Casa do Sol com Hilda e escreveu uma tese e posfácios sobre a obra dela). Ambos achavam que ela se interessaria por mim, devido ao gosto que tenho pela poesia dos malditos (Baudelaire, Rimbaud e Verlaine) e pela poesia mais cerebral (Valéry, Eliot, Mallarmé) ou de natureza metafísica (como Rilke). No entanto, sempre tive receio de encontrá-la, devido à sua má fama (risos) e porque o Edson Duarte me parecia alguém bem delirante, talvez quase uma incorporação da personalidade de Hilda em si mesmo (uma vez, jantando na minha casa, ele rasgou e jogou todos os seus poemas manuscritos pela janela e disse não se importar por aquilo, pois a poesia estava dentro dele, não em publicações e... dá-lhe discurso!) Só vi Hilda pessoalmente no caixão, no dia de seu enterro, com meu filho ainda criança no colo que me perguntou ao vê-la morta: “a vovó está dormindo?”. Ela acabou virando “vovó” do meu filho e uma figura enigmática para mim, pois com um morto não se conversa.

Eu já havia lido alguma coisa de Hilda Hilst na época da graduação em História, nos livros editados por Massao Ono, mas fiquei mais interessado pela sua poesia depois de alguns comentários feitos pelo professor Luis Dantas durante uma carona de carro que me deu da casa do Jorge Coli, meu orientador na época, para o Departamento de História da Unicamp. Embora não me lembre do que ele comentou, sei que ficou uma impressão forte dentro de mim de que era necessário me aventurar na obra de Hilda Hilst. Também o Edson Duarte, que recitava de cor para mim vários poemas dela, me fazia perceber a bela cadência dos versos da poeta. Daí para frente comecei a ler sua obra e o que os críticos falavam sobre sua poesia. Mas a pessoa de Hilda continuou um mistério para mim.

Graças ao livro de Ana Lúcia Vasconcelos, eu e tantos outros leitores que não puderam conviver com ela, poderão se aproximar dessa fantástica personalidade artística. Não que o enigma se resolva (talvez até se aprofunde), mas uma intimidade vai se estabelecer, pois as descrições dos encontros, conversas, leituras e o ambiente onde Hilda viveu vão se revelando como uma conversa agradável, pontuada de exclamações, interrogações, delírios, poesia e até (pasme-se, leitor!) de religião.

Para a construção do seu livro a autora se baseou no seu próprio contato com a escritora, com ricos depoimentos de amigos próximos, a leitura de sua obra, poesia e teatro (às vezes no momento de sua germinação) e os textos críticos que foram aparecendo em jornais, revistas e teses acadêmicas.

Na confluências dessas forças, Ana Lúcia Vasconcelos estabelece uma escrita de natureza marcada por uma aproximação biográfica, sem descuidar do encontro com a própria obra da autora e os comentários de críticos como Anatol Rosenfeld, Nelly Novaes Coelho, Jorge Coli, Alcir Pécora, Leo Gilson Ribeiro, J. Toledo, Edson Duarte e outros.

Além da crônica dos encontros pessoais com Hilda, a autora nos leva para dentro das questões da sua poética como também para o centro das dúvidas pessoais da escritora em relação ao mundo e ao homem, como no seguinte trecho do livro: “Hilda Hilst desarrumava a linguagem para tentar traduzir as perguntas que se fazia e seus personagens-múltiplos, tripartidos, dia e noite. Às vezes, no entanto, experimentava um profundo desânimo em relação a alguma futura transformação do homem: ´As verdades mais importantes já foram escritas. Há um impressionante acúmulo de informação que não foi ainda assimilado e apesar do indiscutível progresso tecnológico do nosso século, não se pode dizer que o homem esteja crescendo em verticalidade´”.

O universo das amizades de Hilda Hilst foi sempre muito rico, como apresenta Ana Lúcia de Vasconcelos. Talvez ela não admitisse a ignorância como companhia para seus copos de uísque. Desses amigos que sempre prezou estavam poetas, artistas plásticos, atores, músicos e cientistas. Um agrupamento de mentes ativas, preocupadas com a criação, descontentes com a certeza, que dialogavam com ela enriquecendo suas próprias ideias e obras poéticas.

O refúgio na Casa do Sol, não era propriamente o refúgio de um monge, mas de uma poeta, com seus amores, seu contato com a natureza e suas dúvidas cósmicas, era um refúgio que se transformou numa espécie de espaço para a concentração da atividade criativa e da existência. Não é à toa que sempre que queria alguém por perto, logo chamava-o para morar na Casa do Sol, como aconteceu com o escritor Caio Fernando Abreu e José Luis Mora Fuentes.

O livro de Ana Lúcia Vasconcelos tem o dom que nos trazer para dentro de uma personalidade viva, criativa e angustiada como foi a de Hilda Hilst. Mas ainda nos leva para o universo da própria obra da escritora abrindo pontes de entendimento, revelando a dimensão profunda da linguagem elaborada e musical de seus versos, deixando claro o valor que sua obra tem e terá dentro do cenário da literatura brasileira. Uma poeta desse calibre é um acontecimento raro, uma pérola guardada numa fazenda do interior de São Paulo, iluminada pelo sol da eternidade que a está aquecendo agora no além (se é que ela acreditava nisso!).

Para ir além:

Para quem quer se aventurar mais um pouco no mundo biográfico da poeta, saiu este ano uma biografia de Hilda Hilst, publicada pela editora Tordesilhas, e, diferente do livro de Ana Lúcia, recheada com algumas fotos da escritora. FOLGUEIRA, Laura e DESTRI, Luisa: Eu e não outra: a vida intensa de Hilda Hilst: São Paulo: Tordesilhas, 2018.

Existe um artigo meu, publicado aqui no Digestivo, que é a tentativa de compreender Hilda Hilst a partir do retrato dela feito pelo artista Egas Francisco.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 16/10/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
02. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
03. Goeldi, o Brasil sombrio de Jardel Dias Cavalcanti
04. Do canto ao silêncio das sereias de Cassionei Niches Petry
05. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela de Renato Alessandro dos Santos


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2018
01. Entrevista com a tradutora Denise Bottmann - 26/6/2018
02. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos - 16/10/2018
03. A Fera na Selva, filme de Paulo Betti - 22/5/2018
04. Goeldi, o Brasil sombrio - 20/11/2018
05. O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro - 3/4/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FÉ E RAZÃO NA RENASCENÇA
TALYTA CARVALHO
É REALIZAÇÕES
(2012)
R$ 30,00



MINAS DO OURO
FREI BETTO
RAACO
(2018)
R$ 20,00



O AGENTE DO VATICANO
JOSÉ EL-JAICK
ROCCO
(2007)
R$ 18,00



O AMOR DE MÍTIA & O PROCESSO DO TENENTE HELÁGUIN
IVAN BUNIN
OPERA MUNDI
(1971)
R$ 20,00



O EVANGELHO SEGUNDO JESUS CRISTO
JOSÉ SARAMAGO
COMPANHIA DE BOLSO
(2005)
R$ 6,00



A MÚSICA NO RIO DE JANEIRO NO TEMPO DE D. JOÃO VI
VASCO MARIZ
CASA DA PALAVRA
(2008)
R$ 25,00



LIBERTE-SE DA DEPRESSÃO E DO MEDO
ZAYDAN ALKIMIN
PALLAS
(1994)
R$ 10,00



ACEITAÇÃO
JEFF VANDERMEER
INTRÍNSECA
(2016)
R$ 38,00



AS REPORTAGENS DA PENÉLOPE - ANNA MUYLAERT (LITERATURA INFANTIL)
ANNA MUYLAERT
COMPANHIA DAS LETRINHAS
(1997)
R$ 8,00



SEGREDOS PROFISSIONAIS - SEGREDOS DE APRESENTAÇÕES
MARTIN MANSER
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 41,00





busca | avançada
30040 visitas/dia
1,0 milhão/mês