Brasilês - um idioma de muitos sotaques | Félix Maier | Digestivo Cultural

busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Alívios diamantinos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Ser intelectual dói
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
>>> Distribua você também em 2008
>>> A proposta libertária
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> As fronteiras da ficção científica
Mais Recentes
>>> Com Olhos de Criança de Francesco Tonucci pela Instituto Piaget (1988)
>>> Revista Neuro Educação – Nº 4 – Dormir Bem Para Aprender Melhor de Vários Autores pela Segmento (2015)
>>> de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2018)
>>> Revista Ciência & Vida Psique – Ano 1 – Nº 2 – Psicopedagogia Pra Que? de Vários Autores pela Escala
>>> Revista Crescer em Família – Ano 7 – Nº 74 - Primeiro Ano do Bebê de Vários Autores pela Globo (2000)
>>> Revista Mente e Cérebro – Ano XVI – Nº 197 – As 5 Idades do Cérebro de Vários Autores pela Duetto (2009)
>>> Poder, Política e Partido de A. Gramsci pela Brasiliense (1992)
>>> Gramsci : Cem anos de um pensamento vivo - coleção P&T de J. Luiz Marques e Luiz Pilla Vares (Orgs.) pela Palmarica (1991)
>>> Memórias da Resistência de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2019)
>>> Supercapitalismo Como o capitalismo tem transformado os negócios, a democracia e o cotidiano de Robert B. Reich pela Campus (2008)
>>> Marx Engels - História -Coleção Grandes Cientistas Sociais 36 de Florestan Fernandes (Org.) pela Ática (1983)
>>> Começo de Conversa – Orientação Sexual de Osny Telles Marcondes Machado pela Saraiva (1996)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1999)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> A dieta dos 17 dias Um método simples para perder barriga de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> O Especialista em Educação na Perspectiva da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 10 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> Dez Leis Para Ser Feliz - Ferramentas par se apaixonar pela vida de Augusto Cury pela Sextante (2008)
>>> Projeto Revista de Educação – Nº 1 - Ano 1 de Vário Autores pela Projeto (1999)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Dicionário do Pensamento Marxista de Tom Bottomore - Editor pela Jorge Zahar (2001)
>>> Um tango para 5 Rainhas de Jony Wolff pela Edição do autor (2018)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Os Clássicos da Política vol. 1- Mquiavel-Hobbes-Montesquieu- Rousseau de Francisco C. Welfort (Org.) pela Ática (2006)
>>> Nacionalismos - O estado nacional e o nacionalismo no século XX de Montserrat Guibernau pela Jorge Zahar (1997)
>>> Bibliografia Estudos Sobre Violência Sexual Contra a Mulher:1984-2003 de Kátia Soares Braga - Elise Nacimento (Orgs.) pela Letras Livres - UNB (2004)
>>> O reino de James T. harman pela Restauração (2013)
>>> A importancia da cobertura de Lance Lambert pela Classicos (2013)
>>> O Reino Entre Nós de Não Informado pela O Lutador
>>> Como Realizar a Aprendizagem de Robert M. Gagné pela Mec (1974)
>>> Yoga para a Saúde do Ciclo Menstrual de Linda Sparrowe/ Patrícia Walden pela Pensamento (2004)
>>> Pequenos Segredos da Arte de Escrever de Luiz A. P. Victoria pela Ouro (1972)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1988)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1989)
>>> Paca, Tatú...Contos Infantis de Malba Tahan pela Cruzada da Boa Imprensa (1939)
>>> A Marquesa de Reval de May Logan pela Anchieta (1944)
>>> Camilo Compreendido Tomo 1 e 2 de Gondim da Fonseca pela Martins (1953)
>>> Técnicas de Yoga de Dr.M.L.Gharote pela Phorte (2007)
>>> A Essência da Alma de Sônia Tozzi (psicografia) pela Lúmen (2006)
>>> Minutos de Oração de Legrand (coord) pela Soler (2007)
>>> A Norma Jurídica de Tercio Sampaio Ferraz Jr. E Outros pela Freitas Bastos (1980)
>>> Le Bateau Ivre Análise e Interpretação de Augusto Meyer pela São José (1955)
>>> Franz Kafka Os Filhos Rossmann Bendemann e Samsa de Ruth Cerqueira de Oliveira Röhl pela Universidade de São Paulo (1976)
>>> Fios de Ariadne - Ensaios de interpretação marxista de Centro de Estudos Marxistas pela Universidade de Passo Fundo (1999)
>>> Três Momentos Poéticos de Nelly Novaes Coelho pela Conselho Estadual de Cultura
>>> A Luz Perdida de Murillo Araujo pela Pongetti (1952)
>>> História e Consciência Social de Leôncio Basbaum pela Globo (1985)
>>> Dostoievsky de David Magarshack pela Aster
>>> Asanas de Swami Kuvalayananda pela Phorte (2009)
>>> A Ciência do Yoga de J.K.Taimni pela Teosófica (2006)
>>> Osso no seu Osso indo além da imitação de cristo de F. j. Huegel pela Restauração (2019)
COLUNAS >>> Especial Volta às Aulas

Terça-feira, 12/3/2002
Brasilês - um idioma de muitos sotaques
Félix Maier

+ de 4400 Acessos

De volta às aulas, que tal conhecermos um pouco mais o Brasilês, esse rico idioma nacional?

Paraibês

- Josefa, cê vai fazê amô hoji?
- Não, Severino, tô muntcho cansada.
- Arri, égua, mais intão só vô lavá och pé...

Paulistês

- Ôrra, meu, não tô mais agüeintando eiste eingarrafameinto. Paréice que teim um farol a cada dois méitros. Prá piorá, tá seimpre choveindo.

Carioquês

Chiando mais que chaleira cheia de chá no fogo, assim fala o carioca de Ramos, que na feira de Duque de Caxias vende pardal pintado de amarelo como canário:
- Sacumé, mermão, cum menas tauba e menas prego a gente fazemos um rolimã beleza!

No ramal da Leopoldina, vendedores de bala e picolé ensurdecem os passageiros da Central, gritando o tempo todo:
- Olha a bala háus-aí. Olha o picolé-do-china-aí, é com auga firtrada-aí, não é auga de poço-aí, só uma merreca-aí.

Candangolês

- E aí, véi, beleza?
- Beleza, véi.

Gauchês

Na bodega “Último Gole”, antes de pegar a tramontana da roça:
- Bá, tchê, o compadre está mais ressabiado que cusco de mendigo. Ainda que mal pergunte, a comadre soube de seu caso com aquela chinoca?
- Nem te arrespondo, compadre, estou muito abichornado. Prefiro roçar dez coivaras a ter que ouvir aquela tramela lá na tapera. É pior que coice de bagual, mais doído que minuano sujo que navalha a orelha do índio véio na campanha.

Cannabinês

- É, mermão, tá tudo dominado!
- Dominado, tá tudo dominado!...

Sociologês da USP

“O real não é constituído por coisas. Nossa experiência direta e imediata nos leva a imaginar que o real é constituído por coisas (sejam elas naturais ou humanas), isto é, de objetos físicos, psíquicos, culturais oferecidos à nossa percepção e às nossas vivências. Assim, por exemplo, costumamos dizer que uma montanha é real porque é uma coisa, que a chamamos de ‘montanha’, indica que ela é, pelo menos, uma ‘coisa-para-nós’ .” (in “Que é Ideologia”, de Marilena Chauí).

PeTês

- Companheiros - fala o trotskista do Rio Grande em mais um Fórum Social Mundial -, enquanto militantes estruturados, precisamos dar uma maior especificidade à nossa atual colocação política, seja a nível nacional, seja a nível internacional. De sorte que ninguém tenha dúvidas de que a práxis revolucionária de nosso imarcescível Governo Popular e Democrático, que será presidido pelo companheiro Lula-laite, é terminantemente contra a mais-valia expropriada pelo FMI de todas as nações proletárias do planeta.

Para isso, nossos militantes estruturados devem todos os anos firmar posição dura contra a reunião de Davos e contra a globalização, e unir nossas forças globais de todo o globo em termos globalizantes às forças dos zapatistas no México, do ETA na Espanha, do IRA na Irlanda, dos muçulmanos em Kosovo e na Chechênia, dos palestinos, das crianças famintas do Iraque, contra o terrível bloqueio aeronaval dos EUA contra Cuba, que impede que os alimentos cheguem às mãos de nosso Comandante.

Além do apoio aos nossos companheiros do MST - depois das eleições -, para que continuem a vitoriosa expropriação dos latifúndios dos selvagens capitalistas brasileiros. Devemos apoiar sem restrições o plebiscito da dívida externa promovido pela CNB do B. A luta continua, companheiros! Até a vitória, sempre! Viva Fidel! Viva Cuba! Viva Coréia do Norte!

Informatiquês

Com o advento do computador, não se protocola mais documentos, mas se “protocoliza”. Não se imprime um texto, mas se “printa”. Não se apaga um caracter ou uma figura, mas se “deleta”. Não se grava um arquivo de segurança, mas se “becapeia”. Não se inicia um programa, mas se “inicializa” ou se “estarteia”.

O CEO (Chief Executive Officer) liga para a secretária, que se assusta por estar navegando no site www.sexolandia.com.br: - Preciso do paper ainda hoje, para o workshop às 4 p.m. Por isso, antes de printar, delete as palavras riscadas. Mas não esqueça de becapear no HD do server. Zipeia o file em diskete também. Antes de estartear o trabalho, sendeia um mail para o manager de Finanças, para liberar o pay down para a delivery imediata de todas as CPU e no-break previstos no quadro Excel para este mês. E não esqueça de colocar o desktop da workstation em off ao final do trabalho. Na pressa de curtir o happy hour vocês ainda vão incendiar meu office.

Economês (sempre acompanhado do pornografês)

- Precisamos melhorar o IDH de nossa população, de modo que se aproxime dos 8 décimos, como nos países do Primeiro Mundo - diz FHC.
- Para isso, precisamos pôr em prática a tese desenvolvimentista já preconizada por Mendonça de Barros. Há uma demanda por empregos altamente reprimida, e ... - sugere o Ministro do Desenvolvimento.
- Não mencione o nome desse sacripanta - interrompe Malan. Se aquecermos a economia, a inflação dispara. Não podemos deixar que se repitam os últimos IGP-M, que foram muito acima do esperado. Com bons resultados em nosso superávit primário, agora que estamos em época de eleições, poderíamos, talvez, lançar um programa social de alcance nacional, para captar eleitores para o Serra.
- Ótima idéia - diz FHC. Com o Bolsa-escola, melhorou o Índice Gini e já neutralizamos em parte o PT, que pregava a implantação do projeto de renda mínima, a menina dos olhos do nosso maior adversário político, o Senador Suplicy. Podemos lançar mais um programa de alcance social antes que a lei eleitoral impeça. Que tal criarmos o vale-gás, que, além de promover uma melhor distribuição de renda entre a população, poderá inflar o balão José Serra, para que finalmente decole nas pesquisas?
- Aprovado, mestre! - aplaudem os Ministros, chateados por não terem levado a FHC uma idéia tão simples porém tão brilhante.

Miliquês

Idioma do milico, o miliquês é uma língua de âmbito nacional, sem dialetos de aratacas ou gaúchos. Do Oiapoque ao Chuí, o idioma é entendido por todos os que vestem a farda verde-oliva. Abaixo, um microdicionário do miliquês:

Arataca - Pessoa oriunda do Nordeste brasileiro.

Araújo - É o marujo do ar, ou seja, o militar da Aeronáutica.

Bobina - Além daquelas utilizadas pela Arma de Comunicações, para lançamento de linhas telefônicas, bobina é também sinônimo para militar enrolado.

Bóia - Comida de milico. Os anarquistas gostam de tirar um sarro: “Parasita da nação, vem comer o seu boião”.

Boletim das baias - É a novidade que corre célere no batalhão, muitas vezes apenas uma fofoca - mesmo que não tenha vindo de alguma baia, pois só as unidades hipo é que as possuem. É o mesmo que “rádio-corredor” dos Ministérios da Esplanada, em Brasília.

Caxias - É o sujeito que leva muito a sério os regulamentos militares. Pode parecer ao “paisano” que é o sujeito ideal da caserna, mas normalmente é apenas um chato.

Chá-broxante - Chá preto servido na ceia para os milicos de serviço no quartel, e para os “laranjeiras”, para acalmar a moçada à noite.

Dragão - Recruta que come o pote de combustível gelatinoso, como sobremesa, em vez de utilizá-lo como fogareiro para aquecer a ração de campanha.

Furiosa - Banda militar simples, basicamente composta de instrumentos de percussão.

Gaiola das loucas - Prédio de Brasília onde moram os coronéis do Exército mais “antigos”, que se estressam por terem seus nomes no “Play-boy”, ansiosos em saber se serão promovidos a general ou não.

Homem da capa preta - Juiz do Tribunal militar, sempre lembrado quando é instalado um IPM no batalhão.

Laranjeira - Militar, normalmente recruta ou solteiro, que dorme no quartel, porque sua família mora longe, muitas vezes em outro Estado.

Mão-de-graxa - Mecânico de viatura ou armamento.

Maria-batalhão - Moça que gosta de namorar milico, de preferência o batalhão inteiro (*). É prima-irmã da maria-gasolina, a que namora só quem tem um carro.

Material de sapa - Trata-se de material para cavar trincheiras ou espaldões, como pás e picaretas, porém pode significar jocosamente os talheres dos milicos.

Milico de pijama - Militar transferido para a reserva remunerada.

Ociosão - Atual Teatro Pedro Calmon, anexo ao Quartel-General do Exército, em Brasília. Mais utilizado ultimamente, o apelido pegajoso ainda não se desgrudou.

Paisano - É o civil, todo aquele que não veste farda. “Andar à paisana” pode render detenção ao soldado, se não tiver licença para andar em trajes civis.

Papa-goiaba - Pessoa oriunda do Estado do Rio de Janeiro.

Pasta da viúva - Pasta de todo militar do Exército, que contém os documentos da família (certidões de casamento e nascimento), além de outros documentos, como seguros e pecúlios (Capemi, FAM etc.), para facilitar a vida da viúva (ou viúvo), quando o milico bater as botas.

Pé-de-banha - É o pessoal militar que trabalha no rancho - cozinheiros, copeiros, taifeiros -, muitos com a roupa e até os cabelos curtidos de gordura.

Pé-de-poeira - Integrante da Arma de Infantaria.

Pejota - Pensão judicial, é uma facada mensal no contracheque do militar, em favor da ex-esposa ou ex-companheira (ou do ex-marido/companheiro - caso do corpo feminino).

Pé preto - É como os pára-quedistas (“pés-vermelhos”), com ar superior, desdenham dos militares comuns, que usam coturnos pretos.

Periquito - Militar do Exército, que veste a farda verde-oliva.

Play-boy - Boletim que apresenta os nomes dos coronéis mais “antigos” do Exército, que concorrem ao generalato. Por fora, o Boletim não difere muito dos outros documentos, mas dentro é sacanagem pura. Ao menos é o que dizem os preteridos na promoção.

Reco - O mesmo que recruta, tem os mesmos direitos de um calouro numa faculdade, ou seja, nenhum.

Repone - Reunião de porra nenhuma, normalmente feita para os militares levar uma “mijada” do comandante.

Sandra Bréa - Galinha à Sandra Bréa é aquela carne de frango super cozida, de cor esbranquiçada, se despedaçando, com jeito de atropelada.


Félix Maier
Brasília, 12/3/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que querem os homens? Do Sertão a Hollywood de Marilia Mota Silva
02. Filosofia de boteco de Adriana Baggio


Mais Félix Maier
Mais Acessadas de Félix Maier em 2002
01. Sionismo e resistência palestina - 14/11/2002
02. Fome zero, malandragem dez - 28/11/2002
03. Bantustões brasileiros - 22/5/2002
04. Sobre futebol e hinos nacionais - 11/7/2002
05. Brasilês - um idioma de muitos sotaques - 12/3/2002


Mais Especial Volta às Aulas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ
THEREZINHA BITTENCOURT E VITOR LIMA RAIMUNDO
ODORIZZI
(2011)
R$ 10,00



TEM AQUELA DO...
CHICO ANÍSIO
CÍRCULO DO LIVRO
(1978)
R$ 8,38



SOMBRAS QUE ASSOMBRAM - O EXPRESSIONISMO NO CINEMA ALEMÃO
SESC
SESC
(2013)
R$ 7,27



NOVAS GEOPOLÍTICAS
JOSÉ WILLIAM VESENTINI
CONTEXTO
(2011)
R$ 18,00



PROSPERIDADE EM 42 DIAS
HUMBERTO PAZIAN
BUTTERFLY
(2008)
R$ 19,00



FILHOTES - OS CUIDADOS NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA DO SEU CÃO
SCOTT MILLER
MANOLE
(2008)
R$ 25,00



EXEGESE DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL-04 VOLUMES-CRÍTICA-INTER-JUR 9429
ANTONIO PEREIRA BRAGA
MAX LIMONAD
R$ 143,00



OS SEIS LIVROS DA REPÚBLICA - LIVRO SEGUNDO - 1ª EDIÇÃO
JEAN BODIN
ÍCONE
(2011)
R$ 34,95



O CRIME DO PADRE AMARO
EÇA DE QUEIRÓS
W. BUCH
(2009)
R$ 14,90



OS EXTRATERRESTRES - OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA ?
HEBER CASAL SÁENZ
PLANETA
(2005)
R$ 12,90





busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês